gifs: 2014

Que me perdoem os apaixonados, os entregues, os amantes incondicionais, os romances doces e as aventuras clichês. Que me desculpem os cansados, os reclamões, os tristes e os corações partidos, os perdidos e os exagerados. Minhas sinceras desculpas á todos aqueles que estão sentados vendo a vida passar diante dos seus olhos e só conseguem choramingar por uma meia duzia de frustrações amorosas e três ou quatro chamadas de atenção dos pais. Que não me ouçam os que deixaram o amor da vida ir embora por orgulho ou besteira, que não se frustem os revoltados sem causa e os que vivem á espera de um amor na janela. Que me perdoem todos vocês que acreditam que viver é só isso, meio saco de rimas e flores murchas na porta, não me culpem por viver de música, dança e sinfonias. Por não estar nem aí pro seu coração partido e por acreditar que a vida não é só lamentação. Eu deveria sentir muito por isso tudo, mas estou ocupado demais procurando o sentido da vida, e gostando cada vez mais da falta de respostas.
—  Ciceero M.