louco de pedra

Se alguém quiser ficar comigo, vai precisar de muita paciência, me amar de verdade e claro, ser louco de pedra. Pois poderá ser a coisa mais dificil em sua vida. Tenho medo da palavra “amor”, tenho medo de entrega-me completamente para alguém, tenho medo de confiar, tenho medo em só aproximar-me. Eu tenho um lado amoroso, claro, mas ele se escondeu em um lugar quase impossível de se alcançar. Assim, aos poucos machuco quem aproximasse demais.
—  Ilusões de Esther.
balancem comigo, todas as coisas tristes -
loucos em casa de pedra
sem portas,
leprosos vertendo amor e canção
sapos tentando vislumbrar
o céu;
balancem comigo, coisas tristes -
dedos decepados numa forja
a velhice como ovos cozidos de café da manhã
livros usados, pessoas usadas
eu preciso de vocês
eu preciso de vocês
eu preciso de vocês:
esta coisa fugiu
como um cavalo ou um cão,
morto ou perdido
ou implacável.
—  Charles Bukowski, balancem comigo.
Eu quero um novo começo, um amor novo e verdadeiro, alguém que me entenda e esteja comigo não só nas melhores, mas também nas piores situações, um amor louco de pedra que me leve as alturas. Acontece que eu tenho um coração muito bobo, com essa mania de querer perdoar sempre quem errou comigo. Acho que eu preciso sorrir mais e dar um tempo de tudo e de todos. No fundo eu sei que tudo vai melhorar, eu só preciso aprender a confiar mais em mim.
—  Diego Castro.