filmes textos

Prometo estar com você, te dando coragem sempre que precisar, mesmo que nada dê certo no final. Fazendo-te ficar melhor quando se sentir sozinho. Contando os meus mais loucos segredos e planos. Até quando o meu coração não mais aguentar, e parar de bater.
—  Up, Altas Aventuras
Disney Films

Aries: La isla del tesoro (1950), Cupido motorizado (1968), Mulan (1998), Bichos (1998), Cars (2006), Un gran dinosaurio (2015)

Tauro: Blancanieves y los siete enanos (1937), El jorobado de Notre Dame (1996), Ratatouille (2007)

Géminis: Pinocho (1940), Hocus Pocus (1993), Las locuras del emperador (2000), Los increíbles (2004), Chicken Little (2005), Frankenweenie (2012)

Cáncer: Bambi (1942), La bella durmiente (1959), La Película de Tigger (2000), Lilo & Stitch (2002), Enredados (2010), Marte Necesita Mamás (2010)

Leo: Los tres caballeros (1945), La dama y el vagabundo (1955), La bella y la bestia (1991), El rey león (1994), Valiente (2012)

Virgo: Fantasía (1940), Los rescatadores (1977), Tron (1982), Oz: un mundo fantástico  (1985), Jimmy y el durazno gigante (1996),  La Familia del Futuro (2007)

Libra: Cenicienta (1950), 101 Dálmatas (1961), Robin Hood (1973), Hércules (1997), Dinosaurio (2000), Frozen: Una Aventura Congelada (2013)

Escorpio: La Espada en la Piedra (1963), Atlantis: El imperio perdido (2001), Tierra de osos (2003), Ralph, el Demoledor (2012), Intensamente (2015)

Sagitario: Alicia en el país de las maravillas (1951), Peter Pan (1953), El Libro de la Selva (1967), Tarzán (1999), Buscando a Nemo (2003), Bolt (2008)

Capricornio: Mary Poppins (1964), Los aristogatos (1970), Pocahontas (1995), Vacas vaqueras (2004), Up: Una Aventura de Altura (2009), La Princesa y el Sapo (2009)

Acuario: El dragón chiflado (1941), El zorro y el sabueso (1981), Toy Story (1995), Monsters, Inc. (2001), WALL·E (2008), Big Hero 6 (2013)

Piscis: Dumbo (1941), La Sirenita (1989), Los tres mosqueteros (1993), Goofy, la película (1995), Tinker Bell (2008), Zootopia (2016), Buscando a Dory (2016)



> Ofiuco <

Por mais impossível que seja das pessoas enxergarem, a minha vida não é somente o sentimento chamado de amor. Cheguei a conclusão de que você não precisa ser entendedor do amor, ter experiências maravilhosas ao lado de alguém e vivenciar tudo o que os livros, textos e filmes de romance nos trazem. Sou uma romântica incurável como dizem, eu acredito no amor mesmo que às vezes eu perca a fé de que ele aconteça comigo. Ainda assim, creio em tudo de maravilhoso que podermos ter ao lado de alguém e sim, isso é importante. É necessário que se ame, se queira e tenha experiências sozinha para aprender a caminhar com as próprias pernas e forme uma base sólida de si mesmo para que ofereça a alguém segurança, amor, carinho, cumplicidade, confiança, fé, esperança e tudo o que há de necessário para ter um relacionamento. Mas se existe um aprendizado que tive durante a vida, é que você pode amar alguém mas antes precisará se amar, se cuidar, aprender sobre si mesmo e estar em paz com seu interior, nenhum relacionamento fortalecerá suas bases sólidas e aprendizados, mesmo que eles tenham sido difíceis. Certa vez me disseram: “Não é de amor, não faz o seu gênero”. Nisso se referiam a algo que era sobre desilusão e então eu pensei, será que alguém realmente pensa que por eu acreditar no amor, em amar e ser amada, faz de mim uma pessoa que vive somente de amor? Eu sei que isso é impossível, até mesmo os românticos incuráveis sofrem, magoam e geram a mágoa. Românticos também sabem machucar mesmo que não queiram, sabem viver de desilusão, sofrimento e perdas. A infância nos cria uma barreira emocional de que o primeiro amor será o último e quando alguém lhe derrubar estará ali para alcançar-lhe a mão. Antes de acertar eu precisei errar muitas vezes, me magoar e também magoar as pessoas das quais um dia amei e as que ainda amo. O amor morre se não for regado diariamente. Mesmo cega pelo sofrimento eu um dia acreditei que jamais seria amada e fui amada. Sou amada diariamente, aprendo todos os dias as lições sobre amar mas deixo uma questão em sua mente: durante o dia, você tem noção de quantas variações de sentimentos você tem? Pense sobre seu dia e mesmo que não se lembre de tudo o que sentiu, notará que não foi um dia repleto de amor. E é assim que sua vida funciona, existem variações de sentimentos que passamos como uma montanha-russa, ninguém vive somente de amor nem mesmo quem ama com toda sua alma e coração, mesmo que algumas pessoas não aceitem não é errado sentir raiva, dor, mágoa assim como não é errado acreditar no amor.
—  Sobre o amor, Anna Paula Varella.
Lembro de já ter ficado triste por te deixar triste. Lembro de me sentir mal com isso. Lembro dos momentos em que a gente foi bobo e feliz. Lembro que sou feliz a maior parte do tempo, pelo simples fato de você existir em mim. Lembro de descobrir que um sentimento não serve para ser dito, como coisa que fica bem em filme ou texto, ele tem que ser vivido de forma plena. Lembro de não conseguir me permitir sentir tanta felicidade assim. Lembro da tua mão, que sempre acha a minha. Lembro dos teus dedos, que sempre me fazem carinho. Lembro da tua boca, que sempre me acalma. Lembro do teu rosto de menino, que me olha como se ainda fosse aquela primeira vez. Lembro de cada coisa que descubro, manias, gestos, pensamentos.
—  Clarissa Corrêa.