gabriel-gomez

Was Jessica Parker Kennedy invited to clexacon? Rutina Wesley? Gabrielle Dennis? Reagan Gomez-Preston? Sara Ramirez? Sheetal and Lisa?

Jasika, Sarah, Aesha and the Saving Face ladies were nice, but if this continues, I hope for a more diverse panel.

Current wlw faves are all white with the exception of Sarah Shahi. That’s because qwoc roles -especially black qwoc- are few and far in between. It’s a major hole in representation. But the few we have (Pippy, Nova, Max - all black wlw characters), the wlw community just doesn’t seem interested in. Hm.

Edit: Freema Agyeman also, cannot forget her Edit 2: Sherri Saum, wow

It was a wild scene in Guadalajara as the Vans BMX Pro Cup Regional Semi-Final Qualifier took hold of the massive Montenegro Skatepark.

Riders were able to use all four bowls making for long runs and lots of tricks all over the course with an exclamation point from David Peraza pulling front and backflips out of the big bowl on over the roller.

When the dust settled it was Cauan Madona, Jose Gabriel Torres Gomez, and Caio Sousa taking the top spots and qualifying to ride at the finals in Huntington Beach.

The best moments of the 'Chelsea Lately' Finale

1). Ellen Degeneres “confronts” Chelsea for never asking her to be on the show.

2). As Chuy presented the Roundtable players, Fortune Feimster and TJ Miller came out as “The Lesbians” of the group. Amazing.

3). Sandra Bullock, Jennifer Aniston and Mary McCormack basically roasted Chelsea for dealing with her friendship. By the way Sandy slayed it…

4). …she brought out 50 Cent. *drops mic*

5). Sure 50 Cent and Miley Cyrus performed, but the Gwen Stefani led closing number featured some amazing cameos from: Allison Janney, Melissa McCarthy, Kevin Nealon, Anna Farris, Justin Theroux, Naya Rivera, Gabriel Iglesias, Selana Gomez.

Kelly Osbourne, TJ Miller as a plant, Miley Cyrus, Joel Mchale, Tim Allen, Natasha Lyonne, G-UnitAvril Lavigne who sang “she can’t go on faking every day that Chelsea cares about Kim and Kanye”…

6) With Leah Remini, Kathy Griffin, and Chloe Moretz in the background, David Grohl revealed he was Chuy’s dad. It was a cute moment because I love Chuy!

7). Oscar Winner Marlee Matlin was doing the sign language version of the song. At one point she had to perform: “so roll yourself a join and have a drink.”

8). Tim “The Tool Man” Taylor’s face:

9). I never really got a good chance to be serious and say ‘Thank you,’ but I want you to know that I am grateful for this career. Thank you very much. Cheers to you, girl!

youtube

Jack Kesy talks about Gabriel’s wee-wee at Comic Con 2014
   ↳ “I heard it makes a thud. So I’m relieved. It’s a thud.”

My Infernal Devices Cast.

Tessa Gray– Àstrid Bergès-Frisbey


Will Herondale– Chace Crawford

James Carstairs– Benjamin Barnes

Camille Belcourt– Katie McGrath


Jessamine Lovelace– Dianna Agron


Sophie Collins– Emily Browning


Charlotte Branwell– Christina Ricci


Henry Branwell– Simon Woods


Cecily Herondale– Alexis Bledel


Gideon Lightwood– Jensen Ackles


Gabriel Lightwood– Hunter Gomez


Nathaniel Gray– Garrett Hedlund


Axel Mortmain– Mads Mikkelson


Alexie De Quincey– Robert Pattinson

Thoughts?

“Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não.”

Caio Fernando Abreu.

Faz falta ter alguém que sinta ciúme da gente; que se incomode com o fato de outra pessoa tentar aproximar, que tenha medo de perder a nossa presença, o nosso carinho. Faz muita falta fazer falta na vida de alguém, ser indispensável, insubstituível, especial e único.

Querido diário, essa quinta-feira foi mais um dia comum, porém, eu não queria levantar da cama para ir a escola, pois sabia que ele estaria lá. Mas embora eu quisesse evitar novos encontros, eu precisei vestir a mascara cheia de marra, me arrumei e fui. Coloquei o perfume que ele gostava, na esperança que ele comentasse “eu ainda gosto do seu cheiro” ou “não acredito, você ainda usa esse perfume, que saudades de sentir seu cheiro”. É eu sei, sou babaca em acreditar que ele notaria isso, mas eu fui, fui com a esperança de que fosse notado.E então, eu e um grupo de amigos estávamos conversando quando ele e uma de suas fieis amigas se aproximaram… Ela, sua amiga, me pediu um abraço, eu sorri delicadamente e fui até ela, a abracei e perguntei como estava, não que eu me importasse em saber verdadeiramente se ela estava bem ou não. Ela parecia saudável, e isso era motivo suficiente pra saber que ela estava bem. Foi apenas uma forma de puxar assunto e manter eles dois ali, por perto de mim. Naquela hora eu não sabia o que queria, não sei se queria ele por perto, ou a km de distancia. Depois que abracei sua amiga, voltei a interagir com meus amigos, mas meus olhos não me obedeciam, e parece que quanto mais eu lutava para que eles não desviasse para os seus, mais vontade eu tinha de te olhar. E então, eu o olhei nos olhos, ele sorria, sorria como se nunca tivesse partido meu coração, como se fosse um anjo. Irônico… Com aquele cabelo cor de ouro e com um nome de anjo, homem forte de Deus, eu me sentia protegido só em te-lo por perto. Ele estirou sua mão esquerda, pedindo que eu lhe abraçasse, no fundo eu não sabia o que fazer, mas meu orgulho, alto ego e a bendita mascara de marra que vestir pela manhã me fizeram olha-lo de cima a baixo com cara de desprezo. Não que eu o desprezasse de verdade, mas eu precisava fazer ele sentir que eu estava bem e que já o tinha superado. Aos poucos, seus lábios voltavam a se fechar, e o sorriso desaprecia como um eclipse lunar de 5 segundos. Ele virou um pouco a cabeça pro lado esquerdo e manteve as mãos estiradas. Eu vivi nove meses ao lado de um garoto com nome de anjo, e todas as vezes que ele me pedirá algo com aquela feição de cachorro que caiu do carro da mudança, eu sedia a seu pedido, e no fundo, ele sabia que eu continuava com o coração mole, e que mesmo com todas as magoas do fim de um relacionamento que aprecia eterno, eu cederia novamente. E ele estava certo. Não resistir! Me julguem! Era o amor da minha vida com uma carinha meiga de cachorro abandonado, e com os braços estirados na minha frente. Eu dei uns três passos a frente, não me recordo bem, mas foi o suficiente para chegar até ele, e ele por sua vez, envolveu suas mãos brancas e macias em minha cintura, enquanto eu deitava minha cabeça no seu ombro. Durante aqueles segundos de abraço, sentir seu cheiro, que embora eu sentisse a todo o tempo nas ruas que passei distraído por ai, era como beber água diretamente da fonte, mil fitas passou pela minha cabeça, do dia do primeiro beijo até o dia do ultimo, numa festa qualquer seguida de mais uma de nossas brigas que resultou ao final do que era o meu “pra sempre”. Eu fiquei em duvida se o abraçava ou não, então, novamente a mascara de marra me fez deixa-lo abraçar-me só. E embora meu abraço tenha sido involuntário a sua carinha fofa, eu não o correspondi. Eu precisava mostra-lo que sou forte, e que se ele conseguiu viver sem mim durante esse tempo em que estamos separados, eu também conseguiria viver sem ele o resto da vida. Talvez, aquele tenha sido nosso ultimo abraço. Sinceramente? Eu não sei se fiz o certo em deixa-lo me abraçar, ou se deveria consentir mesmo a emoção do momento e aperta-lo com toda força do mundo. Aquele abraço poderia decidir a vida de um casal, poderia promover a paz para dois corações que pulsava com um único intuito. Poderia dizer “adeus”, mas também poderia está dizendo “sinto sua falta, volta pra mim?”.

— Adeus Agosto, mês do desgosto.

Ou você muda e fica um pouco mais frio, e aprende a disfarçar seus sentimentos, ou a vida te castiga. A escolha é sua. Eu escolhi esconder meus sentimentos. Antes eu achava que demonstrar era lindo, que isso faria as pessoas gostarem de mim, mas foi o contrario. Quando elas não sabem, elas querem ter você. Porque é como um 'jogo' que elas querem ganhar. Mas quando elas sabem que te tem, você deixa de ser interessante pra elas já que por bem ou por mal, elas te tem. Então esconder é a melhor estrategia. Demonstrar apenas no momento certo.
Eles resolveram seguir por caminhos diferentes. Não teve adeus, choros, nem dois beijinhos no rosto ou um “fica mais um pouco”. Apenas foram. Na esperança de que o destino os juntem em qualquer esquina do para sempre.
Lost in Translation

by Gabriel Gomez

The kinship with those humans
who speak directly to me
is webbed to the ceiling.
An economy of satellites, a cosmos,
where revision we think
comes without the benefit
of our witness. A peculiar time
when stars with modest faces
sleep in enormity and mirror
death like a child’s infirmity that
despite socio-economics
is still an illness,
definitive as fading paint
grossing a distant
understanding from a stain
pooled from its center
resonant of some terrific
nucleus making sense
of its own words
with the strangest electricity.