frodo e sam

Multi-Fandom (Lord of the Rings/The Hobbit, Divergent Series, Hunger Games Trilogy and Harry Potter Series): All Houses Edition.

The main heroes/characters sorted into their respective houses. For example, Lord of the Rings/Hobbit are Hufflepuff led adventures (e.g. Frodo, Sam etc.). Divergent- Slytherin led (e.g. Tris, Four…). Hunger Games-Ravenclaw led (i,e. Katniss, Rue, Haymitch…). Harry Potter- Gryffindor led (i.e. Harry, Ron, Hermione…).

Trecho de "O Senhor dos Anéis: As Duas Torres"

“[…] Gollum desapareceu. Ficou longe algum tempo e Frodo, depois de alguns bocados de lembas, se afundou na samambaia castanha e adormeceu. Sam olhava para ele. A luz precoce do dia estava apenas começando a penetrar as sombras sob as árvores, mas ele via o rosto de seu mestre perfeitamente, e as mãos também, repousando no chão ao longo do corpo. Lembrou-se de repente de Frodo deitado, adormecido na casa de Elrond, depois daquele ferimento mortal. Naquela época, enquanto vigiava, Sam notara que algumas vezes uma luz parecia emanar de seu interior com um brilho fraco; mas agora a luz estava mais visível e forte. O rosto de Frodo estava tranquilo, as marcas do medo e da preocupação haviam sumido; mas parecia velho, velho e bonito, como se o cinzelar dos anos agora se revelasse em muitas linhas finas que antes estiveram escondidas, embora a identidade do rosto não estivesse alterada. Não que Sam colocasse as coisas para si mesmo desse modo. Balançou a cabeça, como se as palavras lhe parecessem inúteis, e murmurou:

‒ Eu o amo. Ele é assim, e algumas vezes isso se manifesta, de alguma forma. Mas o amo, quer isso aconteça ou não. […]”

J. R. R. Tolkien

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres

Livro IV, Capítulo IV - “De ervas e coelho cozido”, pág. 265-266

- Mas - disse Sam, com as lágrimas brotando em seus olhos - achei que o senhor também ia desfrutar o Condado, por muitos e muitos anos, depois de tudo o que fez.

- Eu também já pensei desse modo. Mas meu ferimento foi muito profundo, Sam. Tentei salvar o Condado e ele foi salvo, mas não para mim. Muitas vezes precisa ser assim, Sam, quando as coisas correm perigo: alguém tem de desistir delas, perdê-las, para que outros possam tê-las. Mas você é meu herdeiro: tudo o que tive e poderia ter tido lhe deixo. E também você tem Rosa e Elanor; e o menino Frodo virá, e a menina Rosinha; e Merry, Cachinhos Dourados e Pippin, e talvez ainda outros mais que eu não consigo ver.

Suas mãos e suas atenções serão necessárias em todo lugar. Você será o prefeito, é claro, enquanto quiser ser, e o jardineiro mais famoso da história; e você lerá coisas no Livro Vermelho, e manterá viva a memória da era que se passou; assim as pessoas se lembrarão do Grande perigo e amarão mais ainda sua terra querida. E isso o manterá tão ocupado e feliz quanto alguém pode estar, enquanto prosseguir a sua parte da História.

                       

—Aonde o senhor vai, Mestre? - exclamou Sam, embora finalmente percebesse o que estava se passando.

—Para os Portos, Sam - disse Frodo.

—E eu não posso ir.

—Não, Sam. Pelo menos não por enquanto, não além dos Portos. Embora você também tenha sido um Portador do Anel, mesmo que por pouco tempo. O seu tempo pode chegar. Não fique muito triste, Sam. Você não pode sempre ficar dividido em dois. Terá de ser um e inteiro, por muitos anos. Ainda tem muito para desfrutar, para ser e para fazer.

(Trecho de O Retorno do Rei).

Frodo e Sam: Um Exemplo de Amizade Verdadeira.

                         

Já que hoje é dia do amigo, não pude deixar essa data passar em branco. E justamente por isso, escolhi um exemplo forte de amizade presente em O Senhor dos Anéis. Há muitas, mas em especial considero esta aqui, que mostra o quanto uma amizade pode ser forte, mudando e transformando as nossas vidas.

Juntos desde o início da história, Frodo e Sam são amigos inseparáveis. Enquanto Frodo tem uma difícil missão a cumprir e por vezes vacila, Sam está sempre ao seu lado, amparando, ajudando, dando força. Sem Sam, Frodo não teria conseguido chegar até a Montanha da Perdição e cumprir seu fardo.

Impossível não se emocionar com aquela cena em O Retorno do Rei, quando Sam carrega Frodo em seus próprios braços.

“Vamos Sr. Frodo, eu não possso carregá-lo pelo senhor, mas posso carregar o senhor!”

                          

— Estes são Altos-elfos! Falaram o nome de Elbereth! — disse Frodo surpreso. — Esse belo povo raramente é visto no Condado. Poucos ainda permanecem na Terra-média, a leste do Grande Mar. De fato, um acaso estranho!

Os hobbits se sentaram na sombra ao lado do caminho. Logo os elfos desceram por ele em direção ao vale. Passaram devagar, e os hobbits puderam ver a luz das estrelas brilhando nos olhos e cabelos deles. Não levavam qualquer luz, e mesmo assim, conforme caminhavam, um clarão, como a luz da lua que aparece sobre a borda das montanhas anunciando sua chegada, parecia iluminar seus pés. Agora estavam em silêncio, e o último elfo, ao passar, se voltou e olhou em direção aos hobbits, rindo.

— Salve, Frodo — gritou ele. — Você está fora de casa tarde da noite. Ou será que está perdido? — Então gritou pelos outros, e todo o grupo parou e se juntou em volta deles.

— Isto é realmente maravilhoso! — disseram eles. — Três hobbits numa floresta à noite. Não vemos uma coisa dessas desde que Bilbo foi embora. Que significa isto?

(Trecho de A sociedade do Anel).