errada

Odiar você foi o quê me fez te amar, quanto mais eu te odiava mais amor crescia em mim. De tanto ódio por ti, amei você mais do que a mim. Amo a forma como faz tudo que eu odeio. Amo quando se aperfeiçoa em ser totalmente o contrário do que eu queria. Amo ter você totalmente errado, me tirando do sério, me tirando a razão. Por quê diabos eu sou assim? Amo algo que é totalmente fora dos meus conceitos, das minhas vontade. Meu querido, veja só, você é alguém que eu nunca amaria, alguém que não entraria na minha via de forma alguma, pois bem, eu estava errada, eu te amo, mesmo à força, mesmo odiando tudo em você, eu te amo. Amo tanto você que chega a doer o meu peito, você tem algo que me faz querer mais, mais de você. Amo tudo em você, o seu sorriso bobo, o modo como você me olha e como você diz que eu sou única para você. Não a explicação, você é apenas a minha vida. Você tem o dom de me fazer rir, e não consigo nem ficar dois segundos com raiva de você, pois é impossível. Como você consegue? Eu fico boba ao seu lado, e meus sorrisos são os mais sinceros quando estou com você. Eu consigo ser eu mesma e você não me abandona por isso! Eu quero ficar ao seu lado, e eu lhe peço, queira o mesmo que eu, pois seria doloroso demais ficar sem você todas as manhãs.
—  Escrito por Dieska, Letícia B., Isadora G. e Beatriz em Julietário.

anonymous asked:

Tive um relacionamento que durou três anos, entre mts idas e vindas terminamos por excesso de sentimento na hr errada, segundo ele. Eu gosto tanto e de forma tão sincera e mesmo que n nos falemos mais, ele smp está de alguma forma, alimentando as esperanças de que ele ainda me ama e vai voltar, ele tem seguido em frente, mas eu paralisei, fico apenas esperando o dia que ele vai voltar... Sei que preciso seguir, mas é tão difícil, será que pode me dar um conselho? Estou tão sem chão...

Ah meu bem, eu já falei uma vez, que as histórias mal acabadas acabam com a gente. Ficamos esperando algum sinal que tudo pode acontecer de novo. Faz 6 anos que sou enrolada com um sentimento assim eu o amo de todas as formas e o espero. Mas entendi que deve seguir, se um dia ele voltar e estar disposto a ficar eu o aceito e se não voltar eu vou continuar feliz aonde eu estiver e com quem eu estiver.
Mas não faça isso, tenha coragem de falar com ele e por na parede, perguntando o que ele quer da vida. Diz que se for para ficarem juntos que enfrentem as coisas agora e não adiar. E se ele não te quer agora que fale e que lhe esqueça assim como você fará. Você precisa de uma resposta concreta porq ficar nessa de vai não vai é a pior coisa.
Pergunte de forma clara e exija uma resposta também clara. Não se prenda a alguém que não sabe o que quer.

O contrário de bonito é feio, de rico é pobre, de preto é branco, isso se aprende antes de entrar na escola. Se você fizer uma enquete entre as crianças, ouvirá também que o contrário do amor é o ódio. Elas estão erradas. Faça uma enquete entre adultos e descubra a resposta certa: o contrário do amor não é o ódio, é a indiferença.
—  Martha Medeiros.
Demonstre. Demonstre a importância que alguém tem na sua vida. Não há nada mais bonito que demonstrar o que sentimos por alguém. Demonstre amor, demonstre a saudade que você tem carregado no peito. Sabe, às vezes a gente erra, sai dos eixos e faz coisa errada, mas não tem nada mais grandioso que assumir o próprio erro. Tem vezes que coloco os fones no ouvido e passo a noite toda encarando a escuridão do quarto. O silêncio na maioria das vezes traz respostas, embora o barulho dentro da gente seja estrondoso e extremamente perturbador. A saudade é a minha velha companheira, está comigo em todos os momentos da minha vida, nas falsas risadas e até mesmo nos breves momentos onde me engano achando que as coisas estão bem, que tá tudo legal aqui dentro de mim. Porra, tem tanta gente superficial neste mundo. Tanta gente jogando amor fora, tanta gente indiferente com a gente. Eu queria tanto sentir que faço falta pra algumas pessoas. Queria sentir que a minha voz, a minha companhia e os meus defeitos fazem falta na mesma proporção que a voz, a companhia, os defeitos e a face da pessoa que eu mais amo nesta vida fazem falta na minha vida. Não é fácil demonstrar quem somos. Não é fácil tirar a armadura e se expor de corpo e alma para este mundo. Dá pra contar nos dedos quem realmente vai retribuir tudo aquilo que você demonstra. Cara, vou te dizer uma coisa: hoje, nesta era digital, onde é tão difícil ser de verdade, a gente tem mesmo é que mandar textão, escrever jornais, mandar foto descabelada, mandar áudião de dez minutos se preciso for, mas só pra alegrar àqueles que a gente ama. Não dá pra saber se vamos estar estar por aqui daqui dez minutos. A morte chega como um ladrão no meio da noite, sem aviso, sem alertas. Por isso abra esse peito, jogue fora esse orgulho todo e seja um alguém de verdade. Demonstre quem você é. Demonstre o quanto você se importa. Demonstre a saudade que você sente. Eu estou nesta caminhada. Quero amar e receber na mesma proporção. Quero ser de verdade. Assumo que sinto falta, mas quero saber que sinto falta também. Não é fácil, mas eu estou tentando. Acho que a gente seria mais feliz sendo assim, apreciando os pequenos detalhes, as mais “bobas” atitudes são as que mudam o nosso dia pra melhor. Tirar sorrisos não é tão difícil assim, então faça a vida valer a pena.
—  Isabela Queiroz.
Nada como o passar do tempo para nos mostrar o quanto acertamos ou erramos nas decisões e escolhas tomadas no decorrer da nossa vida. Que o ontem é passado, e que a cada novo dia haverá chances de um recomeço e algo pode ser mudado. Saber aceitar que todos nós temos nossas bagagens de memórias que em algum momento nos leva pra trás, mas também podemos construir sonhos que nos guiam para frente. Temos que aprender a conviver com renúncias, chegadas e despedidas. Tropeçamos em alguns obstáculos, nos machucamos, mas como quem nunca desiste logo estamos em busca de novos caminhos. Desistência nunca foi o meu tema. Mas meu tema sempre foi persistência. Mas não adianta persistir em algo que já foi tomado as decisões, ainda que não seja a qual nós queríamos, mas foi a decisão da qual foi tomada. E existe certas decisões que lá na frente pode ser a decisão errada, e com isso, sofremos, porém, todas decisões que tomamos em nossas vida, independente de ser certa ou errada, serve como aprendizado. E diante a vida que vivemos, estamos sujeito a ser sempre aluno dela, pois a vida é uma mera aprendizagem, e eu acho que sou aluno predileto dela. Mas em meio a acertos e erros, sei que tenho que seguir de cabeça erguida e não baixa. Pois lá na frente verei por que passei por certas coisas na vida. Assim como apanhei, ganharei, e ela mesmo me mostrara o resultado de tudo que passei.
—  Giulia S. & Alef Santos.
E eu te olhei tantas vezes implorando. Não morre, por favor, seja ele, seja o homem que perde um segundo de ar quando me vê. Mas você nunca mais me olhou quase chorando, você nunca mais se emocionou, nem a mim. Você nunca mais pegou na minha mão e me fez sentir segura. Nunca mais falou a coisa mais errada do mundo e fez o mundo valer a pena. Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei. E cadê a inspiração? Foi embora junto com a minha pureza, a minha crença, a minha fidelidade
—  Tati Bernardi.
Querido diário, eu não poderia estar mais errada, eu achei que poderia sorrir e seguir em frente, fingir que está tudo bem. Eu tinha um plano, eu queria mudar quem eu era e levar a vida como uma pessoa nova, sem passado, sem a dor de alguém que viveu, mas não é tão fácil.  As coisas ruins ficam com você, elas seguem você. Não dá pra escapar, por mais que se queira.
—  The Vampire Diares.
Pode me mandar mensagem as 4 da madrugada dizendo que tá com saudades. Pode me ligar as 7 horas da manhã de um domingo, pedindo para me ver. Pode me chamar pra tomar um banho de chuva num sábado a tarde. Pode me mostrar aquela música que você ouviu e lembrou de mim. Pode me indicar aquele livro que você leu e pensou “ela vai adorar”. Pode demonstrar o que sente. Eu não ligo, eu gosto. Não vou ficar pagando de coração de gelo. Amo um mimo, amo um carinho, uma mensagem fofa, um beijo inesperado, amo ser pega de surpresa com algo bom. Amo muito todas essas coisas que as pessoas consideram “clichê”. Talvez eu tenha nascido na época errada, enquanto todo mundo só quer saber de festas, pegação, sexo, bebidas, drogas… Eu só quero a paz de um abraço, o amor de um beijo na testa, o carinho de um “bom dia, meu amor” pela manhã. Eu só quero um amor verdadeiro. É pedir muito?
—  Fica um pouquinho?
Eu sei que foi fácil me amar naquela mesa de bar, que meu jeito espontâneo, meio bêbado, com conversa bem levinha, conquista qualquer um. Cerveja gelada acaba me deixando mais simpática. Depois de uma semana você deveria ter percebido que não deveria ter me dado trela. Não sou tão boa de filosofar quando a bebida é um café amargo, mas parece que isso não te desencorajou. Você continuou ali, no mês seguinte me convidou pra um cineminha, algumas festas de amigos. Nossa agenda foi ficando extensa. Tudo seu incluía a mim, e eu não sabia se isso seria bom no futuro, mas no presente, no nosso agora, eu amei cada detalhe. Eu nem estava acostumada em ter alguém tão próximo, eu que sempre fui errada com um cara que só queria sempre mais, mais de mim. Foi então que eu fui me perdendo no meio de nós a cada saidinha barata, em cada sorrisinho maroto seu. E aquela vez que eu fiquei me perguntando o motivo de você ter me dado trela, descobri só hoje a resposta… Você me enxergou além, viu que em mim só precisava de uns cuidados para assim eu tomar jeito. E que jeito, ein? O seu jeito.  Fez surgir em mim uma vontade surreal de ser melhor, por mim e por você. Porque a verdade é que eu estava cansada daquela vida fria, e sem emoções. Não deixando ninguém permanecer por muito tempo e, expulsando de mim todo e qualquer sentimento que aparecesse. Era bom estar ali nos bares, ficando animadinha com os drinks que ganhava de um ou outro rapaz que, sinceramente, nunca queria nada além de uma noite de prazer. Mas no final, eu sempre ficava sozinha. Vendo as minhas amigas do ensino médio se casando, construindo suas famílias, e eu aqui, com meus relacionamentos que nunca passavam de duas semanas. Imaginar uma vida ao lado de alguém, compartilhando meus medos e desejos mais obscuros, era algo fora de cogitação. Até chegar você, me entregando todo o amor que jamais recebi de alguém. Com a paciência para entender meus jeitos e trejeitos, e falando baixinho no meu ouvido: “Ei, amor. Eu vim para ficar. Pode segurar a minha mão, que eu prometo não soltar”. Esta era a segurança que eu precisava. Você é a parte calma e fácil que eu procurava, para estabelecer um equilíbrio entre o meu complexo e caos internos. Agora, aqui estou eu, totalmente submissa ao seu amor. Você me fez e continua me fazendo sentir a mulher mais especial e única do mundo. Faz por mim o que ninguém jamais fez. O seu toque é o mais delicado que o meu corpo já sentiu. Amo o seu beijo, o seu olhar, o seu cheiro e os arrepios que a sua presença me causa. Adoro cada detalhe que te compõe. E adoro, ainda mais, todos os sentimentos bons que o seu amor despertou em mim. O seu nome está cravado em meu coração e tudo ao meu redor possui um pouquinho de você. Somos a sintonia perfeita um do outro, e agora, amor, somos um só.
—  Você fez minha pupila dilatar - Escrito por Paula, Amanda N., Fran e Ane em Julietário.