eu sei ' '

não quero terminar isto dizendo que quis muito fazer dá certo. não quero ter motivos para te largar e nem para você me largar, não quero ser deixada falando sozinha ou desligar o telefone na sua cara. eu quero que seja simples como tudo que eu escrevo, entendeu? quero que a gente seja bom, seja suficiente. não quero terminar isso e não quero terminar isso chorando. seja aquela coisa bonita que um dia fomos. a gente se perdeu muito pra chegar até aqui, perdemos o mapa, era tarde e ninguém deu carona, não estraga. por favor, não estraga.

october, 1994

Eu sei como é se segurar e deixar para chorar só quando ligar o chuveiro, assim ninguém percebe. Eu sei como é refletir sobre a vida antes de dormir e se certificar de que ninguém está ouvindo para começar a soluçar. Eu sei como é sofrer tão dolorosamente que as vezes você precisa fingir que vai ao banheiro, ou beber água, apenas para lavar o rosto e se recompor. Eu sei como é ter os olhos úmidos e aquele medo de que não seja forte o suficiente para segurar as lágrimas quando está em público. Eu sei como é sentir aquele nó enorme na garganta, que te sufoca, até que você cede e chora. Eu sei como é sentar na cama, pegar o travesseiro e chorar tanto, mas tanto, que se surpreende com o rio que terá que esconder da sua família. Acredite, eu sei como é tudo isso.
—  Desconhecido
Eu seria capaz de trocar o resto dos meus dias, por um dia no passado. Eu seria capaz de sacrificar todos os possíveis momentos de felicidade só para relembrar o gosto do seu beijo. Eu seria capaz de trocar futuros amores por mais um dia ao seu lado. Eu seria capaz de dar tudo que tenho por você.
—  Coração de aço.
Eu sei que eu não sou a melhor pessoa do mundo. Eu não tenho muito a oferecer a não ser minha chatice e minhas implicâncias. Mas eu também tenho um coração cheio de orgulho e de você, caso esteja interessado. Eu sei que as coisas andam difíceis; sei que minha chatice se torna quase que insuportável em alguns dias; sei que essa saudade que a gente vai guardando vai nos machucando aos pouquinhos até que a gente se veja e alivie tudo um pouquinho; sei que tudo não é como deveria ser; sei que nós dois temos passado por algumas coisas não tão agradáveis, no entanto, coisas que – falando por mim – eu já teria cedido á derrota sem você por perto. […] Eu vim pra lhe dizer obrigada. Por me aguentar, principalmente. E por me amar também, porque se não amasse não aguentaria. É a primeira vez que eu sei o que significa reciprocidade. Ensinaram-me que amor só se é amor quando se é recíproco, e se contigo não for amor, então é mais que isso. É mais que amor querer cuidar de você o tempo inteiro e querer interferir na sua forma de viver a vida, mas é que eu me preocupo demasiadamente contigo. Como você diz, eu sou o teu anjo. Só teu. E eu estou presente pra te cuidar, te proteger, te guiar. Ás vezes me questiono se é errado querer uma pessoa tão bem quanto eu quero você, acontece que tenho um medo maluco de te perder. Eu já lhe disse, bem no fim, quem acaba tendo de me proteger é você. E isso não se aplica somente aos filmes de terror. Aplica-se a vida. Você é capaz de me proteger até quando simplesmente me abraça. Bem no fim, você acaba sendo o meu anjo. O anjo que coloca um sorriso no meu rosto com tanta facilidade que ás vezes chega a ser assustador. O mundo desaba lá fora, mas aí você vem e me faz sorrir como se estivesse tudo bem. É como se fosse um dom só teu. Uma coisa que só você aprendeu com o passar do tempo. Eu vim lhe agradecer direito. Por tudo. Por ser você e por estar aqui. Prometo tentar retribuir da mesma forma, prometo tentar demonstrar – na maioria das vezes em tentativas falhas – o quanto você significa para mim. Talvez as coisas não sejam como você pensava que seriam, talvez eu não tenha chegado nem perto das suas expectativas… Mas fazer o que? Eu sou humana e cheia de defeitos – os quais você já conhece. Mas te digo uma coisa, você conseguiu o que ninguém nunca conseguiu. Você soube ir até o fim. Você soube chegar até o meu coração e por isso ele é teu – assim como eu.
—  (contradizeres; não sou a melhor pessoa do mundo, mas o meu coração é todo teu)