esfrega

India, você precisa ficar parada. – Soltou um gritinho quando a cadela se balançou e respirou fundo, voltado a esfrega-la. – Boboca.

um. dois. três. quatro. cinco. é fuga ? contar não me deixa mais calma. não ameniza a crise de pânico. enquanto eu dito falsamente os números. minhas células metafóricas procuram alguma brecha pra sair. eu também saíria. se não fossem as chances. as mínimas, que me puxam de volta. e esfrega minha cara nos meus próprios danos.

somos os melhores aos olhos de ninguém além de nós mesmos. esse egoísmo é o que nos difere do cachorro que se esfrega a esmo. porque ele não sabe que pode se achar bom demais. se soubesse, os gatos seriam os seus animais.

Elisa C. Vieira

Deus não é o gênio da lâmpada que cumpre a sua vontade quando você esfrega e faz três pedidos, Deus é uma “pessoa” e quer ser seu pai, e pai que ama fala NÃO, pai que ama dá limite, pai que ama fala “espera.
—  Helena Tannure.