gif:03

¿¿¿

Rules:
• Answer the questions given by the person who tagged you and give 11 questions for the blogs you tag.
• Tag 11 people.

I tag: atlxolotl, i-u-n-a, what-myheart-held, placebhoe, c0caine-heartz, 1997winter, evil-dildo, elizaboth, justkeepyourselfalive, lovedrone, comegatos

My answers to: tacosdecamaron <3 (ily)

1. Have you ever been to any conventions? Which ones? Do a Disney expo and The Fair or Nations (for 3 consecutive years) count as conventions? 

2. What’s your favorite app? PHHHOTO, LINE PLAY OR MY IDOL.

3. I you adopted a puppy right now, what would you name it? Bolillo :-)

4. What’s something everybody seems to love but you just can’t get into? TAYLOR SWIFT? JOHN GREEN? MINIONS? THE BEATLES? FRUIT?

5. What was the best thing that happened to you this week? Spending Thursday and Friday with my 12 year old cousin who lives in another state. We went to a museum dedicated to the Holocaust, visited an aquarium and ate peperonni pizza. 

6. How well can you handle stress? I CANT¿ AT ALL ¿ I’VE ENDED UP IN THE HOSPITAL LIKE 6 TIMES THANKS TO STRESS¿

7. Did you attend any concerts or music festivals this summer? No )-:

8. If you could run a brand of any type of product, what would it be? ART PRODUCTS¡ SCHOOL SUPPLIES IDK¿

9. What’s your ringtone? That annoying iPhone ringtone. 

10. Thoughts on instagram themes? Don’t care about them. I like mine being all over the place. 

11. What’s your favorite memory involving your siblings or parents? Any memory involving my father is my favorite. He was so much fun. 

My 11 questions:

1. Do you think your zodiac sign’s general description fits you?

2. Who do you look more like, your father or your mother?

3. What celebrity have people told you you look like?

4. If you had to define yourself using only one emotion, which one would it be? 

5. If you had to define yourself using only one song, which one would it be?

6. Do you have a favorite painter?

7. Can you describe one of the best days of your life?

8. What was your favorite TV show when you were little?

9. If you had to get a tattoo on your forehead, what would you get? 

10. If you could have one wish come true in this moment, what would it be?

11. What color do you wear the most? 

Ele é daqueles que deveria vir com um aviso, escrito: Cuidado! Ele é cheio de momentos, hora ou outra me enlouquece, me preocupa, me intriga, me instiga, me desmonta e remonta como nenhum outro foi capaz de fazer. Ele me fez descobrir sensações, me fez repensar na forma de gostar de alguém, e duvidar de tudo que eu achava que tinha certeza. Ele é engraçado, interessante, e definitivamente o tipo de cara que eu repararia no meio de uma multidão. Eu gosto da voz dele, da risada dele, da respiração dele, porra; eu gosto dele. Eu nunca achei que em tão pouco tempo eu gostaria tanto assim de alguém, eu sempre fui pela teoria de que amor leva tempo pra acontecer e florescer, mas não. Na verdade, acho que essa é uma das únicas coisas da vida em que não existem regras.  Não existe um manual pra quem escolhe amar ou pra quem sem querer (assim como eu) cai de paraquedas no meio disso tudo. Eu sei que ele é difícil, sabe? Ele é uma bagunça, tem uma bagagem enorme, e um coração maior ainda. Um coração que está magoado, eu sei, eu vejo isso, e gosto dele ainda mais, dá pra acreditar? Eu sou uma baderna e resolvi gostar de alguém ainda mais complicado que eu. Eu achava que já tinha problemas suficiente e jurei, juradinho que não me meterei mais em nenhum.  Eu estava fechada pra todas essas coisas, e confiante de que me manteria assim até ele aparecer e tirar tudo do lugar. E pior sei que a gente tem 99% de chances de dar errado, mas eu tô aqui, agarradinha no 1% doida pra ele também acreditar tanto assim em nós.
—  Tatiane Nunes.
Ela vai te fazer sorrir quando estiver bravo, vai por mim, mesmo que você não queira, mesmo que esteja morrendo ciúmes ou no seu pior dia. Ela consegue isso. Tem um jeitinho doce de dizer as coisas, não sei ao certo te explicar como todo mundo identifica isso tão facilmente, mas está lá. É o jeito que ela lida com a maioria das pessoas desde que a conheci. Você já viu alguém sendo “fofinha” nos momentos mais improváveis? Ela é assim, e é uma das coisas que eu mais sinto falta quando penso nela. Aquele sorriso de canto e o jeito como ela enruga o nariz quando precisa ser dura com alguém, é engraçado e lindo… Na verdade, o que eu quero dizer com tudo isso é que ela tem um coração bom. Eu a vi chorar muitas e muitas vezes quando tentou fazer o melhor pelas pessoas e não conseguiu, eu nunca fui capaz de dizer a ela cara a cara o quanto a admirava e me orgulhava por ela ser assim, mas você terá, muitas e muitas chances de dizer e eu espero que você não perca nenhuma delas como eu fiz. Sinceramente? Apenas não a perca, não ache que irá encontrar outras garotas como ou melhores do que ela por ai, pois eu sou a prova viva de que você não vai. Eu fui o primeiro amor dela e você tem a chance de ser o último, não a perca como eu fiz, não seja a espécie de homem que eu fui e a faça desacreditar do amor mais uma vez. Porque cara… É tão bonito o modo como ela pode amar alguém,
—  Para o novo amor dela.

H A P P Y B I R T H D A Y T O M E
2 4 Y E A R S O L D

|| ขอบคุณทุกคำอวยพร เค้กทุกอัน ของขวัญทุกชิ้น
สิ่งใดที่คุณอวยพรมา ขอให้พรนั้นจงสนองต่อคุณด้วยเช่นกัน

|| #HBD #TO #ME #Birthday #03 #AUG #2015 #VSCO #VSCOcam #ClipCrop #Alive1991 (ที่ Alive’s Planet 🌏)

A verdade é que eu tô apanhando de tudo que eu sinto por você, apanhando porque eu nunca senti nada parecido com isso pra saber como lidar. Tu chegou assim como quem não quer nada e acabou se tornando tão importante que eu quase posso te chamar de tudo. É basicamente o que você é, uma mistura de tudo que eu sempre quis com tudo que eu nunca quis ter. Confuso pra caralho eu sei, mas não posso descrever de outra maneira. Eu tô tão na sua que queria morar dentro do teu peito, eu tô tão viciada em você que fico ouvindo sua voz no meio do dia, lembrando da sua risada e consequentemente; sorrindo. Dá pra acreditar nisso? Logo eu que criei uma aversão tão grande a tudo que fosse relacionado a sentimentos, logo eu que passei grande parte da minha vida acreditando que nunca encontraria uma pessoa que me despertasse, que me transbordasse como você faz. E mesmo tendo ouvido todos os seus relatos e avisos do quão “garoto problema” você é, mesmo sabendo de quantas mil chances nós temos de fazer tudo isso dar errado, estou aqui. E pior, não consigo (e nem quero) ir embora.  Se eu posso dar errado com qualquer outro, na real, eu prefiro ficar com você e pagar pra ver.
—  Tatiane Nunes
Welcome Home (6/11) || Sendrick

Thursday couldn’t have come soon enough for Brittany. After such a long week filled with flying out to Tennessee, a whole day of press leading up to the actual CMT Music Awards, and then flying back to LA with a migraine the size of Texas, the only thing keeping her going was getting to be able to see Anna. It’d be a while - too long, she would’ve said - since she’d seen the other girl, especially after what had happened between them while they’d been in Hawaii together.  Brittany had already struggled with trying to get their “thing”, as she referred to it as, out of her head. But the way they had been talking to each other made that impossible.

After landing in LA Thursday morning, the blonde rushed around the city like a madwoman to get what she needed for the night before heading to Anna’s place. She dug up the spare key from under the mat and let herself in, changing into the “outfit” she’d brought up to Anna and putting a black robe over it before she began her preparations: ordering a pizza for the two of them (even dealing with how the delivery guy eyed her up), chilling a bottle of champagne in the fridge, and tossing a trail of rose petals leading from outside on the front steps up through the door. She checked her phone, seeing that the brunette had texted her that she was going to be there soon and doing one more lap around the house to make sure everything was ready. Brittany went through the checklist she’d put together in her head, everything from making sure the door was unlocked for Anna to come in, petals leading them to the bedroom, and lighting low (candles lit and at the ready) was prepared and in its place. She took a deep breath, suddenly feeling nervous to see Anna as she heard a car pull up in the driveway. It was a good nervous, though. One she’d been waiting to relive. Suddenly not knowing where to place herself in all of this, she awkward half-ran to the arm of the couch and sat down, rubbing her hands together while she waited for Anna to come in.