jackie parker

5

the Emerald City Tour - Elphabas

Stephanie J. Block, Eden Espinosa, Julia Murney, Shoshana Bean, Victoria Matlock, Carmen Cusack, Donna Vivino, Jackie Burns, Dee Roscioli, Mamie Parris, Nicole Parker, Alison Luff, Emma Hunton and Jennifer DiNoia.

Fanfiction Writers Appreciation Day

Shout out to all fanfic writers today across all fandoms.
Your stories have made me laugh, made me cry, healed my broken heart, given me a space to celebrate, given me joy and, at times, helped me grieve.
There are no words for the talent and passion I’ve seen across the years.

gotham city hall.

[ @herocsm @jackierogers @a-natchios @ilragazzoragno ]

Era bom estar em campo para variar. Com as responsabilidades que a ele e a Rhys haviam sido confiadas, graças às suas posições de liderança sob a mentoria de Xavier à frente da Legacy League, sentia como se grande parte do seu trabalho se desse agora na frente dos computadores, sendo papel seu a filtragem de informações necessária não só para garantir a segurança da cidade, mas para se assegurar de que não enviariam os integrantes do time em missões às escuras, os provendo com o máximo de intel possível. O critério que haviam empregado para determinar qual seria o time responsável pelo City Hall era simples: lá haveria o nível mais alto de acesso a informações, e suas habilidades com a informática poderiam se provar cruciais naquela situação em particular; era apenas natural que Rhys o acompanhasse porque, bem… ele era extraordinariamente bem treinado, e não só eram melhores amigos, mas haviam passado grande parte de suas vidas treinando e em campo lado a lado – eram uma unidade perfeita juntos, fosse para combate ou para missões furtivas; Jackie completaria o time por motivos estratégicos – eram uma equipe de infiltração, e alguém com um background de atuação junto à SHIELD se encaixaria como uma luva. Ástrid estava com eles por, honestamente, julgarem ser necessário manter um olho nela até que tivessem confiança suficiente na garota. Francesco, o integrante final, era o plano B: alguém com superpoderes aplicáveis ao combate caso as coisas saíssem de controle de alguma forma.

Para preservar o disfarce de civis, os havia conduzido até o destino em seu carro – um Audi A3 preto, discreto o suficiente para garantir que passassem despercebidos. Sentia-se quase nu sem seu traje e máscara, mas havia escondido pelo menos cinco diferentes tipos de arma consigo, o que não o colocava exatamente em uma posição de vulnerabilidade. ❛  Acho que não precisamos recitar o mesmo ABC de sempre nessa ocasião, certo? Rhys, você está com o detector, certifique-se de só o usar quando não houver ninguém por perto.  ❜ Os falou antes de desembarcar do veículo, mais para benefício do time do que para o do Kane, que sabia o que estava fazendo. Deu a volta para abrir a porta do carro para Jackie e Ástrid em um gesto quase automático. Antes que pudessem subir as escadas, porém, notou junto à calçada um aglomerado de viaturas de polícia que não poderia significar – reconheceu, dentre elas, a placa que pertencia a que costumava ser dirigida por seu avô. Thank God for his eidetic memory❛  Houston, we have a problem.  ❜  Comentou, indicando a presença da força policial com um gesto de cabeça discreto. Era provável que estivessem todos no interior, pelo menos alguns no saguão principal, o que os impossibilitaria de entrar sem que fossem reconhecidos.