investigadas

É triste ver que uma Presidente eleita democraticamente por 54 milhões de brasileiros corre verdadeiro risco de perder seu mandato sem nenhum motivo plausível do ponto de vista jurídico.

É triste ver que as pessoas não estão nem aí se ela está sendo julgada por políticos, em sua grande maioria, envolvidos em escândalos de corrupção.

É triste ver a Casa que deveria representar o povo ser presidida por um homem corrupto, sem escrúpulos e que provavelmente sairá impune depois disso tudo.

É triste ver tanto ódio disseminado pela oposição. Palavras de baixo calão, ofensas graves e sexistas contra uma mulher de histórico limpo e que nunca foi investigada por corrupção.

É triste ver uma mídia manipuladora tirando proveito de pessoas politicamente analfabetas e as usando como massa de manobra para seus próprios interesses (a mesma mídia que apoiou a ditadura e Fernando Collor).

É triste ver um deputado dedicar seu voto (a favor do impeachment) a um homem responsável por TORTURAR pessoas. E ainda ser aplaudido em rede nacional por conta disso.

E talvez mais triste do que tudo isso, é ver brasileiros aplaudindo e comemorando como final de copa do mundo. É ter que ouvir fogos de artifício e “chupa Dilma” depois do show de horrores que foi a votação de ontem. É ver que tem gente que prefere ter o país governado por traidores, golpistas e oportunistas ao invés de defender a democracia que tantos lutaram e morreram para conquistar.
É de apertar o coração. De dar nó na garganta. De desanimar. Tenho medo do futuro que nos espera.
E peço forças para que continue havendo luta. Para que haja resistência. Para que a vitória das urnas permaneça sobre toda essa histeria ilógica. Para que o lado certo da historia vença dessa vez. E tento me acalmar, repetindo, como se fosse um mantra: não vai ter golpe!