eu disse pra ela

🌸 Status variados 🌸

Eu mudei tanto de uns tempos pra cá. 🍃

Ela disse: “eu vou ficar bem”, mas ela não ficou. Na verdade ela nunca esteve. 💞 🌉

Nada é errado se te faz feliz.  ✌

Ela é dona de si, das suas escolhas e vontades. 🌼

E se for tarde de mais, a gente aproveita a madrugada. 🌙

Sim, ela mudou. Era brisa leve, agora é furacão. 🍃

Que o dia seja leve… Que a tristeza seja breve.  🍃

Que o vento leve o necessário e me traga o suficiente. 🍂🌙

Ela quis ficar? Considere-se um cara de sorte, meu amigo. 💕👏

Esqueça, sorria, e deixe ir. 🌀🍃

Ela era uma flor que não tinha em qualquer floricultura, uma flor que não brota em qualquer primavera. 🌱🌻

Ela é uma menina fria, fala que não quer amar ninguém, mas no fundo ela ama alguém. Só que ela tem medo, de sofrer novamente. ❄️

Calma, logo passa, sempre passa, tudo passa. 🌙

Ela procurava as flores sem saber que a primavera morava dentro dela. 🌼

Se o pensamento é positivo, a maré é sempre boa. 🌊

Se ele não muda, mude-se dele. 🌸

Transmita paz, o mundo já tem muita energia negativa acumulada. 🍂🍃

Impressionante como tudo muda em 1 ano… Pensamentos, planos, amizades, amores. 💭🍀

O problema é que a gente pensa demais no que não deveria nem pensar. 💭

Ela é a liberdade. Não se arrisque em prende-la 🔐

a voz e os olhos dela são demais pra mim

e foi isso que eu disse pra ela
mas ela é meio passada ou finge não prestar muita atenção, finge não dar muita importância
eu quase não vejo ela mas to com a alma vidrada nela o tempo todo
e é difícil aguentar olhar pra boca e os olhos dela sem fazer um elogio ou comentar que
se ela quisesse a gente podia tomar um café
ela podia usar meu boné
a gente podia se beijar
ou a gente podia só se olhar
bem calmo escutando o barulho do mar
e ali eu escreveria pra ela sem ela saber
como seus olhos carregam galáxias extraordinárias
e a gente podia ficar ali até anoitecer
até as estrelas se espalharem pelo céu e começassem a brilhar pra ela
aliás assim como meu coração não para de bater e exigir tuas histórias mal contadas, elas nunca param de brilhar pra você

🌼 Status : Variados 🌼

Eu mudei tanto de uns tempos pra cá. 🍃
Ela disse: “eu vou ficar bem”, mas ela não ficou. Na verdade ela nunca esteve. 💞 🌉
Nada é errado se te faz feliz. ✌
Ela é dona de si, das suas escolhas e vontades. 🌼
E se for tarde de mais, a gente aproveita a madrugada. 🌙
Sim, ela mudou. Era brisa leve, agora é furacão. 🍃
Que o dia seja leve… Que a tristeza seja breve. 🍃
Que o vento leve o necessário e me traga o suficiente. 🍂🌙
Ela quis ficar? Considere-se um cara de sorte, meu amigo. 💕👏
Esqueça, sorria, e deixe ir. 🌀🍃
Ela era uma flor que não tinha em qualquer floricultura, uma flor que não brota em qualquer primavera. 🌱🌻
Ela é uma menina fria, fala que não quer amar ninguém, mas no fundo ela ama alguém. Só que ela tem medo, de sofrer novamente. ❄️
Calma, logo passa, sempre passa, tudo passa. 🌙
Ela procurava as flores sem saber que a primavera morava dentro dela. 🌼
Se o pensamento é positivo, a maré é sempre boa. 🌊
Se ele não muda, mude-se dele. 🌸
Transmita paz, o mundo já tem muita energia negativa acumulada. 🍂🍃
Impressionante como tudo muda em 1 ano… Pensamentos, planos, amizades, amores. 💭🍀
O problema é que a gente pensa demais no que não deveria nem pensar. 💭
Ela é a liberdade. Não se arrisque em prende-la 🔐
De Like ou reblog ❤️

Status: Variados 

Eu mudei tanto de uns tempos pra cá. 🍃

Ela disse: “eu vou ficar bem”, mas ela não ficou. Na verdade ela nunca esteve. 💞 🌉

Nada é errado se te faz feliz. ✌

Ela é dona de si, das suas escolhas e vontades. 🌼

E se for tarde de mais, a gente aproveita a madrugada. 🌙

Sim, ela mudou. Era brisa leve, agora é furacão. 🍃

Que o dia seja leve… Que a tristeza seja breve. 🍃

Que o vento leve o necessário e me traga o suficiente. 🍂🌙

Ela quis ficar? Considere-se um cara de sorte, meu amigo. 💕👏

Esqueça, sorria, e deixe ir. 🌀🍃

Ela era uma flor que não tinha em qualquer floricultura, uma flor que não brota em qualquer primavera. 🌱🌻

Ela é uma menina fria, fala que não quer amar ninguém, mas no fundo ela ama alguém. Só que ela tem medo, de sofrer novamente. ❄️

Calma, logo passa, sempre passa, tudo passa. 🌙

Ela procurava as flores sem saber que a primavera morava dentro dela. 🌼

Se o pensamento é positivo, a maré é sempre boa. 🌊

Se ele não muda, mude-se dele. 🌸

Transmita paz, o mundo já tem muita energia negativa acumulada. 🍂🍃

Impressionante como tudo muda em 1 ano… Pensamentos, planos, amizades, amores. 💭🍀

O problema é que a gente pensa demais no que não deveria nem pensar. 💭

Ela é a liberdade. Não se arrisque em prende-la 🔐

Pela terceira vez eu olhei pra ela e disse: “Acabou! Isso não dá certo, isso nunca vai dá certo, nós somos diferentes do primeiro fio de cabelo até o dedinho do pé!” E aí, talvez ela poderia me responder qualquer coisa absurda, ou qualquer coisa que pudesse me machucar menos. Mas as únicas palavras foram: “A gente não pode terminar o que não começamos.” Por um momento eu senti todas essas borboletas que voam dentro da gente, morrerem. Ficou tudo vazio e gelado dentro de mim e o que me restava era dá as costas e seguir meu caminho. Mas como eu não sei fazer isso, como não sei me despedir, eu preferi achar que era brincadeira, e estou esperando o momento em que ela vai voltar atrás.
—  I miss you, Helena.
Uma vez, uma namorada terminou comigo.
Perguntei: “O amor acabou?”.
Ela respondeu: “Não”.
Eu: “Então, por que terminar?”.
Ela: “Porque esse amor eu não quero”.
Perguntei: “Qual amor você quer?”
Ela: “Quero me jogar de um precipício, sem saber se lá embaixo vai ter alguém para me segurar”.
Porra, isso é hora de poema?
Quem está terminando, você ou a Clarice Lispector?
Na hora, fiquei puto.
Eu disse: “Você poderia ficar perto da janela?”
Ela: “Pra quê?”
Eu: “Quero te jogar daqui”.
—  Faça amor, não faça jogo.
desculpe o transtorno, preciso falar sobre um relacionamento abusivo

Aos quinze anos é tudo um mausoléu. As coisas nos atingem com o dobro da intensidade do que quando se tinha doze e dói. Aos quinze anos com aquelas espinhas na cara, um casaco de general e o caderninho de poesias no bolso eu escrevia poemas sobre como o amor poderia curar. Porque aos quinze anos tem muito disso, se apaixonar por alguém e achar que isso vai nos salvar das noites mal dormidas chorando. 

[lembro de quando eu tinha uns cinco anos e vi um casal se beijando na rua, e achei aquilo asqueroso. minha babá riu, e disse que quando eu crescesse aquilo seria a coisa mais natural do mundo pra mim. Com sorte amor faz aquilo com a gente ela disse.]

Eu estava infeliz pra caramba, mas mantinha a pose de durão. Porque não havia no mundo coisa que o amor não podia curar. Eu acreditava nisso.

Foi aí que eu conheci o Tiago. Eu estava no segundo ano, lembro bem, eu tinha acabado de mudar de escola e lá estava ele, de longe o cara mais incrível e influente de lá. Tiago tinha um cabelo engraçado com uns tons de grisalho uns olhos castanhos claro meio puxadinhos e umas sardinhas no rosto. No quinto dia de aula eu tomei coragem pra conversar era aula de filosofia eu fingi não ter entendido e ele me explicou de maneira ilustre ficamos conversando o dia inteiro sobre n coisas sobre a vida sobre o universo o tempo voou. 

Na segundo Tiago não foi à aula. Na terça também não. O que haveria acontecido? Fiquei louco. Na quarta durante a aula de educação física eu cai e bati a cabeça. Até então nunca havia sentido tanta dor na vida. Tiago surgiu do nada me ajudou a levantar e buuuum. [a dor passou ao vê-lo] 

Aos quinze anos o amor cura tudo.

Na quinta Tiago me chamou pra lanchar. Na sexta me ligou chorando no meio da noite e ficamos conversando por horas. Ele me falou das suas bandas favoritas: me fez gostar de the doors, U2, simple plan e oásis. Eu lhe falei de los hermanos, the calling, kid abelha e creed. O poeta favorito dele era o Leminski assim como eu, ele até tinha uma tatuagem no antebraço “isso de querer ser exatamente aquilo que a gente é ainda vai nos levar além.” Tiago adorava contar piadas bestas que só ele ria, mas era tão gostoso ouvir aquela risada que eu nem me importava. Fomos dormir depois de umas três horas.

Escrevi o primeiro poema de amor pra Tiago. Aos quinze anos o amor cura tudo. Ah mas Tiago já tinha quase dezessete. 

Duas semanas passadas era a festa de aniversário de Tiago bebemos demais a noite inteira e até que Tiago me beijou

pausadamente.

Tiago não falou o dia seguinte inteiro comigo e na semana seguinte também não. No domingo me ligou bêbado chorando, se desculpou por não ter falado comigo e disse que não entendia porque não o procurei e que não se lembrava de nada da noite de seu aniversário.

Quase um mês depois num momento de distração meu Tiago pegou meu caderno de poesias e leu as coisas que escrevia. Tiago saiu esbaforido e sumiu por semanas. Nada nunca tinha doído tanto. Por que aquilo estava acontecendo comigo? 

Aos quinze anos o amor cura tudo.

Lembro que já era tarde da noite e chovia tanto, Tiago correu até minha casa e me deixou um bilhete “o destino quis que a gente se achasse, na mesma estrofe e na mesma classe, no mesmo verso e na mesma frase. – Leminski” [o nosso poeta favorito].  Eu nem acreditava em destino, mas acreditava em Tiago. Caralho o Tiago me amava. No dia seguinte fomos ao cinema e assistimos “medianeiras” [Tiago amou, falamos sobre ele por semanas] no mesmo dia aconteceu o nosso primeiro beijo [dessa vez sóbrios] foi doce e delicado [me lembrei de quando tinha 5 anos e vi aquele casal se beijando, agora eu entendia o que o amor fazia]

Aos quinze anos o amor cura tudo.

Na caminhada pra casa Tiago me recita um poema de um poeta novo nosso amor é impuro como impura é a lua e a água e tudo quanto nasce e vive além do tempo. Minhas pernas são água, as tuas são luz e dão a volta ao universo quando se enlaçam até se tornarem desertos e escuros. E eu sofro de te abraçar depois de te abraçar para não sofrer. “E toco-te para deixares de ter corpo e o meu corpo nasce quando se extingue no teu – Mia Couto” e no meio do sorvete sorrindo me pediu em namoro.

Aos quinze anos o amor cura tudo.

Três dias depois Tiago dês entrelaça nossas mãos nas ruas.
seis dias depois Tiago me renega aos amigos.
no dia seguinte ri de um comentário estúpido de um amigo sobre mim.
(na minha cabeça era tudo normal e eu o escrevia poemas)

Tiago me deixou plantado na porta do cinema pra curtir com amigos e me culpou por cobrá-lo. Tiago me culpava pelos comentários dos amigos. Tiago se embebedou numa festa e me culpou por não tê-lo impedido. Tiago me disse: cheira ai e me largou sozinho num lugar desconhecido completamente louco e me culpou por ter ficado louco. Eu me culpava e escrevia poemas bonitos pra Tiago na vã tentativa de que ele me perdoasse.

Aos quinze anos o amor curaria tudo

Tiago me anuncia na véspera da partida que iria morar em outra cidade e me culpa por estarmos naquele estado; Tiago viaja e some por seis semanas, (na minha cabeça era tudo normal e eu o escrevia poemas) na véspera do meu aniversário Tiago reaparece e me culpa pelo sumiço e por termos chegado ao fim. Tiago põe relacionamento serio horas depois numa rede social com outro e me culpa pela traição.

Agora aos dezesseis o amor curaria tudo?

Eu ligava e ele não atendia
Eu ligava e ele não atendia
Eu ligava e ele n ã o  a t e n d i a

Eu chorei incessantemente durante seis dias e seis noites e escrevi os mais tristes poemas e me culpava por aquela merda toda. Aos dezesseis eu não queria sentir nada, mas de algum modo esperava que o amor dos quinze me curasse de tudo. Quatro meses depois eu pesava dezesseis quilos a menos seis meses depois Tiago retorna a escola após a morte do pai. Dois dias depois a gente discute e Tiago me empurra na escada e me culpa por ter sido tão agressivo. No mesmo dia Tiago me liga pedindo desculpas e diz estar com saudade. E eu só conseguia pensar que aquilo era o amor curando tudo (na minha cabeça era tudo normal e eu o escrevia poemas bonitos).

Aos dezesseis anos o amor cura tudo

Tiago agora ria dos meus poemas.
Tiago agora detestava Mia Couto ou Leminski.
Tiago agora sumiu freqüentemente por dias.
Tiago deixava escancarado que não se importava com o que eu sentia.

Aos dezesseis anos o (meu) amor (me) curaria de tudo

Eu já não acreditava tanto no amor que Tiago me oferecia naquela sala de cinema. [mas acreditava que ele me curaria]
parei de escrever poemas romantizados sobre ele.
Tiago agora era alguém que eu não conhecia, mas sentia falta de amá-lo [isso não doía].
Tiago agora era alguém que eu não conhecia e aqueles olhos castanhos claros e cabelos grisalhos logo logo seriam substituídos por outro.
Tiago agora era alguém que eu não conhecia e os poemas de Leminski já não eram como antes.
Tiago agora era alguém que eu não conhecia de cabelo loiro e piercing no nariz.
Tiago agora era alguém que eu não conhecia e a lembrança vaga não doía.
Tiago agora era alguém que eu não conhecia.

Aos dezessete meu amor me curou de tudo.

anonymous asked:

Sempre fui uma criança curiosa em relação a tudo. Quando eu tinha uns 9 anos, uma menininha que fazia ballet comigo, me levou pra um escorregador em um parquinho.. Ela falou: "você pode me beijar aqui?" Apontando pra boca dela e eu fiquei assustada, mas eu tinha muita curiosidade, beijei. 6 anos depois, encontrei essa mesma amiga em uma festa, já tínhamos 15 anos e eu olhei pra ela e disse: "posso te beijar aqui?" Apontei pra boca dela e beijei sem mesmo ouvir a resposta. A gente namora até hoje

QUE AMOR DE HISTÓRIA!!!! parece até filme aaaaa

eu sei que sou insignificante pras pessoas e mesmo que em algum momento eu me ache com alguma importância, a vida me prova o contrário. eu sei que eu disse pra todas aquelas pessoas que me procuraram pra desabafar que elas eram importantes pra alguém, só não sabiam. sei que eu sou como elas e deveria usar meus próprios conselhos, mas, leonard, é diferente. de certo modo todas elas se tornaram verdadeiramente importantes pra mim e eu continuo aqui sendo insignificante. não sei se peço desculpas pelo meu fracasso comigo mesma, mas pelo menos essas pessoas eu ajudei. eu só queria alguém pra ser insignificante comigo, leonard.

Eu menti pra ela, Zé. Eu disse que não gostava dela e que não iria fazer diferença nenhuma se ela saísse da minha vida. Disse também que não iríamos dar certo, pensando que seria o melhor pra ela. Eu fiz ela chorar, Zé. Eu falei que não tinha medo de perdê-la, achando que em hipótese alguma ela fosse embora. E enquanto eu tava achando, ela foi. Ela foi embora, Zé.
— Aleff Tauã
Arrumei a cama dela no chão.
— Você acha que tem cobertor suficiente?
— Tem sim.
— Travesseiro tá legal?
— Deve estar ótimo.
Acabei meu drinque, fui passar o ferrolho na porta.
— Não estou trancando você aqui… fique tranquila.
— Eu estou…
Fui pro quarto, apaguei a luz, tirei a roupa, entrei debaixo das cobertas.
— Tá vendo - disse alto pra ela -, eu nem estuprei você nem nada.
— Ah - ela disse -, eu preferia que você tivesse…
—  Charles Bukowski
Status variados 🌸

Eu mudei tanto de uns tempos pra cá. 🍃

Ela disse: “eu vou ficar bem”, mas ela não ficou. Na verdade ela nunca esteve. 💞 🌉

Nada é errado se te faz feliz.  ✌

Ela é dona de si, das suas escolhas e vontades. 🌼

E se for tarde de mais, a gente aproveita a madrugada. 🌙

Sim, ela mudou. Era brisa leve, agora é furacão. 🍃

Que o dia seja leve… Que a tristeza seja breve.  🍃

Que o vento leve o necessário e me traga o suficiente. 🍂🌙

Ela quis ficar? Considere-se um cara de sorte, meu amigo. 💕👏

Esqueça, sorria, e deixe ir. 🌀🍃

Ela era uma flor que não tinha em qualquer floricultura, uma flor que não brota em qualquer primavera. 🌱🌻

Ela é uma menina fria, fala que não quer amar ninguém, mas no fundo ela ama alguém. Só que ela tem medo, de sofrer novamente. ❄️

Calma, logo passa, sempre passa, tudo passa. 🌙

Ela procurava as flores sem saber que a primavera morava dentro dela. 🌼

Se o pensamento é positivo, a maré é sempre boa. 🌊

Se ele não muda, mude-se dele. 🌸

Transmita paz, o mundo já tem muita energia negativa acumulada. 🍂🍃

Impressionante como tudo muda em 1 ano… Pensamentos, planos, amizades, amores. 💭🍀

O problema é que a gente pensa demais no que não deveria nem pensar. 💭

Ela é a liberdade. Não se arrisque em prende-la 🔐

Ela brigava comigo todos os dias, era insegura e nunca se achava o suficiente, e eu nunca disse o quão incrível ela era. Sim eu fui burro, perdi a garota mais incrível que já conheci. Ela é linda e eu não fui capaz de dizer isso a ela quando tinha oportunidade, essa garota fazia de tudo pra me arrancar um sorriso, mas eu só quebrava seu coração pouco a pouco. Agora ela foi embora, e eu? Eu faria de tudo pra ter aquela garota de novo, mas ela já encontrou alguém que colou cada caquinho do coração dela, alguém que ri de suas piadas e manda mensagem de bom dia. Eu nunca disse a ela que tinha medo perde-la, eu não ligava pra dizer que estava com saudade ou mandava frases cheias de mimimis  românticos, e agora outra pessoa esta fazendo isso por mim. Meu orgulho falou mais alto, e agora quem grita é a solidão do meu quarto sem ela aqui.
—  Eu perdi uma garota incrível.
Eu menti pra ela, Zé. Eu disse que não gostava dela e que não iria fazer diferença nenhuma se ela saísse da minha vida. Disse também que não iríamos dar certo, pensando que seria o melhor pra ela. Eu fiz ela chorar, Zé. Eu falei que não tinha medo de perdê-la, achando que em hipótese alguma ela fosse embora. E enquanto eu tava achando, ela foi. Ela foi embora, Zé.
Ela se cansou dessa coisa de você visualizar e não responder, de ficar online e não falar, de ver as ligações dela e não atender, de ouvi-la te pedindo pra aparecer e você inventar desculpas pra sumir. Ela disse pra ela mesma: ''eu não mereço isso''. E quando você percebeu que ela tinha sumido, você reapareceu, do nada, dizendo que estava com saudades. Você só sentiu falta dela quando ela parou de correr atrás de você. Você só reparou nela quando ela não estava mais enchendo o teu saco. Acontece que ela finalmente entendeu qual era a tua, moleque! Cê achava que ela nunca iria embora, até que um dia ela foi.
Anal

Não quero negativar a vibe de ninguém. Só ando desacreditado da vida e sem a mínima vontade de interagir com o mundo. Tem dias que acordo pensando em tomar 4 cartelas de remédios ou amarrar uma corda no pescoço e foda-se. Estou falido. Deprimido. Doente. Diabético e com suspeita de câncer no reto. Doença que quase matou meu pai tempo desses. Uma dor desgraçada no cu que lateja e arde o dia inteiro, mas ontem deu uma melhorada e uma mulher vomitou no meu pé e disse que precisava de um filho. Que se eu podia dar um filho pra ela. Eu disse que era estéril. Que a literatura já enchia muito meu saco e que não tinha cabeça e responsabilidade para cuidar de uma criança. Que tinha um casal de cães. O Bakunin e a Anais Nin. Então começou a chover e nos abrigamos embaixo da marquise de uma igreja abandonada e ela não parava de falar. Acendeu um baseado de pasta de cocaína com maconha e perguntou o que era literatura e me chamou de gay. Que se eu fosse homem de verdade treparia com ela ali mesmo. No chão sujo cheirando a baba de mendigo. Lembrei de uma tia evangélica que acha que homem solteiro com mais de trinta anos é bicha ou doente mental. Talvez eu seja doente mental. Quem abandona tudo para fazer literatura é louco. Aí a maluca tirou a blusa. Os mamilos roxos e inchados. Como se fossem chupados todos os dias. Eu disse “não precisa disso, gata. Segura a tua onda. Veste tua blusa.” aí ela começou a gritar “você vai me comer! Homem nenhum faz desfeita da minha boceta” aí começou a dar tapas na barriga. “você vai ter que me comer!” aí acendi meu derby e dei uma golada pesada na minha garrafa de conhaque e fui caminhando até uma viatura parar e um soldado perguntar por que não comi a dona. Ele perguntou rindo. O dia clareando e algo dentro de mim dizendo “não tem como abandonar a literatura, cara. Mesmo que você queira. É algo mais forte que tudo.” Abro um sorriso e entro na minha rua cheia de urubus revirando lixo.

Diego Moraes

eu não era de ir no mercado, um dia a mãe pediu pra eu comprar pão, eu pedi pra moça r$1,25 de pão, ela me deu o pão e eu deveria ir pagar no caixa, mas eu buguei e dei dinheiro pra ela, ela achou que eu ñ sabia contar dinheiro, ela olhou pra mim e disse: nossa, o rullyan é mais novo que você e já sabe contar. aí eu ñ sabia o que era mais vergonhoso, eu ter dado o dinheiro pra pessoa errada, ou ñ saber contar, vim pra casa triste pq ela achou que eu ñ sabia contar, fiquei dias sem voltar pro mercado