ilustradores portugueses

Os 25 melhores posters de 2015

Nunca julgar um livro pela capa; e assim sucessivamente. Apesar de não haver uma relação directa entre o poster e a qualidade do filme promovido, estatísticas comprovam que mais de 50% das pessoas decidem que filme ver no cinema baseado nos cartazes que são apresentados. Uma era em que o marketing desempenha um importantíssimo papel nas futuras receitas do cinema, também a arte da ilustração tem evoluído e mostram grande intelectualidade, uma perfeita relação entre o cartaz e o conteúdo do filme, proferindo mil e uma palavras com uma imagem.

A primeira lista do ano, pela Comunidade Cinéfila Portuguesa, dedica-se aos melhores posters de cinema, nacionais e internacionais, oficiais e alternativos, realizados durante o ano de 2015. Alguns destes cuja estreia ainda não aconteceu em Portugal, mas a alimentação publicitária já muito os antecipa. Destacamos ainda a premiada internacionalmente Catarina Sobral, ilustradora portuguesa, entre os nossos favoritos. A lista completa segue-se abaixo.


25. CAROL 

O filme de Todd Haynes é um dos favoritos aos Oscars 2016. A bonita composição de duas imagens contrapostas, o balanço da tipografia e um enorme despertar nostálgico. 

24. SUPREMACY

Baseado na história real de Walter Scully Jr. e Brenda Kay Moore, o filme acompanha-se de um poster de enorme posição crítica ligeiramente subliminar. 

23. LOUDER THAN BOMBS

Filme de Joachim Trier que estreou em Cannes explora os sentimentos familiares do pai e os seus dois filhos sobre a morte da mãe. 

22. SICARIO

Apesar do boa ilustração do poster oficial, foram posteriormente lançados uma série de posters alternativos de retoque antigo, sugestivos de gerais ou especificos capitulos da história, um policial sobre a eterna guerra entre a polícia americana e os cartéis mexicanos.

21. CEMETERY OF SPLENDOUR

Apitchatpong Weerasethakul deixa o seu legado como um dos mais originais e sombrios cineastas da história do cinema. Contestada a sua exclusão da competição oficial de Cannes, foi o mais cotado pela crítica especializada. A pureza da dupla exposição utilizada no poster torna-o um dos mais esteticamente atractivos do ano.

20. MONTANHA

Estreia do prodígio João Salaviza na longa-metragem, filme que estreou em Veneza, já também estreou nas salas de cinema portuguesas. O cartaz foi feito a partir de uma pintura de Daniel Vasconcelos Melim e está à venda na livraria Fyodor, no Salão Ideal, por cima do Cinema Ideal, com o custo de 10 euros.

19. THE DANISH GIRL

Um dos mais antecipados filmes do ano, principalmente pela entusiasmo de ver Eddie Redmayne novamente, o filme é promovido por um cartaz de uma definição e iluminação sedutores de qualquer olhar.

18. FAULTS

Tal como sugere o poster, Faults não é o que parece à primeira vista. A ilustração Enrique Corominas mostra enorme empenho e conhecimento.

17. ALAM HIGH SCHOOL

Documentário sobre uma icónica escola iraniana, por professores americanos, mas agora utilizada como uma prisão antigos alunos, transformado numa prisão para presos políticos. Desde a ideia à execução, este é tudo aquilo que um poster deve ser.

16. AS MIL E UMA NOITES

Cores vívidas e garridas. O extravagante poster do filme de Miguel Gomes é dos mais visualmente estimulantes do ano, e assim que foram afixadas pelas ruas de Cannes, as fotografias tiradas por smartphones choveram.

15. JUNUN

Uma encomenda da plataforma Mubi, o grande Paul Thomas Anderson documenta a ida do músico Jonny Greenwood a um concerto Rajasthan, um filme que surpreendeu a todos a sua publicação imediata online. O design é de Midnight Marauder.

14. THE LOBSTER

O primeiro filme narrado em inglês do surrealista grego Yorgos Lanthimos conta a história de uma cidade onde as pessoas têm 45 dias para encontrar o seu par amoroso, antes de se tornarem num animal. O abraço àquele que não existe.

13. THE VISIT

Mais um do mestre de terror que brilhantemente faz de um poster digital um bordado de avó, manchado de sangue, mas que faz também uso da sua ironia. 

12. ANT MAN

Destaque para o melhor uso do espaço negativo. No absoluto desgaste dos posters de filmes de super-heróis que excedem nos efeitos visuais, lasers e explosões, este poster utiliza a velha regra do ser simples sem ser simplista. 

11. MON UNCLE

No âmbito da retrospectiva de Jacques Tati que a Medeia Filmes organizou em Portugal durante este ano, pediu também a uma série de ilustradores portugueses para se juntarem à homenagem. Catarina Sobral ilustrou o acima, numa estética e uso de cores que com certeza deixaria Jacques Tati orgulhoso.

10. IT FOLLOWS

Apesar da estreia em 2014, só este ano é que filme de terror deu cartas no box office. Com um poster oficial de grande ambiência, este alternativo destaque-se pela brilhante ilustração, sem nunca fugir ao enredo do filme.

9. QUEEN OF EARTH

Anna Katrina Bak é colaboradora de longa data de Alex Ross Perry. A excelente ilustração classicista volta a ser da sua autoria.

8. THE HUNGER GAMES: MOCKINGJAY PART II

Sempre se destacou pelos brilhantes cartazes, e este ano não é excepção. Para quem conhecia os filmes anteriores, este poster fez todo o sentido, e após ser visto ainda mais fez. Sugerindo a queda de Snow de uma forma extremamente simples mas eficaz.

7. COURT

Contrastado com o caótico conteúdo do filme, o poster ilustrativo, sugestivo de um Wes Anderson, personifica as suas personagens, um drama passado num tribunal que examina o sistema legal da India. 

6. EX MACHINA

Provavelmente a ficção cientifica mais bem acolhida pela crítica, recebe aqui um tratamento minimalista para o seu poster. 

5. FELT

Filme de Jason Banker, um dos de maior intervenção feminista, aborda uma mulher que cria um alter ego para conseguir ultrapassar o trauma causado pelos homens na sua vida.

4. THE MARTIAN

Tal como aconteceu o ano passado com Interstellar, The Martian deu também imaginação aos mais criativos para a ilustração de posters. De enorme leque de posters de qualidade que este filme recebeu, este destaca-se em particular.

3. THE ASSASSIN

Líder da grande maioria das listas do ano. Este filme de artes marciais de Hou Hsiao-hsien estreia brevemente em Portugal, e receberá um poster semelhante, de beleza imagética e composição clássica que raramente se vê.

2. MACBETH

Um dos belos posters dos últimos anos, Marion Cotillard é epicamente fotografada para servir de capa ao filme.

1. KNIGHT OF CUPS

Como se o mundo de Terrence Malick não fosse misterioso o suficiente, juntamente com o seu filme veio este secreto poster quando estreou em Berlim. Novamente ilustrado por Midnight Marauder, a imagem é de uma ilustração de 1764 intitulada The Tree Of The Soul de Dionysius Andreas Freher, encontrada no livro de um dos trabalhos do teólogo Jakob Böhme. Foi anteriormente utilizada na capa de um livro de magia oculta chamado The Tree Of Life (sim, o mesmo nome que o mais recente filme de Malick). O ilustrador chegou a esta descoberta a pesquisar por cartas de tarôt (Knight Of Cups é uma personagem de tarot).