gif:tcd

mas não é mais sobre você voltar pra minha vida.
é sobre o imenso ciclo de alguém chegar e ir.
você ia depositando em mim pequenas decepções como se eu fosse um copo que nunca fosse transbordar.
você foi honesto ao ir embora porque tinha medo, porque não me queria tanto ou porque precisava ir.
mas eu precisava ser honesta também: eu não conseguia entender.
você vai se apaixonar de novo e eu também.
a vida é um ciclo
que bom te ver por aqui.

textos cruéis demais.

não tem como superar alguém que te marcou muito, porque não tem como esquecer ou apagar a memória. alguém que colocou a mão na nossa pele, destrinchou os pensamentos mais ocultos, resgatou nossa vontade de amar. mesmo depois do fim, mesmo que os braços já não se enrolem ou que os pés não se entrelacem, mesmo que as músicas se tornem vazias e os textos sem sentido, mesmo que se siga em frente porque é a única opção, a gente não supera. não tem uma fórmula matemática para se superar alguém. você não acorda numa terça-feira e diz “pronto, te superei”. porque pessoas não são barreiras; mas sim sensações, sentimentos, gestos, gostos. a gente só segue em frente, como quem perdeu as chaves de casa e precisa fazer outras, adequar o formato, se preocupar com quem possa invadir. perder alguém é isso: saber que não há volta, mas que pode-se preservar alguma coisa bonita. e que se precisa seguir, não importa para onde, porque marcou. superar é seguir em frente.
—  textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

eu li um texto sobre dores e comecei a pensar sobre o porquê das pessoas sofrerem por alguém
o porque de um dia eu ter sofrido por alguém ou pela falta dela
e eu cheguei a conclusão de que sofrer é uma opção
é óbvio que as vezes, sentir um pouco a dor do término ou de qualquer coisa que tenha feito você se afastar de alguém
é inevitável
mas permanecer na dor é uma escolha
aceitar a partida e seguir a vida é uma escolha
se lamentar e tentar entender também
as vezes, a única coisa que precisamos entender, é que ir embora foi uma dessas escolhas que o outro fez
e você não pode fazer mais que aceitar e lidar com isso
ele(a) foi embora e tudo bem
ninguém nunca foi obrigado a ficar
quando você se compromete a deixar uma pessoa entrar na sua vida, você tem que se conscientizar que uma hora ou outra, ela vai sair
porque todo mundo sai
(ou pelo menos a maioria)
sabe, ao invés de sofrer por um adeus, por que não sorrir pelos momentos que essa pessoa marcou na sua vida?
nada é eterno
nem as dores
nem as pessoas
nem os momentos
mas as lembranças são
e você deveria agradecer por isso
agradecer não é só um “obrigado”
é ter em mente que você perdeu alguém mas em troca, ganhou algo maravilhoso
as memórias com essa pessoa.
e as memórias ficam pra sempre.

saudade é só a certeza de que tudo que você sentiu, sentiu pra sempre. além do tempo e além da falta. saudade é o amor resistindo, se transformando, se adaptando
e então vira dor ou mais amor
saudade transforma qualquer história em membro. parte do corpo que jamais se parte.
então chora, viu
mas cuida da tua saudade
amor não se esquece amor não se apaga
/amor se converte

Quando você faz o bem, independente do esforço, nunca é reconhecido. Mas se você faz o mal, na mesma hora você aparece no jornal, na tevê, a cidade inteira te conhece. Ninguém é reconhecido pelos seus acertos, mas é julgado pelos seus erros. Nós fomos criados para sermos máquinas perfeitas, e falhas não existem na perfeição. Só esqueceram que não somos máquinas, somos humanos, e de perfeito não temos nada.
—  Perscrutei.