garotas-brasileira

Pedido: Faz um com o Harry que os dois são famosos e começam a sair só que os encontros eram de madrugada e ai ele pede ela em namoro na Torre Eiffel e as fãs dos meninos odeiam ela e as fãs dela defendem e sai matérias falando mal dela mas td fica bem ❤❤ - Anônimo

Obrigada por ter feito o pedido.❤

***

Imagine Harry Styles:

São exatamente 00:00. Hora de encontrar com Harry.
Eu sou cantora, comecei minha carreira profissional quando tinha dezenove anos, descobri que queria cantar com treze anos, eu ainda morava no Brasil, quando fiz dezoito viajei para o reino unido, mais especificamente em Londres e encontrei um dos empresários da Syco que conversou muito comigo até que consegui um contrato e sem pensar muito assinei. Depois de conseguir assinar um contrato com a Syco a partir daí iniciei minha carreira. Quando tinha lançado meu primeiro álbum, algumas semanas depois foi aniversário da Syco e todos os cantores que tem contrato com a gravadora foram convidados para ir para a festa. Eu sabia que tinham muitos famosos -que inclusive eu sou fã- que tinham contrato com a Syco, mas eu nem imaginava que iria encontrar o meu futuro namorado naquela noite.

Flashback

-Vamos S/n! O carro já está esperando.
Ashley, minha assessora me avisou e eu me apressei em descer as escadas até onde o carro se encontrava.

Nem acredito que vai ser minha primeira vez com vários artistas por perto.

Ao chegar na festa, muitas pessoas bem arrumadas se encontravam na porta do local, algumas conversando, outras bebendo e algumas poucas fumando.

-Meu Deus! Esse lugar está cheio de gente que eu amo as músicas e sempre fui fã.
Falei impressionada. Logo quando entrei encontrei as meninas da Little Mix e as da Fifth Harmony. Perrie e Dinah que conversavam em um canto me viram e acenaram, me impressionou com tal ato até porque, quando que você vai imaginar que duas ídolas suas iriam acenar para você.
Fui me enturmando um pouco mais com o local, até que avistei os garotos da One Direction, e meu Deus! Liam, Louis, Niall, Zayn e Harry estavam a poucos passos de distância de mim!

-Ash, eu…eu-eu posso?
Perguntei nervosa e Ashley me olhou sorrindo. Ela sabe o quanto eles são importantes para mim (e o quanto eu tenho uma quedinha pelo Harry).

-Claro que pode, só não de um ataque de fã, eles estão calmos e despreocupados e podem acabar se assustando um pouco.
Ashley falou brincando e eu ri sarcástica.

Respirei fundo e ajeitei meu vestido antes de me aproximar. Niall está de costas para mim, Louis e Zayn estão de frente para Niall conversando entre sí, Liam está sentado em uma espécie de banquinho junto a um outro cara conversando e Harry está encostado no balcão conversando com Niall. Encostei no ombro de Niall delicadamente e o mesmo se virou para mim sorrindo o que me deixou mais feliz.

-Oi! Você é a S/n não é?
Assim que o mesmo perguntou os outros quatro concentraram sua atenção em mim.

-Ahm…sim. Eu…eu só queria dizer que eu admiro muito o trabalho de vocês e amo muito a banda.
Falei ainda um pouco tímida e Louis e Zayn se aproximaram sorrindo.

-Você é a garota brasileira que assinou um contrato com a Syco a pouco tempo né?
Zayn perguntou e eu assenti.

-Acho que já fazem quase dois anos.
Comentei e eles assentiram.

-Está gostando da festa? Não vimos você com ninguém, quer ficar aqui com a gente?
Louis perguntou educado e eu sorri mais que a minha cara. Eu não sei se foco na parte em que eles me notaram por aqui ou na parte em que eles estão me convidando para ficar perto deles. Se concentra S/n!

-Se não for incomodar vocês.
Dei em ombros.

-Claro que não, eu que provavelmente vou incomodar você fazendo milhares de perguntas sobre o Brasil.
Niall falou brincalhão e eu ri.

O homem que estava conversando com Liam aparentemente havia ido embora, então Niall pediu para que me sentasse no lugar dele para que todos pudessem ficar em um “grupinho” para conversar.

-S/n não é?
Liam me olhou sorrindo e esticou a mão para me cumprimentar.

-Sim.
Sorri.

-Eu ouvi o seu álbum e amei, poderíamos fazer uma parceria um dia.
Liam comentou. Se esse não é o melhor dia da minha vida, só vai ser quando eu me casar com o Harry, mas isso nunca vai acontecer então esse é o melhor dia da minha vida.

-Vocês fazem amigos novos e nem me apresentam né?
Ouvi a voz rouca que tanto me assombra os pensamentos -ás vezes um pouco impuros- e me arrepiei.

-Harry! Essa é a S/n, lembra dela? Quando estávamos no ônibus e eu te mostrei aquelas músicas.
Liam falou e então a sombra do garoto alto apareceu na minha frente, me fazendo levantar a cabeça e ver os olhos verde esmeralda e os caracóis castanhos.

-É um grande prazer vê-la, já que conhecer eu já sei um tanto por Niall que parece um pequeno fã seu.
Harry comentou sorrindo mostrando sua covinhas e Niall chiou. Eu não estava conseguindo processar tudo ainda, é muito difícil quando se tem Harry Styles bem na sua frente. Mas acordei do meu pequeno surto interno quando senti algo molhado e macio contra minha bochecha esquerda, Harry havia acabado de deixar um beijo na mesma.

-Quer que eu pegue algo para você beber?
Perguntou assim que se afastou, ainda meio boba eu consegui negar com a cabeça e o mesmo riu, provavelmente pelo meu jeito idiota.

-Mas então…conte um pouco sobre você, Niall tagarela demais mas às vezes eu nem entendo.
Harry deu em ombros e eu sorri.

-Tenho dezenove anos, sou brasileira e sou uma Directioner…talvez.
Falei e vi Harry rir.

-Quem é seu preferido?
Perguntou e eu tenho certeza de que minhas bochechas ficaram roxas de tão coradas.

-Não tenho um preferido, amo todos igualmente.
Respondi simples. Mas eu mesma sabia que isso foi uma meia mentira e meia verdade. Eu amo todos igualmente, mas com Harry é diferente, tudo é diferente.

-Vai, me conta, eu prometo que isso não vai deixar nenhum dos meninos tristes, estamos acostumados com isso.
Falou.

-Eu disse, são todos.
Falei e ele me encarou como quem não acredita.

-Eu vou te fazer cosquinha.
Ameaçou e eu não respondi. Harry se aproximou mais e começou a me fazer cosquinha.

-Tudo bem…tudo bem…eu falo. Meu preferido é o Niall.
Respondi e Harry parou com as cosquinhas, e Niall por ter ouvido seu nome se virou para me olhar sorrindo.

-Eu sou o que?
Niall me olhou curioso e eu corei mais ainda.

-Você é o preferido dela.
Harry respondeu com um sorriso não tão animado quanto antes.

-Eu também te amo! Vem cá me dar um abraço.
Niall falou feliz e eu o abracei.

-Eu sabia que fazia boas escolhas.
Niall piscou o olho.

Me virei e Ashley me chamava para provavelmente ir conhecer alguém ou tirar fotos.

-Acho que vou ter que ir agora.
Sorri fraco e Harry segurou em meu braço.

-Eu não sei se terei a chance de te ver de novo então…pode me passar seu número? Quero dizer, somos amigos, não somos?
Perguntou com sua covinha em seu rosto. Assenti e anotei meu número em seu celular e me despedi dos meninos antes de ir atrás de Ashley.

Flashback off

Depois daquele dia eu e Harry começamos a conversar e virar melhores amigos, ainda que com minha secreta paixão platônica por ele, somos meio que melhores amigos. Mas as fãs dele me odeiam, pelo fato de que eu era fã dos meninos e eu ainda estava começando minha carreira, elas acham que eu estou tentando ganhar fama com ele ou elas simplesmente não gostam de mim porque shippam ele com outras pessoas, mas meus fãs sempre tentam me defender e defender até mesmo o Harry que fica completamente irritado quando vê algum comentário maldoso sobre mim e infelizmente ele não pode responder.

Por isso eu e Harry temos nossa amizade publicamente, mas preferimos nos encontrar bem a noite, quando ninguém iria poder ver ou saber onde estamos. E eu confesso que é até mais divertido.

-Gostou do lugar?
Harry perguntou enquanto um garçom ajeitava os talheres na mesa.

Estamos jantando na Torre Eiffel. Você acredita? Jantando.na.Torre.Eiffel! E ainda mais com Harry, não poderia ser mais perfeito.

-Harry, estamos na Torre Eiffel! Você quer saber se eu gostei?
Perguntei talvez animada demais e ele riu.

-Eu achei que seria um lugar legal, sei lá, queria alguma loucura diferente para o nosso último encontro em Paris.
Falou e eu logo vi o garçom trazendo ratatouille.

-Você disse certo, alguma loucura. Eu nem imagino o quão difícil e caro foi alugar isso tudo.
Comentei e Harry riu de leve.

-Mas se eu posso, por quê não dar do bom e do melhor para quem eu amo?
Perguntou e eu ao me toquei do que ele havia dito quando olhei em seu rosto e um sorriso sacana brilhava no mesmo.

-Me ama?
Perguntei completamente boba com a situação.

-Sim, na verdade, desde que te conheci, você parecia uma garota muito legal e talentosa. Só fiquei com um pouco de receio porque você era nossa fã e gostava mais do Niall. Pensei que só me via como um ídolo e amigo.
Falou tímido e eu sorri, Harry está tão fofo desse jeito.

-Qual é Harry, eu disse aquilo brincando. Pensei que estivesse escrito na minha testa “Harry girl”.
Falei e ele sorriu.

-Então…talvez eu tenha uma chance?
Perguntou como quem não quer nada brincando com o garfo.

-Sempre teve, todas as chances.
Respondi e vi o mesmo pegar algo em seu bolso. Franzi o cenho e logo Harry pegou em minha mão.

-S/n, aceita ser minha namorada?
Perguntou e me mostrou um pequeno e simples anel de compromisso, mas que parecia ter sido o mais caro de todos.

-Isso é tipo um sonho de adolescência se realizando. É claro que eu aceito!
Respondi e Harry riu colocando o anel em meu dedo. Nos levantamos e eu me aproximei dele.

-Sabia que eu te amo muito?
Perguntei e ele assentiu sorrindo.

-Mas eu gostaria mais ainda que demonstrasse isso com a sua boca.
Falou colocando sua mão delicadamente em minha bochecha.

Juntamos nossos lábios em um beijo apaixonado, a boca de Harry é exatamente como eu imaginei, os lábios levemente carnudinhos e rosados, são macios e quentes enquanto se chocam com os meus, Harry teria todo o direito de se gabar por seu beijo. Depois de uns longos minutos, afastamos nossos lábios com um pequeno estalo.

-Acha que podemos assumir nosso namoro? Se você estiver bem com isso…
Harry perguntou e eu sorri por notar seus lábios um pouco sujos de batom.

-Eu não vejo problema, mas por hoje, eu só quero ficar aqui com você no nosso jantar secreto.
Falei abraçando-o. Nunca mais saio de seus braços.

-Ok.
Harry sorriu e me envolveu com seus grandes braços. E ficamos os dois observando Paris que parecia minúscula da Torre, a noite fria estava perfeita para fica colada em Harry, e a comida estava ótima.

| Dia Seguinte |

Harry e eu dormimos no mesmo quarto de hotel, estava tarde e eu provavelmente não iria conseguir dormir sozinha então o chamei e ele mais que feliz aceitou.
Ao acordar, notei que o meu celular e o de Harry não paravam de fazer barulho, chegando notificação.

Estiquei meu braço e peguei nos dois celulares colocando os mesmos no silencioso para não atrapalhar mais. Virei para o lado e só haviam cachos espalhados pelo travesseiro, me inclinei para o lado e Harry estava dormindo serenamente com a boca aberta.
Mas logo toda serenidade e paz foi cortada por um ser loiro entrando em nosso quarto.

-S/n! Você está bem?
Niall perguntou preocupado e eu e Harry -que tinha acordado assustado com o amigo- o olhamos confusos.

-Por que eu não estaria?
Perguntei e Niall virou seu celular na minha direção me mostrando uma matéria que dizia algo sobre uma briga entre meus fãs e as fãs dos meninos, e sobre vários comentários ruins que estava recebendo na internet tudo pelo namoro que eu e Harry assumimos.

Harry terminou de ler também e me abraçou, como se ele e eu dependêssemos disso para viver.

-Não se preocupe Harry, eu não ligo muito para isso. Eu já imaginava que ia acontecer todas essas coisas então meio que me preparei.
Falei passando as mãos por seus cachos e ele me beijou.

-Eu só queria que eles entendessem.

-Eu também Harry. Mas um dia eles vão.
Sorri e ele me selou novamente.

***

Espero que tenha gostado. 😘

Bem leonina, menina, mandona, linda, sabe da sina, mina valentona, fina, cheia de razão, rainha, foliona. Ela descortina o novo e bota fim na zona. Teu olhar ilumina, abomina o cafona, amazona e bailarina, toda bonitona… Ela é purpurina, skinny e pakitona, 9 da matina, um café na poltrona… Quer ser minha pequenina e pro mundo grandona… Eu gosto tanto dela, a ponto de querer tá perto, pronto não tem outro jeito de me ver sorrir é louco o efeito dela aqui…
—  É Louco o efeito dela aqui ❤
Imagine Harry Styles

Anônimo disse:

Olá. Você pode fazer que Harry casa com a SN e quando eles estão casados ele descobre que ela é uma sereia e eles ficam juntos depois de 3 anos de casados eles tem uma filha metade humana e metade sereia. Obrigada flor 😊

E aí xuxu, espero mesmo que tenha ficado do teu agrado, foi um dos pedidos mais difíceis de fazer e por isso ficou pequenininho, mas obrigada pelo pedido mesmo, me conta o que achou na ask depois. Boa leitura.

Harry P.O.V

Hoje decidimos ir a uma das praias fechadas do Brasil, S/N como a típica garota brasileira foi correndo entrar no mar, estávamos Darcy minha filha, S/N e eu.

As gotas de água pulavam a cada momento em que S/N batia seus pés na areia branca. Mas de repente ela sumiu, desapareceu dentre as ondas no mar, Darcy era uma pequena menina, não sabia nadar e foi correndo de um jeito desajeitado à procura da mãe.

- Darcy! Cuidado querida. – Gritei e ela parou.

- Olha papai, olha. – Ela me disse batendo uma espécie de calda.

Foi algo repentino e assustador para mim. Corri até minha filha que já estava acompanhada de S/N, nosso casamento de 3 anos e ela não havia me contado sobre isso. Que tipo de mulher ela seria?

- O que está acontecendo aqui? – Pergunto.

- Harry, meu amor eu só virei uma sereia. – Ela ri.

- Você está bem? O que aconteceu? – Me desespero.

- Olha papai, olha. – Darcy diz batendo a pequena calda. – É legal, muito legal.

- S/N, porque você não me contou sobre isso? – Ela se aproxima.

- Harry, meu amor, eu não sabia, descobri quando cai dentro da água, se quiser ir, eu vou entender. Pode ser difícil para você.

- Eu jamais vou deixa vocês, onde forem eu estarei junto. – Pego Darcy no colo e sinto suas perninhas. – Parece que alguém aqui é só metade. – Faço cocegas em sua barriga e ela ri.

- Pala papai, pala! – Ela diz falando a palavra para errado, a deixando ainda mais fofa.

- Vamos pra casa. Já deu de surpresas por hoje. – Ela se levanta e suas pernas reaparecem.

- Eu sempre fui encantado por você. Qual é amor, usou suas táticas comigo. Poxa, isso é injusto. – Ela ri e bate no meu ombro.

Pegamos nossos pertences na praia ao anoitecer, por mais estranho que isso tenha sido elas são minha família, são minhas sereias.

anonymous asked:

eu não acredito que meu blog favorito de pjo/desenhos do tumblr é de uma garota brasileira e eu nem sabia!!!!! socorro. (aproveitando pra dizer que sua arte é maravilhosa e espero que tu nunca pare de fazer) ❤️❤️❤️

muito obrigada, que amor!! <3 nao, nao vou parar nunca nao, unica coisa que faço magina se vou parar ahjas