louis & ali

I tend to think about the dynamic between Victoire, Dominique, and Louis a lot.

They were the eldest of the Weasley/Potter clan, along with Teddy, to attend Hogwarts. It must have to be so strange being in a world where their families were considered war heroes and celebrities. The same uncle who got in a pancake fight with Aunt Ginny last week being considered savior to the wizarding world. How would they reconcile those two realities?

Home, in all its forms, must have been a sanctuary. A deliberate buffer between the way the public perceived them and their own budding self awareness. Because the public would assume plenty about the first Weasley/Potter children; and for Victoire, Dominique, and Louis that means being born to a Triwizard Champion and a renowned curse breaker who survived Greyback, both members of the Order who risked their lives to defeat the Dark Lord.

By the time the younger children are born some of the fervor would have died away, but these three would have felt the full force of it.

Keep reading

2

Not only was Muhammad Ali a Heavyweight Boxing Champion, he was also a Minister in the Nation Of Islam under the leadership of The Most Honorable Elijah Muhammad.

The Heart Wants What It Wants - Louis Tomlinson



S/N P.O.V


Flashback on


Louis fazia carinho em meus cabelos enquanto víamos pela décima vez o meu filme favorito. Ele estava de férias depois do último álbum lançado com os meninos, e fazíamos o máximo para aproveitar nosso tempo sozinhos.


“Você nunca irá se cansar desse filme?” Perguntou com os olhos vidrados na TV.


“Não, Tomlinson. Assim como nunca irei cansar de você me fazendo a mesma pergunta sempre que assistimos.” Falei rindo.


Louis me olhou sorrindo por algum tempo antes de se abaixar para dar um selinho em meus lábios.


“E eu nunca irei me cansar de você, garota.”


Doce ilusão.

Você me fez experimentar algo
Que não posso comparar a nada
Que já tive, e tenho esperança
Que depois dessa febre eu sobreviverei


Flashback off


“Eu sei que você estava com ela, Louis.” Gritei assim que ele começou a arrumar algumas roupas em sua mochila, afirmando que iria dormir na casa de Liam.


“S/n, pelo amor de Deus. Você só pode estar louca! Eu estava no bar com Liam, já te disse.” Falou nervoso enquanto colocava a mochila nas costas.


“E por coincidência aquela modelo, Bárbara, estava no mesmo bar que você, não é mesmo?” Perguntei irônica. “Que saber, Louis? Faça o que quiser.”


“Você esta paranóica s/n. Se você não confia em mim, nem deveríamos estar namorando.” Disse antes de sair pela porta, me deixando sozinha.


De novo.

Sei que estou agindo feito louca
Estou presa, tudo meio nebuloso
Com a mão no coração, estou rezando
Para sobreviver a isso tudo


“Louis, onde você está? Já é a centésima vez que te ligo e você não me atende. Estou preocupada, me ligue assim que escutar essa mensagem.” Suspirei desligando o celular.


Talvez fazer um jantar de desculpas tivesse sido um erro.


Talvez me sentir culpada fosse um erro.


Talvez todo o meu relacionamento fosse um erro.


Embalei toda a comida que estava posta há mesa, apaguei todas as velas que havia colocado para criar um clima romântico, peguei o presente que havia comprado para Louis e o guardei em nosso guarda roupa.


A cama está ficando fria e você não está aqui
O futuro que temos é tão incerto
Mas eu não vivo enquanto você não me ligar
E vou apostar contra tudo que dará certo


Retirei minha roupa colocando apenas um pijama e comecei a tirar toda a maquiagem de meu rosto com dificuldade, devido às inúmeras lágrimas que caiam.


Depois de algumas horas deitada com algumas lágrimas escorrendo pelo rosto, escutei a porta do apartamento ser aberta.


Ele havia chegado.


Escutei-o jogar as chaves de seu carro na mesa de centro da sala, logo depois subindo as escadas que davam para nosso quarto.


“Estava com sua amante?” Perguntei cínica, ainda deitada de costas para ele assim que lhe escutei adentrar no cômodo.


“Agora não, s/n. Por favor.” Suspirou enquanto massageava a cabeça. “Não estou com cabeça para discutir com você agora.”


“Você nunca tem cabeça para nada que envolva nosso relacionamento, Louis.” Falei com lágrimas nos olhos. “Você chegou de Los Angeles e nem me tocou um dia se quer, afirmando estar ‘cansado demais para isso’. Você mal fica em casa, nem temos mais momentos românticos como tínhamos antes.”


“Você precisa entender que tenho uma carreira solo agora, s/n. Eu não tenho tempo para mais nada e…” Lhe interrompi


“Não tem tempo para mais nada, Louis?” Ri irônica. “Você vai em pubs todos os dias, e todos os dias esta com sua famosa amiga. Eu realmente não ligo que você tenha amizade com ela, mas é realmente frustrante saber que uma outra garota passa mais tempo com você que eu, que sou sua namorada.” Falei exaltada.


“S/n, as vezes eu acho que você precisa de tratamento. Se você não confia em mim, é melhor que isso acabe.”


“Eu não quero escutar seus conselhos, Louis. Apenas saia daqui, por favor. Você já me fez muito mal.” Falei entre lágrimas enquanto me sentava em nossa cama.


Ele me olhou por alguns segundos, e por um momento eu realmente tive a esperança de que ele fosse me abraçar, pedir desculpas e fosse ficar por pelo menos uma noite.


Mas não foi o que aconteceu.

Guarde seu conselho pois não vou ouvi-lo
Você pode até estar certo, mas eu não ligo
Há um milhão de motivos para que eu te abandone
Mas o coração quer o que ele quer

O coração quer o que ele quer


Acordei com a claridade adentrando por entre as persianas de meu quarto. Abri os olhos com dificuldade, encontrando o outro lado da cama vazio.


Suspirei me levantando, decidida a me desculpar com Louis. De fato eu poderia ter exagerado com todas as acusações de traição.


Assim que terminei o banho, coloquei um casaco para me aquecer do frio que fazia em Londres.


Peguei minha bolsa, e adentrei em meu carro, dirigindo até a Starbucks mais próxima.


Adentrei no elevador do prédio de Louis no centro de Londres segurando o seu copo de café favorito e um pedaço de bolo que eu também sabia que ele gostava.


Assim que cheguei ao seu andar, fui até sua porta, estranhando ao constatar que ela não estava trancada. Assim que cheguei na sala, pude ver uma garrafa de vinho com duas taças vazias na mesa de centro.


Naquela hora, rezei para que fosse algum dos meninos que estiveram ali com Louis na noite passada.


Mas minha esperança foi embora assim que enxerguei um sutiã, que obviamente não era meu, jogado em um canto daquela enorme sala.


Minhas mãos tremiam e eu podia perceber que estava suando frio. Eu sabia que a cena que veria, quebraria meu coração em milhares de pedaços, mas eu estava decidida a ver aquilo com meus próprios olhos.

Você me partiu em pedaços
Brilhando como estrelas e gritando
Me iluminando como vênus
Mas então você desaparece e me deixa esperando


Subi as escadas com cautela, tomando cuidado em cada passo que dava para que não houvesse muito barulho.


Estiquei minhas mãos trêmulas até a maçaneta da porta do quarto de Louis, e a abri com cuidado, logo perdendo o fôlego com a cena que via em minha frente.


Louis estava dormindo de frente a porta, e junto dele estava Bárbara. Ambos cobertos apenas com lençóis brancos.


Soltei os cafés rapidamente, causando um barulho consideravelmente alto, fazendo com que Louis acordasse rapidamente.


Assim que me viu, arregalou os olhos, logo se levantando.


Mas já era tarde.


Ele tentou vir atrás de mim, tentou me agarrar para que pudesse se explicar… mas já era tarde.


Eu entrei no meu carro, logo voltando para minha casa, esperando que tudo aquilo fosse um pesadelo e que eu acordaria com Louis me chamando dizendo que eu estava chorando desesperada enquanto dormia.


Mas eu sabia que era tudo real.


E eu também sabia, que era hora de deixar Louis para trás.

E cada segundo é uma tortura
Esse inferno vai acabar
Estou encontrando maneiras de te deixar para trás
Baby, baby, não, eu não tenho saída


Cheguei em meu apartamento, colocando tudo meu que havia ali, dentro de uma mala.


Eu precisava dar um tempo para o meu coração.


Esse é um conto de fadas moderno
Sem finais felizes, sem nenhum vento soprando em nossos barcos
Mas não imagino minha vida
Sem momentos de tirar o fôlego acabando comigo


Precisava esquecer Louis Tomlinson.


XxXGaby

Khh Crews

Buckwilds: J-Tong (leader), Fana, Psychoban, DJ Wegun, Giriboy, Ugly Duck, Lil Boi, Louie, Zico (Block B), Hanhae, Take one, DJ Eager, Andup, JV, Wonhyuk, Checkany, Kirin, Vida loca, Duplex G, Booba, DJ Dopsh, Gganmo, Hwaro, Kkalchang, Ddolbae

DNH/Daenamhyup: Marvel. J (leader), i11evn, Rap Monster(BTS), Kidoh(ToppDogg), Kyum2, Samsoon, Iron, DJ Snatch, Illipse, Supreme Boi

Club Eskimo:  Dean, Crush, Millic, Colde, 0channel, #punchnello, Chek Paren, 2xxx!, Jusén, Miso

VV:D: Zion.T (Leader), Gray, Crush, Loco, Elo

ADV/Angderville: JJK (leader) , Olltii, Chulgoo (Xitsuh), J7, Reflow, Drev, DJ Kendrickx, Lupi, gJ, Joyrain, 8dro, Raretongue, Huckleberry P

RockBottom: Iron, Don’tcallmeadog, Hongsamman, Supreme Boi, Type-C, Rwam, i11evn, Sunghyun K, Hashmate, Kidoh

Royal Class: Scotch vip, Taewoon(Speed), Sims (M.I.B), Mino(Winner), Kitti B, Roydo, Konquest, Chancey

All I Know Music: Miryo, BRAY, DUCKBAE, GiantPink, DJ Drev

Jiggy Fellaz: Vasco, Deepflow, Basick, Dead’P, LE (Exid), Joe Brown, Untouchable, Maniac, Duckdap, M.Blow, RMK, B-Dubb, Hella Dope, Jayrockin, Funny, Baby Nine, G-Hun, Groove Master, Yeb5, Chan, Mark-k, Khan, Mister JS, Woo-side, Soulsnatch, Essenti, Big Tray, Annie. J, Broken Lips,  illTong, Big Smalls, Funny, 용해, M.Blow

The Cohort: Oscar, Okasian, Kanggook, Reddy, Swidea, Jay All Day, Keith Ape, Coke Jazz, Bryan Cha$e (Play$tar), Sung Jin Park

New Block Babyz: Kimm, Gimm, Ven, New Champ, Znisuk, Young’N, Wutan

ATCN: i11evn, illinit, Justhis, Born Kim, Nucksal

BJS/Abnormal Life: Crocodile, Dino.T, Terry Kim, Kicksol, Jimyeol, Catcher, Su5kid, Zangano, Owni

Valen Crew:  BNa, D-9INE, 소연, MTP

Verification & Validation/(V&V):  Ahn Soo Min, BlackJo, ScAr, Hyesung, Chachu, and Kkuksae

Piraps:  LTAK,  Lafic,  Hash Swan,  ColaGom,  최정은

Billinism: ValorT, Pluto, Sickloo, Bakey

Amourette/AMRT: Kitti B, Hoody Kim, Nieah, Seri

Vismajor: Deepflow, Wutan, Nucksal, Don Mills, Odee, Buggy, Brasco, Digga, Kaadiq, Babynine, Stalliest, Mojo, Ven, Rockyl, Rowdigga, TK, Daeil (24k)

$exy $treet: Cjamm (leader), Bewhy, Keebo, J-Zo, Lazy Bones, Eumko

Rookies Game: Demento, Eeyu, Sexyhomme, J.Counter, Trump King, Sapo, Be-All

Yelows Mob: Sik-K, Lee Gwagmin, Jung Sungmin, Jung Gwangmin,  Lee Hwimin, Park Gyujeong, Naeezy, Thomas Lee, Mac Kidd, Onehunnit, Hyungun

Vyve:  JayFactory, IPTC, Deezy, Suiko, yubak, Yella Diamond, Konsoul, Cadillac, Mr.Yaboo, HardcoER, D.meanor, mang, Hanhae, Musky, Jogo, SpellJ, Mozaic

Overclass: Verbal Jint, San E, Swings, Rimi, B-Soap, Crybaby, Nodo, Delly Boi, Warmman, Xepy, Youngcook

Illest konfusion: Simon D, Jtong, Beenzino, Vida Loca, Beatbox DG, Rocky L, Techniccque, DJ Freekey, Swings, Louis Ali, Jae Hoodz, Mr. Jinx, Kklachang, E-sens

Soul Connection:  Jay, Csp, Maslo, Yongguk (B.A.P), KeyReal, Rhymics, Kwangyo, Slake, Still PM, DJ Tiz

AOMG: Jay Park, Simon D, Gray, Hoody, Loco, Ugly Duck, Elo, DJ Wegun, DJ Pumpkin, ChaCha Malone, Hep

Just Music: Swings, Vasco, Giriboy, Genius Nochang, Giriboy, Blacknut, Cjamm, Kim Wook 

Hi-lite: Paloalto, B-Free, Sway D, Reddy, Huckleberry Okasian, Keith Ape, G2, Soulfish, Camo Starr, Soul One, DJ Djanga

illionaire: Dok2, The Quiett, Beenzino

Bulhandang: Rhyme-A, P-Type, Garion, A.Jay, Artisan Beats, Che Young, Daephal, DJ Skip, DJ Pandol, Fascinating, Jay Kay, Kebee, Keeproots, MC Meta, Minos, Naachal, Nuck, Optical Eyez XL, Sean2slow, Snowman, The Z, Wimpy  

Movement: Drunken Tiger (leaders), Dynamic Duo, Insane Deegie, Dok2, Double K, Yoon Mi Rae, Epik High, Bobby Kim (Robert Do Kyun), Leesang, Sean2Slow, YDG, Snacky Chan, Swings, Maniac, XL, Eunjiwon, Microdot, Entice, Yankie, EXP, MC K, Thanos, 


Disclaimers: Some of these crews are no longer active. 

These lists also include past members.

It is also impossible for me to list all of the crews in khh, but I did my best with the knowledge that I have. I also listed some companies that have a crew like atmosphere and theme.

If you’re curious about something, or feel that I left someone out please feel free to ask/message me :3

10

THE HONORABLE ELIJAH MUHAMMAD

The true wisdom of a master teacher is borne out in the students he produces. Don’t simply think you know; don’t half-know; know thyself fully, Black man and woman, for YOU ARE GODS, children of the Most High God.

Do you not wonder why, of the thousands of people spied on in U.S. history by his F.B.I., J. Edgar Hoover declared the Honorable Elijah Muhammad “the most dangerous Black man in North America?" 

Knowledge of one’s identity, one’s self, community, nation, religion, and God, is the true meaning of resurrection, while ignorance of it signifies hell. ~ T.H.E.M.

Pedido:Faz um do Louis que ele é professor dela.

(N/A): Nada mais digno do que Ezra e Aria como capa desse 1S. 😍❤👏

***

-Bom dia turma! - O professor Tomlinson falou com seu usual tom duro e sedutor. - Hoje iremos falar um pouco sobre “MOL”…

Parei de prestar atenção no que ele dizia e comecei a inspecionar Louis da cabeça aos pés. Ele estava divino,como sempre, uma blusa social branca com um terno por cima,uma calça muito ajustada ao seu corpo que realçava muito bem sua bunda.
Acho que fiquei muito tempo parada nessa parte porque quando subi meu olhar de volta Louis ainda falava sobre sua matéria,mas olhava para mim arqueando uma de suas sombrancelhas e dava um sorriso de lado.

- Então alguém sabe responder minha pergunta? - Questionou com aquele sorriso cretino. - (S/N)?

Já estava envergonhada por ele me pegar observando-o,agora então, não tinha a menor ideia do assunto abordado por Louis e muito menos sobre sua pergunta. Todos me olhavam esperando que eu respondesse.

- Desculpa Sr. Tomlinson. - Disse olhando diretamente para ele. - Estava um pouco distraída e acabei perdendo o que o senhor disse.

- Com certeza estava. - O sorriso de lado continuava lá.

A sala rompeu em risadas e o professor continuou com sua aula,sem mais interrupções.

- Vou passar uma lista de exercícios para vocês fazerem em casa. - O sinal tocou e Louis fez um sinal para mim esperar. - Peguem a lista aqui comigo.

Um por um os alunos foram pegando a lista e saindo da sala e durante esse tempo fingia guardar o material da forma mais lenta possível.

-Okay Sr. Tomlinson. - Louis se certificou de ver se alguém passava no corredor e fechou a porta. - O que você poderia querer comigo? Além de me envergonhar mais claro.

Fui até Louis que estava encostado na ponta de sua mesa.

- Eu quero muitas coisas Srt.(S/S). - Abriu um sorriso malicioso e me puxou colando nossos corpos. - Mas por agora irei ter que me contentar apenas com um beijo.

Senti seu lábio raspando no meu em uma carícia gostosa antes dele pedir caminho com sua língua. Minha mão foi direto para seus cabelos castanhos os puxando para mais junto de mim e suas mãos foram parar uma no final da minha costa e outra atrás do meu pescoço.
Nossas línguas se tocavam com luxúria e um amor,que por sinal era um tanto proibido.
Senti Louis inverter nossas posições e me puxando para cima colocando sentada em sua mesa.

- Louis … - Tentei censura-lo mas saiu parecendo um gemido, o que só incentivou mais ele.

Abri minhas pernas dando espeço para ele se colocar entre elas e quando ele se aproximou mais senti um certo volume que não deveria estar ali.

- Louis… - parei o beijo e afastei meu amado professor com minhas mãos. - … Não estamos indo longe demais? Qualquer um pode nos pegar aqui!

- Você tem razão. - O moreno arrumou um pouco seu cabelo e respirou fundo. - É que é muito difícil ver sua namorada quase te comendo com os olhos enquanto você dá aula e não poder fazer nada.

Seus olhos ainda tinha rastros de luxúria mesmo que mais amenizado do que alguns segundos atrás.

- Oh desculpa por isso,é que eu realmente tenho uma tara por sua bunda. - Mesmo morrendo de vergonha,dei um sorriso sacana e um beijo no canto de sua boca.

-Sabe o quê mais? - Senti sua respiração batendo na minha cara quando ele voltou a colar seu corpo no meu. - Na próxima eu te agarro na frente de todos os alunos e ainda te como em cima da minha mesa.

-Essa daqui? Bem aqui? - Sussurrei espalmando minhas mãos sobre a mesa e senti seu nariz raspar no meu.

- Bem aqui. - Sussurrou e voltou a atacar meus lábios.

Senti suas mãos subindo a saia do meu uniforme e Louis quase destruiu toda a sala quando nos interromperam.

- Sr.Tomlinson? - Uma voz masculina o chamou. - O Sr.Smith está aqui,um pai que o senhor mandou convocar.

-Diga que já vou,preciso arrumar algumas coisas aqui. - Tentou soar gentil mas na verdade parecia que ele estava com dor de barriga.

Estava me segurando ao máximo para não rir de sua cara,mas assim que percebi que não tinha mais ninguém no corredor não resisti e comecei a rir.

-Isso não tem graça (S/N). - Fez uma cara de poucos amigos e eu aproveitei a deixa e arrumei minha roupa e cabelo. Respirei fundo,levantei e peguei minha mochila que estava no chão. - Na onde você pensa que vai?

- Embora. - Destranquei a porta, abri um pouco pra ver se tinha alguém e quando percebi que não,aproveitei e olhei para Louis que ainda tinha uma expressão confusa. - Se vira com esse volume enorme aí.

Sai rindo ouvindo ele grunhindo de raiva e socando a mesa.


***
N/A: Oi,oi lindos (as) ❤ mais tarde posto mais 😘
Espero que vocês tenham gostado
E desculpa qualquer erro, estou com sono 🙈

Mah xx

Pedido: Você poderia fazer um do Louis em que eles brigaram aí ela fica doente então ele cuida dela, mas depois que ela fica boa ele continua bravo mais no final tudo da certo? *e com muito sofrimento! - Anna-luisa11

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

Não consegui fazer com muito sofrimento, sorry, mas espero que vocês gostem

***

Imagine do Louis:

- ELE ESTAVA DANDO EM CIMA DE VOCÊ SIM – Louis grita assim que colocamos os pés dentro de casa, me viro para ele furiosa.

- NÃO ESTAVA NÃO, LOUIS – Digo gritando também.

- EU VI (S/N) AQUELE FILHO DA PUTA ESTAVA TE COMENDO COM OS OLHOS – Ele diz e fecha a porta com força e a tranca. Jogo minha bolsa no sofá e o encaro com os meus braços cruzados.

- Se você quiser continuar com a sua crise de ciúmes tudo bem, mas você pensa que eu não vi o jeito que aquela mulher estava se esfregando em você? PENSA QUE EU NÃO VI QUE VOCÊ ESTAVA GOSTANDO? – Pergunto gritando e sinto as lágrimas inundarem os meus olhos, toda vez que eu entro em uma discussão eu choro de raiva, isso é frustrante.

- Isso não tem nada haver – Louis desconversa.

- Ah, então quando um homem respira perto de mim você acha que eu estou te traindo mas quando uma mulher se esfrega toda em você isso é apenas nada, como você é ridículo, Louis – Falo retirando meu casaco e jogando com raiva nele. – NÃO QUERO MAIS SABER, você me deixou sozinha naquela festa e quando vi você dançando com aquela mulher eu só quis te dar o troco, então apareceu aquele homem super simpático que não me trocaria por nenhuma vadia daquela festa COMO VOCÊ FEZ, então eu aproveitei mesmo – Falo perto do rosto de Louis e vejo a expressão dele fechar.

- (S/n) eu não te troquei por aquela mulher – Ele diz fechando os olhos e respirando fundo.

- Claro que não, só me largou lá como se eu fosse um nada, hoje você não vai dormir na mesma cama que a minha – Digo e subo as escadas e entro no meu quarto. Sempre que eu tenho uma briga com Louis eu me sinto ruim, as vezes passo mal as vezes fico doente, brigar com ele me deixa triste ao ponto de eu ficar bem mal mesmo.

***
Já era umas 3 horas da manhã quando eu acordo, estou batendo o queixo de tanto frio, pego na minha testa e vejo que estou ardendo em febre.

Droga, essa é a consequência de brigar com o Louis.

Me levanto devagar, sinto dor pelo corpo todo, calço uma chinela e saio do quarto, vejo uma porta do quarto de hospedes aberta e passo pela frente e vejo Louis dormindo.

Desço as escadas devagar e caminho até a cozinha e procuro a caixa de remédios em cima da geladeira, tento pegar mas sou baixa para alcançar. Dou um pulo sofrido e consigo agarrar a caixa mas me sinto tonta e acabo desabando no chão levando a caixa junto comigo e fazendo o maior barulho já que com a caixa veio também dois copos de vidros, um quebrou do meu lado e o outro próximo ao meu braço onde alguns cacos perfuraram a minha pele.

Soluço com a dor que sinto e escuto passos virem correndo descendo a escada. Segundos depois Louis aparece na cozinha e vê o meu estado. Caída no chão com o braço sangrando e com a maior cara de quem está passando mal.

- (S/n) meu deus – Ele caminha rapidamente na minha direção e me pega no colo com cuidado e me coloca sentada em cima da mesa da cozinha – Você está ardendo em febre – Louis diz passando a mão pelo meu rosto.

- É – Respondo fechando os olhos com o sono me levando.

- Ei, não feche os olhos, olhe para mim – Ele manda e eu faço isso com muito esforço – Você estava bem hoje, o que aconteceu? – Louis pergunta colocando meus cabelos para trás.

- Quando a gente briga e não nos resolvemos eu fico doente e passo mal – Respondo olhando para meu braço que agora está ardendo demais. Louis me encara surpreso.

- Ah… vou cuidar de seu braço – Ele diz e começa a limpar e tirar uns cacos de vidros que estão presos na minha pele, depois de tirar todos ele desinfeta e limpa os ferimentos com um pano, e os prende em um curativo. – Pronto, agora um remédio para febre – Louis procura no chão e o encontra e pega um copo de água para mim e me entrega o comprimido, faço o que ele manda e respiro fundo. – Vou levar você para o quarto – Louis diz e me pega no colo e sobe as escadas comigo e depois entra no nosso quarto e me coloca deitada ali.

- Louis, fica comigo – Peço me abraçando ao travesseiro e ele me encara e dá um sorriso.

- Claro, amor- Ele diz e se deita ao meu lado e eu me aconchego em seus braços e sinto ele fazendo carinho nos meus cabelos e acabo dormindo.

***
Pela manhã, acordo e me sinto bem melhor, parece que nem fiquei doente de madrugada. Me levanto e tomo um banho e me visto e desço as escadas indo até a cozinha e vejo Louis preparando o café da manhã.

- Bom dia – Ele diz sorrindo e eu respondo.

- Estamos bem? – Pergunto e ele me encara e desliga o fogão e vem até mim.

- Eu senti ciúmes de você ontem sim, porque você é minha namorada e eu não suporto a ideia de outro homem querer você, eu sinto muito se dei a impressão de que larguei você lá, não queria que a nossa noite tivesse acabado daquele jeito, me senti culpado por ter feito você ficar doente, mas toda vez que eu lembro de você com aquele cara eu fico com muita raiva – Louis diz ficando vermelho- Mas eu tenho culpa por ter deixado aquela mulher se aproximar de mim, então me desculpe por aquilo, você sabe que eu te amo e não te trocaria por nenhuma mulher do mundo, percebi isso quando vi que você poderia muito em me largar a qualquer momento pelas minhas mancadas, me perdoa – Ele diz segurando meu rosto e eu dou um sorriso.

- Eu perdoo você, Louis, mas da próxima vez que acontecer isso pode ficar sabendo que não vai ter mais desculpas – Digo e Louis deposita um selinho em meus lábios.

- Isso não vai mais acontecer – Ele diz – Vem comer, não quero que você fique doente nunca mais – Ele diz segurando minha mão.

Espero que tenham gostado, se sim, mandem uma ask me contando