larirm

Desde que você se foi, nada mais parece me fazer feliz. Ficou um vazio, uma certa saudade. Não sei se foi o nosso “fim”, mas só Deus sabe a falta que me faz. Sei que me amar é complicado, e me entender, é quase impossível. Mas te peço um favor… Não desiste de mim não. Não vai embora. Fica mais um pouco. Mais um pouco a vida toda…
—  Larissa Martins (palavrasdalma)
É incrível como você me faz sentir. Como se tudo fosse infinito, e que não existisse mais ninguém além de nós e o nosso amor. Mais incrível ainda é ver como tudo se parece com você, desde que me apaixonei. Como todas as pessoas notaram que desde então, sou mais feliz. Sou mais amada. E é bom se sentir importante para alguém. Amar e ser amada na mesma medida. Antes, você era um desconhecido, e agora, já não consigo ficar um dia sem você. Sem nossas discussões por ciumes, nossas brigas por motivos fúteis, mas que no final nos amamos muito… Nos amamos tanto que sempre voltamos correndo um para o outro. Me pergunto se é possível que um dia eu te esqueça. Ou se eu conseguiria viver bem por uma semana, sem você ao meu lado. Sem saber que tem alguém que me ama ate nas piores situações. Sem saber que existe uma pessoa como você… Que chegou do nada, e se tornou tudo.
—  Larissa Martins (palavrasdalma)
Eu que dizia ser forte, diferente, desconfiada e com o pé atras, acreditei em você. Achei que você me entendia, que eras diferente, e que honrava o que dizia. Mas você foi apenas mais um. E eu fui apenas mais uma na sua lista de “Iludidas.
—  Larissa Martins (palavrasdalma)
De que adiantou dizer todas aquelas coisas para mim, de que iria ser para sempre, e que enfrentaria tudo por mim?! Aliás, sim, você enfrentou. Enfrentou o mundo inteiro. Mas não enfrentou a si mesmo. Resolveu se afastar para não se machucar, e se esqueceu de que eu sairia machucada com o fim de tudo. Com o fim de nós.
—  Larissa Martins (palavrasdalma)
As vezes o amor dói, corrói, nos faz chorar, e se sentir a pessoa mais estupida do mundo. Ate chegamos a pensar que jamais iremos amar novamente. Mas não é bem assim… O problema não é amar. O problema é deixar que esse amor tome conta de nós (…)
—  Larissa Martins (palavrasdalma)