luto

anonymous asked:

Could you maybe do some interactions between DiE and Glave? (Maybe some Luto in the background if you feel like it)

“Why should I collect materials for you?” Add curled his lip.  Glave idly thought how much he’d like to laser that expression off this arrogant bitch’s face.  “I have more than enough work to do.”

“Because,” Glave said lazily, “what’s that human expression?  Right.  Because I have your balls on a very short leash, so to speak.”

Add scoffed and turned away, those Dynamo of his flaring out to rip a portal.  “Whatever.”

Glave tossed his cubes.

The Dynamo dropped lifeless to the ground.

Add whirled around, glaring at his Dynamo, then at Glave.  “What the hell?”

“Balls on a short leash,” Glave repeated with a shrug.  “I’m the time and space admin, Esper, did you really think I couldn’t take away your power?”

Add snarled, but at least he seemed to realize there was nothing he could do.  He waved one hand in frustration.

“Fine, whatever, I’ll pick up your stupid materials.”

Glave smiled behind the mask and reactivated Add’s Dynamo.  They rose to humming life.

“Good dog,” he teased.  Add snarled and vanished.

“You’re too harsh on that boy,” a familiar voice said from behind Glave. Glave sighed.

“Luto, he’s not a boy.  He’s one of my bitches.”

“One of many,” Luto said snidely.  “Would it kill you to be not a dick to him?”

“You’re not my father, don’t give me advice.”

“I may not be your real father,” Luto chuckled, “but I will always be your space father.”

“That reminds me of one of those really, really bad movie series from another world.”

“That’s what I was getting at.”

Ela era a queridinha do Brasil. O xodó, a graça. Aquela para a qual todos sorriam. A novinha do pedaço. Mal chegou e já se juntou com a “galera”, com os “populares”: afinal de contas, a Chape faz parte do seleto grupo que nunca caiu. Feito para se respeitar - e aplaudir. Em seis anos, conquistas, vitórias, goleadas e ascensões. Da quarta divisão, para a final de uma competição Sul-Americana. Respeita a Chape. Aqui é Chape. Chape terror. Todos somos Chape. Todos seguiremos. Todos seremos. Todos estamos. Todos ficamos… arrasados. Que triste. Que rasteira. Que aperto. Que dor. Que tragédia. Ei, juiz! Roubaram a Chape. Roubaram a nossa torcida. O nosso sorriso. A vibração. Roubaram o Bruno Rangel, o Caio, o Kempes. Roubaram a Chape. Roubaram o Victorino, o PJ, o Mário Sérgio. Ei, não estão vendo?! Roubaram a Chape. Roubaram o Jumelo, o Rodrigo e o Deva. A Chape, que não pulsava sozinha, também não vai sofrer sozinha esse roubo. Ei, juiz! Poxa vida, roubaram a Chape… Não adianta, com esse juiz não tem jeito, não tem papo, não tem pressão. A Chape foi roubada. Não é sonho, eu sequer dormi. A Chape foi mesmo roubada. A Chape, grande no seu carisma, até na hora da dor arrastou multidões. Torcemos juntos, Chape. Sofremos juntos, também. Como sofremos nas cobranças de pênalti, na noite em que o Danilo salvou quatro contra o Independiente. Só que dessa vez não deu pra salvar. Também não teve comemoração. Também não tem mais Danilo. Noite de jogo sujo, jogo triste. Roubaram a Chape. Roubaram o FOX Sports. Roubaram nossos amigos, nossos colegas. Roubaram os pais de família, os homens de bem. Roubaram um pedaço dos nossos corações. Roubaram a capacidade de acreditar, de entender, de aceitar…
—  Autor Desconhecido

“Mereceram o mundo, ganharam o céu.”

Nessa madrugada um avião subiu aos ares, e o ar de todos com o tempo foi embora junto com sonhos e planos. 76 pessoas mortas, algumas gravemente feridas. São momentos como esses que eu paro e vejo como a vida e a morte estão lado a lado. Em um minuto você ta indo em direção aos seus sonhos, fazendo teu trabalho, sorrindo, e logo no outro você é só um corpo, sem folego de vida. Por isso eu sempre digo: dê valor aos detalhes, abrace seus pais, se você ama alguém não perca esse tempo com orgulho, gaste esse tempo demonstrando, realizando e principalmente vivendo ao invés de apenas existir. O tempo é curto demais e mal reparamos nisso, cada ano que passa o tempo passa mais rápido, não podemos voltar ao ponteiro anterior, mas podemos fazer o próximo ponteiro valer a pena. Por isso não perca tempo, viva o hoje, viva o AGORA. Que Deus conforte o coração de todos os familiares e amigos porque perder alguém não é nada fácil.

Mas é que quando você vê a morte de perto, muita coisa muda na sua cabeça. O desejo incessante pela vida começa a borbulhar dentro de você. A necessidade de viver se torna tão grande que se fosse materializada, não caberia nesse mundo. A vontade de simplesmente sentar-se e explicar detalhadamente para sua mãe, seu pai, seus irmãos, seu cachorro e seu namorado o quanto você os ama é seu único anseio por dias. Você simplesmente percebe o quanto a vida é rara e única. O quanto o amor é necessário e a forma que as pessoas são preciosas. E, então, finalmente entende o sentido daquilo que cresceu ouvindo. Sim, é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã. Porque, infelizmente, o amanhã é uma incerteza. Viva hoje, acerte hoje, ame hoje e jamais desista daquilo que te faça feliz, pois é isso o que faz a vida valer a pena.
—  Amadorista.