gefiori

“- Bonita fantasia - disse ele.
- Idem. Vejo que pensou muito na sua.
Seus lábios se curvaram, achando graça.
- Se você não gosta, posso tira-lá.
Bati um dedo no queixo, pensativamente.
- Essa deve ser a melhor proposta que recebi a noite toda.
- Minhas propostas são sempre as melhores, Anjo.”

                            Finale - pág 160 <3

“-O orgulho dele - disse a srta. Lucas - não me ofende tanto quanto de costume, pois tem uma desculpa. Não é de admirar que um jovem tão distinto, com família, riqueza, tudo a seu favor, tenha a si mesmo em alta consideração. Ele tem o direito de ser orgulhoso, por assim dizer.
-Isso é verdade - replicou Elizabeth -, e eu não teria dificuldade em perdoar o orgulho dele, se ele não tivesse ferido o meu.
- O orgulho - observou Mary, que se gabava da solidez de suas reflexões - é muitíssimo comum mesmo; a natureza humana tem uma inclinação especial para esse defeito, e muito poucos dentre nós não nutrem um sentimento de complacência para consigo mesmos, sob o pretexto de uma ou outra qualidade, real ou imaginária. Vaidade e orgulho são coisas diferentes, embora sejam palavras usadas muitas vezes como sinônimos. A pessoa pode ser orgulhosa sem ser vaidosa. O orgulho está mais ligado à opinião que temos de nós mesmos, e a vaidade ao que os outros pensam de nós.”
Porque eu amo esse livro; e amo o filme; e amo o Mr. Darcy também ♡ #PrideAndPrejudice #OrgulhoePreconceito #MrDarcy #trechodelivro #goodmorning #bomdia

“Eu gostaria que todos os dias fossem Halloween. Poderíamos ficar mascarados o tempo todo. Então andaríamos por aí e conheceríamos as pessoas antes de saber com elas são sem máscara.”
                                  R.J.Palacio - Extraordinário, pág 80.

“Conseguimos escutar  os outros e podemos viajar até eles sem sair do lugar, imaginá-los, e estamos todos interligados por um sistema radicular meio doido, como o das folhas da relva – mas o jogo me faz imaginar se somos realmente capazes de nos tornar os outros.”
                          John Green - Cidades de Papel, pág 297