eu chorando!

Em outros tempos eu ficaria chorando pelos cantos, mas aprendi, e não sofro mais… Se não me faz bem eu largo mão, sei que a espera valerá a pena. Quero amores inteiros, chega de paixão pela metade
—  Caio Augusto Leite

você me contava das estrelas e das leis que regem o universo e de como viver é algo incrível e bonito
mas meu coração sempre foi cheio de depois
outra hora
outro tempo
amanhã
porque eu tenho medo do hoje
porque eu não sei de nada e o nada me engole.

e por isso eu sumo.

lembra quando assistimos into the wild e você recitou a minha frase favorita?
mas eu não sou forte
eu não me sinto forte
e eu não posso tornar você fraco.

semana passada eu te liguei chorando porque eu não aguentava o tamanho da perda que tava sentindo e você tocou e cantou Dylan e eu acabei adormecendo e quando eu acordei a ligação ainda tava lá
e por um momento eu pensei que talvez eu pudesse dançar sobre o caos do mundo com você
e que tudo podia ser bonito
mas na minha mente é sempre
depois
outra hora
outro tempo
amanhã
e não há nada de bonito nisso.

minha vida é um eterno depois que nunca chega
mas você chegou
por isso eu tô indo embora.

você abraçou meus medos
e a minha paz adormeceu no teu peito
e isso me assusta
porque eu ainda não sou um bom lugar pra você
porque eu ainda não tô pronta
porque talvez eu nunca consiga ficar pronta pra alguém como você
e nem mesmo as tuas mãos tocando minha pele e indo além iriam conseguir me trazer a sensação de estar no tempo certo porque eu não sei de mim.

e eu não posso estragar você
eu não posso te pedir pra lutar quando eu mesmo jogo as munições fora
porque a guerra é em vão e a paz já é você.

porque as ruínas feitas por mim não são bonitas
e você me fez sentir amor
e por isso não quero ser a base do teu desmoronamento
e por isso o fim chega sempre antes do tempo.

Eu simplesmente não consigo dormir esta noite sabendo que as coisas não estão certas. Está nos jornais, na TV, aonde quer que eu vá. Crianças estão chorando. Soldados estão morrendo. Algumas pessoas não têm um lar. Mas eu sei que o sol está brilhando por trás da chuva, eu sei que há bons tempos por trás da dor. Ei, você pode me dizer como posso fazer uma diferença? Eu fecho meus olhos e eu posso ver um dia melhor. Eu fecho meus olhos e rezo. Eu perco o apetite sabendo que tem crianças famintas, quando sento à mesa, pois meu jantar ainda está no meu prato. Eu tenho uma visão de fazer a diferença, e começa hoje. Eu fecho meus olhos e rezo pelos corações partidos. Eu rezo pelas vidas que ainda não começaram. Eu rezo por aqueles que não estão respirando. Eu rezo pelas almas necessitadas. Eu rezo, você pode dar algo a eles hoje? Eu simplesmente não consigo dormir esta noite. Alguém sabe me dizer como fazer uma diferença?
—  Justin Bieber.
Quando você ri eu sinto vontade de te beijar, quando te sinto triste, quero te abraçar, quando eu ouço uma música sobre gostar de alguém eu penso na gente, quando te vejo com outras pessoas em meus pesadelos, eu acordo chorando. É, eu sei, eu me fodi.
—  Thaís Padilha
Eu te amei quando você teve suas crises de ciumes, quando você estava mal e ninguém te entendia. Eu te amei quando o mundo conspirava contra você e nada dava certo na sua vida. E quando aquele otário te deu um fora, eu estava do seu lado te consolando, te amando. Nas tuas briguinhas familiares que você sempre acabava chorando, eu tava lá enxugando tuas lágrimas. Quando você ficou bêbada e ninguém quis cuidar de você, lá estava eu de novo, te cuidando e amando. Eu amei você no natal, no ano novo, na páscoa, no seu aniversário e até no dia do índio. Eu te amei de janeiro á janeiro. Eu te amei tanto que todo mundo percebeu… Menos você.
—  PEDRO PINHEIRO.
Uma vez na escuridão do concreto frio da garagem, iluminada com sua luz fluorescente e deserta, eu me debruço contra a parede e ponho minha cabeça em minhas mãos. O que eu estava pensando? Indesejada e sem permissão sinto as lágrimas chegarem. Por que eu estou chorando? Eu afundo no chão, brava comigo por esta reação insensata. Apoio-me em meus joelhos e me fecho ainda mais em mim mesma. Eu desejo sumir. Talvez esta dor absurda possa ficar menor ainda se eu sumir. Coloco minha cabeça sobre meus joelhos e eu deixo as lágrimas irracionais caírem desenfreadas. Eu estou chorando por algo que nunca tive. Que ridículo. Lamentando por algo que nunca… minhas esperanças esmigalhadas, meus sonhos despedaçados e minhas expectativas frustadas.
—  Cinquenta Tons de Cinza.
Eu vou confessar, vou admitir, vou mostrar o quanto tenho medo. Medo de perder você pra outra pessoa melhor do que eu. Sabe, eu sei que não sou uma pessoa interessante, não tenho a risada mais fofa, não tenho a voz mais doce e minhas mãos não sabe fazer os melhores carinhos. Meu sorriso? Talvez ele seja algo bom ou a única coisa que faz você prender um pouco os seus olhos em mim. Eu sinto uma vontade absurda de gritar dizendo que você é um tolo por ter me deixado ir. Eu não posso fazer mais nada quando vejo outras pessoas se aproximando de você, eu fico me remoendo, vontade de chegar e falar que tu é meu, mas as coisas não são assim … eu não sou assim e eu lamento, lamento por não saber demonstrar que o que eu realmente quero é você.
—  Precarizou
E eu estou chorando agora, estou chorando muito. Mas estou chorando de raiva por ter mendigado o seu carinho, afeto e atenção. Chorando porque eu não consegui manter você por muito tempo. Porque deixei que fosse embora sem ao menos insistir para ficar. Eu estou chorando porque eu lutei por isso, por esse nosso relacionamento falhado, e no final, tudo foi em vão. Estou chorando pelas noites perdidas preocupado com você quando saia e não voltava no horário previsto. Porque eu ainda te mantenho vivo aqui, me corroendo por dentro e criando esse buraco negro que o meu coração se tornou.
—  Versos de Um Crime. 
Eu choro muito sozinho, nunca consegui chorar na frente de ninguém. Às vezes, minha mãe brigava comigo, me batia, e eu esperava ela sair para chorar. Sozinho, de noite, tem vezes assim, que ao invés de rezar eu fico chorando.
—  Cazuza.

Eu sinto sua falta, eu morro a cada dia que passa sem você aqui comigo, todos os dias antes de dormir, eu olho pro meu celular, vejo a hora e fico olhando pra ele cerca de meia hora, sim, esperando você me ligar, e você não liga, e todos os dias cai a ficha de que eu não te tenho mais, que não adianta eu chorar pelos cantos, sofrer em silêncio, você nunca vai voltar, e eu tenho que aceitar isso, mais sinto muito, não da, não da sem você aqui, não da pra sorrir todos os dias fingindo que está tudo bem, por que não esta, não adianta eu distribuir sorrisos se eu estou chorando por dentro. Lembra? Lembra quando você brincava falando “se um dia eu me afastar você entra em depressão”? eu ria, eu ria pedindo a Deus que isso não acontecesse por quê eu sabia que era verdade mesmo sabendo que você estava brincando, eu sabia que eu sem você entraria no beco sem saída, que meus dias felizes iriam embora junto com você, que meu coração ele ia se quebrar outra vez. Sabe, meus dias sem você são tristes, eu sinto sua falta, será mesmo que isso não está estampado na minha cara, que não está estampado até na minha voz? Que agora é triste, será que você não percebe que eu sofro todos os dias sem você aqui comigo? É, você não deve mais ler os meus textos, tudo bem, só queria terminar dizendo, que mesmo você não percebendo, ou achando o contrário, eu sinto sua falta, sinto muito, e eu ainda te amo.