lay cardoso

Hoje, Renato Russo completaria 53 anos.

Obrigada Renato Russo por nos ensinar que é preciso amar como se não houvesse amanhã; que a felicidade mora aqui com a gente, até a segunda ordem; e que quando se aprende a amar, o mundo passa a ser nosso. Nos ensinar que é a verdade que assombra, o descaso que condena e a estupidez que destrói, que disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza e quando se tem coragem, tem bondade. E por sempre falar que nunca devemos deixar que nos digam que não vale a pena acreditar no sonho que nós temos. Por nos ensinar, também, que se quisermos alguém em quem confiar, devemos confiar em nós mesmos. E por nunca cansar de nos lembrar que todo mundo sabe, ninguém quer mais saber. Por entender nossa carência, nossa procura por alguém que um dia possa nos dizer: Quero ficar só com você. Por nos entender quando dizemos que se o mundo é parecido com o que vemos, preferimos acreditar no mundo do nosso jeito; por insistir que se entregar é uma bobagem e que o vento leva sempre tudo embora.
E obrigada por falar inúmeras vezes, que os sonhos vêm e que os sonhos vão, e que o resto é imperfeito. E acima de tudo, por nos ensinar, sempre em qualquer frase de qualquer musica, que quando tudo está perdido, sempre existe uma luz! Nos fazer acreditar que, ao menos uma vez, o mais simples pudesse ser visto como o mais importante. Por nos ensinar a vencer os obstáculos, afinal, tudo está perdido, mas existem possibilidades. Ah, e que apenas começamos e o mundo começa agora! Entender, que, quem fala demais quase sempre não tem nada à dizer. E por nos deixar malucos, porque é só você que tem a cura para esse nosso vício de insistir nessa saudade que sentimos. Mas isso é tão estranho, os bons morrem jovens…

Essa data tão especial, infelizmente ele não está mais aqui com nós, mas se estivesse estaria muito orgulhoso de ver que a música dele mudou nossas vidas, que nos transformou todos em filhos da revolução.
Parabéns Renato Russo!!