fasedemenina

O ruivo falou pela primeira vez numa voz de tenor distintamente delicada.
- Não, está tudo bem, Nate. Está vendo? Eles têm um na turma deles. - Ele apontou diretamente para mim, e Ian ficou tenso - Parece que não sou o único que se aculturou.
Cal sorriu para mim, então cruzou o espaço vazio, a terra de ninguém entre as duas tribos, com a mão estendida.
Eu me adiantei, contornando Ian, ignorando a advertência que ele murmurou, de repente à vontade e segura.
Gostei do modo como Cal tinha colocado a coisa. Aculturar-se.
Cal parou diante de mim e abaixou um pouco a mão para compensar a nossa considerável diferença de altura. Eu tomei a mão dele-era firme e calejada em comparação com a minha pele delicada-e o cumprimentei.
- Flores Vivas Calcinadas - apresentou-se ele.
Meus olhos se arregalaram com o nome dele. Mundo do Fogo - que inesperado.
- Peregrina - disse
- É… extraordinário conhecê-la, Peregrina. Eu pensava que aqui eu fosse único.
- Nem perto disso - disse, pensando em Sunny nas cavernas. Talvez nenhum de nós seja tão raro quanto pensamos.
Ele ergueu uma sobrancelha à minha resposta, intrigado.
- É mesmo? - disse ele - Bem, talvez haja alguma esperança para este planeta, afinal.
- É um mundo estranho - murmurei, mais para mim mesma do que para a outra alma aculturada.
- O mais estranho de todos - concordou ele
—  A Hospedeira