inspirarational

Bajo la excusa de la luna, me muero de frío, orgullo y de pena, pienso en un montón de patrañas, antagonismos y aires de tristeza que me alejan de lo que realmente pude ser contigo. Y me hundo por extrañar ese espejismo que nos unía. Qué circo, se queda el infausto payaso, el que da lo mejor de sí pero no recibe aplausos para inspirar un segundo acto y así despedirse con orgullo. Te quise de más. Dijiste que odiabas a las que antes me hicieron daño, ¿y tú? Felicidades, fuiste la peor de todas. Ni ganas de hacer larga la lista, más nudos de coraje me cierran la garganta. Ojalá seas infeliz, ojalá no, ojalá la vida nunca nos vuelva a encontrar, y si lo hace, sigue tu camino, porque aunque te conocí, ni ganas de acordarme de ti, pero claro que sonreiré por dentro.
—  Te escribo bajo el seudónimo de tener podrida el alma
#México #Septién #Verboide
Cómo quedarse dormido en solo un minuto

Un médico de la prestigiosa universidad de Harvard (EEUU) asegura que ha desarrollado un método para quedarse dormido en 60 segundos. Solo hay que seguir una serie de sencillos pasos para olvidarse del insomnio, según publica ‘Mirror’.

Primer paso: Inspirar durante cuatro segundos.

Segundo paso: Mantener la respiración durante siete segundos.

Tercer paso: Espirar durante unos ocho segundos.

Cuarto paso: Repetir este proceso tres veces.

Quinto paso: Empezarás a notar que el sueño hace acto de presencia.

Este proceso ayuda a relajarnos y a olvidarnos de los problemas del día, con lo que será más sencillo conciliar el sueño, afirma este experto.

❁ Status: Mc Pocahontas ❁

Fala mal de mim, mas quer ter a minha vida.

Dei uma rebolada que o moleque enlouqueceu.

Pra poder te provocar eu só te instiguei 💋💎

Quem nasceu pra figurante nunca vai roubar a cena.

Mulher do poder, assim que eu sou conhecida ♪

E se eu morrer, em quem tu vai se inspirar?

As feias me odeiam, as belas andam comigo.

Respeita as mina do morro, se mexer com elas você vai pedir socorro.✌

Agora eu to assim, de dia to casado e de noite to solteiro!

Ah, eu mato, se eu vê alguma piriguete dando mole pro meu macho (:

Eu sou melhor que tu, foi ele mesmo que me disse. 

Qualquer problema eu resolvo sem descer do salto. ✌ 

Deixa eu beber, deixa eu zoar eu vou sair, sem ter hora pra voltar!

Pode olhar, pode babar, mas já tenho o meu patrão.

Sentimento é o crl eu gosto muito é de um pau 🎵👌

Reblog ou dê like se gostar! ♥

El mejor tipo de amor es aquel que despierta el alma, y nos hace inspirar a más, nos enciende el corazón y nos trae paz a la mente.
Brilhe!

Perguntei ao sol
Qual o segredo
Para sempre iluminar
Ele respondeu:
Perca o medo
Deixe seu coração falar

Perguntei a flor
Qual a magia
Para tudo perfumar
Ela respondeu:
Sorria!
Só amor irá exalar

Perguntei a lua
Qual o mistério
Para o poeta inspirar
Ela disse baixinho:
Aceite o brilho dos outros
Você também pode brilhar!

Reação dos paqueras ao verem a Docete prestes a cometer suicídio

———————————-

Muito obrigada, anon (‘∀’●)♡ . E a todos aqueles que estão passando por momentos difíceis agora, nunca pensem que suicídio é a melhor opção. Conversem com alguém que seja de confiança, ouçam músicas, busquem meios de se libertar dos sentimentos ruins. Todo mundo sempre diz “isso é passageiro” e na hora da dor, isso parece bobagem dita por quem está bem, mas acreditem, é realmente passageiro. Sempre busquem algo para se inspirar e continuar lutando por dias melhores, porque se vocês tiverem força de vontade, esses dias chegarão, basta acreditar e lutar. Sejam felizes e aproveitem as coisas boas da vida.

———————————-

Armin: Você sabia que lá no mundo dos mortos não existe sorvete e nem batata frita? Ah você não liga para isso? *E agora, e agora, o que eu faço? A chantagem com comida não está funcionando!* *entra em desespero sem saber o que fazer*

Castiel: Vem cá, Docete, vamos conversar. Fui gentil e mesmo assim você não me ouviu. Eu já não disse para você que esse tipo de decisão é ridícula? Isso é desistir! Você quer passar por uma perdedora? Não acredite na internet quando ela romantiza suicídio porque essa é a pior decisão que você pode tomar na sua vida. Além de destruir a sua vida, você vai destruir a vida de todos aqueles que se importam com você.

Kentin: Você não está sozinha, por que está agindo assim? Não vou deixar você ir a lugar algum.

Lysandre: Sabe, esse tipo de atitude nunca é a melhor. Todo mundo passa por momentos difíceis e algumas vezes eles parecem impossíveis de suportar, mas uma hora isso vai passar e você vai olhar para trás e perceber o quanto cresceu com aquilo e se tornou uma pessoa melhor. Não guarde as coisas para si; desabafe com alguém de sua confiança. Sempre estarei aqui para te ouvir, mas por favor, não tome uma decisão dessa. Não se deixe vencer pela dor que está sentindo. Seja forte. Mostre que você é uma lutadora e uma vencedora. Mostre que você é forte.

Nathaniel: Para com isso, Docete, por favor. Você está se torturando sem necessidade. Chega, ok? Para com isso. Você é uma das melhores pessoas que conheci na vida e está destruindo tudo isso por quê? Você não vai fazer nada, não vou deixar.


Admin V~

youtube

Pentecost is a time for renewal and revival and when my spirits are drooping and somewhat weary,  I often find inspiration in the writings of Irish poet Brendan Kennelly, who in this gem of a video, describes himself as a “CulDub” which is a hybrid of the Irish word “culchie” used by Dubliners to describe the rural Irish.

Originally a Kerryman from the South-west of Ireland, Brendan lived most of his life in Dublin and much of that was in the centre of the city in Trinity College where he taught for almost 40 years as Professor of Modern Literature.


Now aged 79 and retired, here in this sadly all too brief a video, he talks about his love of Dublin, the book Ulysses, his Catholic faith and the nature of belief and love.  Kennelly’s voice is gentle and soft and the audio quality is frustratingly low even on max volume, so here’s a few notes to help you grasp some of the content.

It’s the final part of the video that especially grabs me in this week leading to Pentecost, where he talks about the word “Inspirare.” It’s the Latin for “ breathe life into” and there’s a lovely tale that precedes it, which begins at around 1.51 secs on the video which includes these lines :

“I am patient, repetitive, multi-voiced.

Yet few hear me

And fewer still trouble to understand

Why, for example,

I caress and Batter the land.

Click here for the full poem referred to, entitled “Sea.”

no adianta querer se inspirar em ninguém,cada um tem seu jeito. somos seres únicos. aprenda a se aceitar do jeito que você é!!!

melissabnjz asked:

De donde viene tu inspiracion o tu fuerza para ser asi? Para inspirar a tantos

De mi alrededor. ¿Alguna vez has observado a las personas? es decir, no me refiero a verlas, sino observarlas con atención.

Estas palabras llegan desde múltiples lugares, pero una buena parte de ellas son simples interpretaciones mías, de gestos y actitudes de alguna persona perdida en sus pensamientos. Lo que creo que dice su mirada, un suspiro, incluso alguna lagrima.

Pase la mejor de las tardes damita.

Un abrazo!

[fazer o bem sem olhar a quem]

Tempos atrás uma discussão enorme no Twitter chamou minha atenção: uma jornalista (sic) escreveu um artigo publicado no Blog do Noblat (do portal globo.com) indignada por existir pessoas que se preocupam em defender os direitos e ajudar animais abandonados ou que sofrem maus tratos em detrimento de auxiliar crianças ou pessoas necessitadas. Manifestações contrárias em resposta ao texto apareceram imediatamente - com as quais concordo de maneira integral.

Minhas perguntas depois de ler o texto, raso e sem argumentos válidos, são:

  • Desde quando devemos criticar o bem desinteressado que está sendo feito por alguém independentemente de qual causa ou de quem é o favorecido? Em palavras mais diretas e claras, se existe alguém fazendo o bem, porque reparar a quem ele é feito? Não seria correto admirar, aplaudir e se inspirar nessas ações para também ajudar - aí sim - a quem bem se entende?
  • O que as pessoas que criticam estão fazendo, na prática, ou seja, EFETIVAMENTE, para ajudar as entidades que defendem aquilo que elas acreditam importante? Estão colaborando para que crianças em orfanatos sejam bem criadas e adotadas, se acham que crianças são mais importantes do que gatos ou cachorros? Estão plantando árvores, venderam o carro e andam de bicicleta porque acreditam que a preservacão do meio ambiente importa mais?

A verdade é que, na maioria das vezes, quem gasta seu tempo criticando atitudes solidárias de outras pessoas, pouco faz pelas próprias ou pelas que ‘acredita’. Aliás, eu arriscaria - sem muito medo de errar - que não faz nada por ninguém.

Eu ajudo instituições que castram cachorros e gatos de rua, ajudo em campanhas de adoção de animais, mas isso não significa que eu deixe de ajudar ou que considere menor a importância das crianças que vivem em más condições. Ao contrário, passei vários meses de minha vida durante muitos anos tricotando gorros de lã que eram doados nos faróis nas épocas mais frias. Formas que encontrei para ajudar a melhorar um pouco o mundo onde eu vivo.

Nunca quis convencer pessoas sobre a nobreza - ou não - de minhas escolhas. Se via alguém ajudando um cego a atravessar a rua, admirava e torcia para que mais pessoas fizessem aquilo pelo mundo. O mesmo acontecia quando via alguém dar atenção a um idoso de rua, uma criança, um cachorro, um gato. Acredito que o valor está na intenção e no gesto, não na quantidade, não na frequência. Tem gente que não pode muito, tem gente que não pode sempre, mas admiro quem, em algum momento, com as suas possibilidades, faz o que dá, mas faz. Realiza. Transforma em ação.

Você lê para velhinhos solitários em asilos? Cuida de crianças que sofreram maus tratos? Abriga, trata e procura por lares para gatos e cachorros abandonados e de rua? Para mim, todas as atitudes tem valor e se cada um escolher a sua causa e fizer algo por ela, o mundo será - acreditem - um lugar muito melhor daqui algum tempo.

Acredito que o erro quando se fala nesse assunto (e talvez em qualquer outro) é se entender o bastião da razão. Querer que a sua verdade seja melhor do que a verdade do outro. Criticar a atitude solidária de alguém, querendo que essa pessoa lute por causas que você acredita ser importantes.

O bem é magnânimo. Tenho absoluta certeza de que boas pessoas, se tivessem condições, não escolheriam: ajudariam a todos os seres - humanos ou não - a ter uma existência melhor ou, pelo menos, digna. Mas todos temos nossos limites (de dinheiro ou de tempo) e precisamos fazer escolhas. Focar em um objetivo para realizá-lo de maneira eficaz, eficiente, para fazer a diferença - sem que importe o tamanho desta última. Porque, se existe uma ‘verdade’ em tudo isso, é que cada pequeno gesto de solidariedade, quando somado a todos os outros pequenos gestos, faz diferença.

Escolha suas causas, lute por elas, admire quem faz o que você não pode fazer por outros seres e invista seu tempo com sabedoria. Mas, se você não faz nada disso, por favor, poupe as outras pessoas de argumentos e retóricas hipócritas e cuide bem da sua vida. Isso já dá um trabalho enorme para ser bem feito.

O mundo - melhor - agradece.

:::::::::

Leia também: