lux and harry styles

Lou Teasdale posted this throwback of Louis, Lottie & Lux on her IG story 03-19 😍😍

10

Forthcoming movies to get excited about in 2017.

4

like or credit @/ staffjbr‬ headers aren’t mine!!!!! ‬

anonymous asked:

Oii, você pode fazer um imagine Hot do harry inspirado na música 400 LUX da Lorde. Pleasee

Pronto!

N/A: Oi você! Espero que esteja bem. Olha, eu ainda não tenho certeza sobre esse imagine, é a primeira vez que eu escrevo um texto baseado em uma música; então eu não sei se ficou bom. Mesmo assim espero que goste -e se não gostou fala comigo que eu refaço.- Manda ask dizendo o que achou, quero saber sua opinião. Espero mesmo que te agrade e obrigada pelo pedido! 

Boa leitura!


     Outra vez eu estava ao seu lado no carro, nosso tempo juntos nunca terminaria. Meus olhos encaravam a paisagem; amava o sentimento de segurança ao passar pelas ruas onde as casas nunca mudavam. Conseguia lembrar do tempo onde nos beijávamos na beira do asfalto daquela mesma estrada, tinha certeza que aquelas árvores lembravam de todas as vezes que eu pedi para que você ficasse.

     Você parou na frente de nossa lanchonete preferida, aquela em que nos conhecemos. Você se lembra? Nos usávamos roupas de frio, só estávamos ali por causa do aquecedor. Eu estava sentada sozinha, você chegou com esse seu sorriso e você sabe que eu nunca consegui resistir a ele, conversamos como se tivéssemos tudo a dizer. Naquele momento eu só ‘gostaria que você ficasse’.

     Agora estávamos vazios igual as garrafas que bebemos, nós viemos aqui o tempo inteiro; não tem nada pra fazer. Mas isso não importava, nós só precisávamos passar um tempo juntos. E estávamos ficando bons nisso. Eu só queria passar o tempo com você.

     Antes de irmos você me comprou mais um suco de laranja, saímos dali e sentimos como se o vento frio cortasse nossos rostos; andamos rápidos até o seu carro e logo entramos, você deu partida e seguimos outra vez pelas ruas cheias de árvore. Você me deixa em casa de novo, seus olhos me encaravam. Eu entrei , e você logo foi embora.

     Fui direto em direção ao banheiro para um banho rápido, quando sai coloquei a camisola que você me deu. Deitei na cama que você já dormiu varias vezes e meus pensamentos não me deixavam sossegar; seu sorriso, seus olhos, sua boca, você vinha a minha mente todas as vezes que fechava meus olhos. Eu só queria que você ficasse.

     Meu telefone tocou em cima da cômoda, me levantei e atendi a chamada, era você. Sua respiração era baixinha mas eu conseguia ouvi-la nitidamente. “Abre a porta para mim.” Você disse simplesmente e desligou, eu olhei para o telefone em minha mão e quando assimilei o que você tinha dito meu coração se alegrou. Fui correndo até a porta, você estava de pijamas e com um casaco pesado por cima, suas bochechas tão vermelhas quanto a pontinha de seu nariz, você me olhou e sorriu tímido.

 “Me deixe passar o tempo com você?” Você me perguntou implorando com os olhos.

     Eu te puxei e te dei o mais expressivos dos beijos, minhas mãos estavam em seus cabelos e as suas passeavam livres por minhas costas ainda cobertas, você desequilibrou um pouco quanto tentou fechar a porta sem interromper nosso beijo mas isso só serviu para darmos uma risadinha com os olhos ainda fechados.

 “Eu gostaria que você ficasse.” Eu sussurrei no seu ouvido, e um suspiro escapou de sua boca.

     Nós tropeçamos em alguns moveis enquanto tentávamos chegar até o quarto, nossas roupas iam ficando pelo caminho, eu deslizava minhas mãos pela pele quente de suas costas enquanto você beijava meu pescoço. Quando entramos no quarto você me levou até a cama, seu cheiro era tão bom, cada toque seu me fazia desejar  ainda mais cada centímetro de seu corpo. Seus olhos verdes me hipnotizavam enquanto sua mão descia até minha intimidade coberta pela calcinha, fazendo uma massagem gostosa que me arrancava gemidos. Você conhecia tão bem o meu corpo.

     Seus lábios encontraram os meus novamente e eu gemia entre o beijo, minhas mãos foram até suas costas e eu cravei minhas unhas ali fazendo você grunhir. Seus lábios deram atenção aos meus seios antes de você se interromper para tirar o resto de roupa que ainda nos cobria, eu observava cada movimento seu; e você me olhava com desejo. Logo você voltou a deixar seu peso sobre mim e deslizou sua mão na curva de minha cintura, meus dedos desenharam caminhos nas laterais de seus braços o deixando arrepiado, sorri com isso.

     Minhas mãos voltaram as suas costas quando você me penetrou lentamente, você iniciou um beijo calmo abafando meus gemidos que agora estavam mais altos. Não demorou muito e suas investidas já estavam rápidas e seus beijos mais urgentes. Seus gemidos agora estavam mais altos também, e suas costas com certezas teriam varias marcas pela manhã. Uma sensação intensa tomou todo o meu corpo, e logo meus músculos relaxaram. Abri lentamente os olhos e vi quando você chegou ao seu ápice também, você deixou seu peso cair sobre mim enquanto dava leves beijos por meu pescoço.

     Você saiu de mim com cuidado e se deitou ao meu lado, cobriu nossos corpos e passou uma de suas pernas por minha cintura me prendendo a você, mergulhou seu rosto no meu pescoço e disse coisas bonitas para mim enquanto acariciava meus cabelos.

 “Eu gosto de você.” Eu disse baixinho, como se fosse um segredo.

 “Eu gosto de você.” O ouvi dizer antes de adormecer.

     Afinal, podíamos ser vazios, mas éramos corajosos.