gato da minha vida

Andei pelo caminho da entrada. Os gatos estavam espalhados por ali, esgotados. Na minha próxima vida, quero ser um gato. Dormir vinte horas por dia e esperar ser alimentado. Sentar por aí lambendo meu cu. Os humanos são desgraçados demais, irados demais, obcecados demais. Fui pra cima e sentei na frente do computador. É o meu novo consolador.
—  Charles Bukowski.

Sou confusão
Eu sou aquilo que fui
Aquilo que não fui
Sou aquilo que não sei
Que fui, que sou, que ser
Uma cama de gato mal feita
Não posso dizer onde errei
Posso dizer que
Na cama de gato da vida
Eu sou sua trouxa (de lençóis)
Minha paixão me fez perder um nó
O da noção

— Me esconda, por favor! Eu acabei de passar a maior vergonha da minha vida inteira, sério! Tinha um cara extremamente gato aqui na festa e eu, como um boa solteira, achei que seria legal tentar puxar assunto, estava indo tudo bem, até que ele decidiu pegar uma bebida pra gente, pior ideia do mundo inteiro, porque eu derrubei minha bebida inteira em cima dele depois que alguém me empurrou na pista de dança. Moral da história, eu sou uma péssima pessoa para socializar, flertar e eu preciso me esconder para sempre da mancha enorme que eu causei na camisa dele. Cabhrú liom!