lirios

Quanto mais eu penso na vida menos eu entendo sobre ela. Quanto mais eu penso em você entendo menos ainda sobre a gente. Talvez porque quando você me beija, eu fecho os olhos e não consigo pensar em mais nada, e quando as tuas mãos passeiam pelo meu corpo eu só quero sentir a sensação gostosa que é ter você me tocando. Você meche comigo de uma forma que não consigo explicar. Eu queria te dizer isso, mas você só ouve o que não digo, se você ao menos soubesse descifrar o meu silêncio. Queria criar uma forma de te fazer me entender apenas com um olhar, mas estamos tão longe dessa utopia. Quando olha nos meus olhos durante um longo período algo dentro de mim diz “Ah, ele está me traduzindo.” e eu peço que você me olhe só com mais um pouco de atenção, só mais um tempinho… Mas aí você enruga a testa e me pergunta “No que você está pensando?” e então toda a certeza de que você aprendeu a me desvendar vem a baixo. Não ache que eu espero que você seja perfeito, eu não sou, só queria que você tentasse me entender, só um pouco, porque meu bem, isso é realidade. Eu sou de carne, eu sinto, eu tenho manias, eu sofro. Então por favor, se esforce, mesmo que o seu esforço não valha a pena, mesmo que eu já tenha me perdido, me encontre. Cuide de mim, eu te peço. Tire essa venda dos olhos e me veja por completo, leia meus pensamentos, me entenda. Eu queria poder me entregar para você de corpo e alma, mas você não sabe como me acolher. Você não sabe como ler o ”eu te amo” dito apenas com o meu olhar, você não sabe como me decifrar, mas mesmo assim, eu te suplico, se esforça. Faz com que minhas certezas de que você não consegue me cuidar, se transformem, faz com que a minha certeza de que você não consegue me amar, se transforme no amor mais puro existente no mundo.
—  Escrito por Paloma, Kelly, Beatriz Ramos e Ana Laura em Julieta-s.