factor e

so pietro had a blood nose in all-new x factor #5 and apparently it was a huge struggle for me?? tbh this whole character has become a huge struggle for me every day it feels like i’m fighting a losing battle please send reinforcements also a donut

when ur a Certified Gay but u prefer an f/m ship to the popular f/f or m/m ships

A grumble slipped past your lips as you flipped over onto your stomach, reaching over to grab a pillow before you were snuggling into it. What time was it? You peeled open your eyes, squinting slightly at the rays of sun peeking in through the blinds. It was only when you sat up that you noticed the articles of clothing strewn across the floor, your brows raising as you turned to see your bra hanging on the edge of the headboard. Yes, you had spent another night at Harry’s… Which was normal when he was back in town, but now that he’d be staying put for a while you found yourself giving him frequent visits. You had a ‘we’re good friends and we just so happen to be doing not-so-friendly things’ situation kinda going on, and even though you sometimes wanted more you knew that Harry probably wouldn’t want to deal with the drama and responsibility of a relationship. (Yes, you knew it was called ‘friends with benefits’. You just didn’t like the term that much!) 

“Mm…” You winced slightly as you stretched your limbs out: Yesterday’s activities needed you to be a little more flexible than you were used to. Not that you minded, obviously. You reached over to check the time on your phone as you mentally lined up all the tasks you needed to do today. Pick up some groceries, do the laundry, clean your apartment up a little… And then you were probably going to come back to Harry’s place. Maybe you needed to pick up a couple new cheeky lingerie sets while you were at it. 

-

“Hey!” You chirped, padding down the stairs after you cleaned Harry’s room up a little and made sure everything was in your purse. Your brows stitched together at the sight of various plates of breakfast foods sitting on the kitchen island while Harry flipped the final pancake. “You made… You made breakfast…?” This was odd. Whenever you’d spend the night, Harry would never make breakfast. In fact, he was usually still asleep. You’d just tap him gently to tell him you were going to leave and he’d wave you off with a grunt before flipping onto his side. 

“Uh, yeah! I did.” Harry cleared his throat, setting the plate of pancakes on the island as well. Maybe he made breakfast for himself? It would be awkward if you sat down and began to dig in only to find out all of this food was for him. “Made it for you! For, um, for us.” Now you were a little weirded out. He made breakfast for the two of you?

“Oh! That’s..” You trailed off, a bit of an awkward tension in between the two of you. You were still a little surprised because had never done anything like this. The schedule for you had always been a) fuck, b) sleep, c) wake up, d) leave. With the additional factor of e) breakfast… It definitely messed with your schedule a little bit. 

“I mean, unless you don’t wanna eat with me. I, uh, I totally understand if you don’ want to. I jus’ thought you’d wanna nibble on something before you leave today cos I know you’ve got a busy schedule… I mean, you’re coming back tonight anyways so I- Actually, I’m not sure why I brought up the fact that you’re coming back tonight because it’s completely irrelevant to us eating breakfast together…” Harry’s cheeks were burning bright by this point, your lips tugging up in a grin at how flustered he was getting. 

“No! No, I wanna eat breakfast with you.” You sat down, reaching over and grabbing a plate for yourself before Harry was sitting down as well, the two of you sharing shy smiles. 

Breakfast with Harry was definitely part of your schedule starting now. 

+

gif isn’t mine!

Vamos falar sobre vocês: Harmonizers

// Vamos conversar? 

Originally posted by itsbttncourtbitch


Quando eu conheci Fifth Harmony em meados de 2013, eu tinha certeza que a minha vida mudaria de alguma forma. E mudou, mudou mesmo e me ensinou muita coisa,coisas que talvez eu não teria aprendido com outras pessoas. Eu sentia meu coração aparado por cinco garotas consideravelmente mais novas do que eu, que me fizeram ter um olhar diferente para as coisas da vida, mesmo que eu não tenha chegado por mais de 3 metros de distância delas.

Originally posted by im-notready

Eu me recordo de estar em Santa Catarina nas férias e observar minha prima que é Belieber (fã de Justin Bieber) e achando aquela devoção meio patética porque ela acompanhava os tweets dele, com quem ele saia ou qualquer coisa no maior estilo Camren shipper stalker que você respeita. Sabia detalhes e notícias até mesmo antes do que a mídia em massa e sabemos que sabemos muitas coisas antes da mídia em massa. Eu não entendia aquele sentimento, não quando eu estava introduzida demais no mundo real, no mundo onde o afeto por algo que inspira pode ser julgado facilmente como falta do que fazer. Mas o que não é, não é mesmo?

Originally posted by camrenillusion

Eu vi cada fase dessas garotas,  mesmo que tenha perdido alguns tempos de ouro de 2012, desde os variantes cabelos da Dinah ao crescimento como banda, de ouvir milhões de versões de Better Together ou de ouvir covers e Bo$$ antes de Worth it pensar em ser alguma coisa quando todo mundo apostava em Going Nowhere ou Reflection porque eram as únicas músicas que todo mundo sabia antes de lançarem oficialmente Reflection. 

Originally posted by just-laydown

Eu vi cinco meninas fazendo shows em Shoppings, fazendo Takeovers, tendo no máximo do cenário 5 cadeiras na maioria das vezes branca para poderem ter uma coreografia porque era barato, acessível para quem estava apenas começando, o show no Brasil mesmo em 2014, era abertura do show do Austin Mahone, porque quase ninguém acreditava nelas. 

E quando eu digo quase, você sabe de quem eu estou falando, certo?

Originally posted by afairfight

É de você Harmonizer, que assim como eu, gastou horas e dias do seu tempo acompanhando de perto essa jornada toda e se unindo para fazer com que as pessoas que admiramos tivessem uma vida melhor ou até o reconhecimento maior que nós achamos que todas elas deveriam ter. Por cada voto, cada prêmio, cada conquista que de fato elas não teriam conseguido sem nada mais nada menos do que nós. (Porque sabemos que a gravadora nunca foi algo pelo qual pudéssemos esperar algo.) 

Originally posted by fyeah5h

Então, como todas histórias que vimos por ai, tínhamos um grande medo: a saída de uma das integrantes, afinal, era o que acontecia com girlbands ou boybands whatever. E quando chegou 19 de dezembro de 2016 e isso foi de fato concretizado, eu sabia que alguma coisa mudaria nesse momento também, não só com a banda, mas todxs que a acompanhavam. 

Originally posted by hellyeahfifthharmony

Eu fiquei me perguntando muito sobre o porque eu estou cada vez mais longe de Fifth Harmony e por mais que algumas pessoas achem natural o afastamento devido a uma série de coisas, seja pelo fato de estar “crescendo” ou de simplesmente por estar cansando disso, de tudo isso.

Originally posted by skylineselfcontrol

Mas então eu comecei a notar que o problema não estava sendo com o que eu gosto, e sim as pessoas que costumavam gostar da mesma coisa que eu. Na mudança drástica que o fandom de 5h teve com a saída da Camila e tudo que ela um dia representou, não só para as meninas, mas por todos que acompanharam a história que eu suspirei e torci de perto, se transformar numa grande cenário de guerra interna, sobre quem é melhor ou sobre quem merece “prêmios” nessa fase da carreira ou até mesmo quem mantem a inocência, como se todo mundo fosse uma espécie de juiz. 

Originally posted by thatcamilanews

Eu sempre achei que o que unia todo mundo foi o amor e transformação que o grupo provocou na vida de cada pessoa, eu não sei você, mas Fifth Harmony me fez mudar a forma de encarar as coisas e sim, a Camila estava e sempre esteve incluída nessa equação e quando eu percebi que eu não estava a admirando como antes, não foi por causa dela, nunca foi. 

Foi por causa de quem gostava dela. E isso foi uma bosta.

Originally posted by 5harmonypic

Eu sempre soube que existia favoritismo dentro da banda e que Camila seguia invicta em admirações alheias, por ser sempre fofa, engraçada e ter esse jeito que a gente sabe que ela tem. A forma que ela saiu me deixou chateada sim, mas não sou ninguém para dizer alguma coisa, aliás, quem que é? Tipo, não é como se algum fã dissesse: “olha, volta porque eu não te quero fora de 5h” e bum, ela voltasse só porque alguém quis. Não, pelo amor de Deus. (Dá mesma forma que comentar Camren is real não vai fazer alguém assumir alguma coisa. Só parem.) Continuando…

Mas então eu comecei a perceber que os fãs da Camila, não de 5H, estavam tipo, comemorando a saída dela, festejando encima do enterro que estava sendo para todo mundo, a mudança que ninguém esperava que aconteceria daquela forma, não depois do sucesso de Work From Home e afins. Não com entrevistas dizendo que o 5H3 estava mais vivíssimo que nunca.  

Originally posted by adeles

Desde então eu vi Cnizers concorrendo fortemente com as harmonizers como se a história da Camila tivesse vindo do céu, como se tudo que ela tivesse conseguido na vida fosse através do talento, só do talento, não de um conjunto de talentos. Já vi absurdos do tipo dizendo que a Camila fez um favor as meninas, que se não fosse por ela, elas não teriam chegado aonde chegaram. Tipo, o queeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee? 

Originally posted by afairfight

Então comecei a pegar um nojo dessa galera, que sinto-me praticando bulimia emocional o tempo todo na cara desse povo, independente de qualquer motivo, a pessoa fala que é fã da Camila eu pego um ranço sem fim. (alias, Cnizers, não me add, não as quero.) E percebi que essa gastura, estava me fazendo mal, porque eu não queria odiar a Camila simplesmente pela legião de fãs babacas que ela tem, que preferem defende-lá a qualquer custo e ficam tirando uma onda com Fifth Harmony como se a Camila não tivesse sido eliminada do The X-Factor e quem sabe como estaria sua vida cubana-americana se não fosse por essas integrantes do mal que só querem denigrir sua imagem. ata.

Originally posted by jauregui-blackandwhite

Eu acho que, todas essas pessoas, por um dia sim, mesmo que falsamente, terem sido Harmonizers por causa da Camila, deveriam ter aprendido com ela sobre respeito. Respeito a história, respeito as conquistas, respeito, só isso. E isso vale de ambos os lados. O jeito que ela saiu de 5H foi tão babaca quanto seus fãs SIM! E não é por isso que nós, como Harmonizers, devemos ter que odiar ela, porque ela também fez parte dessa história, então devemos sim respeitar os caminhos que ela escolheu, fazer o que, o mundo é feito de perdas, horas e escolhas. 

Originally posted by camrenillusion

Então se você, assim como eu, tem visto sua paixão a prova, não se preocupe, pode ser uma fase, de fato, pode ser que você realmente prefira se afastar ou acompanhar esporadicamente as coisas e eu entendo você, entendo mesmo. Mas não deixe que outras pessoas te façam pegar raiva de alguém que você admirou muito, por causa da falta de mentalidade. Não permita odiar algo que você não sente vontade apenas olhando as atitudes das pessoas que gostam da Camila. Eu sei que dá uma vontade danada de fazer umas tour verdades para dar de remember para uns @’s mas eai? Vai adiantar? Acho que não. Mas fique feliz. Pelo menos esses embustes estão cada vez mais longe e que o twitter graças a Deus tem a opção unfollow, Allyluia, irmã.

Eu desejo amor, alegria e uma vida cheia de sucesso para Camila, porque ela merece sim, por tudo o que ela já me fez sentir. Eu a amo muito e espero que ela seja no minimo tudo que esperam de bom para ela.


Agora cnizers, sumam, ainda quero que você se fodam.

C.

Originally posted by jauregui-blackandwhite

anonymous asked:

Harry as a professor sounds so much better than an Auror/ Head of DMLE! The only thing I always wanted to know: How does Lucius cope/react? Does he adapt and act proud like "Hm yes we have always been proud of our close relationship to Harry Potter" or is he more of a "WHAT ARE YOU DOUNG TO MY HOUSE?!?" Kind of father in law

((OOC: I really like Professor!Harry but with Auror!Harry I think it really depends on the dynamics of Harry’s work and how the writer characterises him post-war.
I think I’ve read more fics that really nail the characterisation with Auror!Drarry :) And I think there’s just a greater volume of those fics too!

Hahaha wow, I find that difficult to answer because it really depends on a lot of factors e.g. world development - how did post-war society deal with ex-death eaters? Did the Malfoy’s have to pay reparations that decimated their wealth? Was Lucius returned to Azkaban? Characterisation of Draco - what has Draco’s redemption arc been? What is his relationship with Lucius now that he’s changed? etc. etc. etc.

Personally, I think firstly the history between Harry and Lucius would be insurmountable for both of them. I also think he would be pretty homophobic and have issues with Draco not doing his familial duty and producing an heir.
  
So, although I can still really enjoy fics where Lucius is involved as a father-in-law style way, I don’t think it’s the most realistic situation. 
To be brutal, I actually prefer it when Lucius is removed from the equation, either in Azkaban or passed away. There are also some great fics where the fallout from having Voldie in the Manor and perhaps more time in Azkaban have driven Lucius mad. Seeing Draco’s reactions to this are really great for illustrating his character too so….I definitely headcanon something like this more strongly.

TL;DR If you ask me about Drarry you’re going to get a rant.))

Anônimo: Amor faz um q a SN participou do The X Factor,e lá ela conheceu o Lou(ele pode ser um dos jurados)e eles viraram muito amigos,e ele vive dizendo p/ Nini q ela é prefeita p/ele,até q um dia eles se conhecem e o Niall fica encantado por ela,ai eles ficam bem amigos e ele faz uma música p/ ela,e em td entrevista q ele vai,eles pgntam se a música é pra ela(pq tem tido mtas fotos deles saindo e tals),e ele fica tímido,aí um dia ela pergunta se é mesmo e ele se declara 💖💖 obrigada desde já

— Sério, a garota é incrível -Louis dizia orgulhoso da garota que foi jurado no The X Factor que acabou virando sua melhor amiga- Você vai amá-la. 

— Ela ainda vai demorar ? -Niall perguntou comendo uma batata 

— Não e por favor não acaba com essa bandeja de batatas fritas, ela é louca em batatas.

Não demorou muito e S/n, a garota que Louis tanto elogiava chegou até a lanchonete onde os dois amigos a esperavam. 

— Demorei ? -ela perguntou jogando a bolsa sobre uma cadeira 

— Nada que não pudéssemos esperar, mas esse atraso todo foi o que ? A fama que já está em alta ? -Louis brincou

— Idiota -ela riu- Esse transito londrino é uma droga -ela puxou uma cadeira e se sentou de frente para Niall. 

— Esse é Niall -Louis apresentou o moreno para a garota- O irlandês mais falsificado que você vai conhecer na sua vida toda! 

— Prazer -ela estendeu a mão para Niall que estava hipnotizado com a beleza da garota. 

Depois de alguns minutos de conversa e muita batata frita, Niall já sabia tudo da garota desde sua idade até seus planos para o futuro, naquela noite eles se tornaram mais amigos do que imaginariam que fosse ser e o moreno não deixou de mostrar um certo interesse por S/n. 

— Niall, tenta disfarçar quando fala com ela -Louis dizia enquanto a garota se dirigia ao banheiro- Você está quase babando 

Niall lançou um dedo do meio para Louis que se divertiu com a situação. 

— Bom meninos -S/n voltava do banheiro- Eu preciso ir, já está tarde e tenho muitas coisas para serem feitas amanhã. Quanto devo ? -ela perguntou abrindo a enorme bolsa que carregava 

— Não é nada.

— Como nada, Louis ? Eu comi mais que vocês dois juntos, eu deveria era pagar tudo.  

— Ei -Niall colocou a mão sobre a mão delicada da moça- Não é nada, sério. 

— Dessa vez passa mas da próxima quem vai pagar tudo sou eu. 

— Próxima vez ? -Niall perguntou animado- Quer dizer que nos veremos de novo ? 

— E por que não ? Adorei sua companhia. 

Niall deu um sorriso espontâneo ao ouvir aquela frase e quando recebeu um beijo na bochecha como forma de despedida, sentiu seu coração sair pela boca.

Desde aquele encontro com S/n na lanchonete, Niall nunca mais foi o mesmo. Em entrevistas, os olhos do irlandês brilhavam ao falar da talentosa garota descoberta no The X Factor. 

Ele até escreveu uma música para ela em segredo. Slow Hands definia perfeitamente o que Niall sentiu por S/n desde o primeiro encontro, mas ela nunca soube dos sentimentos dele.

E lá estava ele em mais uma entrevista respondendo a perguntas sobre a carreira solo que vem seguindo desde a pausa da banda. 

— E então, Niall, quais os planos para o futuro ? 

— Eu ainda não sei direito mas tenho a total certeza que quero continuar na música. 

— Falando em música, quando teremos outro lançamento de mais musicas românticas ? Podemos dizer que Slow Hands ganhou o prêmio de música romântica do ano. De onde veio tanta inspiração ? 

O antes loiro e agora moreno engoliu seco ao lembrar da amada mas preferiu o silêncio, fazendo com que o entrevistador tivesse que pular para outra pergunta, que por coincidência também se referia a S/n. Niall no fundo era tímido e tinha certo receio de falar em público sobre assuntos amorosos. 

— Temos vistos muitas fotos suas com a revelação do The X Factor. Tem rolado algo entre vocês ? -enquanto o entrevistador falava, o telão ao fundo reproduzia fotos dos dois feitas por paparazzis 

— Ah, ela é uma garota incrível mas não somos nada além de grandes amigos. 

— E onde foi que você a conheceu ? 

— Nós tínhamos um amigo em comum que nos apresentou e acabamos nos dando bem. 

Os olhos dele brilhavam ao falar de S/n, ele não conseguia esconder tamanho orgulho que sentia da amiga/amada, que estava ganhando o mundo desde sua audição no programa de talentos.  

— E agora para terminar, poderia cantar Slow Hands ? Nosso twitter está enlouquecido com pedidos por essa música. 

— Claro -o irlandês sorriu e pegou o violão em mãos 

Niall começou a cantar a música e olhava para a câmera como se estivesse olhando para S/n ali na sua frente. Ela o inspirava e mesmo não estando por perto, ele sentia ela ali, sentia como se estivesse cantando para ela. 

— E a pergunta que o você enrolou e não respondeu, quem te inspirou nessa canção ? -o entrevistador perguntou novamente após Niall terminar a performance 

— Bom -ele suspirou e decidiu contar a verdade- Por incrível que pareça e talvez coincidência porque estávamos falando dela alguns minutos atras, Slow Hands foi escrita pensando em S/n 

A plateia que acompanhava a entrevista fez uma espécie de O em coro, enquanto o entrevistador se sentia orgulhoso de conseguir tirar do cantor a garota de Slow Hands. 

— Então podemos dizer que tem algo entre vocês ? 

— Não, não tem mas se me permite, eu gostaria de dizer algumas coisas. 

— Claro, a vontade! 

— Eu não sei se ela está vendo essa entrevista, ou se chegará a ver mas eu sei que isso vai viralizar -ele riu- Mas desde que eu a conheci na lanchonete, eu senti como os adolescentes dizem “borboletas no estômago”, ela é incrível, tem um talento sem igual e uma beleza de deixar qualquer um louco. Então se você estiver assistindo essa entrevista S/n, Slow Hands é para você e descreve tudo o que eu tenho vontade de lhe dizer pessoalmente. Agradeço imensamente Louis Tomlinson por me apresentar a um anjo como você. Você vai longe, querida e eu te desejo toda sorte do mundo! S/n, minha garota de Slow Hands. Can’t you tell that I want you, baby? Yeah -ele terminou a declaração com um trecho da música 

A plateia fez uma espécie de “awn”, o entrevistador ficou surpreendido com a revelação do irlandês e Niall mal podia esperar para que a amada assistisse a entrevista, o que ele não imagina, é que no momento em que ele se declarava, ela estava assistindo essa entrevista ao vivo de sua casa.

    There is one small thing I have yet to fully discussed, due to the mystery of Alex’s origins and whatnot we are not sure of the depth her records actually have. If anything, the information can be false and only the bare minimum. Previously on my archive, I did headcanon her full name was Alexandria but, as I’ve been incorporating the presence of her mother strongly into her backstory Id did a little change. Alexandros is her full name, but her mother often called her by the feminine rendition. Alex’s mother did not really care for a western name for her first born, in fact, she wanted to name her “Mingxia” but went with her husband’s wishes.

   It is Alex’s middle name though, but was lost in the documentation all together when she was migrated to Ergastulum. Alex does not remember her full name, she bitterly jokes it is a miracle she even remembers her name all together. Yet, she seems to instantly shut herself in tightly whenever she hears Cantonese spoken as if she is trying very hard to recall something but cannot. It is the vague voice of her mother, calmly and lovingly talking to her– a voice that she can hear but at the same time, cannot. It makes her yearn for something, the unconditional love she remembers and misses so much. She will stand listen, looking like a lost child with nostalgia in her eyes.


DISCLAIMER

  • Las opiniones aquí vertidas son subjetivas y basadas en experiencias propias.
  • Pueden encontrarse generalidades a las que siempre se dan excepciones.
  • Sois libres de debatir de manera constructiva y respetuosa la opinión que tengáis con nosotros.

El síndrome de burnout se define como un padecimiento que, a grandes rasgos, consistiría en la presencia de una respuesta prolongada de estrés ante factores emocionales e interpersonales que se presentan en el trabajo, que incluyen fatiga crónica, ineficacia y negación de lo ocurrido.

Desde que comienza la construcción de un foro los administradores están bajo la lupa, no únicamente de los futuros usuarios, sino de la comunidad en general.

Damos por sentado que existen toda clase de administradores negligentes, déspotas, tiranos, perezosos, desinteresados, los que desaparecen, irrespetuosos… y la lista podría seguir. Todos aquellos que hemos pasado un tiempo en este hobby hemos vivido alguna experiencia de este tipo. Sin embargo, vamos a centrarnos en aquellos administradores que tratan con mimo su idea, su plataforma y a sus usuarios. 

Pongámosle nombre, el Administrador Comprometido.

En el momento en el que alguien lanza su idea al mundo, bien sea a través de un tumblr de promoción y ayuda para valorar cómo sería acogida o directamente en el propio tumblr que ha creado para tales efectos, empieza el estrés. Enfrentamos las primeras preguntas de usuarios curiosos: “¿Quiénes sois?, ¿de dónde venís?, ¿qué intenciones tenéis?” O los primeros rumores en diversas plataformas de promoción: “Esta administración abandonó tal cosa, son usuarios despechados de otro foro”. Y se comprende, como bien hemos dicho, el hecho de que nos guste prevenir cuando ya hemos pasado por malas experiencias, pero… ¿comprendemos lo que supone esto para el Administrador Comprometido? Esos rumores pueden no tener nada que ver con su modo de trabajar, esos fracasos anteriores pueden existir, pero al igual que los de nosotros como usuarios (tener que abandonar pjs, tramas, personajes que no nos cuajan o nos dejan de motivar) no tiene por qué condicionar el futuro del proyecto.

Una vez abierto el foro, se inicia otro frente. Las sugerencias (y en algunos casos nos atreveríamos a decir más bien exigencias) de adecuar la estética del foro a lo que le gusta a cada usuario, los comentarios de si hay o no integración, si hay o no un nivel aceptable de actividad, si hay o no movimiento de cara a la evolución de la trama general. Mientras tanto, nuestro pobre Administrador Comprometido se dedica a hacer lo que puede sin renunciar a los principios de su idea inicial, se mueve, publicita, afilia, planea eventos… ¿y cuándo disfruta de su foro?

Y aquí es cuando se produce el Síndrome del Administrador Quemado. Tras haber invertido tiempo y esfuerzo, planificado y cuidando una idea, una promoción coherente, un diseño, un plan para que el foro tenga actividad, tras lidiar con quejas, rumores y otros asuntos, ya no le queda tiempo para él. Nuestro Administrador Comprometido pierde las ganas de rolear e incluso de implicarse en su propio foro, porque el estrés ha superado todos los límites.

Tengamos en cuenta que pese a todo, el Administrador Comprometido (o negligente también, hay que reconocerlo) no deja de ser una persona que siente y padece. 

Como usuarios, nunca vamos a ganar nada si sobrecargamos a la administración, puesto que el desenlace más probable para esta historia es que el foro acabe a la deriva más temprano que tarde. Quedándonos a la deriva como usuarios también.