expressar

Ele é mais mais que um seguidor, mais que um amigo, mais que um melhor amigo, mais que um irmão, mais que minha paixão… Ele é mais do que qualquer coisa que eu possa tentar expressar o que ele é pra mim.
Ele faz falta.
Ele foi embora, do dia pra noite, simplesmente sumiu. Ele deixou saudades, deixou lembranças boas e um sentimento imenso dentro de mim, que não tem definição.
Se ele estivesse aqui, ia saber exatamente o que eu preciso ouvir. Se ele estivesse aqui, ia dizer que sou linda e que ama meu nariz gigante. Se ele estivesse aqui, ia fazer meu choro cessar e ia fazer eu abrir um sorriso de orelha a orelha. Eu queria que ele estivesse aqui.
A saudade aumenta todos os dias, a falta que ele faz ninguém fez. Às vezes parece que foi um sonho bom, um anjo um dia me amou.
Queria dizer a ele o quando ele me mudou, o quando eu o amo. Queria saber onde ele tá, se esta atacado da sinusite, se ando tomando remédio direito, se colocou casaco antes de sair, se tá se cuidando como eu cuidava dele.
Ele faz falta.
Queria contar a ele tudo o que aconteceu nesse tempo que ele esteve fora. Queria contar a ele coisas banais que aconteceram no meu dia, como quando uma moça me parou na rua pra falar de onde minha roupa veio, ou como quando eu ajudei uma senhora a atravessar a rua e por isso perdi o ônibus, ou como quando comi um lanche maravilhoso em um boteco qualquer. Queria contar a ele a minha vida, e como ela foi triste sem ele. Queria que ele soubesse que a minha vontade de ir atrás dele me enlouquece todas as noites que boto a cabeça no travesseiro. Queria que ele soubesse meus planos mirabolantes de ir pra cidade dele e ficar na porta da faculdade quanto tempo for necessário até ele passar por mim.
Porque ele foi embora? Porque não me avisou? Ele tá bem? Onde ele está? Será que ele pensa em mim? Será que ele ainda gosta de mim? Será que ele lembra da nossa promessa de nunca desistir um do outro?

Ele faz falta…

—  Uma carta para Murillo. (Bárbara Rosales)

anonymous asked:

Já se sentiu burra ao ponto de não conseguir expressar o que está sentindo? Eu sou a sim, não consigo expressar o que sinto.

Eu também! É tudo tão confuso…
Me adicionem no snapchat: vtncnanda

anonymous asked:

Olá! Primeiramente tenho que dizer que sou fã do seu blog! Acompanho ele desde o começo do antigo blog! Bom, preciso da sua ajuda. Não consigo expressar reações e sentimentos ao longo dos capítulos da minha historia, ás vezes até "consigo", mas fica aquela coisa vazia sabe? O que eu faço? Tem alguma dica?

Leitores antigos, amo/sou. <33 Obrigada por aguardar, essa semana foi corrida para mim. 

Escrever sobre sentimentos sem sentimentos dentro da gente é uma coisa bem difícil. Tanto é que muitas pessoas só conseguem escrever quando estão muito tristes ou muito alegres. Tente se inspirar de acordo com o clima da história através de música, filmes, séries ou até ler coisas parecidas. Se você não estiver no feeling que pretende escrever, vai ser realmente complicado sair algo que soe real. No meu caso, o que me ajuda mesmo é ouvir música e ler trechos similares a cena que pretendo escrever. Até que eu entre no clima da cena, faço rascunhos aleatórios para me “aquecer”.

Ou talvez você não esteja tão na cabeça do personagem assim quanto pensa. Tente imaginar como você se sentiria nessas situações, depois imagine como seu personagem se sentiria. Às vezes, na pressa de colocar logo as ideias no papel, esquecemos que estamos tratando de pessoas reais, ou é isso que queremos que os personagens se pareçam, mas acabamos lidando com eles como se fossem objetos inanimados. Por isso a reescrita é importante, para que a gente reconheça esses erros e possamos corrigir (ou acrescentar, como é no seu caso). 

Quando você conhece seu personagem a fundo, não há a necessidade dessa troca de papéis, isto é, sair do personagem, se imaginar no lugar dele e depois fazer a releitura. A coisa é automática. Mas claro, para isso acontecer, requer prática e exercícios que lhe ajudem a ficar ainda mais íntima de seus personagens.

De qualquer forma, se inspire. É difícil criar coisas cruas na nossa mente. Quanto mais referências tivermos sobre o assunto, melhor.

Não é porque deixei de me expressar, que parei de sentir. Às vezes, apenas nos cansamos de saltar os degraus da escada e torcer os pés, sabendo que não iremos chegar a lugar nenhum. Em vez disso, optamos descer um por um, deixando de lado a pressa e o medo de se perder, aprendendo que nem tudo na vida vale a pena ser conquistado. É uma pena, pois muita coisa não volta e a vontade imensa de ser e estar com alguém também se vai. Mas é assim… neste mundo, os sonhos e as ambições costumam desaparecer antes da morte.
—  Emerson Mollin
É difícil tentar pôr palavras para fora de si quando nem você mesmo sabe o que dizer, expressar ou falar. Tem dias que não sabemos o que sentimos. É simplesmente uma mistura de coisas, memórias, fatos e acontecimentos. As vezes a única coisa que queremos é não sentir. Muitas vezes, essa é a melhor saída. Os pensamentos nos deixam loucos.
—  Coração de tinta.
É difícil tentar pôr palavras para fora de si quando nem você mesmo sabe o que dizer, expressar ou falar. Tem dias que não sabemos o que sentimos. É simplesmente uma mistura de coisas, memórias, fatos e acontecimentos. As vezes a única coisa que queremos é não sentir. Muitas vezes, essa é a melhor saída. Os pensamentos nos deixam loucos.
—  Coração de Tinta