magrinhas

anonymous asked:

(Sou a menina da baixa auto-estima) Eu já recebi mts críticas, e às vezes (quase sempre) eu acredito mais em uma crítica do q em um elogio. Desde pequena eu sempre fui mt magrinha e baixa e eu sofria cm isso pq os meninos sempre olhavam mais p mhs amigas q sempre eram mais "corpudas" do q eu. Eu sei q pode parecer babaquice, mas isso me afetava mt e afeta até hj, mesmo tendo só 15 anos. O cara q eu perdi a virgindade disse q só ficou cmg p n bater punheta e eu fiquei mt mal cm isso...

Que lixo de homem esse que você teve a infelicidade de perder a virgindade 

“Todos os dias de manhã eu acordo, e a primeira coisa que faço é me olhar no espelho, e lá estou eu, GORDA, a cada dia que passa parece que meu corpo cresce mais, e eu sei que a culpa é toda minha, eu já tentei fazer milhares de dietas e estava dando resultado, até que eu tive uma compulsão, depois foram duas,três, quatro…. Todos os dias eu tento lutar contra a balança, mas algo me derruba, eu sinceramente não consigo entender, eu tento, juro que tento. E o meu alto estima como quase sempre esta lá embaixo, quando digo "quase sempre” quero dizer depois dos meus onze anos, e já são 3 anos me olhando no espelho e não gostando do meu proprio reflexo, e aqui estou, sempre digo “hoje começo” mas esse “hoje” nunca chega, eu sei, novamente a culpada disso tudo sou eu, se eu não mudar meus habitos, ninguém fará isso por mim. Eu vejo aquelas garotas de tumblr e fico me perguntando “Quando eu terei esse corpo?”, eu não quero o corpo perfeito, só quero me sentir bem comigo mesma, emagrecer pra mim é como se a minha casa estive pegando fogo e eu tivesse que salvar minha familia, não faz muito sentido eu sei, mas eu acho que só assim crio força e coragem para começar, eu quero que as garotas sintam inveja do meu corpo, eu quero ser feliz, eu vou assim passando de um assunto para o outro, sem me preocupar se esse texto esta ficando bom ou não, na verdade nunca fui boa em textos, eu vou abordar muito assunto ainda, e como eu havia dizendo… esse nao é minha unica preocupação, eu tenho espinhas e cravos e isso me encomoda muito, e como de costume, eu passo produtos, mas eles não resolvem nada, e ai eu acabo não fazendo mais nada, no começo do ano eu disse “esse ano, será o meu ano” e eu estou fazendo o possivel para ser, de verdade, eu quero terminar esse ano dizendo “eu consegui” e novamente mudando de assunto, eu quero conseguir realizar meus sonhos, são tantos… mas cada um tem seu tempo e o primeiro seria conhecer meu idolo, toda vez que falo isso eu choro, como estou fazendo agora, eu tenho medo, medo de ele não saber da minha existencia ou o quanto ele é importante na minha vida, eu quero abraça-lo e dizer que eu o amo, amo muito e que ele mudou a minha vida e que serei eternamente grata por ele ter me ensinado tanta coisa. A minha segunda prioridade é fazer teatro, e depois ir para tv globo, eu adoraria me ver na tv, fazendo o que eu mais gosto ATUAR, mas eu nunca vejo uma boa oportunidade para começar e isso me faz entender de que não irei conseguir e machuca, machuca muito. “Meio sorriso” Essa canção descreve a minha vida, jâ passei por tanta coisa em relação ao amor, já errei muito, mas aprendi e acho até que a vida foi justa comigo, ja chorei por pessoas que não estavam nem ai pra mim e hoje me afastei e de verdade, foi a melhor coisa que ja fiz, não faz falta, não sinto saudade, agora esta tudo perfeito assim, não gosto de ninguem, não sofro por ninguem, isso é ruim as vezes, mas é bom, se for pra me apaixonar de novo, por favor, Deus mande o garoto certo, um que seja protetor, cuidador, carinhoso e que se importe comigo de verdade, que tenha ciumes, que seja todo bobo, que seja aquele cara que faça me mudar de opiniao sobre o amor. “O problema do amor é pra quem a gente entrega ele”
e depois de todos os assuntos abordados nesse texto, me sinto aliviada, por colocar tudo isso pra fora.”

A pior coisa é quando alguém diz "você não é gorda, é normal". Não quero ser normal, quero ser MAGRA!!!

Magrinha, magérrima, magricela, vai quebrar com o vento.