espero que dessa vez de certo

Deus, perdoe-me por todas as vezes que quis desistir de minha vida. Me perdoe por todos os pecados que cometi e também que irei cometer, mesmo sendo falha queria ter a oportunidade de mudar… Mudar para alguém melhor. Queria ser aquela filha que você olha e sorri, e quem sabe ser também digna de poder ter-lo em minha vida. E como eu queria fazer sua vontade, mas dessa vez fazer-lá da forma em que te agrada, sem desculpas. Quero poder olhar para os céus e ter a certeza de que a cada novo amanhecer estou caminhando mais em sua presença. Ouvir sua voz doce de manhã falando comigo e me aconselhando aos caminhos certos para seguir. Espero poder recomeçar e ter toda a coragem para voltar a sua casa. Mesmo que tenha me afastado de Ti, eu te amo. Te amo de uma forma que não consigo colocar em palavras, porque quando tudo se acabou você me segurou em seu colo e me fez descansar. Por favor, me ensina a te amar. Pois só assim, conseguirei te servir da maneira que tens que ser servido.
—  E l l e i r d
Fico tentando buscar as palavras certas para descrever o que você me faz sentir. Eu te amo tanto, e você me faz um bem danado, porém não sei descrever isso. Então decidi escrever algo sobre nós; Tá quase fazendo um ano que nos conhecemos, e lembro como se fosse ontem da minha pessoa curtindo todas as suas fotos pra vê se o senhor se tocava to quanto eu queria te beijar - risos -, eu te achava um gato, quer dizer, ainda acho. Mas tínhamos que nos beijar logo no primeiro dia do ano, só pra ficar claro que ia ser pra sempre, ou melhor, eu espero que seja para sempre, e mesmo que dure pouco, pra mim será para sempre. Quantas vezes será que fomos dormir querendo mandar uma mensagem? Minha nossa, dois retardados sofrendo um pelo outro só por orgulho. Gente vai aí um conselho; Nunca, em hipótese alguma tente esconder o que você sente, se não for recíproco eu tenho pena da pessoa e você supera, mas nossa, talvez você pode só estar atrasando a sua felicidade. Sabe eu sou tão grata por ter você, quando eu mais achei que não tinha feito nada de bom nessa vida porque nada de bom me acontecia você apareceu. Quando a gente tá no telefone, porque é mesmo, esqueci dessa parte, ficamos oito meses lutando contra o sentimento pra quando você decidiu ir embora nos abrirmos um para o outro - risos -, a gente foi mesmo bem idiota. Mas enfim, quando estamos no telefone, a quase oito mil quilômetros de distancia, e ficamos em silencio, eu imagino a gente deitados, bem juntinho, em silencio. Você é muito ciumento e isso me irrita bastante, mas você é tão carinhoso, e me faz rir as vezes, sem querer talvez. Mas você também é ignorante, as vezes. Você me irrita, não por ser você, mas por me fazer te amar sendo você, e me sinto a pessoa mais feliz do mundo quando você diz que me ama, soa como a minha canção preferida. E acho que esse texto já esta muito grande, mas eu não disse nada do que queria, mas ainda dá tempo de dizer que te amo, e que dessa vez quero fazer dar certo, e espero que dê.
—  Poesigrafar.

eu queria que você gostasse dos meus fracassos tanto quanto gosta do meu cabelo arrumado. que gostasse dos meus sufocos antes mesmo de me falar sobre mais um dia de merda na faculdade. que gostasse de toda essa maresia, de todo esse vácuo, de toda essa grande ironia.

me diz: por que a gente ainda insiste?

quando vi um documentário sobre a possibilidade de existir mais de um universo, pensei de haver também a probabilidade de haver mais de um planeta no qual as leis de gravidade não dessem certo. as leis dos opostos, nem da teoria quântica, nem nada que se construa a relatividade. não teria tempo. não teria destino. quem sabe em outra órbita a gente se encontrasse por aí, é apenas uma vez, a gente entendesse que não era pra ser. não importa se o planeta fosse outro. o mundo fosse outro. o tempo fosse outro.

e eu continuo perguntando: por que a gente não já desistiu?

em alguma aula sobre psicanálise aprendi que tudo trata-se sobre perdas. sobre falhas. sobre o que declina. o que não dá certo. passei a considerar como verdade quando percebi a quantidade de coisas que perdemos pelo caminho é como a gente consegue segurar mesmo que não as recupere.

a gente sempre consegue, no fundo, nos livrar da queda do precipício. e eu espero que só dessa vez, sejamos egoístas demais um com o outro para nos soltarmos. para que a gente se deixe ir, sabe?


amor é também sobre liberdade e nunca te contei isso.

Oi amor.
Já faz um bom tempo que a gente não se fala, parece que agora finalmente tem muito mais do que a distância entre a gente. Não tenho nada de especial pra falar, foi se o tempo pra declarações e pedidos pra voltar atrás, mas queria te contar que apesar das coisas não andarem sempre bem por aqui mais um ano se passou. Preciso confessar que as vezes ainda bate uma saudade de saber como é que foi o seu dia e que de vez em quando vejo as suas fotos e fico pensando em como nós dois formaríamos um belo casal, muito mais por sua causa do que pela minha. Também preciso contar que não tem sido fácil esse tempo sem você, mas que estou muito melhor nessa coisa de seguir em frente, e te agradeço muito por me ajudar a aprender. Obrigado por ter seguido em frente e por ter me mostrado o caminho. Te contei que eu até me apaixonei? Tudo bem que as coisas também não deram certo dessa vez, mas ninguém melhor que você pra saber que não tenho muita experiência com finais felizes não é? Espero que por aí esteja tudo bem e que você tenha sempre a quem amar. Que a solidão passe longe da sua porta e que mesmo a minha saudade não apareça pra te visitar. Chega um ponto em que todo barco some no horizonte, mas a vida manda a gente não parar de navegar. Peço aos ventos pra de vez em quando me trazerem notícias suas. Algum dia te mando um cartão postal com alguma nova história, ou talvez eu não encontre mais o seu endereço, mesmo assim espero que saiba que foi muito bom te conhecer. E se um dia precisar de um amigo, espero que ainda se lembre de onde me encontrar.
—  Carta pra um ex amor.

queria dizer que o amor engana
a gente percebe quando descobre que quase tudo o que amamos naquela pessoa é na verdade criação da nossa mente
reflexo de nossos desejos mais puros, esperanças e idealizações

eu posso ter amado (e muito) a ideia de você.
porque eu te via de um jeito que ninguém mais conseguia
“ela falava de você como se você tivesse colocado todas as estrelas no céu”
mas talvez eles estavam certos, de te enxergarem de outra forma.

hoje eu te olho e não consigo enxergar mais nada
e nossa história me parece só uma miragem da mente
como se aquele você tivesse existido só pra mim durante um certo período de tempo, uma espécie de bônus que o universo resolveu me proporcionar
e dessa pessoa, a falta é presente e contínua nos finais de semana solitários e no dia-a-dia caótico.

me estranho toda vez que te vejo: nem mais sua aparência me parece a mesma.
é possível que exista uma pessoa por aí que eu tenha amado como nada antes, mas talvez eu nem a conheça.

é difícil admitir.
cheguei à conclusão de que não faço ideia de quem você é de verdade.
entretanto, um dia, espero conhecer alguém que seja um pouco do que eu pensei que você fosse.

(tudo bem, a dor da confiança e da expectativa quebrada é unicamente culpa de quem as cria)

c.s.

Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Quando desliguei o telefone pra lá das 04:00 horas da manhã, eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça… Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um pelo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memoria me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me vesse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abracasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dele. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louca por você, completamente fascinada pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outros. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.
— Tati Bernardi

E lá vai eu de novo. Sorriso bobo, mãos geladas, frio no estômago. É, parece que dessa vez não terá como fugir. Ele me pegou, e pegou de jeito. O carinho acompanha a forma que ele me trata, o cuidado e a preocupação sempre estão presentes. Não é como os meus amores de antes, dessa vez parece ser diferente, ou sou eu que espero que seja diferente? Não sei ao certo. Mas a única coisa que eu tenho certeza nesse momento é que, eu estou louca por ele. O desejo de beijar, abraçar e morder, só aumentam com o passar dos dias. Pra quem tanto fugiu olha só, me apaixonei pelo primeiro sorriso que encontrei.
—  O Diário de Sofi. 

ilovefriend  asked:

E se o pudesse pedir algo de cara a cara com Deus, qual seria seu pedido?

Deus, perdoe-me por todas as vezes que quis desistir de minha vida. Me perdoe por todos os pecados que cometi e também que irei cometer, mesmo sendo falha queria ter a oportunidade de mudar… Mudar para alguém melhor. Queria ser aquela filha que você olha e sorri, e quem sabe ser também digna de poder ter-lo em minha vida. Tu sabes que se fosse escolher alguém para viver comigo até o dia de sua volta, ele seria o único nome que colocaria lá. E como eu queria fazer sua vontade, mas dessa vez fazer-lá da forma em que te agrada, sem desculpas. Quero poder olhar para os céus e ter a certeza de que a cada novo amanhecer estou caminhando mais em sua presença. Ouvir sua voz doce de manhã falando comigo e me aconselhando aos caminhos certos para seguir. Espero poder recomeçar e ter toda a coragem para voltar a sua casa. Mesmo que tenha me afastado de Ti, eu te amo. Te amo de uma forma que não consigo colocar em palavras, porque quando tudo se acabou você me segurou em seu colo e me fez descansar. Por favor, me ensina a te amar. Pois só assim, conseguirei te servir da maneira que tens que ser servido.

Missed Call.

“Oi…

Eu não queria te ligar de novo [não depois de tudo o que aconteceu].
Mas é que… eu ainda ouço sua voz embriagada tarde da noite, ou ouço a sua risada quando eu já não espero mais nada [as vezes, eu só espero você ficar].

Recentemente meu travesseiro é a prova de todas as noites que implorei para Deus que ao menos dessa vez desse certo. E as paredes do meu quarto e as folhas do meu caderno são a prova de todas as teorias criadas na minha cabeça sobre isso ser um teste com a gente para saber até onde somos capazes de ir por amor.

Ou melhor, será que esse é realmente o amor?
Queria dizer que ainda sou nova nisso [assim como você].

Já faz tempo, afinal. Não é? Já faz tempo que sentimos. E eu poderia dizer aqui, agora, que tudo morreu. Que eu estou indo embora. Mas seria só eu ouvir sua voz que começaria tudo. 

Meu coração ainda acelera ao te ouvir.
[Bastante].

Eu só queria dizer que te entendo. E está tudo bem você partir de novo, sabe? Eu te disse que não me moveria. Que continuaria aqui porque eu não tenho dúvidas nenhuma de que é com você que eu quero ficar.

Mas agora eu tenho um medo batendo na minha porta.

Tenho medo de não ter mais essa sensação de que você voltará. Tenho medo de você parar no meio do caminho e eu continuar… sentindo.  Tenho medo de um dia não te conhecer mais. 

Tenho medo da nossa [não] tentativa se tornar passado e não termos mais motivos para tentar.
[Tenho medo do nosso medo atrapalhar tudo].
[De novo].

Eu ainda quero continuar sonhando com você. Eu ainda quero, mesmo que seja errado, te procurar e te encontrar em outras pessoas. Eu ainda quero te deixar voar e te ver bem com isso, e continuar com a certeza que irá voltar. Eu ainda quero te ver como você é, ainda quero conhecer cada espaço teu [sendo obscuro ou não].

Eu posso te perder mais mil vezes
E eu espero ter a oportunidade de tentar mil e uma.”

“Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demora tanto pra chegar? Por tanto tempo eu quis alguém assim, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um belo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, o único capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memória me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu jamais quero dividir . Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que estou gostando de você de verdade, e que é com você que eu quero passar o resto da minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louco por você, completamente fascinado pelo seu jeito. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente de Deus: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade…”

“Não sei porque você se foi, quantas saudades eu senti e de tristezas vou viver e, aquele adeus não pude dar…” Até hoje sinto, aqui dentro, uma dor tão forte por tê-lo visto partir, sem nem ao menos dizer adeus. Vivemos tantos momentos juntos, momentos de alegria e felicidade, pelo menos para mim. Me lamento todas as noites por nossa história ter tido um final nada memorável, um final sem restar nem mesmo a amizade, que resultou apenas em mágoas. “E eu! Gostava tanto de você.” É uma pena ter acabado dessa maneira, tínhamos tanta coisa pra viver juntos, tanta coisa pela frente… Tínhamos tudo pra dar certo, só que demos errado, você foi embora sem ao menos olhar pra trás, não olhou pra ver o que restou, apenas seguiu em frente, como se fosse só você e você. Tudo bem, vou seguir em frente, mas não custava dar aquele tchauzinho, eu poderia me preparar para isso, espero que esteja bem, porque eu ainda estou tentando ficar, depois de sua inesperada partida. Eu só queria ter tido a chance de te olhar uma vez mais, sentir teu cheiro e tua presença, olhar para você e gravar cada detalhe. Você quis evitar o despedida e eu acabei partida ao meio. E mesmo sem te ter e sem te ver, tenho certeza que meu coração não irá se dar por vencido. Vou tentar fingir por um momento que já não sinto mais nada e que sua partida talvez tenha sido algo bom. De qualquer forma mesmo que eu te queira muito eu prefiro que você seja feliz, embora me entristece que sua felicidade não é ao meu lado. Eu fiz algo ou falei algo que te magoou? Se em algum momento eu fiz com que você se sentisse triste, eu te peço perdão. Talvez eu precise saber a razão pela qual você se foi para continuar a seguir em frente. Mas saiba que sempre terá um lugarzinho guardado na minha memória e talvez até em meu coração. Por que? Porque você é, foi e sempre será a luz que Deus pôs no meu caminho. Aqueles problemas que nunca iam se resolver sozinhos sabe? Eu acho que Deus falou: “Coloque ele perto dela, para ajuda-la a passar por isso.” E foi isso que aconteceu. Obrigada por me fazer feliz mesmo quando qualquer outro merecia, menos eu. Não sei como usar minhas memorias e lembranças ainda, porque não consigo te deixar ir. Mas se algum dia, qualquer dia eu resolva experimentar, com certeza elas há de serem as mais lindas possíveis.
—  Escrito por Bianca, Grazi, Glória e Letícia S. em Julieta-s.
Eu digo que não sinto sua falta, mas estou morrendo por dentro. Dói saber que você está feliz sem mim, quando eu não consigo isso sem você. Minhas amigas dizem que eu preciso te esquecer, mas não é tão simples, sabe? Eu realmente achei que ia dar certo dessa vez. Eu sinto falta do seu abraço, e da sensação de segurança que ele me passava. Eu sinto falta do seu cheiro e do jeito que você me olhava. Eu realmente espero que ela te faça feliz, mesmo sabendo que morrerei de inveja dela. Espero que ela cuide bem do que eu não pude cuidar, e que ela saiba amar os seus defeitos. Espero que ela perceba a sorte que tem em ser sua.
—  Teoria de nós dois
Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um pelo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memoria me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me vesse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abracasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dela. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser minha, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louco por você, completamente fascinado pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinha, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outras. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi a princesa que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.
— 

Matheus Araújo - Eu Quero Você.!

Originally posted by hopefulhurricane

One Shot - Harry Styles

- Eu acho que você deveria ficar em casa. - Tentei convencê-lo a ficar.

- Por quê? - Harry questionou pondo suas botas.

- Porque você já saiu demais nessa semana. - Argumentei.

- E eu ficaria fazendo o quê aqui? - Arqueou uma sobrancelha.

- Ficaria comigo?

- Fazendo…?

- Sei lá, conversando, preparando alguma coisa pra comer, vendo um filme, coisas normais que um casa faz. Eu sou sua namorada, mereço um pouco de atenção, não acha?

- Acho, claro. - Sorriu e me deu um beijo rápido. - Mas eu tenho mesmo que ir.

- E por quê?

- Prometi a um amigo que iria, amor.

- Legal.

- Por favor, não fica chateada.

- Certo.

- Está chateada.

- Como você quer que eu fique?

- Seja compreensiva pelo menos uma vez na sua vida, (s/n).

- Uma vez na minha vida, Harry? Todo dia eu te deixo fazer o que quer.

- E por que não me deixa ir hoje?

- Porque eu estou cansada de ficar aqui sozinha.

- Então vem comigo.

- Não.

- Está vendo? Você que não quer. - Pegou seu casaco e o apoiou em um de seus braços.

- Eu não gosto das festas dos seus amigos, me sinto completamente exposta.

- Eu estarei lá com você.

- O que é a mesma coisa de estar sozinha.

- Ah (s/n), se você não quer eu não posso fazer nada. - Pegou a chave do carro e saiu batendo a porta com força.

Suspirei e encarei o quarto agora só comigo dentro. Mais uma noite sozinha. Fui para a sala e decidi assistir TV, durante um comercial do filme que eu assistia apareceu um programa ao vivo mostrando uma festa de um tal de Nick, ele não me era estranho. Ao ver Harry eu lembrei quem ele era, o seu amigo. O programa mostrava Harry chegando na festa, todo sorridente, acenando para todos e parando para fazer fotos a cada passo que dava.

- Idiota. - Desliguei a TV e joguei o controle na poltrona à minha frente. - O que me resta é ir dormir. - Levantei-me e fui para o quarto trocar de roupa pra dormir.

“Quer vir pra minha casa?” - Recebi uma mensagem de uma amiga.

“Não, obrigada. Eu vou dormir.”

“Ah, eu vi que o Harry está numa festa badalada e achei que você quisesse companhia, na verdade eu pensei que você estivesse com ele, mas não te vi no programa.”

“Deus me livre, odeio essas festas. Eu estou bem, obrigada mesmo! <3 Boa noite.” - É claro que eu queria companhia, mas a dele. Minha vontade era de ir lá e arrastar o Harry pra casa, mas é óbvio que eu não me prestaria a isso.

No dia seguinte eu acordei totalmente descabelada e bagunçada. Tudo isso por causa de uma noite mal dormida, revirando de um lado para o outro na cama e às vezes acordando pra ver se tinha ligação do Harry ou qualquer sinal dele pela casa. Me arrumei às pressas e fui para o trabalho.

- (s/n), você poderia me dar uma nota. - Uma desconhecida se aproximou com um gravador em mãos.

- Hã?

- Eu quero uma declaração sua sobre o acontecimento de ontem.

- Que acontecimento? - Meu celular tocou na mesma hora.

- (s/a) amor, por favor, me escuta. - A voz de Harry me surpreendeu. O número era desconhecido.

- O que houve? - Andei um pouco para longe da mulher.

- Não fale nada com ninguém, não dê notas sobre nada, permaneça quieta e venha pra casa, por favor.

- Styles, o que está acontecendo?

- Amor, vem.

- De quem é esse número?

- Do Nick.

- Ele está com você?

- Não, só me emprestou o celular.

- O que houve com o seu?

- Perdi.

- Mas…

- Vem logo. - Me interrompeu. - Eu te amo. - Desligou antes que eu perguntasse ou respondesse o que ele disse.

- Pode me informar uma coisa? - Perguntei a mulher que me olhava atenta, talvez esperando uma reação negativa pra publicar em algum lugar.

- Claro.

- Sobre o quê seria a minha nota?

- Sobre o que houve ontem.

- E o que houve ontem?

- Uh! - Ela pareceu incomodada, talvez desconfortável. - Veja. - Ergue-me seu tablet e por pouco eu não joguei ele no chão de tanta raiva.

Harry estava com um de seus braços apoiado no ombro de uma mulher, aquele tipo clássico que ele costumava se esfregar nas baladas quando era solteiro, alta, magérrima e bonita. Ele sorria pra ela e ela retribuía, os dois pareciam até namorados, se eu não o conhecesse e fosse a namorada eu acharia que eles tinham algo.

- Obrigada. - Devolvi o tablet pra ela e voltei para o carro às pressas.

- Ei, e a nota?

- Quem sabe depois. - Entrei e fechei a porta com força, arranquei com o carro quando vi mais jornalistas se aproximarem. Droga, Styles! - Nem tente me enrolar mais, economize o nosso tempo e diga porque você fez aquilo. - Eu tentei controlar o meu tom de voz, mas a minha vontade era de batê-lo e gritar com ele até toda a minha raiva passar.

- Calma.

- Já te disse que isso me irrita mais?

- Amor, olha, eu… Eu estava bêbado.

- Isso justifica?

- Acredito que sim. Eu nem sabia o que estava acontecendo, nem lembro o nome dela, o que disse, nada…

- Você beijou ela?

- Não.

- Se você não lembra de nada como sabe que não a beijou? - Questionei jogando a minha bolsa com força no sofá.

- Eu não sei, mas…

- Você beijou ou não beijou, Styles? - Gritei totalmente irritada. Harry coçou a nuca e após um longo tempo soltou uma lufada de ar.

- Sim. Na verdade ela que me beijou.

- Era tudo o que eu precisava saber. - Fui até o meu quarto e abri o armário onde nossas coisas ficavam. Retirei uma mala de uma das divisões do armário e joguei suas coisas nela com brutalidade.

- O que está fazendo?

- Retirando todo o seu lixo das minhas coisas. - Continuei a colocar suas coisas.

- Para (s/n). - Ele pediu desesperado enquanto retirava as coisas de dentro da mala, mesmo assim eu continuei a colocar as demais. - Eu não fiz por querer, acabei bebendo demais, eu nunca mais bebi desse jeito e perdi o jeito.

- Mas pra me trair foi rapidinho, não foi? - Joguei uma de suas botas nele e Harry me puxou pra ele pelos meus braços.

- Eu te amo. Aquilo não foi nada! Foi um erro enorme, mas eu estou aqui totalmente arrependido te pedindo perdão.

- Mas a merda já foi feita. - Me rebati em seus braços e consegui me soltar. - Agora você vai pegar suas coisinhas e vai sumir da minha casa e da minha vida, ouviu bem?

- Ouvi, porém não o farei.

- Eu chamo a segurança do prédio.

- Eu suborno qualquer um, você sabe disso. - Passou a mão pelos cabelos e eu bufei irritada. - Só quero conversar direito contigo e resolver isso.

- Vou chamar a polícia. - Dirigi-me até a porta, mas antes Harry me segurou pela cintura e me encurralou na parede.

- Ainda vai?

- Me larga.

- Caramba (s/a), é tão difícil me entender? Eu bebi, ela chegou, o Nick disse que nós ficamos conversando, tiraram a foto dela quase me beijando e logo depois ela me beijou. Sendo que aí o Nick viu o cara que tirou e pediu pra ele parar e apagar a foto, mas pelo o que vemos ele só cumpriu uma parte do pedido. - O rosto de Harry estava bem próximo do meu e eu pude sentir o seu hálito a cheirar bebida. Nessa parte ele não mentia.

- Você não podia ter feito isso. O mundo inteiro sabe que eu fui traída, meus pais, meus amigos, minha família…

- Eu não fiz nada, (s/a). Eu estava bêbado, não lembro de praticamente nada, só algumas partes, a memória trava após o flash da foto em meu rosto e só volta com o Nick me arrastando para o carro.

- Mas isso não muda o fato, eu fui traída. - Alcancei o meu rosto com dificuldade para limpar algumas lágrimas que caiam e em seguida encarei-o firme.

- Me perdoe. Eu te amo tanto, amor. - Acariciou minha bochecha. - Não me deixa, por favor. - Encostou nossos lábios, mas eu não consegui me afastar ou e quer corresponder ao pequeno beijo que ele me deu. - Eu vou pedir uma ordem judicial pra retirar tudo dos jornais, revistas e internet, e para que os programas parem de falar disso.

- Eu não sei. Preciso de um tempo pra pensar, Harry.

- Pra quê? Sabemos que no final a resposta vai ser definitiva, então me responda agora. Você me perdoa?

- Ah Harry…

- (s/a)? - Interrompeu-me. - Por favor. - Beijou minha bochecha e minha testa. Eu não iria mais ficar em paz depois disso tudo com essa historia de traição. - Hein? - Incentivou. Encarei seu rosto apreensivo e lembrei que eu não conseguiria me acostumar a ficar sem ele, sem sentir a sua pele na minha, a maciez dos seus cabelos, o seus lábios macios no meu ou em alguma parte do meu corpo…

- Eu posso estar fazendo a maior merda da minha vida, mas eu te perdoo. - Sorri de canto e Harry sorriu abertamente apertando minha cintura.

- Eu prometo que vou reparar tudo de errado que eu fiz e ando fazendo contigo. - Beijou meu nariz e em seguida a minha boca. Dessa vez eu consegui retribuir. - Vamos sair hoje á noite? - Perguntou após o beijo.

- Não.

- Por quê?

- Estou envergonhada de sair, ainda mais com você, depois disso… - Encarei o chão.

- Vergonha de mim?

- Não, do que você fez.

- Mas eu estava inconsciente.

- Não vamos mais discutir isso. E não vou e pronto. - Me desvencilhei dos seus braços que ainda me rodeavam e sai de perto.

- Eu vou cuidar para que isso suma dos noticiários agora mesmo. - Sorriu minimamente e saiu do quarto me deixando só. Olhei para a mala em cima da cama e retirei tudo o que tinha nela e arrumei novamente no armário.

“Espero que esteja bem, eu vi um programa de fofoca hoje e fiquei bastante preocupada. Ele já se explicou?” - Recebi a menagem de uma amiga.

“Já sim, eu o desculpei. Depois te conto tudo. Eu estou bem, muito obrigada.”- Respondi com um sorriso no rosto. Ela era uma pessoa maravilhosa.

“Qualquer coisa pode me ligar. Seja a hora que for! Beijo.”

“Pode deixar. Beijo.” - Eu ainda sorria quando Harry chegou e me deu um beijo no pescoço.

- Quem é?

- Uma amiga.

- E o que ela queria?

- Saber como eu estou.

- Ah.

- Ela viu a notícia.

- Eu já pedi para os meus advogados resolverem.

- Que bom. - Virei-me pra ele e o beijei. - Não faz mais isso, certo?

- Certo.

- Juro que se tiver uma próxima vez é o fim. Definitivo. - Ele assentiu, afastou o cabelo de meu rosto e me beijou.

- Prometo que serei um namorado perfeito.

- Não exagera. - Bati em seu peito e ele gargalhou. - Só quero atenção e respeito.

- Eu falhei quanto à isso, mas prometo me corrigir.

- Espero. - Puxei-o pela camisa e o beijei dessa vez.

- Eu te amo. - Disse no meu ouvido e deixou um beijo nele.

- Também te amo. - Puxei seu pescoço para mais perto e mais um beijo na boca foi dado.

- Quanto beijo! - Riu.

- Comece ficando calado, Styles. Já fez merda! - Gargalhei. Eu tinha a esperança de que ele realmente mudasse e me desse atenção, mas se isso não acontecesse eu acredito que não tínhamos jeito. Eu daria uma segunda chance, mas com um pé atrás só por precaução.

Jess

(…) Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente apaixonada por você, completamente fascinada pelos seus olhos e pelo seu sorriso. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outros. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi a pessoa que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.
—  Nevada, 1994.
Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Quando desliguei o telefone pra lá das 04:00 horas da manhã, eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça… Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um pelo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memoria me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me vesse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abracasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dele. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louca por você, completamente fascinada pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outros. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.
—  Tati Bernardi.
Status/Variados

“Não quero ninguém te querendo.”

“Ontem te falei que você é tudo que eu mais quero e o meu coração só tem lugar pra você.”

“Eu não desisto do que eu quero, mas não me desespero, te espero!”

“Mal me queres. Mas bem, te quero.”

“Quero te dizer, sem medo de amar que eu quero você pra mim.”

“Não sei porque, mas te quero.”

“Só te quero bem, bem do meu lado.”

“É uma mistura de “não dá mais, cansei” com “dessa vez vai dar certo”, uma mistura de “não te quero mais” com “não vai embora não”.”

“Te amo de uma forma tão sua, e te quero de uma forma tão minha.”

“Não quero te prender, mas é foda te soltar..”

“Ah se você soubesse como eu te quero…”

“Te quero só às vezes. E esse “às vezes” acontece sempre.”

“Eu quero te roubar para mim.”

“Te amo, te quero mesmo sabendo que você não é mais tudo que um dia eu quis.”

“Não sabes á quanto tempo eu te quero beijar, e tu nem imaginas.”

“Só quero te fazer feliz, só quero ficar com você.”

“Deixa eu mostrar no seu ouvido a minha voz sussurrando que te quero..”

“Oh meu bem com você tudo é diferente, eu te quero pra sempre…”

● Se pegar dê like ou reblog

Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que te amo. Quero te fazer feliz, assim como você você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir seu filme preferido (Harry Potter ou Guerra ao Terror rs’)… Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda,foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta, acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um belo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse me coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me vesse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abraçasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra fazer palhaças no meio da rua. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente pra trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar a minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louca por você, completamente fascinada pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Por que não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais do que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar no junto, a não ser você. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mas eu preciso escrever. O que você faz comigo, hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é meu porto seguro. Por que eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você é o amor que eu esperei a vida inteira. Por que eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só quero olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizer isso. Eu amo você. De verdade! ♥  

Alexandre ♥

Viu a merda que você fez comigo? Viu no que você fez-me tornar? Me diz, pra que você apareceu na minha vida? Pois não acrescentou em nada e só arruinou com tudo. Ah, se desse para voltar no tempo e mudar o caminho que segui… Pode ter certeza que faria de tudo para nunca cruzar contigo. Você só ferrou com tudo. Brincou com os meus sentimentos e foi embora sem mais nem menos. E foi sozinha que tive que reorganizar meus pensamentos e aprender que a vida chega independente do que acontece. Por sua causa mudei demais, e agora tenho certeza que essa mudança foi inevitável. Eu sempre acabo mudando por causa de decepções, nunca tomo jeito e sempre acho que vai ser diferente e no fim tudo é igual. Só espero que dessa vez eu tome rumo, que dessa vez eu pare de brincar com os meus pensamentos do tipo: ‘vai dar certo e ele voltará para meus braços como todas aquelas vezes’… Acho que agora é definitivo. Porque isso me destrói, sinto um vazio dentro do meu peito. Sinto que falta algo, algum grão de felicidade, algum cumprimento seu de manhã. Os dias andam passando tão devagar. Já nem vejo as horas passando, acabei perdendo a noção do tempo. Meus textos já não falam mais sobre o nosso amor, e nem dobre como éramos felizes juntos. Éramos. Essa palavra me soa tão estranha, até hoje não me encaixo nela. Éramos o quê? Amigos, namorados, amantes, mentirosos. Éramos aqueles que acreditavam no talvez. O problema é que o talvez na maioria das vezes não dá certo. O talvez é incerto, é incrédulo. E foi justamente ai que começou o erro, apostando todas as cartas numa jogada as escuras. Fomos um desses livros chatos e monótonos que ninguém quer ler, fomos vazios, amargos, sem graça. E tudo que se acomoda perde a vida, e foi justamente o que me aconteceu. Me acomodei na dor, na solidão e na amargura de viver ao teu lado, sempre como sombra e nunca como companhia. A vida tornou-se mesquinha, sem muita cor e graça. Minha recuperação vai ser lenta, mas não infinita, disso eu sei. Você ganhou, aproveitou, brincou, magoou e depois jogou fora todos os sentimentos belos que haviam em mim. Hoje, tudo que me acalma e me refugia os pensamentos é uma boa xícara de chá, meu bom e velho livro de poesias e a companhia de um velho amigo, que sempre aparece nas horas mais necessárias: o tempo. Só ele será capaz de me fazer recuperar todas as esperanças que você me fez perder e mais uma vez, reerguer a cabeça e sorrir feliz, sempre que um novo dia nascer.
—  By: Mell, Paloma, Rebeca and Hanna written in imperfeita-s 
Eu não sei se é um pouco precoce, mas te imagino ao meu lado, em algum lugar num futuro bem próximo. Eu sei que está um pouco cedo demais pra fazer tantos planos. Espero que você não se assuste tanto assim. Tenho alguns sentimentos querendo aflorar dentro de mim. Confesso que as vezes fico com medo disso. É que dessa vez eu só não queria enlouquecer. Amar e não enlouquecer, sabe? É que, até agora eu só soube gostar e parecer uma criança, ao invés de uma garota madura, que sabe controlar os sentimentos, que sabe amar do jeito certo. Eu nunca soube. Mas, agora eu quero saber. Porque com você eu quero que der certo.
—  Até que floresci.