idealizados

Sou forte. Meio doce. Sou meiga quando quero ser, e também sou chata quando devo. Em alguns dias acho que sou fraca. Outro penso que sou forte para aguentar tudo oque esta por vir. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou manhosa. Sou assim. Sou daquele tipo de menina que as pessoas nunca aceitam seu modo de se vestir, seu modo de andar. Foda-se não ligo para oque eles pensam, não vim ao mundo para agradar a todos. Sou uma menina difícil de lidar, com vários defeitos e muitas qualidades. Sou garota de atitude e não aceito desaforos. Não sou aquela garota que muda pelas pessoas, as pessoas que tem que mudar por mim. Sou assim, e quero continuar assim, quero ser simplesmente eu. Quero errar, quero chorar por ter pedido o garoto dos meus sonhos, quero encontrar desafios e espero que eu seja forte o suficiente para ultrapassar todos eles. A vida é dura assim mesmo. Nem sempre todos iram te aceitar e nem sempre oque você quer será oque você terá. Mas tudo depende de você, depende de você fazer o seu futuro. Depende de você fazer a sua história. Eu estou na luta fazendo a minha e você, esta fazendo a sua? Bom algumas pessoas eu sei que não, pois ate hoje insistem em tentar cuidar de mim e da minha vida, então gostaria de avisar para essas pessoas que elas só estão perdendo o tempo delas, pois com esse tipo de pessoa eu sou grossa e fria, cansei de ouvir que o que eu faço é certo ou errado, então antes de falar isso comigo, pare e pense, talvez o que é errado pra você seja o certo pra mim. RaulFabiana (idealizados)

No era más que yo y mis amigos, patinando en el parque, algo que solía olvidar ya casi por completo. Viéndola a ella llegar fue como sí me devolvieran el alma, se veía tan tierna, tan delicada, tan hermosamente sencilla, que no pude evitar sonrojarme. Saludaba a todos de una manera tierna y apacible; se acercó a mí y me dijo: "¿Me enseñarías a montarla?" Refiriendose a mi patineta, yo sonreí y le di paso para que subiera en ella. Era divertido, emocionate y bello, verla feliz y sonriente en mi vieja patineta, me encantaba verla así. Llegamos hasta una esquina que daba a la calle y en frente un parque, en ese sitio, me miró a los ojos, con sus mejillas sonrojadas y me besó; su beso fue lento, tierno, apacible, cariñoso y sencillo, puramente sencillo. Sin más retiro su boca de la mía no antes de que yo mordiera su labio inferior, como esperaba, sonrió. Miro al parque, la tomé de la mano y le dije: "Vamos", ella tomó mi mano fuerte y cruzamos al parque. Ya estando ahí, nos sentamos en el césped, debajo de un gran árbol, viendo a los niños jugar, las bicicletas pasar, las risas, la música, todo mezclado en una perfecta armonía, hasta que el sonido de su voz me llamó: "estoy muy feliz de estar aquí, realmente siento mucha vergüenza, pero ya lo superaré". Era hermoso ver como se transforma en niña en estos momentos, su risita me produjo una a mí, me miró extrañada e hizo un puchero. Yo tomé su mentón y la atraje a mí en un beso, despacio y delicado como ella. Todo era perfecto... todo sueño es perfecto.

-Sueños Idealizados.

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida. Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, eu sinto saudades. Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem não mais falei ou cruzei. (…) Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo, lembrando do passado e apostando no futuro. Sinto saudades do futuro, que se idealizado, provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser. (…) Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito! Daqueles que não tiveram como me dizer adeus; de gente que passou na calçada contrária da minha vida e que só enxerguei de vislumbre. Sinto saudades de coisas que tive e de outras que não tive mas quis muito ter. Sinto saudades de coisas que nem sei se existiram. Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes, de casos, de experiências. Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer. Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar. Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar. Sinto saudades das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade. Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que… não sei onde… para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi…
—  Trecho de Saudades, Clarice Lispector 

Consigo ser mais confusa do que a própria confusão em si. Sei ser certa e errada ao mesmo tempo. Nunca exigi entendimento de ninguém ao meu respeito, talvez porque nem eu me entenda as vezes, talvez porque as confusões que faço em minha cabeça, em meu coração, me deixam confusa a tal ponto que, que não sei. Me perco em minhas palavras, tão sem sentido, tão sem momento, e hoje nada mais do que escrevo, é realmente o que quero dizer, ou até seja, seja minha confusão, a bagunça em minha cabeça, a bagunça em meu coração. Vai entender minhas confusões, vai me entender. Perde-se o sentido de tudo, a vontade de querer arriscar, perde-se até o que nem tem mais. Ando saindo de labirintos para adentrar outros bem piores. As portas da felicidade parecem se fechar toda vez que me aproximo, e dar espaço a outras portas para a tristeza e novas lagrimas. E ultimamente nao estou conseguindo controlar meu pobre coração cheio de rachos e curativos, tentando se recompor algum dia, quem sabe ele finalmente termine esta tarefa, quem dera saber diferenciar a porta certa no qual devo adentrar, no caminho que devo seguir para me encontrar. Sinto-me lhe dizer que estou perdida dentro de minha própria pessoa, sem mapa ou uma unica instrução, tentando procurar a respostas entre inúmeros buracos em meu coração - vim se GPS, desculpe-me-. Parece que quanto mais procuro, mais perguntas eu encontro. Estou desesperada, corro de um lado para o outro, grito o mais alto que posso, mas é incrível como ninguém percebe, mesmo eu gastando todas as minhas forças, parece que ninguém vê, depois de todos os sinais que dei, nao ousam nem me indicar a saída mais próxima. Ninguém se importa comigo, isto já percebi a anos, mas poderiam pelo menos ajudar seu próximo a levantar de um poço tao fundo como este nao? As portas para minha libertação estão se fechando. Estou conseguindo me bagunçar mais ainda. Mas mesmo assim, quero que entre e se sente um pouco, e por favor, nao se incomode com a bagunça. Ainda tem um pequeno espaço para que alguém entre, mas por favor nada de bagunça, porque isso aqui já esta bagunçado demais. E essa complicação que toma meu corpo, não me deixa quieta. A cada vez que me aprofundo, mais percebo que o buraco é grande, e o termino esta distante. Enfim, o que me resta? Aquela sensação de solidão e insegurança esta ai, e não há nada que eu possa fazer. Ou talvez haja, mas meu coração está despedaçado demais para procurar essa solução e minha mente está perdida no meio das perguntas, perdendo seu tempo procurando respostas perdidas em alguma fração de tempo. Por que tudo parece ser tão sem solução? Tudo resolveu virar de ponta cabeça, minha vida está toda na privada e logo logo alguém irá aparecer para dar descarga e ferrar com tudo de vez. E aquela pergunta irrespondível vem a tona: “Se minha vida for por água a abaixo, quem vai se importar?”, mais uma pergunta para colocar de lembrete. Quem irá se importar? é a pergunta que aperta o meu peito e destrói minha alma, é a pergunta que quebra meu coração dilacerando meus sentimentos. É a pergunta que insiste em vagar pela minha mente, confundindo os poucos pensamentos coerentes que tenhoGabriela, ThamiresGiulliane, Gabriella (idealizados)

Te enamoras de alguien que no existe

Se supone que te quiero demasiado pero siempre me quedo esperando a que tu hagas algo por mi. Eres fría y no muestras tus sentimientos, mucho menos le dices a alguien que lo quieres, todo el daño que te han provocado que ya no le pidas a nadie que se quede junto a ti, aunque por dentro lo gritas y pides que se quede. Alguien como yo que dice quererte y te dedica una gran cantidad de escritos, sin mencionar que te pienso a cada momento, no soy capaz de ir a buscarte, pararme enfrente de ti y decirte todo lo que siento, no soy capaz de luchar por ti, eso es una realidad. Digo quererte tanto que hasta yo mismo me sorprendo, escribo pensando en ti; no lo hago pensando exactamente en ti, he creado o mas bien te he idealizado de una manera diferente a lo que eres, y eso siempre sucede en las personas nos enamoramos y desilusionamos de una persona que no existe, porque la vemos de una manera diferente. Tal vez por eso no puedo estar bien contigo porque al estar a tu lado veo a la persona que realmente eres y esa persona no me gusta.

Tu alma gemela no es alguien que entra en tu vida en paz, es alguien que viene a poner en duda las cosas, que cambia tu realidad, alguien que marca un antes y un después en tu vida. No es el ser humano que todo el mundo ha idealizado, sino una persona común y corriente, que se las arregla para revolucionar tu mundo en un segundo.
—  Mario Benedetti.

Hoje eu vivo com sombras do passado e do estrago que você fez aqui dentro de mim. Não queria nada além do seu amor, acredite mas você só quis brincar. Me decepcionei como já me decepcionei diversas outras vezes sendo que em você havia algo diferente, sempre houve. Acreditei, confiei de olhos fechados e quebrei minha cara. Será que você entende o quanto estou mal nesse momento? O quanto eu precisava fechar meus olhos e crêr que tudo isso é um pesadelo? Não posso negar que já fiz isso. Fechei meus olhos e os abri novamente e continuei me deparando com uma realidade cruel onde tudo isso que estou passando é bem duradoro. Vejo também o quanto estou perdido em um buraco sem fim, onde a decepção e o sofrimento reinam. Preciso sair dessa, preciso achar uma saída. O mais rapido possível. Pessoas ao redor, altas conversas, risadas forçadas e mesmo assim você não saí do meu pensamento e quando você se der conta do quanto eu te amei, do quanto eu valorizei o nosso amor, do quanto eu merecia que você correspondesse da mesma maneira […] Certamente você vai olhar pra trás e dessa vez quem vai valorizar será você. Porque vai se arrepender por ter aberto mão de tudo na primeira dificuldade. Será que um dia você vai entender que, no seu lugar, eu teria aguentado tudo por nós dois? No seu lugar, eu teria feito diferente, eu teria dado mais uma chance, mais duas, três ou quem sabe quatro. Porque o que tem aqui dentro vale mais do que os problemas de um casal apaixonado. E hoje eu me pergunto, se depois de tudo, você realmente me amou? E hoje eu duvido de tudo porque pelas suas atitudes, suas palavras não correspondiam ao seu amor. Mas eu só quero que saiba que ainda continuo me lembrando de ti quando vejo alguém com as suas manias, quando alguém fala do mesmo jeito que você. Mas eu também quero que saiba que, apesar de haver muito de você nas outras pessoas, ninguém seria capaz de te substituir. Porque tudo que tem em você, só faz sentido pra mim se vier diretamente de ti. O tempo passou, e eu ainda tenho saudades de ir dormir sorrindo que nem bobo todos os dias por sua causa. O tempo passou, e eu ainda tenho saudades de ouvir a tua voz falando comigo. O tempo passou e eu continuo lendo suas mensagens antigas no celular, não sabendo se sorrio ou se choro. E o tempo passou, e eu continuo aqui, sentindo falta de nós dois. Continuei sentindo aquele calafrio que só você deixa quando passa. Continuei fazendo minha comida, exatamente do jeito que você preparava. Tudo pra mim não passa de uma mera ilusão, pra mim você ainda anda pelo corredor todas as noites. Pra mim você acorda de manhã sonolenta pra ir fazer faculdade de medicina. Ah, como você sempre sonhou em seguir a carreira de médica. Lembra das noites que passávamos em claro, com você me contando seus sonhos e tudo o que poderíamos fazer juntos? Seus sonhos se realizaram, mas o meu sonho, o sonho de poder acordar todo dia de manhã com você do meu lado…Bom, não aconteceu. Ele simplesmente se foi, como uma nuvem passageira carregada de água. “Mas porque você a deixou ir embora?” Todos me perguntavam. “Vai ser melhor assim, eu acho." Pois não iria ser melhor assim, não iria ser melhor sem você aqui comigo. Foi estupidamente egoísta de minha parte te deixar ir embora. E você sabe que não devia ter ido. Você sabe que devia ter ficado, você sabe. Daniel, Gabriel (idealizados)

Sou a otária da história. Demorei muito para me tocar que eu ando só servindo de “curativo” para as pessoas, depois de curadas, elas me descartam. Me apeguei demais. Chegou a hora de recuar, de também sair da vida das pessoas, parar de se importar. Vamos ver quem corre atrás agora. Se sou tão importante assim, vamos ver quem se importa se eu sumir. Eu simplesmente cansei. Vou me enterrar num buraco, apenas eu e meu mundo. Preciso deixar de ser boazinha, sabe aquele ditado: “os bonzinhos só se ferram”? Então, cansei de me ferrar. Levei anos para perceber o quão inocente eu fui em acreditar nas pessoas, quanto fui burra em me iludir com sorrisos. Agora chegou a hora da boazinha mudar de lado, do quente se tornar frio, do doce se tornar puramente amargo. Só assim para meu coração não se ferir mais, e nem mostrar suas cicatrizes. Só assim para eu não me mostrar inutilmente fraca e sensível. Aqueles que eu achava que podia cofiar, me deixaram solitária, em um caminho cheio de curvas e sem um final exato. Mas agora vou viver a vida sem medo de me arriscar e ser feliz, quero evitar sofrimentos futuros e focar mais no presente. A otária aqui cresceu, e aprendeu que merece muito mais do que lagrimas derramadas, por causa de pessoas que não as mereciam. Todos tentam correr atras da verdadeira felicidade, mas poucos vêem que a felicidade estão na palma de suas mãos. Consegui enxergar isso a pouco tempo, enfim, chega de sofrimentos né? Como eu havia dito, cansei. Eu sei que lá no fundo sou forte, e que posso superar tudo aquilo que passei. Então vou apenas seguir a minha nova regra “ignorar todos aqueles que me fazem mal, e correr atras daqueles que um dia me fizeram bem”. Gabriella e Giulliane (idealizados)

Lá estava eu com um cigarro na mão e um copo de vodka para esquecer todos os meus problemas. Talvez aquilo fosse apenas uma forma de distrair minha enorme mente problemática. Talvez se eu me embebedasse completamente iria esquecer de tudo, iria sofrer menos. Então bebo cada vez mais. Lá se foram 5 copos de vodka. Meu corpo já estava mole, eu estava vendo tudo girando. Estava com ânsia de vômito. O único lado bom é que minha mente estará ocupada em sentir dor e vomitar. Pelo menos não irei sofrer por ele, pelo menos não irei lembrar do que aconteceu. Pelo menos com a minha querida vodka eu iria deletar aquilo da minha mente. Não sou a tipica garota boazinha que enfrenta os problemas de cabeça erguida, e sim aquela que faz de tudo para fugir deles. Nunca me considerei forte, não quando se tratava dele, e de toda essa confusão de sentimentos que há dentro de mim. E eu nunca sei como agir diante de certas coisas, então, o melhor a ser feito, é colocar em prática meu velho plano de fugir de tudo o que me faz mal. Há mais do que um amor me ferindo, há mais do que um mero garoto. Não é só ele, sou eu, é meu coração pedindo socorro e minha mente tentando fugir. Mas fugir para onde? Só vejo solução em problemas maiores, isso é, só consigo me ajudar, atrapalhando o outro lado. Esquisito, e até meio fora do comum, mas é verdade. Garçom, me traga mais um copo de vodka, hoje só sairei daqui com sequelas, tão fortes que serão capazes de me trazer uma amnésia. A amnésia que eu espero que aconteça. Eu só não sei a que ponto cheguei, estou me destruindo por você, e na verdade, acho isso bom. Acho que talvez, me destruindo, você vai embora, e as lembranças irão junto. Eu nunca fui um exemplo, sempre fui a lição, a que erra, e serve de lição para os outros. "Não cometam o mesmo erro que ela". Isso quer dizer, não amem, porque o único erro que cometi foi esse, e ele me trouxe mais erros, que foram se multiplicando, somando, e no fim, eu estava nadando em um rio de decepções. Porque é a lei, é um ciclo, começa tudo bem, segue tudo mais ou menos, e termina tudo mal. HellenBárbara (idealizados)

Eu trouxe comigo uma parte da minha infância, essa parte que me ajuda a suportar dias em que a minha vontade é ficar trancado no meu quarto, questionando a minha existência em um mundo em que eu não me encaixo, em um mundo que é totalmente diferente dos meus conceitos, que sobre auto perspectiva, não aceita as minhas diferenças. Essa parte também, que quando criança, eu o considerava meu lugar preferido, eu o chamava de refúgio. Aquele era o meu refúgio, ninguém conseguia enxergar exceto eu, um lugar bonito, escondido atrás das minhas pálpebras. Um dos principais motivos para ter tanto apego nele, era que eu poderia ser quem eu realmente gostaria de ser, eu conseguia voar e cantarolar minhas canções preferidas longe do medo. Medo de ser julgado por pessoas que não aceitavam o meu jeito, medo de fardar um alguém que eu não me identificava. E confesso, há dias que meu sorriso só aparece quando estou no meu refúgio, porque eu consigo deixar toda a pressão do mundo real de lado, e começar a sonhar. Sonhar com uma solução para tudo, sonhar com dias melhores, sonhar para tentar esquecer do pesadelo que é a vida real. Ultimamente ando querendo vivenciar demais este mundo que criei, mas não posso viver de olhos fechados. Mas bem que poderia, pois este mundo real não esta me acolhendo do jeito em que preciso. Nos meus sonhos, não existem problemas, não existem crises, e nem uma pitada de coisas do mundo real. Nos meus sonhos, só existem meus sonhos, e a única pessoa que trago a meu refúgio junto a mim, é você. E agradeço-lhe por pelo menos em meus sonhos me fazer feliz. Choro todas as noites por este refúgio não ser real, ser apenas ilusões de minha cabeça. Choro por viver neste mundo hipócrita, onde ninguém se importa com ninguém, todos andam de nariz arrebitado pisoteando todos os que estiverem na frente. Neste mundo em que os governantes que deveriam dar o exemplo, roubam, e só trazem males a população, traem pessoas que um dia confiaram nelas. Lágrimas escorrem diariamente do meu rosto, por ter que aguentar um sorriso falso o dia inteiro no rosto, e ter que observar as mascaras das pessoas que ousam me perguntar se estou bem sem ter o minimo de interesse. Sinto pena das pessoas deste mundo, sinto pena de mim. E o pior de tudo é que do jeito que o mundo anda, sendo dominado por pessoas escrotas, já já serão capazes de querer destruir o único lugar que me faz feliz.  Lucas, Thamires (idealizados)

Independente e solitária a pequena começou a pensar que seria a vida uma tremenda armadilha? Ela, logo ela que pensava ter se comportado tão bem durante sua até então vida. Passou muito tempo de sua vida trancada em seu quarto escuro, como quem se esconde do mundo, da vida. Quando chegava em casa e chorava a dor que ninguém suspeitava e ninguém podia um dia chegar a entender. Essas lágrimas que doíam mais que tudo voltaram a cair, depois de tantos anos de sorrisos, alguns fingidos para simplesmente encaixar com a situação, para caber dentro do espaço que ela não queria, mas precisava entrar. Decidiu então tomar coragem e não se esconder mais, não esconder mais os seus sentimentos, suas vontades e loucuras que lá no fundo tinha vontade de fazer. Ela era agora incoerência, era um equilíbrio instável. Dentro da mistura de exatidão e euforia, de tensão e melancolia, ela estava vendo no reflexo das suas próprias gotas de lágrimas derramadas no lençol, que ela não passava do reflexo do medo de outros que ela achava que já não faziam parte da sua vida. Ela está agora no negro do seu próprio medo vivendo de uma forma que realmente não a fazia bem. Depois de tanto chorar, depois de tanto soluçar […] Então ela decidiu caminhar com seus próprios pés, encarar tudo aquilo que a atormentava e por mais que soubesse que não seria fácil ela estava disposta a tentar e vencer quaisquer que fossem os obstáculos. Sim, assim ela foi crescendo com a vida mas do que um dia pôde crescer trancada naquele quarto com suas angústias. Ela deixou de ser aquela menininha que todos sentiam pena por ser tão frágil e ao mesmo tempo tão meiga, e se tornou uma mulher, capaz de enfrentar seus medos e superar os problemas obtidos no cotidiano. Ela arriscou, ela se surpreendeu, ela começou a fazer valer a pena cada segundo de sua vida pois todos nós sabemos o quão a vida é curta para se disperdiçada com minímas coisas. Ela aprendeu a se importar mais consigo mesma, e a deixar as confusões alheias de lado afinal ela precisa organizar primeiramente as confusões que estão dentro dela. Hoje, ela sorri e é esse sorriso é capaz de conquistar o mundo das pessoas que ao redor dela estão, pois é um sorriso sincero e verdadeiro. Raul, Daniel (idealizados)

Eu só queria pedir que não desista de mim ainda, sei que tudo esta se complicando, mas te imploro para que não me deixe. São muitas coisas ao mesmo tempo mas talvez possamos descobrir isso juntos. Sempre tento fazer algo para que não se afaste de mim como esta se afastando, mas confesso que só estou piorando as coisas. Sabe, sinto falta daquele seu jeito meigo e fofo de ser, sinto falta de seus carinhos. Tenho mil motivos para te deixar, mas tenho mil e um para continuar contigo. Todos os dias paro para pensar em como seria se você estivesse aqui, como seria tudo mais fácil e talvez mais feliz. Aquelas palavras carinhosas que eu lhe dizia, já não conseguem descrever o que quero te dizer agora. Já estou me cansando de falar que tenho medo de te perder para sempre, pois ultimamente me sinto tão insegura com suas palavras. Nossas brigas são por motivos bestas e idiotas, mas que mesmo assim machucam muito. Se eu pudesse te diria a todo minuto, a todo instante o quanto te amo, só que isso já não é o suficiente, pelo menos eu acho. Você esta mudando, assim como eu também estou.Vou confessar, eu estou com medo de que tudo acabe e eu não consiga me reerguer, mas eu sei e você também sabe, que mesmo se tudo o que nós juramos ser para sempre acabar, eu vou estar aqui, no mesmo lugar onde tudo acabou, esperando você voltar. Você bem sabe que eu tenho mil motivos para deixar-te, mas só de pensar em te ver sozinho, todas as minhas duvidas e incertezas, todos os motivos pelo qual eu poderia partir, de repente vão embora de alguma forma. Eu tenho morrido todos os dias com essa distância que há entre nós,  eu te sinto tão longe, mesmo talvez você estando perto. Eu sinceramente, não sei o que fazer. Você já se sentiu assim? Você já quis desistir, mas não conseguiu por achar que ainda valia a pena? Você já parou para pensar que nossa melhor parte está caindo? Quem diria que o tempo iria passar, quem diria que nós mudaríamos, mas eu já sabia que iria ser assim. E a minha vida não vai ser mais a mesma se você for embora. Minha vida vai entrar num ciclo vicioso de te procurar até poder te achar e te beijar o quanto for preciso. É só isso que eu quero, sua boca colada na minha. Seus sussurros de manhã, fazendo com que eu me sinta especial, fazendo com que eu me sinta a pessoa mais estranha do mundo e a mesmo tempo a mais angustiada. Mas minha vida não vai ser a mesma sem você. Ninguém vai mudar o que eu sinto por você. E eu acho que é amor. Giulliane, Brenda, Gabriel (idealizados)

Você tem ideia do mal que me causou? Da dor que me proporcionou? Você me fez pedir a morte, na verdade, nenhuma dor física podia ser comparada a dor que eu sentia em meu peito, uma vontade imensa de chorar, vontate de fechar os olhos e não abrir mais, qualquer coisa seria melhor que a dor que você me fez sentir. Você fez meu coração arder, e meu corpo inteiro se corroer. Nossa relação foi basicamente uma troca, eu te dei amor, carinho, zelo, e você me ensinou a ser forte, fria e calculista. Você me ensinou uma grande lição, me fez aprender, na prática, a ser o que sou hoje, essa fortaleza, esse ser que não importa oque esteja em seu caminho, fará de tudo para conseguir oque deseja. E se hoje, sou desse jeito todo, o culpado é você. Muito obrigada, se hoje eu não desmorono por qualquer coisa. Muito obrigado por me ensinar a poupar lagrimas, por pessoas que não merecem um gota sequer que pode escorrer pelo meu rosto. Não sou mais doce quanto antes. Me tornei um poço de frieza. Aprendi muito contigo, tu me ensinou a ser forte a passar por cima de todos os obstáculos que posso encontrar a minha frente. Com você aprendi a derrubar as pessoas. Com você aprendi a ser forte e não ter pensa de absolutamente ninguém.E depois de tanto sofrimento, que você me fez, todas as dores que eu senti, decidi, que a partir de agora, vou me defender, agora posso superar o que você me causou as dores e angustiam já não habitam mais em mim. Apesar de tudo que aconteceu, sei que um dia ou melhor, logo […] Irei olhar para trás e rir de tudo isso, irei lembrar de o quanto fui idiota em me culpar,fazer tanto mal a mim mesma e até mesmo contar o que me aconteceu para meus filhos, netos e etc. Irei ensinar eles a grande lição de ser você mesma sempre. Irei dizer a eles que as circunstâncias não importam e que você não tem que dar valor a quem não te merece Não se entregue de corpo e alma para alguém que não saberá aproveitar.Depois de uma tempestade o sol sempre volta a brilhar. O meu está brilhando intensamente agora e peço para aos céus que ele não pare e cada dia que vier daqui para frente vai ser um novo início. Repleto de vitórias, conquistas e amor, pois sei que a decepção que você me causou não pode influenciar no futuro maravilhoso que está por vir.  Letícia, Raul, DanielHellen  (idealizados)

Eu quero ter de volta o amor que eu te dei e você ignorou, como uma folha de rascunhos mal escritos. Eu quero ter de volta aquele primeiro momento que meus olhos te fitaram, quando eles flamejaram e te fotografou. Eu quero ter essa fotografia de volta, quero ela dentro de mim, para eu guardar e nunca mais esquecer. Eu quero ter de volta, todo o amor que você dizia sentir por mim, quero aquele amor que alimentava meu coração e fazia das minhas manhãs frias, as mais satisfatórias possíveis. Eu quero ter de volta, aquelas tardes que não fazíamos nada, ou as noites que ficávamos olhando fotografias daquele álbum velho, ríamos e éramos felizes, ou, ao que tudo parecia, me fazia acreditar que aquela ilusão fosse verdadeira. Eu quero ter de volta a minha sanidade, minha esperança. Eu quero ter de volta o meu eu sem buracos, sem manchas, sem tristezas. Eu quero ter de volta a parte de mim que se foi junto com você. Porque eu não consigo mais dormir, eu não consigo mais explicar. Eu quero ter de volta aquela parte que você tomou de mim, levou e nem se preocupou. E não importa para você se estou bem ou não, o fato é que estou incompleto. Eu sinto que me falta algo, talvez seja alguém, talvez seja você. E se for, sinceramente não sei o que haver. Olho para os lados e não imagino outra pessoa ao meu lado. Pode parecer clichê, mas minha vida só possui sentido se estiver você. Por que teve que ser assim? Passo noites em claro me fazendo inúmeras perguntas e confesso que ainda não consegui respostas para nenhuma delas. A sua ausência dói demais, e imaginar você com outro alguém é pedir para morrer. Em relação a isso, sinto que sou bem egoísta, mas fazer o que, né? Da minha parte tudo que vivemos e tudo que planejávamos viver foi bem intenso e verdadeiro, àlias ainda é. Dentro de mim sinto tudo aquilo se movimentar de forma constante e na minha cabeça passam milhares de pensamentos ao longo do dia mas o único que permanece até eu ir me deitar é o que se trata de você. Deito na cama e cada espaço do meu quarto lembra um pouco de nós dois. Fecho meus olhos e lhe imagino ali, do meu lado prometendo que jamais vai me deixar assim como você me prometeu naquela noite chuvosa quando estávamos deitados depois de uma longa noite de amor. Mas ao mesmo tempo que me pergunto várias vezes o porque de você ter ido, me pego pedindo você de volta, ou tudo o que construímos. Era bom, na realidade era ótimo, enquanto não machucava, enquanto não havia buracos em mim, estava tudo ótimo. As promessas, pelo menos em minha cabeça e na minha ilusão, era “cumpridas”. Eu tinha você ali não é? E de todas as formas, mesmo que doesse as vezes, você me fazia esquecer. Burro? Talvez. Iludido mesmo. E é ai que eu me confundo. Quero de volta tudo, pra me tornar completo e cheio de novo, ou quase cheio, afinal, eu nunca fui realista, nem pessimista, eu acreditava no que eu queria acreditar. Foi isso que me trouxe até aqui. LucasDanielGabriela, (idealizados)

E de que adianta agora? Você está por aí, sendo feliz, ouvindo músicas animadas, viajando, dançando. Se divertindo, e eu suponho que esteja fazendo isso, tudo em companhia de alguém. Outro alguém, menos complexa e conturbada do que eu. Diria que a culpa que carrego de não poder fazer tudo isso com você, é mais do que imensa, é gigantesca. Eu devia ter pedido pra você ficar, devia ter falado ao pé do seu ouvido o quanto eu gostava de você. Ainda gosto. Devia ter deixado o meu ciúmes e orgulho de lado, e colocado o amor que sentia por você em evidência. Ainda sinto. Eu sei que pedir desculpas agora, vai ser inútil, que você nem se lembra mais do meu nome, e que agora está muito melhor sem mim. Mas, eu sinto a sua falta. A saudade substitui você em minha vida. E eu fico perdida, em meus próprios pensamentos, no meu próprio mundinho. Fico aqui, esperando que algo me traga você, mesmo sabendo que isso não acontecerá. Você está feliz, provavelmente. E eu? Eu estou sentindo sua falta, sentindo falta do seu amor, do seu carinho, de tudo o que costumávamos fazer à dois. É tarde demais, é tarde para perceber que fui tola, que fui infantil e orgulhosa, é tarde para perceber que te amo. Foi difícil confessar a mim mesma o quanto eu era louca por você, o quanto seu amor me guiava e me fazia sorrir. E agora, não dá, agora eu não tenho mais as chances que eu tinha a um tempo atrás. Você está aí, vivendo sua vida, e eu estou aqui, lamentando. Por ter te perdido, por ter te deixado ir. — Letícia e Bárbara (idealizados)

Por mais que você seja confuso e estúpido, você segue sendo o tal, o meu tal. Por mais que eu seja confusa, eu sei que ainda te quero que se tivesse que escolher você em meio a multidão, te escolheria, vendada. Você é minha agulha no palheiro. Eu te achei e você me achou, mas a gente se perdeu de um jeito tão perdido que nem respostas ou explicações eu consigo encontrar. Já sei que é chegada a hora de você deixar de ser quem é na minha vida, e eu me esforço. Por isso te perdi te deixei em algum lugar que eu não quero encontrar, que eu não faço questão de saber. Porque te amar feriu o ego; querer te ter só me enfraqueceu e jogou na lama e por mais feliz que eu possa ter sido ao seu lado, é preciso deixar essa lembrança virar pó, mera recordação. Infelizmente tenho que abrir mão de você e da ideia de amor da minha vida, vai que não sejamos feitos um para o outro? Cansei de segurar a barra sozinha. Por mais que parta o coração, eu desisto. Triste pra caramba, pois não importa o número de caras e as ações meigas e apaixonantes, ponho a cabeça no travesseiro, fecho os olhos e espero que ao abrir seja você. Você é o idiota que mais valeu a pena, que quando eu fazia algo para depois me sentir idiota, recompensava na mesma moeda, igualava. E no momento, dói, meu coração dói. Por saber que nunca haverá uma pessoa como você, capaz de me aceitar do jeito que sou. De aguentar as minhas merdas, minhas palavras foras de horas, minhas risadas, meu jeito completamente estranho. Foi absolutamente encantado enquanto durou, mas é, acabou. Eu vou sentir uma falta danada do seu sorriso largo, como já sinto, das suas músicas sem sentidos as sete e meia da manhã. Do seu pé gelado em cima do meu, debaixo de algumas cobertas. Do seu jeito de morder o meu lábio enquanto estamos nos beijando. Sei lá, esses detalhes, serão o que eu mais vou sentir, como já estou sentindo. Seu amor é como uma droga, e infelizmente, estou em abstinência dela. -Raul, Letícia (idealizados)