icelos

TLC Specters Character Data

Bennu Kagaho
Leo | 12/08 | 179cm | 72Kg | Blood Type: AB

Necromancer Byaku
Virgo | 11/09 | 178cm | 65Kg | Blood Type: A

Mandrake Fyodor
Scorpio | 14/11 | 185cm | 83Kg | Blood Type: A

Nasu Veronica
Gemini | 11/06 | 189cm | 81Kg | Blood Type: B

Behemoth Violate
Aquarius | 13/02 | 180cm | 75Kg | Blood Type: A

Gembu Gregor
Virgo | 14/09 | 215cm | 136Kg | Blood Type: 0

Bat Wimber
Libra | 25/09 | 181cm | 71Kg | Blood Type: A

Cait Sith Cheshire
Gemini | 07/06 | 157cm | 52Kg | Blood Type: B

Sylph Edward
Libra | 13/10 | 180cm | 78Kg | Blood Type: 0

Cetus Chris
Sagittarius | 19/12 | 157cm | 45Kg | Blood Type: A

Vampire Erhart
Capricorn | 20/01 | 190cm | 83Kg | Blood Type: AB

Upyr Leybold
Leo | 11/08 | 183cm | 70Kg | Blood Type: AB

Dryad Luco
Pisces | 19/03 | 187cm | 78Kg | Blood Type: 0

Hanuman Tokusa
Cancer | 01/07 | 178cm | 76Kg | Blood Type: AB

Atavaka
Scorpio | 23/10 | 195cm | 110Kg | Blood Type: 0

Kageboshi
Virgo | 22/09 | 178cm | 76Kg | Blood Type: B

Mephistopheles Yoma
Capricorn | 31/12 | 180cm | 76Kg | Blood Type: B

Owl Partita
Aquarius | 26/01 | 172cm | 52Kg | Blood Type: A

Icelos
N/A | N/A | 189cm | 91Kg | Ichor

Modeler Morpheus
N/A | N/A | 191cm | 88Kg | Ichor

Portrayer Phantasos
N/A | N/A | 168cm - 178cm | 47Kg - 77Kg | Ichor

Dream Oneiros
N/A | N/A | 182cm | 76Kg | Ichor

Phobetor
N/A 

Alone
Capricorn | 24/12 | 167cm | 54Kg | Blood Type: 0 

Pandora
Cancer | 25/06 | 168cm | 55Kg | Blood Type: A

Jade Flitch tem 17 anos é uma semideusa filha de Ícelos. Sua arma favorita é Krommus. Jade é bastante confundida com Sophie Turner.

“Lets me face this, let me sleep”

Tudo começou no final de algo de tudo. Maya Scanya era uma semideusa filha de Afrodite, uma garota qualquer de dezoito anos, se divertia e ria com as amigas enquanto penteava os fios ruivos diante do lago do Acampamento Meio-Sangue, o mundo era tão colorido, ainda inocente e feliz para a única mulher da família dos Scanya; até conhecer Ícelos, ou melhor, Ícelos conhecer a ruiva. Preso num ciclo eterno de atormenta-la todas as noites, a assustava com suas várias faces, com seus pesadelos enigmáticos e com seu possível amor platônico. Apesar das noites mal dormidas ela vivia alegremente durante os dias, mostrava sua resistência ao medo e, conquistava ainda mais o deus. Sempre as escuras ele a observava se divertir, nas festas abertas para os semideuses ele era sempre o primeiro a puxar a garota para dançar. Ela gostava dos calafrios que ele a proporcionava.

Como um clichê de cinema Ícelos iniciou seu trajeto para tirar a inocência da menina e seus esforços não foram em vão, em meses ela já estava grávida de sua primeira filha. Desesperada pensou em abortar mas o tempo todo uma garota de Apolo a impedia do ato horrível, aquilo foi o necessário para um problema ainda maior acontecer. Cansado do brinquedo, Ícelos se afastou, desapareceu por completo, mas, antes da criança nascer, ordenou que a deusa Ilitia fizesse o parto e entregasse a garota para Talia, uma das nove musas que estava encarregada de deixar a menina em um lar confortável. Como pedido, Ilitia fez o parto, sua filha foi levada e, depois de alguns dias, ela foi internada por esquizofrenia, resultado de mais noites de perseguição de Ícelos.

A pequena Jade agarrava-se aos braços de Talia que mostrava seu poder artístico cômico, caretas para a garota e fazia-lhe cocégas, após uma semana ela foi entregue a uma família de pais semideuses que, assim como a menina, eram ruivos e podiam auxiliar a jovem semideusa. Jade tinha agora uma família, pai, mãe e um irmão um anos mais velho, tinham uma fazenda e carinho. Jade recebeu o sobrenome e o nome escolhido, viveu sempre sabendo que era especial mas nunca soube o porquê. Aos quatro anos foi mandada para a escola. Era caótica a sua situação, pequena demais, ruiva e estranha, sempre que estava sozinha conversava com a própria sombra e aquilo se tornou motivo de gozação. Richard, seu irmão mortal a observava e zelava pelo bem da menina, foi quando em um dia de inverno garotos de sua sala passaram dos limites, bateram na menina e a deixaram encolhida na neve do jardim da escola, estava tão furiosa que conseguiu formar uma ilusão de que o maior medo de cada um deles estava atrás dela. Os meninos corriam dela ao mesmo tempo em que Rich gritava com todos eles; para que não parecesse ainda mais estranha ela mentiu para Richard que ele conseguiu espantar os meninos, mesmo sabendo que algo de estranho havia acontecido. Nunca teve pesadelos, nunca nem teve medo de algo, as sombras da casa toda a seguiam e ninguém da família conseguia ter pesadelos quando ela estava em casa. Era o melhor lar de todos, mesmo pobres, mesmo estranhos, um aceitava o outro.

Anos se passaram, Margo decidiu junto com Marcus que contaria a menina que era filha de um deus grego assim como eles, ela já tinha onze anos e seu irmão doze, ela riu daquilo e mostrou o que podia fazer com os poderes herdados do pai. Desde então o pai treinou ela e sua mãe lhe ensinou o possível e o impossível para sua vida no futuro, o grande Rich era o responsável por manter a família com uma aparência normal e sempre ser o escravo de testes da irmã mais nova, mesmo que fingisse odiar aquilo no fundo adorava ver a irmãzinha reagindo.
Com quinze anos seu irmão ficou encarregado de leva-la para o acampamento, assim fez com cautela, porém não seria tão fácil. Uma fúria a atacou e apenas seu irmão conseguiu fugir, ela lutou bravamente e com certeza derrotaria-a se uma homem pálido não tivesse interferido e segurado ela pelo braço. Acordou após um desmaio nos braços do pai e ao lado de Hipnos, Hipnos havia o convencido de cuidar da menina por dois anos devido a uma aposta, dois longos anos se passaram e a menina viajava com o pai para todos os cantos, aprendeu tudo que lhe foi possível e só depois de ter explodido uma casa com um único pesadelo o deus decidiu deixa-la no acampamento.

✖ Important Facts 
  • Tem bênção de Hipnos.
  • Muito apegada ao irmão e ao cavalo Massy que cuida como um filho.
  • Seu hobbie favorito é ouvir, cantar e dançar, seu maior motivo de vergonha é que, constantemente é pega fazendo isso. Secretamente tira fotos, montando em segredo um álbum de momentos importantes.
Personality 

Imprudente, impiedosa, irresponsável, insensível, inocente demais, cabeça quente, protetora e principalmente vingativa. Uma salada de frutas, uma mistura de famílias e de hábitos, de um lado o progenitor divino dono de uma personalidade amarga e do outro a família carinhosa e acolhedora, sendo assim ela contém duas pessoas dentro de um só corpo. Existe a Jade reservada, quieta e observadora, estrategista, insensível, tímida e cruel, existe a Jade farmgirl, caipira ao extremo, desbocada, divertida, extrovertida e motivadora, uma boa amiga e uma boa inimiga, tudo depende da maneira que ela te enxergar. Seus poderes estão praticamente no nível máximo, pode controlar o sono e os pesadelos, ilusões assustadoras, dona de uma rapidez admirável, força física razoável e determinação de um ditador. Quando se sente provocada ela perde a noção do certo e o errado, como uma menina normal tem vergonha do corpo e de errar. Apesar de tudo ela é uma boa garota, basta não provoca-la o que é muito fácil. Amiga para toda e qualquer hora, sempre disposta a lutar, uma possível boa parceira, porém é ciumenta e detesta indecisão, mesmo que seja uma das pessoas mais indecisas do mundo.

✖ Krommus:

Qualquer um veria Krommus como um simples fone de ouvido preto, já os semideuses como um chicote duplo negro, espinhos envenenados em toda a extensão dos cabos, em seu cabo está escrito “Φόβος”, uma palavra simbólica para a menina.

 Player: Carol

Jade está INDISPONÍVEL

timeturninglady said: Are you still working with Morpheus and, was it Ikelos? In the astral?

It was Morpheus and Icelos, yes, but no. I don’t work with them anymore, at least not actively. My experiences with Icelos were becoming borderline abusive to the point where I had to put up boundaries, and Morpheus put his foot down. We sort of came to a mutual arrangement that whatever our association was in the past, intimate though it may have been, the past should stay in the past, despite all of our attempts to rekindle it. Past life, or early childhood, I’m still not sure; but I will still have a place for them on my altar, and a fondness. Which isn’t to say I didn’t still keep up the study of dreams!

Can I ask advice  about offerings? Really trying not to step on toes but I’m stumped and all he’s offering is oh little bird, don’t you know me better?*sigh*

Any ideas re: possible offerings for an aggressive, but charming, but possessive, but minor dream deity (Icelos) who deals largely with nightmares?

His brother, Morpheus, is the one who wants milk and honey and berries… So maybe sour and spicy and bitter things, like, the opposite of him?