eu superei

Foi de longe a cena mais engraçada da minha vida. Ela chegou com aquele sorrisinho bobo no rosto e um jeitinho todo menininha-meiga-e-bonitinha que eu já conhecia e me falou baixinho: Sinto sua falta. E eu, que quase não sou sacártisco, retribui: Que fase. Eu te superei faz tempo.
—  I don’t care… Not more.
Sabe quando você começa a gostar tanto de alguém que, involuntariamente, não faz questão de saber das outras pessoas, das outras coisas, do resto? Acho que isso todo mundo sabe, quer dizer, eu acho que sim. Porque não estou falando de amor, mas eu queria que fosse. Porque se eu falasse de amor, significaria que eu teria um. Há um tempo atrás, me dediquei a amar uma pessoa, depois de muito tempo lutando para esquecer outra. Sou pura confusão, eu não sei como é possível ser assim. A verdade é essa, a gente busca algo que nos faça bem. Embora haja risco, mas quem liga? Parecia uma doença, mas eu não sabia o nome. Eu a amava tanto, que, se fosse possível, iria para o inferno por causa dela. A amei tanto, que ela resolveu ir embora, supostamente assustada. Mas, isso foi bom. Abriu meus olhos, depois de todo o processo para ficar em pé novamente. Doeu tanto, ardeu por dias, senti a falta dela por meses que achei que não superaria essa. Mas, não era amor, era loucura. Ela, às vezes me inspira. Porque, embora eu tenha uma certa dificuldade em me expressar, quando escrevo, eu sei que no fundo é pra ela. Mesmo que ela não saiba, não leia, não encontre nossas histórias sendo narradas por outras bocas. A gente fica vulnerável quando começar a gostar demais, quando corre o risco de virar amor. Você torce para sair dessa sem se machucar tanto. Dessa vez, não deu. Às vezes, me lembro dos hematomas, das noites em claro e das olheiras como brinde fazendo parte do ciclo. Ela desapareceu e me fez esperar, porque disse que um dia voltaria. Eu me apeguei aquelas palavras que ela me disse, mas agora esqueceu. E eu não esqueci. Mas, superei. Hoje, gosto mais de mim. E um pouco menos dela.
—  Back at her, stupid.
[…] Mas nisso tudo tem uma palavra que tira o ar. Superação. Ah essa palavra é a melhor de todas (depois de reciprocidade, claro), chega me alegra o coração, s-u-p-e-r-a-ç-ã-o, s-u-p-e-r-a-r, s-u-p-e-r-e-i. Tem gosto de liberdade, de voo livre. Dizer “eu superei”, não tem preço.
—  Vomitei Borboletas Mortas.
Hoje eu não senti saudades. Nem vontade de partilhar algo importante contigo. Hoje eu não disse o quão maravilhoso você é, e como eu sou louca por você, pra ninguém. Nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas olha só, chegou. Eu ainda te amo hoje, só que não é algo que eu desejo mais, ter você pra mim. Eu superei, da pior forma possível, mas superei. Hoje eu me olhei no espelho e sorri, mas não foi por lembrar de você, foi por perceber que o meu sorriso não precisa de você como motivo pra aparecer.
—  Milena Borges.
Talvez você não saiba, mas eu sempre vou lembrar de você, sempre. Mesmo que passe anos e anos, você vai ocupar um pedacinho de mim. Caramba, você foi o meu primeiro amor, a primeira pessoa que eu falei “Eu te amo” (Eu não costumo falar isso pra qualquer um, acredite). A pessoa que eu esperei por tanto tempo , mesmo sendo tão menina ainda, rs.
13 anos, e fui inventar de brincar com o amor, mas olha!
Mas o tempo passou e eu decidi dar uma chance pro amor, pro nosso amor. E eu dei. Dei o meu melhor, eu sei que sim. E não é atoa que fiquei toda quebrada. Mas tudo bem, é bom saber que as dores são superadas rapidamente. Com a ajuda de Deus, é logico. Sem ele eu nem sei como eu estaria agora. Mas meu amor eu cresci, amadureci e sei que Deus tem algo melhor pra mim. E pra você também. Não tenho mais raiva de você, muito menos rancor, mas também não tem amnésia, portanto não esqueço. A gente só perdoa, isso já ameniza muito. Mas como posso falar mal ou difamar alguém que já me fez feliz, mesmo que por pouco tempo? Só que, me desculpe a grosseria, mas eu não penso JAMAIS em voltar pra você, nós dois somos um erro. É, um erro que eu não pretendo cometer novamente. Eu não seria tão burra! (Me perdoe a expressão). Vou esperar a pessoa certa. E sei que vai ser bem melhor assim. Só desejo que se cuide, porque eu tou me cuidando muito bem :)) Obrigada pelos momentos felizes, e pelas “decepções” me fizeram amadurecer bastante, pois se não fosse elas, eu não seria o que eu sou hoje. E saiba, que todas as noites oro por você, pra que você seja tão feliz, como eu também desejo ser.
— 

Nós não somos amigos, nem somos inimigos. Somos apenas estranhos com algumas memórias. 

Mesmo que eu não queira eu ainda tenho esperança, tem dias que eu simplesmente digo para eu mesma “ah foda-se, tu não pode continuar se matando por alguém que está seguindo sem você”, mas tem dias que eu me pego implorando para qualquer Deus que esteja me ouvindo por uma única mensagem tua dizendo “hey, não tô dando conta da falta que você me faz, fica comigo”. Tem dias que eu penso “Já superei, quem era ela mesmo?”, mas em outros só consigo ficar na cama e escrever textos para você que nunca serão lidos. Tem momentos que eu quase grito para eu mesma “você é incrível, ela quem perdeu”, mas em outros momentos eu só consigo pensar em como estou sendo burra por te deixar partir. Minha mãe me disse por esses dias “você não pode ficar esperando alguém que nunca vem, quando tem alguém que está do seu lado agora”, mas eu acho que ela não consegue compreender nem um terço do quão bem você me faz só por me desejar bom dia ou boa noite, acho que ela não entende a imensidão do que eu sinto por você, não entende do que eu seria capaz de fazer para te ter ao meu lado. E os meus amigos, esses pouco compreendem a loucura que tem sido habitar nesse corpo que já não é visitado pelo teu cheiro e teu abraço. Eu lembro de você em casa cômodo da minha casa, eu lembro de você em cada festa que eu vou, eu lembro de você toda vez que me olho no espelho, eu nunca fui tão de alguém como fui sua e acho que nunca mais vou conseguir ser de outra pessoa, me pergunto o que mais poderia fazer para te ter de volta, mesmo que nunca tenha uma resposta.

A dor emocional que eu sentia naquele dia era maior que qualquer dor física, depois de muitas brigas com ele, horas sem conversar, eu tomei uma decisão. Era hora de terminar o que não dava mais certo. Escrevi um daqueles famosos textos clichês e na hora, tomei a decisão, deixei de lado, todos os meus sonhos ao lado dele, todas as lembranças que fizeram parte, deixei o orgulho de lado, e enviei. Meu mundo caiu, eu não sabia se era o certo, no momento, parecia ser. Ok, era definitivamente o fim. Em meio às coisas boas, à também as coisas ruins. Finalmente, consegui me colocar a cima de toda essa confusão que ele me causava, consegui olhar para tudo isso e não sentir a necessidade e ver como eu e minha felicidade somos mais importante que toda a dor que eu sentia. Claro, eu sei que não sou de ferro, eu iria ter recaídas em pensar nele, só o fato de ouvir sua voz e ver o seu sorriso se dirigindo a mim já me faziam querer ama-lo mais do que nunca, mas, naquele momento, eu podia dizer que aprendi não necessitar da sua presença, aprendi a não desejar ser a dona do seu sorriso a cada segundo do meu dia, aprendi que a vida continua. Como eu estou? Não posso dizer que fiquei completamente triste, por que não fiquei, e a felicidade também não me descreveria no momento, então apenas digo que eu estava normal, juntei minhas forças pra suportar tudo, pronta pra seguir em frente, mas eu sabia que, eu frágil do jeito que eu sou e frágil do jeito que eu. estava, minhas recaídas não iriam parar, mas eu realmente não me importava, a gente só aprende a levantar de cabeça erguida após várias vezes termos nos encontrado no chão, sem rumo e sem alguém para nos levantar, mas acredite, cada vez que estive no chão me tornaram mais disposta para levantar e seguir minha vida, recomeçar meus caminhos e reescrever minha história e dessa vez, sem ele. Se passaram semanas, fui lutando contra as recaídas que surgiam hás 2 ou 3 horas da madrugada. O cérebro insistia em lembrar coisas que o coração insistia em esquecer, eu me lembrava de todos os momentos agradáveis que me faziam querer voltar no tempo, e lembrava de todo os momentos ruins que me faziam querer esquecer tudo isso de uma vez. Eu sorria quando a vontade era chorar, e dizia para todos que perguntavam “Eu superei.” Mas de verdade? Aquilo partia meu coração, era como se eu estivesse levando uma surra no peito, só me trazia mais vontade de te querer de volta, mas eu pensava: “Porque insistir em algo que não dava mais certo? Porque insistir em algo que só me machucava e me fazia querer sumir?” Eu olhava casais felizes, sorrindo um para o outro e me fazia lembrar ele, o famoso “ele”. Me fazia lembrar que em meio à turbilhões de coisas ruins, em meio as vezes que nós acabavamos se machucando só pra ver se toda aquela dor cessava, nós também éramos felizes. Eu escutei por muito tempo: “Vocês eram tão lindos juntos”; E eu dizia baixinho: “ Eu concordo.” E é quem é que eu estava tentando enganar com toda aquela história de que eu havia superado? Meu coração se partia ainda ao lembrar dele. 2 meses e meio depois. Lembrar dele já não era algo mais constante, já não me dava saudades e eu não tinha recaídas, não mais. Eu conheci outras pessoas, senti outros sentimentos e entendi que quando duas pessoas nascem para ficar juntas, elas ficarão juntas. É o destino. Não adianta contrariar ou insistir em algo que não vai dar certo. Não é homem nenhum que irá te fazer feliz, é você mesma. Cansada de borrar o rímel, porque afinal, não é barato para ficar gastando com qualquer idiota que machuque seu coração. Os dias de sofrimento viraram apenas lembranças que já não venham a tona igual antes e aprendi que, o tempo resolve tudo, nada é eterno, o sofrimento é inevitável, mas não é para sempre.
—  Naiara, colaboração de Drinkerofstars.
Quem ama, volta? Então você volta né?

Hoje a saudade veio mais forte, não pense que nos outros dias eu não sinta sua falta, eu sinto sim, mas hoje ela veio pra acabar comigo.
Eu acordei 03:00 horas dá manhã, procurei me distrair mexendo no celular, mas a única coisa em que eu conseguir fazer foi pensar na gente.
Eu não olho nossas fotos, mas hoje eu olhei, eu não olho nossos vídeos, mas hoje eu olhei, eu não chorava mais, mas hoje eu chorei.
Essa dor de desistir dá coisa em que eu mais amo, tá acabando comigo, mas sabe? Você não me dá escolha, porque a única coisa em que insiste em fazer, é me machucar, e sempre me falar um não, e apostar no tempo, o tempo trás aquilo em que a gente mais quer, e por enquanto eu ainda te quero.
Lembra domingo? Quando a gente conversou e você me perguntou se eu tinha te esquecido? E você disse que eu superei rápido? Eu menti, você tá aqui, dentro de mim.
Eu lembro, da sua risada, que é a melhor do mundo, eu lembro do seu beijo, eu lembro do seu abraço, porque ele me protege, eu lembro de tudo, tudo o que vem de você.
Suas manias bobas, seu jeito grosso, e ao mesmo tempo carinhoso.
Eu não sei se pensa em mim igual, igual eu penso em você.
Não sei se tá me esquecendo, ou está pedindo pro tempo me trazer de volta, eu peço isso todos os dias.
Volta logo, me manda uma mensagem, eu tô te esperando.
Eu te amo.

- Bruna L. Pieri

Eu superei. E olhando nos seus olhos eu posso te dizer isso. Eu superei aquele amor idiota que sentia por você, é engraçado porque há uns 2 meses atrás eu jurava que nunca iria te esquecer. Pensei que nunca conseguiria superar sua presença, seu sorriso, seu jeito de andar, seu jeito de mexer as mãos enquanto conversa. Eu jurava a mim mesmo que não iria conseguir ver você com outra pessoa, e hoje você tava com uma menina abraçada. E pela primeira vez senti pena dela, e principalmente de você. Hoje você me perdeu, e não adianta correr atrás de mim, porque nada irá mudar minha opinião sobre seu caráter idiota. Mas, se um dia eu tiver a oportunidade de te agradecer, irei agradecer por ter me mudado, ter mudado meu jeito de pensar, você me fez sofrer, e eu cresci, talvez até amadureci em relação a todos os sentidos da minha vida. E hoje eu termino mais uma fase da minha vida, você é passado. E pode ter certeza, hoje é o dia mais feliz da minha vida.
—  No meu tumblr não tem mais posts pra você. - Mariana
Aí o telefone toca, eles me olham e eu digo que não, tudo bem. Que agora já te superei. Porque eu me tornei uma fortaleza gigante de ossos cascudos e ingrimes tentando aguentar o baque do amor estrondando em todas as paredes do meu peito. Que de hoje em diante a vida vale a pena, que mesmo morrendo um pouco e evitando o agora, foi melhor assim. Que a partir de hoje a minha coluna vai estar ereta, que os meus olhos vão conseguir ver o brilho no mundo de novo, que tudo bem estar destruído assim. Porque você foi, e não volta.
—  Ciceero M.
Você me ensinou a amar. Me tratou como única na sua vida, até quando quis. Depois de um certo tempo, eu senti meu mundo desmoronar. Tudo aquilo que eu acreditava, todas as minhas certezas, foram destruídas por sua causa. Me entreguei, te dei amor e em troca disso recebi indiferença. Fui machucada de todas as formas que o ser humano possa conhecer. E por mais que eu tenha sofrido estando contigo, desistir de você foi muito pior. Porque eu te amava. E sabemos que amar não é fácil, porém, se valer a pena, não é impossível. Mas não valia a pena insistir em nós e até que eu percebesse isso, sofri, senti sua falta, me isolei e desejei que essa dor fosse embora e trouxesse seu amor de volta pra mim. Só que eu superei. Aprendi a me valorizar e dar valor à quem realmente merece. E te digo que não poderia ter feito escolha melhor. Sobrevivi e hoje eu sou feliz. Porque eu me amo e encontrei alguém que me ama também. Que me valoriza e ama até os meus defeitos. Que está ali sempre que preciso. Que cuida de mim e me faz sentir única. E mesmo que amanhã tudo acabe, terá valido a pena, e dentro dos nossos corações será eterno, porque, quando o sentimento é mútuo, o amor nunca acaba.
—  De amores rasos eu já estou cheia. Baseado na história da Stephanny.
Eu superei, eu juro

mas quanto ando na rua é o seu rosto que eu quero encontrar,

quando eu escuto uma música é você que eu encaixo nela,

quando acordo você é o meu primeiro pensando,

quando vou dormir é com você que eu sonho.

é, talvez eu não tenha superado.

Gabrielly S.

Eu esqueci você

Ainda te procuro em todas as redes sociais, mas tudo bem, porque eu esqueci você. Eu ainda choro de madrugada pensando em quanta falta me faz não te ver, mas não importa, porque eu superei você. Eu ainda escrevo pensando em como seria te esquecer, porque eu preciso mentir pra mim mesma, porque a verdade é que…Eu não esqueci você. 

Anônimo.

Eu te superei já faz tempo. Mas sabe, até que eu gostaria de recomeçar contigo novamente, só para ter o prazer de te encarar e dizer “Não estou mais afim, terminamos aqui. Faz assim: Supera aí.
—  Allax
Não existe mais um “você”, eu já superei essa história. Não tenho mais alguém para amar e escrever coisas bonitas a respeito, não estou amando ninguém e isso é um saco. Precisamos disso, é o que nos torna mais humanos, é o que nos mantem sadios ou nos enlouquece de vez mas é ótimo. Preciso de alguém para amar e escrever poemas a respeito, não amar ninguém está partindo o meu coração.
—  Criando Conceitos