garoto complicado

Estranho seria se eu ficasse horas tentando explicar o que sinto e o que penso. Na verdade, seria uma coisa inútil. Eu poderia escrever, publicar um livro ou palestrar para milhões de pessoas sobre meus sentimentos, sobre minha confusão e mesmo assim seria bobagem. Eu sou esse baú lotado de velharias empoeiras, com manchas de saudade e com um cheiro bom de café da tarde. Estranho seria se alguém me entendesse, mas já que não me entendem, não acho ruim. Sei o quanto é difícil resolver uma equação matemática. Poucos são os loucos.

Não sou o sonho de muita gente, longe disso. Não sou perfeita, sou cheia de defeitos, mas tenho lá minhas qualidades. Queria eu, ser o sonho daquele garoto, que é todo complicado, cheio das paranoias, que às vezes me manda sumir da sua vida, me manda ir embora, mas eu não vou. Eu sempre procuro um jeitinho de me aproximar dele, mas ele não ta nem ai para o que eu sinto, ele nunca se importou comigo e não é agora que vai se importar.
—  Lagrimejava.