era:sla

Eu sinto sua falta, não vou mentir dizendo que não sinto. É óbvio, como não poderia sentir? Sentir falta do teu carinho, da tua proteção, da segurança que você me passava, das risadas que você conseguia tirar de mim e dos sorrisos então? Os mais bobos e idiotas. É lógico que sinto falta, falta de quando você tinha tempo pra mim, quando eu passeava em teus pensamentos, falta de ser importante pra você sabe? Do mesmo jeito que começou, terminou. Não vou mentir, as vezes me pego vendo suas fotos e fico me perguntando se o erro foi meu ou era isso aí que ia acontecer, uma coisa boa porém passageira. Sinto falta da sua voz, da sua risada, até mesmo quando ficava de cara comigo. Eu sei que sou a teimosia em pessoa e velho, até da tua implicância com isso eu sinto falta. Lembro de tanta coisa, logo eu que não consigo lembrar de quase nada, mas quando se trata de você está tudo aqui. Memória por memória. Momento por momento. Cada conversa, os conselhos, os abraços, as brincadeiras, as vontades. Eu lembro. Cara, eu sinto falta de ir deitar e ter a certeza que no outro dia eu acordaria com o seu bom dia. Velho, há quanto tempo isso não acontece? Há quanto tempo não me sinto a pessoa importante que eu achei que era? Você me deu o céu, as estrelas e tudo de mais lindo que poderia dar, mas também me deu um grande vazio aqui dentro. Um buraco. Não dói, apenas está ali, sem nada, sem ninguém … vazio. Esperando você retornar, mas sinceramente? Já perdi a esperança que volte e se voltar, não vou ter a segurança, o conforto e a proteção que eu tinha contigo. Sinto muito, eu lamento por tudo. Eu não desisti da pessoa incrível que você é, não esqueci e nem pretendo, só estou vivendo minha vida, conhecendo pessoas e quem sabe eu encontro algum amor por aí. Fiz o que você mandou, eu viver minha vida, eu só não pensei que eu viveria sem você.
—  Precarizou.
2

Above: Melanie Griffith as Honey Whitlock in John Waters film Cecil B DeMented. Honey is taken hostage by a group of cinema revolutionaries and towards the end of the film she is seen to actively participate in their movement.

Below: Patty Hearst, American newspaper heiress who was kidnaped by the Symbionese Liberation Army and was seen actively participating in with their movement including bank robbery.

Patty also appears in Waters’ film playing the mother of one of the cinema revolutionaries. 

- Amor.
- Agora não Sophie.
- Que foi?
- Estou com raiva, me deixa.
- Raiva de que? De mim? o que eu fiz agora?
- Não, to com raiva de mim, me deixa quieto.
- Por que isso agora? Do nada?
- Não é do nada, já estou pensando nisso já tem um tempo.
- Nisso o que? Você está me deixando confuso.
- Eu jurei pra mim que não ia mais, eu prometi com todas as minhas forças.
- Jurou o que? Matt não estou entendendo, comece a fazer sentido por favor.
- EU ESTOU APAIXONADO SOPHIE, ESTOU AMANDO DE NOVO. Droga isso não era pra acontecer.
- Você está amando outra Matt?? Está me traindo é isso?
- Não, eu nunca faria isso, você sabe. Estou te amando, estou louco por você, estou dependente, eu jurei que nunca mais ia me entregar e estou aqui com você, isso não faz sentido, eu me fechei, mas você achou uma brecha e agora estou completamente apaixonado.
- É isso? Depois de tantas vezes que você falou que me ama, agora que você percebeu que está apaixonado?
- Não, mas só agora percebi o estrago que isso pode causar.
- An?
- E se você se cansar, se você for embora, se eu me magoar, eu não vou suportar Sophie, você acha que é a frágil da relação, você acha que precisa mais de mim do que eu de você, mas na verdade você é a base, você é o porto seguro, é você que nos sustenta, e eu vejo que não te mereço e se um dia você perceber isso e me deixar? Eu não vou suportar.
- Amor… Vou te falar o que você sempre me fala, eu estou aqui não é? Depois de tudo eu estou aqui. Eu sei como é pensar assim, é meus pensamentos todos os dias, mas nós dois juntos suportamos tudo, um ajudando o outro, um pelo outro. Não coloque um monte de dúvidas na sua cabeça. Eu te amo, você me ama. Temos muitos defeitos, mas isso que nos faz dar tão certo, essas diferenças, essas brigas, de certa forma deixa tudo mais intenso. Você é um cara ótimo e não consigo me imaginar com outra pessoa.
- Está vendo Sophie, você é tão maravilhosa pra mim.
- Matt cala a boca tá?
- Posso dizer só mais uma coisa?
- Diga.
- Eu te amo.
- Eu também te amo idiota.
—  Diálogos de Sophie & Matt
Eu ia escrever sobre você (de novo) mas, esse assunto já está batido, ultrapassado e desgastado. Agora jogo algumas palavras por aí e deixo que o vento as levem, caso chegue até você me procure e se não chegar não me importo, já me acostumei com sua ausência.
—  Precarizou.