intolerancia

“Futuro do Brasil”: a palestra que foi censurada pelo mimimi.

Escrevo esse texto incomum com uma certa indignação. Nesta semana, a universidade em que estudo foi extremamente injusta e não democrática ao cancelar uma palestra de um deputado federal sem nenhuma razão plausível.

A sensação que ficou foi a de “tremenda decepção”. Parece até praga, mas ultimamente a democracia vem funcionando assim: vale tudo, menos o conservadorismo.

Fica registrado aqui a minha versão desse descaso.

Keep reading

Me cansé de buscar lo mejor de ti.
Te dejo con tus vacíos, con tu ego, con tus vicios y sobre todo con tu intolerancia. Te cuesta mucho aceptar que fracasaste y entonces te lo diré yo:
¡Fracasaste! ¡Me hiciste más infeliz que feliz y ahora, soy feliz sin ti!
Em um mundo em que Jesus foi a vitima maior dessa brutesca intolerância religiosa, de ser crucificado por representar á Deus aqui na terra. Crucificado, tudo por amor á cada um de nós. Se Jesus morreu por você em público, por amor, não viva para Ele somente no privado, não tenha medo de enfrentar qualquer descriminação, por estar carregando o nome de Jesus, não oculte o amor, principalmente o amor á Deus.
—  Enem 2016, Intolerância religiosa

Sobre a redação do ENEM:

Eu pensei que o título, os gráficos e os textos motivadores tinham sido bem claros… Existe sim, no Brasil, intolerância religiosa. Inclusive, isso não foi perguntado mas afirmado no tema, porque subentende-se que todos que tenham o mínimo de senso comum e de noção, saibam disso. Foi um tema muito aplaudido e elogiado por grande parte dos candidatos, porque sendo uma realidade, era fácil dissertar e argumentar sobre ela. Entretanto, teve gente que não compreendeu muito bem e começou a ver mensagens subliminares onde não existe… (cansativo demais isso, né?), disseram que a escolha do tema foi feita para afetar diretamente uma determinada religião. Complicado demais.
Vale ressaltar que esse mesmo pessoal acha que os estudantes que estão ocupando as instituições de ensino são vagabundos e estão fazendo uma manifestação ilegítima, inconstitucional, servindo de massa de manobra, etc. Ou seja, sabemos o que esperar dessas pessoas: Absurdos e mais absurdos!
Não quero generalizar, mas refletindo sobre algumas coisas que li dessa natureza citada acima, ficou bem notório para mim que aqueles que se incomodaram profundamente com o assunto abordado são exatamente os intolerantes! Como falar desse assunto sem colocar sua religião (ou seu ateísmo) acima de tudo e de todos? Como elaborar uma proposta de intervenção para esse problema, se eles não veem problema algum? Como afirmar que a religião A ou B realmente sofre retaliações, se eles alimentam o ódio por elas? É, minha gente, educação, bom senso e inteligência andam lado a lado… Infelizmente, não é todo mundo que possui. Eu sou cristã, mas ao longo da minha vida, decidi não seguir por nenhuma vertente religiosa e acho que, por isso, pude falar sobre o assunto de forma neutra. Assim como católicos, evangélicos, espiritistas, ubandistas, candomblecistas, ateus, entre tantos outros, que seguem suas doutrinas mas jamais ofendem a doutrina do outro, também puderam! Logo, fica claro que aqueles que foram incapazes de falar sobre o assunto sem atingir ninguém e sem ferir os Direitos Humanos, são justamente àqueles do qual o tema, os textos e os gráficos, se referem. Portanto, gente, não caiam nessa de achar que a escolha de vocês é superior a escolha de qualquer outra pessoa, porque não é! E quando todos entenderem isso e aprenderem a respeitar o livre-arbítrio de cada ser humano, a intolerância de qualquer tipo será vencida.

—  Precisamos falar sobre isso, Flávia França.
- Y, cuentame, ¿Qué se siente estar enamorado de alguien a quien nunca ves?
- Es un poco dificil a veces, ¿Sabes?, porque no tenes a quien contarle tus cosas ni abrazar cuando estas mal, pero a veces puede ser bueno porque ella tiene su libertad y yo la mia, es como tener ese piano que siempre quisiste pero que no puedes tocar.
El hombre más peligroso para cualquier gobierno es el hombre que tiene la habilidad de pensar las cosas por si mismo, sin que le importen las supersticiones o tabúes. Casi inevitablemente llega a la conclusión de que el gobierno bajo el cual vive es deshonesto, loco e intolerable, y así, si es un romántico, trata de cambiarlo. E incluso si no lo es, si es muy apto para extender el descontento entre quienes lo son.
—  Henry Louis Mencken
Emociones negativas más comunes:

Aries: enojo, intolerancia.
Tauro: celos, impaciencia.
Géminis: incomprensión, neurosis.
Cáncer: angustia, nostalgia.
Leo: irritación, indiferencia.
Virgo: preocupación, antipatía.
Libra: aburrimiento, resignación.
Escorpio: decepción, paranoia.
Sagitario: ansiedad, agotamiento.
Capricornio: miedo, incompetencia.
Acuario: soledad, codependencia.
Piscis: abandono, tristeza.

Las emociones negativas más comunes de los signos.
  • ARIES: Enojo, intolerancia.
  • TAURO: Celos, impaciencia.
  • GÉMINIS: Incomprensión, nerviosismo.
  • CÁNCER: Angustia, nostalgia.
  • LEO: Enojo, indiferencia.
  • VIRGO: Preocupación, antipatía.
  • LIBRA: Aburrición, resignación.
  • ESCORPIO: Decepción, paranoia.
  • SAGITARIO: Ansiedad, agotamiento.
  • CAPRICORNIO: Miedo, incompetencia.
  • ACUARIO: Soledad, codependencia.
  • PISCIS: Abandono, tristeza.