luto

Status: Cristiano Araújo.

Pra romance é off, pra balada é disponível, hoje eu tô terrível. 👌🍸🎵

Sei que seu coração falou de mim, sei que ele falou que eu tô fazendo falta. 😪🎵

Sofri, chorei, largado. E não te esqueci! 😭🎵

Nossa relação tem tudo pra dar certo. Nós já estamos tão perto, tão perto, coração. 💏🎵

É só chegar e beijar, elas tão loucas, dançando em cima da mesa virando um litro na boca. 👌🍸🎵

Será que alguém explica a nossa relação, um caso indefinido, mas rola paixão. 😍 ❤ 🎵

Um minuto, uma hora, não importa o tempo, se estamos sós. 👫🎵

O que eu mais quero é que você me queira, por um momento ou pra vida inteira! 👫😻🎵

Difícil é perceber, e ver o sol nascer, mas uma vez eu acordar e não poder te ver. 😢🎵

Pensamentos vão ao longe pro além, na certeza que igual você não tem. 😸🎵

Eu tô querendo teu carinho, teu sossego. Eu tô querendo ficar mudo! ❤🎵

Pra mim não tem limite, não resisto a esse teu jeito. 😻🎵

Só eu sou capaz de entender, que nada sou, sou nada sem você. ❤🎵

Se gostar ou pegar dê LIKE/REBLOG no post.

10

                                                                                                        9.XI.2014

Hemos perdido todo sentido de tolerancia ante la idea del que es distinto por miedo a tener que darle la razón.

Estamos tan acostumbrados a buscar defectos que solo uno basta para borrar toda la virtud: Nos olvidamos de la trascendencia y sustancia de un movimiento cuya causa parece la más legitima, porque es más la luz que produce el fuego en una puerta de madera que la que proyecta el brillo de miles de ojos en los que oscila, insegura, la esperanza. 

No lloren, porque las cenizas del cedro de la puerta de Palacio Nacional están en frente de la plancha del Zócalo y puede ser sustituida cualquier martes. 

Lloren, sí, porque no sabemos dónde están las cenizas de 43 estudiantes en particular, ni las de 20,000 mexicanos en general. 

Indiferencia no es sinónimo de estoicismo.

                                                                                          —Daniel F. Alvarez