investigadas

É triste ver que uma Presidente eleita democraticamente por 54 milhões de brasileiros corre verdadeiro risco de perder seu mandato sem nenhum motivo plausível do ponto de vista jurídico.

É triste ver que as pessoas não estão nem aí se ela está sendo julgada por políticos, em sua grande maioria, envolvidos em escândalos de corrupção.

É triste ver a Casa que deveria representar o povo ser presidida por um homem corrupto, sem escrúpulos e que provavelmente sairá impune depois disso tudo.

É triste ver tanto ódio disseminado pela oposição. Palavras de baixo calão, ofensas graves e sexistas contra uma mulher de histórico limpo e que nunca foi investigada por corrupção.

É triste ver uma mídia manipuladora tirando proveito de pessoas politicamente analfabetas e as usando como massa de manobra para seus próprios interesses (a mesma mídia que apoiou a ditadura e Fernando Collor).

É triste ver um deputado dedicar seu voto (a favor do impeachment) a um homem responsável por TORTURAR pessoas. E ainda ser aplaudido em rede nacional por conta disso.

E talvez mais triste do que tudo isso, é ver brasileiros aplaudindo e comemorando como final de copa do mundo. É ter que ouvir fogos de artifício e “chupa Dilma” depois do show de horrores que foi a votação de ontem. É ver que tem gente que prefere ter o país governado por traidores, golpistas e oportunistas ao invés de defender a democracia que tantos lutaram e morreram para conquistar.
É de apertar o coração. De dar nó na garganta. De desanimar. Tenho medo do futuro que nos espera.
E peço forças para que continue havendo luta. Para que haja resistência. Para que a vitória das urnas permaneça sobre toda essa histeria ilógica. Para que o lado certo da historia vença dessa vez. E tento me acalmar, repetindo, como se fosse um mantra: não vai ter golpe!

Esta es la respuesta de “EL JUEVES” a las críticas a su portada de la semana pasada, que por cierto no os puse…

“Hola, hijos e hijas del jolgorio. (OJO, TOCHAZO). La portada de la semana pasada suscitó, al parecer, cierta polémica. La adjuntamos aquí. Como podéis ver, son dos personas con los recursos económicos muy menguados alegrándose de la victoria del PP. Lo cierto es que a la gran mayoría os ha gustado. Ha sido una portada muy compartida en redes, ha provocado muchos JAJAS y muchos LOLXd. Pero a otros les ha parecido muy mal. Los hay que hasta nos han escrito artículos. ¡ARTÍCULOS! No porque no les guste o no les haga gracia, si no porque supuestamente nos reímos de 8 millones de votantes del PP y los llamamos gilipollas. Error. Nos explicamos: - No llamamos gilipollas a la señora que va de compras por la Calle Serrano y se compra un diamante como tu escroto de grande. Ella habrá votado al PP, y es lógico. Seguramente vaya a una clínica privada, donde no note los millones de recortes en sanidad. - Tampoco llamamos gilipollas al señor que lleva a sus hijos a una universidad privada que cuesta 18 veces el salario mínimo. ¡Qué va! Para él todo fetén, el PP es el Scottie Pippen de los partidos. - No es gilipollas bajo ningún concepto aquel que se ha estado llenando los bolsillos con el dinero de todos y ha votado al PP. Joder, faltaría más. - Y desde luego, tampoco llamamos gilipollas al Sr. Joan Rosell, presidente de la CEOE, en caso de que haya votado al PP. Las políticas del ejecutivo en estos 4 años han servido para que pueda tener más y mejores beneficios. Es lo suyo. Al que estamos llamando gilipollas a ese trabajador y a esa trabajadora que no se puede pagar una clínica privada. El PP ha llevado a cabo recortes históricos en la Sanidad Pública. Y los ha votado porque "MEJOR MALO CONOCIDO.”. También llamamos gilipollas al que, tras la subida de las tasas universitarias, no puede pagar la matrícula de la carrera de su hijo después de llevar ahorrando media vida para ello. Y aún así, ha decidido votar al PP porque oye, “PATATAS CON BACON” Eres gilipollas si has votado a un partido que tiene el bonito récord de 31 tramas investigadas con más de 500 imputados. Al menos, si no pillas cacho, que seguramente sea tu caso. Y queda claro que eres gilipollas si votas a un partido que ha abaratado tu despido y empeorado tus condiciones laborales hasta convertirte en la perrita del jefe. En definitiva: eres gilipollas si has votado a un partido que se ha meado en tu cara y en tus derechos más básicos, como los tíos que salen en nuestra portada, que se alegran de su victoria entre la miseria más grande. Un afectuoso saludo a los policías del humor, a los justicieros de Internet y al ser humano en general, que nunca deja de sorprender.“
Sou uma pessoa descarada, olho dentro dos olhos dos desconhecidos, instigo eles a me olharem com a mesma intensidade, mas eles desviam. São poucos que conseguem, ou querem brincar desse jogo tão intenso. As pessoas parecem ter medo de serem descobertas, de serem investigadas, os olhos percorrem os céus, as outras pessoas, mas nunca o meu olhar. Riem de lado, disfarçam o que lhes incomoda, mas quando passo por elas, aí elas olham. Tudo está num olhar, tudo se resume nos olhos, tem gente que não quer se deixar levar pelo segredo dos outros, mas eu quero, eu gosto.
—  Gabriela Giacomini.
capitulo 42

Thais:Mayra o que te deu?(assustada),

May:Eu…eu…desculpa…caramba o que eu to fazendo.(a soltando)

Thais:May você tá bem…(estranhando)

May:Eu…er….(respirando fundo)..me deu uma tontura,enfim,desculpa.

Thais:Quer uma água eu poss…

May:Nãoo,não precisa…er..eu vou chamar a Luana tá na hora da gente ir.
Thais:Mas May ainda tá c…

May:Tchau Thais.(saindo)

(Lá fora)

Lu:E ai Ray,chega não se aguenta em pé em mano.(rindo)

Ray:E você criança pode tá bebendo isso ai?

Lu:Vixe,deixa em off,May não pode nem sonhar.(rindo)

Ray:E você hein Lu,veio fazer o que por aqui?deixou o namorado lá foi?

Lu:Vim em busca da minha liberdade,claro que com a May aqui ela será mais limitada.(revirando os olhos) que namorado Ray?

Ray:Ué…você não tava namorando um frâncês almofadinha lá?

Lu:Ray olha pra mim…(se levantando)…vê se eu tenho cara que namora francês almofadinha?

Ray:Na verdade você até tem sim,bom mas quando eu sai de lá você tava namorando um.

Lu:Ele era gay..(rindo)…Ray eu nunca namoraria com aquele cara de verdade.

Ray:Ele é gay mesmo?e porque falou que namorava com ele?

Lu:E não é obvio?…(o encarando)…Ray,não gosto de homem.(rindo)

Ray:Caramba você também…(inconformado)…desse jeito não sobra mulheres pra nós homens.(rindo)

Lu:Ah Ray vai dizer que nunca percebeu que sempre preferi o colo da Clara do que o seu?(rindo)

Ray:Deixa eu adivinhar,seu pais não sabem e você veio pra cá porque com a May não tem problema?(deduzindo)

Lu:Quando você ficou tão inteligente assim?…(rindo)…May me dá total cobertura.(deitando na grama)

Ray:Falando nela cadê ela pra te levar você não tá bem.(rindo)

Lu:Tá lá dentro com a gatissima da Thais…(rindo)…se brincar tá até dando uns pegas nela na sua cozinha?(gargalhando)

Ray:A Thais?..(incrédulo)…mas el…

May:Caramba Luana você se esconde menina.(irritada)

Lu:Achooou…(rindo)…já vamos?

May:Olha seu estado,chegar em casa a gente conversa,levanta dai.

Lu:Tchau Ray…

Ray:Tchau Lu,tchau May.

May:Tchau.

Não sei quanto tempo ficamos ali até que despertei ainda ouvindo o som que vinha lá de fora,Clara estava apagada ao meu lado com meio corpo fora do colchonete,não queria,mas precisava acorda-la pelo menos para ir para o quarto.

Van:Amor…(a balançando)..acorda,vamos pro quarto.

Clara:Só mais um pouco Van…(se virando)

Van:Amor você está quase no chão,vai ficar com dor…(distribuindo beijo pelo seu rosto)

Clara:Ai Vanessa você venceu..(se levantando e indo para a saída) que foi?vai ficar ai?

Van:Amor…(prendendo o riso)acho que seria legal se você colocasse uma roupa antes de sair.

Clara:Mais essa…(revirando os olhos)

(Lá fora)

Thais:Oi Ray,viu a May?

Ray:Foi embora.

Thais:Ela estava tão estranha lá dentro que resolvi vir ver se estava tudo bem.

Ray:Aparentemente estava ela conseguiu levar a Luna embora.(bebendo)

Thais:Mas o que sera que deu nela:(preocupada)

Ray:Thais…posso te fazer uma pergunta…(ela assentiu)…o que você e a Mayra são?(sem graça)

Thais:Como assim?(confusa)eu e a May somos amigas,porque a pergunta?(curiosa)

Ray:Nada demais besteira minha.(sorrindo sem graça)

Thais:Hmm,bom Ray deu minha hora.

Ray:Já?quer dizer tá tarde..fica ai tem vários quartos e além do mais você não mora tão perto assim.

Thais:Não é nada profissional eu dormir na casa dos meus dois chefes,já foi anti eu ter vindo pra cá.(sorrindo sem graça)

Ray:mas hoje é sábado você está aqui como minha convidada e não como uma funcionaria….(sorrindo)…fica.

Thais:Olha Ray agradeço de coração,mas não posso,tenho que ir.

Ray:Ao menos posso te levar?

Thais:Não me leve a mal mas…(apontando para o copo)…e além do mais eu estou de carro.

Ray:Bom,já que é assim o jeito é me despedir.(a abraçando)

Thais:Tchau Ray…(retribuindo)

Ray:Será que irei te ver amanhã?

Thais:Amanhã não dá,é aniversário da minha mãe e pretendo ficar com ela.

Ray:Bom,já que é assim até segunda então.(desanimado)

Depois de passar a crise de estresse por sono de Clara,e ela estar devidamente vestida,saímos da academia,a musica ainda se fazia presente e acredito eu que se passou-se muito tempo do que é permitido estar,um pouco mais pra frente encontramos Ray caído em uma das espreguiçadeiras que haviam ali,parecia “des-mai-a-do” rsrsrs.

Van:Ué cadê o pessoal?

Clara:Já deve ser bem tarde e suponho que todos tenham ido embora.

Van:E suponho que aquele ali dormindo seja o Ray.(rindo)

Clara:Nossa,encheu a cara pra variar.(irritada)

Van:Calma amor…acho melhor leva-lo lá pra dentro.

Clara:Que? você não tá querendo carrega ele até lá está?(incrédula)

Van:E vamos fazer o que deixar o coitado aqui.

Clara:Vanessa olha o tamanho do Ray,a gente não chega nem na metade.

Van:Amor,não dá pra deixar ele aqui…(segurando o braço dele)…vem e me ajuda.

Clara:merecia ficar ai para aprender.(irritada)

Ray era um garoto de um porte físico invejável por qualquer homem,tinha os músculos bem definidos,enfim um moço muito bonito e cuidadoso com o corpo. E Clara estava certa foi uma luta carrega-lo até o quarto,já irritada ela ainda lhe deu uns tapas pelo exagero com a bebida,demos graças a Deus quando chegamos a sala,o colocamos por ali,já passavam das 5:00 quando fomos dormir.

Acordei com uma leve dor na lombar fruto dos minutos ou melhor horas que cochilamos ali naquele colchonete,passei a mão ao meu lado e vi que estava vazia,depois de alguns minutos lutando contra mim mesma resolvi levantar,olhei no visor do celular e já era 16:20 e ai que reparei que dormi uma vida e não disse nada a dona Solange.

(Van no celular)

Van:Mãe?

Sol:Oi filha,tá tudo bem?

Van:Tá sim mãe..ér e por ai?

Sol:Ah está tudo bem sim,fui na casa da sua tia e voltei quase agora.

Van:Tá brava porque eu não liguei?(estranhando)

Sol:Não,graças a minha nora que me ligou um pouco mais cedo eu não morri de preocupação.

Van:Ainda bem…porque eu acabei de acordar.(bocejando)

Sol:Imagino como tenha sido a noite pra você estar assim?(rindo)

Van:Mãe…(revirando os olhos)…eu vou procurar a Clara,e depois eu ligo.

Sol:Como assim procurar? ela não está ai?

Van:Acordei e ela não estava ao meu lado.

Sol:Bom,então vai lá filha,vem hoje para a casa?

Van:provavel que sim,mas caso eu mude de ideia eu ligo tá.

Sol:Tudo bem filha,beijos e juízo.

Van:Beijo mãe…tchau!

Apesar de já ser tarde,fiz minha higiene matinal e fui atrás de Clara. Andei por todos os corredores que haviam naquela casa procurando e nada,nossa uma casa tão grande e ao mesmo tempo tão desnecessária metade dos quartos que entrei tinha cara de inauguração,por fim decidi descer e fui direto para a cozinha.

Ray:Bom dia Van.(bebendo café)

Van:Bom dia…(sorrindo)…pelo que vejo acordou agora também né?

Ray:Pois é…e com uma ressaca que está me matando.(pondo a mão na cabeça)

Van:Imagino…pelo estado que você estava ontem.(rindo)

Ray:Você e a Clara que me colocaram aqui dentro?

Van:Sim hahahaha,falando nela viu ela?(se sentando)

Ray:Aline…(a chamando) não vi van,achei que ela ainda dormia.

Van:Não,acordei e ela já não estava mais lá.

Aline:chamou Ray…(olhando para Vanessa)…boa tarde dona Vanessa.

Van:Oi Aline.(sorrindo)

Ray:Aline amor traz uma xícara pra Van por favor e já que está aqui…viu a Clara?

Aline:Sim,ela acordou bem cedo veio aqui pegou um copo com suco e saiu.

Ray:obrigado Aline.

Van:Ela não está sendo investigada …(quando a mesma saiu)

Ray:Aline trabalha com meus pais a muito tempo Van,é de confiança

Van:Bom,se você está dizendo,agora onde será que sua irmã se meteu?(desconfiada)

Ray:Não faço ideia,mas relaxa ai…(comendo)…Van você tem o numero da Thais?(sem graça)

Van:Tenho sim porque?(desconfiada)

Ray:Ah é que…er..eu preciso falar com ela..e …bem eu não tenho o numero e enfim.(se atrapalhando com as palavras)

Van:Já entendi…(rindo)…depois eu pego lá pra você.

Tomei um café,sim apesar da hora ainda estava no café quase que forçada com Ray,e depois de anotar o numero pra ele,novamente sai procurando Clara,ela não iria sair de lá sem me dizer logo constatei que ela estaria ainda dentro da mansão.

(Na casa de Mayra)

May:Muito bonito né dona Luana.(virando o rosto)

Lu:Ai meu Deus vou morrer.(após vomitar)

May:Não vai não,mas eu devia matar você menina,onde estava com a cabeça pra beber assim?(irritada)

Lu:Fala baixo May minha cabeça.(caminhando e direção a cama)

May:Eu devia te deportar de volta para Vegas.(ainda irritada)…Luana você tem 18 anos e se não se comportar isso de morarmos juntas não vai rolar cara,eu prometi aos nossos pais…

Lu:“Cuidar de mim”,já sei Mayra,agora fala um pouco baixo…(pondo a mão na cabeça)desculpa mana,eu estava feliz demais por estar aqui e exagerei.(fazendo bico)

May:Isso é golpe baixo…(falando da cara que a irmão fazia que Mayra não resistia)

Lu:É sério mana prometo que de agora em diante vou me comportar.

May:Acho muito bom viu..(se sentando ao lado da irmã)…vamos curtir mas com moderação.(olhando o celular)

whatsapp:8:30 am

Thais:“Oi preguiça,acorda,preciso falar com você. :)”

Mayra havia recebido uma mensagem no whatsapp e ao ver que era de Thais não conseguiu conter o sorriso.

Lu:Porque não fala logo com ela hein?…(fechando os olhos)…vai ficar ai esperando outro ou outra vir e falar?

May:Não é tão simples assim a Thais é uma garota diferente e é preciso de muita calma para poder chegar em uma pessoa assim,eu quero conquista-la e não assusta-la entende?

Lu:……..(dormindo)

May:Lu? (observando a irmã)…essa quenga,dormiu.(sorrindo)

whatsap:16:50 pm

May:“Oi linda,não vi sua mensagem antes mil desculpas,podemos conversar?”:P

(na casa de Clara)

Fui caminhando ali pelo jardim e escutei uma musica vindo de uma sala que havia ali fora,reconheci de cara que era legião urbana,pelo vidro vi que Clara estava lá dentro,ao seu lado havia um copo vazio e uma caixa bem parecida com aquela que May havia pegado no dia da “descoberta”,abri a porta devagar sem deixar que ela percebe-se a minha presença.

Clara:“Agora está tão longe ver a linha do horizonte me distrai,dos nosso planos é que tenho mais saudades,quando olhávamos juntos na mesma direção.”(cantando um trecho da musica)

Vi que Clara segurava uma foto em suas mãos,doeu um pouco quando vi quem estava presente na imagem que ela segurava,Letícia beijava seu rosto enquanto Clara sorria e batia a foto, era inevitável não sentir uma pontinha de tristeza ao ver que ela ainda estava presa a esse passado.

Flashback Clara:

Clara:Nossa amor pra onde você vai com tanta coisa?(se divertindo)

Leticia:Amor,o Brasil é um pais de muitas mudanças climáticas,não quero ficar desprevenida.

Clara:hahahaha mas acho que você está se prevenindo demais minha francesa.(a abraçando)

Leticia:Ah amor nem são tantas coisas assim.(fazendo bico)

Clara:Pra quem vai querer comprar tudo o que vê por lá…é sim.(rindo)

Leticia:Então,vou levar só essa.(pegando a mala menor)mas aqui só tem roupas de calor.

Clara:Lá está fazendo muito calor,e tem mais se mudar o clima,compramos algo por lá mesmo.(sorrindo)

Leticia:Então vamos né?(animada)

Clara:(rindo)Vamos minha princesa mas antes…(pegando a câmera)…primeira foto,da nossa primeira viagem.(batendo)

Leticia:Ficou linda.(sorrindo)

Clara:Porque você é linda.(a beijando)

fim do Flashback

Clara:Hoje faz 9 anos que você me deixou meu amor,não tem um dia que eu não pensa em você,como eu queria que voltasse pra mim.(chorando)

Fiquei meio atordoada ao ouvir aquelas palavras vindo dela,era como se,como se tudo o que estamos vivendo fosse em vão,claro que ela não esqueceria tão fácil assim foi algo marcante na vida dela,mas é um passado,e eu?estou marcando o seu presente?

Foi com esses pensamentos que sem querer acabei derrubando algumas coisas que haviam ali a fazendo me encarar levantar-se rapidamente.

Clara:Vanessa.(assustada)


                         =====Twitter:@ShowyourMiley======

O ESCÂNDALO QUE TODO MUNDO SUSPEITAVA SOBRE A COPA !
Talvez, isso explique a razão do jogador Thiago Silva ter declarado a seguinte frase: “Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas”.
Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem sido eliminados e humilhados na semi final da Copa do Mundo de futebol, no Brasil. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Olé da Argentina e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.
Fato comprovado: O Brasil VENDEU a copa do mundo para a Fifa. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 13:00 do dia 08 de Julho (dia do jogo contra a Alemanha), em uma reunião envolvendo o Sr. José Maria Marin (na única vez que o presidente da federação brasileira de futebol compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Luis Felipe Scolari e o Presidente da FIFA, Joseph Blatter. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o hexacampeonato mundial em sua casa, para ganhar em terras russas em 2018.
A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$700.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da FIFA. Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa FPAR nos próximos 4 anos, terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como Cristiano Ronaldo e Neymar.
Mesmo assim, Paulinho se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Luis Felipe Scolari a escalar o jogador Bernard, dizendo que o time seria melhor distribuido táticamente.
A sua situação só foi resolvida após o representante da FPAR ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira.
Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante o segundo tempo, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a Alemanha, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em quatro falhas simples do time brasileiro, e terminar o primeiro tempo com 5 tentos contra nenhum do abatido time brasileiro.
O Sr. Joseph Blatter, presidente da Fifa, cidadão franco-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à copa do mundo.
Garantiu que a Brasil teria seu caminho facilitado para o hexacampeonato em 2018.
Por gentileza passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol!
Desde, já agradeço, Um abraço.
—  Gunther Schweitzer – Central Globo de Jornalismo