entremeninas

Tudo ao seu tempo - Capítulo 16

Só se deram conta das horas quando a Yasmin chegou

Yasmin: bom dia pra vocês.

Alan: bom dia Yasmin.  

Laila: bom dia amiga.

Yasmin: vocês acordaram cedo

Alan: Na verdade vamos dormir cedo.

Yasmin: Vocês não dormiram?

Laila: Não, estávamos conversando e nem vimos a hora passar.

Yasmin: Nem me chamaram  

Alan: Antes de descer eu fui no quarto e você estava dormindo igual uma pedra.

Laila: Como sempre.

Yasmin: Estou com fome  

Laila: Vamos tomar café

Eles foram para cozinha, prepararam o café e comeram.

Yasmin: Preciso ir.

Alan: Eu te levo.

Laila: Sério?!

Alan: Sim  

Laila: Então tá

Yasmin: Só vou pegar as minhas coisas lá em cima e em um minuto eu desço.

Alan: Tudo bem estou esperando no carro.

Yasmin subiu junto com Laila.

Laila: Tchau amiga.

Yasmin: Tchau, depois a gente se fala pra poder marcar algo.

Laila: tudo bem.  

Assim que Yasmin fechou a porta Laila se deitou e ficou olhando pra foto com a Alice, isso já havia virado um costume, então ela pegou no sono.

Já no carro Alan foi conversando com Yasmin sobre varias coisas e foi assim que eles perceberam o quanto eles eram iguais e ao mesmo tempo diferente. Em poucos minutos ele a deixou na porta da sua casa e depois voltou pra casa.

Mais tarde Laila acorda e percebe que há varias mensagens no seu celular

~Mauro: Mais tarde estou ai.

~Mauro: Fala comigo.

~Mauro: Se fosse a Alice já teria respondido  

~Mauro: desisto, quando quiser fala comigo já sabe.

~Alice: Princesa tenha um Bom dia  

então ela vai responder  

~Laila: Você é um babaca mesmo né, eu estava dormindo, que horas você chega?

~Laila: Minha linda tenha um bom dia.

assim que ela mandou Alice respondeu

~Alice: Preciso de um conselho seu, posso passar ai amanhã?

~Laila: Se quiser pode passa hoje  

~Alice: Hoje não dá, já estou no restaurante e hoje minha mãe não ira fechar cedo pois tem uma comemoração aqui.

~Laila: Tudo bem, te aguardo amanhã.

~Alice: Obrigada princesa.

~Laila: Tudo por você minha linda

Assim que ela para de conversar com Alice ela começa a pensar em como seria ficar com a Alice, ao mesmo tempo que ela pensava que seria perfeito achava que não daria certo pelo simples fato de elas serem melhores amiga, então por um segundo ela fechou os olhos e imaginou o beijo e o toque dela, e no mesmo instante seu corpo se arrepiou dos pés à cabeça, então quando abriu os olhos tentou expulsar aqueles pensamentos, pois ela tinha o Mauro e gostava dele por mais que ultimamente ele tenha se mostrado um babaca.

O telefone tocou.

*Mauro: Em meia hora eu estou ai

*Laila: Eu estou te esperando.

Enquanto ele não chegava ela foi mexer no computado e encontrou o seguinte texto

“Se entregue de corpo e alma para pessoa que te faz rir nos momentos triste, que te faz chorar de alegria, que te dá bom dia e boa noite, e faz questão de mostrar que está contigo pra tudo, que te faz feliz e sua ausência te causa saudades, que o abraço conforta e o sorriso te faz se sentir mais completa, que te faz suspirar pelos cantos e sonhar acordada e que acorda na sua cabeça e dorme também, pois isso tem um nome: P-A-I-X-Ã-O. -L.C”

Sem perceber para ela todas as frases a levavam a um nome (Alice) até chegar ao nome Paixão, ela se recompôs e foi ai que escutou alguém chamando na porta.

Ela desceu e Mauro estava lá com uma sacola com pipoca e chocolate.

Mauro: Que filme veremos hoje?

Laila: Sério que você quer ver filme? pensei que fossemos comer alguma coisa ou algo do tipo.

Mauro: Nossa você já quer sair de novo

Laila: você só pode está brincando né?

Mauro: Ninguém merece, quer ir ao shopping de novo?

Laila: Não pensei em ir comer no restaurante da mãe da Alice

Mauro: Á já entendi, a sua intenção é ver a sua “amiguinha”  

Laila: Não é exatamente por isso, eu to com fome e lá a comida é maravilhosa e eu aproveito e vejo a Alice que já estou com saudades  

Mauro: Saudades? você a viu ontem

Laila: E por isso eu não posso ficar com saudades ?

Mauro: Quer saber de uma coisa eu já estou cansado de vocês duas juntas, eu não gosto dela e não quero você andando com ela, isso pega mal pra mim, os meus amigos ficam me zoando dizendo que você me trai com ela e já estou começando a achar que eles tem razão.

Laila ficou paralisada e no momento muitas coisas se passaram na cabeça dela, e uma raiva e angustia a dominou, ela respirou fundo para não chorar.

Laila: Então nosso namoro termina por aqui.- ela falou com toda sua força e ainda assim sua voz quase não se escutava.

Tudo ao seu tempo - Capítulo 9

Alice: O que você está fazendo aqui?

Sara: Vim ver se você estava bem, e pelo jeito esta muito bem, já ta ate com uma nova namoradinha.

Alice: Não viaja, ela é apenas minha amiga e isso não diz respeito a você, então não venha com os seus deboches.  

Laila não fazia ideia do que estava acontecendo, mas percebeu que Alice não estava bem, e assim que Lavínia chegou perto ela puxou ela falou para Laila tira a Alice dali.

Laila só obedeceu e puxou Alice e sai com ela dali.  

Lavínia mandou Sara sair e quando ela percebeu que Alice não iria voltar ela saiu. Lavínia mandou uma mensagem para Laila

Lavínia: Podem voltar, a piranha já foi embora.

Na hora do desespero Laila não sabia o que fazer ela simplesmente entrou dentro do carro e dirigiu.

Ela leu a mensagem olhou para Alice.

Laila: Já podemos voltar.

Alice não tinha falado nada desde que saíram do restaurante.

Alice: Desculpa, eu não sabia…

Laila parou o carro e interrompeu o que ela falava.

Laila: Tudo bem, você não tem que se desculpar.

Ela passou a mão no rosto de Alice retirando algumas lagrimas que insistiam em cair.

Laila: Vai ficar tudo bem.

Alice abraçou Laila e para ela parecia que os problemas tinham sumido.  

Laila: Vamos voltar se não as meninas vão ficar preocupadas.

Ela ligou e carro e voltou para o restaurante. As meninas estavam na porta, elas desceram do carro e a Lavínia foi em direção a Alice.

Lavínia: Como você está?

Alice: Estou bem melhor.

Lavínia deu um abraço nela.

Lavínia: Fica tranquila, isso vai passar.

Lavínia soltou ela e foi na direção da Laila.

Lavínia: E você como esta?

Laila: Eu estou bem.

Enquanto Lavínia falava com Laila, Fernanda e Yasmin estavam tentando fazer com que Alice esquecesse o ocorrido

Alice olho para Lavínia

Alice: E minha mãe o que falou?

Lavínia: Tia Martha não ouviu nada, e quando ela veio falar conosco eu falei que você tinha ido com a Laila falar com o namorado dela.

Isso fez com que a Laila lembrasse que havia 3 chamadas perdidas de Mauro, que ela resolveu ignora no momento, pois Alice estava chorando.

Fernanda: Gente acho melhor a gente ir.  

Lavínia: Laila pode deixar que eu levo a Yasmin.  

Laila: Tudo bem, Alice quer que eu te deixe em casa?

Alice: Pode ser, mas deixa eu só falar com minha mãe

Laila: Tá bem.

Ela entrou.  

Lavínia: Obrigada pela ajuda.

Laila: Tudo bem, ela também é minha amiga agora, estamos aqui pra isso.

Lavínia era extremamente cuidadosa e protetora.

Assim que Alice voltou elas se despediram .

Lavínia entrou no carro com Fernanda e Yasmin, enquanto no outro carro estava Laila e Alice.

Quando estavam chegando perto de casa, ela para o carro.

Laila: Tem alguém na sua casa?  

Alice: Não, por que?

Laila: Então você vai para minha casa e depois eu te levo e não adianta dizer que não.

Alice: Mas você tem que estudar e eu também.

Laila: Eu não tive aula hoje então não tenho nada pra estudar, e se você for estudar ficarei em silêncio, e eu não te contei, mas meu pai é empresário e fez faculdade onde você faz, ele teria o prazer de te ajudar.

Alice: Tudo bem, você me convenceu.

Laila seguiu para sua casa. Assim que chegou foi ao escritório do seu pai.

Laila: Pai temos visita.

Vitor: Olá, quem é essa moça bonita?

Alice: Prazer senhor, meu nome é Alice.

Vitor: Senhor está lá no céu, pode me chamar de tio Vitor ou só de Vitor.

Laila: Pai ela estuda na Cabral.

Vitor: Parabéns, então além de bonita você é inteligente! Você faz o que lá?

Alice: Administração senhor… desculpa tio Vitor.

Vitor: Então você é do meu time.

Ela riu.  

Laila: Vamos subir, qualquer coisa pode chamar.

Vitor: Ah esqueci de dizer que tem uma surpresa pra você lá em cima.

Elas subiram, quando entram no quarto lá estava a surpresa. Era Mauro que estava deitado na sua cama.

Laila: O que esta fazendo aqui?

Mauro: Vim aqui já que você não atende minha ligações.

Laila: Desculpa, estava ocupada.

Mauro: Pelo jeito era super importante, já que não atendeu nenhuma das minhas chamadas.

Laila: Era sim, mas não vem ao caso. Está é minha amiga Alice. Alice este é meu namorado.

Alice: Prazer em conhece-lo pessoalmente, já ouvi falar muito de você.

Mauro sorrir  

Mauro: Posso falar com você um instante.

Ela olha pra Alice.

Alice: Vai eu vou ficar bem.

Ele segura ela pelo braço e a leva o mais distante do quarto.

Tudo ao seu tempo - 4 capítulo

Quando deu seis horas ela decidiu ir se arrumar para não chegar atrasada. Já pronta ela desceu e seu pai estava sentado junto com Marina na sala de jantar.

Laila: Estou saindo pai.

Vitor Nossa! você está linda.

Laila: Obrigado pai.

Vitor: Mauro vem te buscar?

Laila: Não, ele não sairá com a gente hoje.

Vitor: Quer que eu te leve?

Laila: Você pode me deixar na casa da Yasmin?

Vitor: Claro que sim, só deixa eu pegar as chaves e já partimos.

Eles entraram no carro e foram conversando o caminho todo, em menos de 20 minutos eles chegaram.

Laila: Obrigada pai, te amo.

Vitor: Te amo princesa, se divirta.

Ela deu um beijo nele e saiu do carro, foi em direção ao interfone e apertou no apartamento da Yasmin.

Yasmin: Quem é?

Laila: Sou eu amiga, Laila.

Yasmin: Serio que você veio?

Laila: Mas é claro.

Yasmin: Seu namorado está com você?

Laila: Não ele não quis vir.  

Yasmin: E ele deixou você vir?

Laila: Dá pra você abrir a porta? ai conversamos  

Yasmin: Desculpa!

Yasmin apertou o botão de abrir a porta e Laila subiu. Ela estava na porta e assim que elas se viram deram um abraço bem forte como se não se vissem a muito tempo e então depois do longo abraço elas foram para o quarto.

Lá estava Lavínia e Fernanda, suas amigas do colégio.

Lavínia: Amiga quanto tempo.

Fernanda: Como você ficou mais bonita?  

As três se abraçam  

Laila: Ai que saudade que eu estava de vocês.

Fernanda: Você agora só quer saber do Mauro e da Yasmin.

Ela ficou calada pois sabia que nos últimos meses só ficava com o Mauro e não saia com ninguém.

Lavínia: Falando nele, cadê ele ?

Laila: Não sairá com a gente  

Fernanda: Como sempre ele ficará em casa sem fazer absolutamente nada de divertido.

Ela deu um sorriso sem graça para Fernanda, pois sabia que ela estava falando a verdade como sempre. Ela era a amiga mais sincera, sempre falava o que estava na cara de todo mundo, mas ninguém tinha coragem de dizer.

Lavínia: Ah! esqueci de apresentar, está é Alice.

Ela se virou e olho para menina que se encontrava atrás dela, sentada no chão e com o celular na mão.

Laila: Oi Alice.

Ela sorriu para Laila e na mesma hora Laila retribuiu o sorriso.

Lavínia: Pois bem, temos duas missões hoje.

Laila: Que missões ?

Tudo ao seu tempo - 2 capítulo

No dia seguinte seu celular despertou as 6 horas, então ela se levantou, tomou banho, comeu e em menos de uma hora já estava pegando o carro.

Assim que chegou na faculdade ela procurou a sua melhor amiga e sentou ao lado dela.

Yasmin: E ai, está pronta para sábado?  

Laila: Sábado?

Yasmin: Sábado sim. E não se faça de boba, é meu aniversario e você é minha melhor amiga, então não posso comemorar sem você.

Yasmin sempre foi dramática desde pequena, era o que ela sabia fazer de melhor.

Laila: A aula vai começar, depois falamos sobre isso.

O dia estava tranquilo e em poucas horas ela iria pra casa descansar e depois iria encontrar com Mauro. Era sexta e virou um costume para eles se verem.

Então quando a aula acabou ela foi para casa, se arrumou e ficou esperando Mauro chegar.

Ele chegou todo animado.

Mauro: Oi princesa, como você está linda!

Laila: Oi lindo.

Mauro: O que iremos fazer hoje?

Laila: Não sei, podemos assistir filme ou sair para passear.

Mauro: Eu prefiro assistir filme.

Ele não gostava de sair, o que levou a ela a não sair muito.

Laila:  Que filme?

Mauro: Pode ser um que tenha muito sangue e porrada.

Laila: Não estou afim de ver esses filmes assim hoje, vamos ver uma comédia romântica.

Ela amava todo tipo de filme, mas ultimamente só assistia comedia romântica ou romances e sempre que terminava de assistir ficava se perguntando se faltava alguma coisa.

Ela foi fazer pipoca enquanto ele procurava o filme.

Laila: está ponto.

Então eles se sentaram e enquanto o filme passava ela se perguntava o que tinha de errado para está com aquele vazio. Depois que o filme acabou eles ficaram conversando e quando enfim eles começaram a se beijar o telefone dela começa a apitar.

Ela vai olhar e ver que é uma mensagem da Yasmin.

Yasmin: Ei senhorita você saiu apresada para não falar comigo né? mas não adianta fugir, amanha é para estar aqui em casa as 8 horas que meu pai ira levara gente na balada. ok?

Ela acaba de ler.  

Mauro Quem era?

Laila: A Yasmin falando sobre a comemoração do aniversário dela.

Mauro: Ninguém merece.  

Laila: Você vai comigo né?

Mauro: Não quero ir

Ela ficou pensativa e se perguntou se o motivo pelo qual ela ficava desanimada de sair não era pelo fato de Mauro sempre dizer que não queria ir. O silêncio se quebrou.

Mauro: Por mim você nem iria.

Tudo ao seu tempo - Capítulo 14

Era sexta-feira último dia de aula antes do recesso do meio do ano, Laila acordou bem cedo pois estava animada para esse dia, ela levantou e fez suas coisas de costumes, então desceu e foi tomar café com seu pai.

~vitor: Caiu da cama?

~Laila: Não, só estou animada.

~Vitor: hum, sabe que dia é hoje?

~Laila: sei, hoje acaba minhas aulas, mais um período finalizado.

~Vitor: Pelo jeito você esqueceu quem volta hoje.

~Laila: Mais é claro que não, eu esperei 2 anos anos pra ele voltar, não ia esquecer tao fácil.

Laila era filha única, mas foi criada com seu primo Alan, desde o falecimento de seu tio, ele havia se mudado há dois anos para Londres, pois tinha ganhado uma bolsa para terminar a faculdade de medicina lá.  

~Vitor: ah ta, achei que tinha esquecido, você vai buscar ele ou quer que eu vá?

~Laila: Não pode deixar que eu já combinei com Mauro, Yasmin e Alice para irem comigo.

~Vitor: Então ta, Marina vai fazer um almoço especial para vocês.

~Laila: OK, já estou indo, tenho que passar na Alice antes da faculdade e vou buscar Yasmin.

Ela dá um beijo no pai e sai. Passa na Alice e depois pega Yasmin. Já na aula ela não via a hora de acabar para poder ir buscar Alan. Quando enfim a aula acabou ela saiu e na porta de seu carro Alice já a esperava.

Yasmin: Jurava que você gostava de meninas!

Alice: E eu gosto.

Yasmin: Alan é menino, não precisa ficar tão gata pra ele.

Alice: isso foi um elogio?

Yasmin: você interpreta como quiser.

Laila se aproxima de Alice- você está linda mesmo- ela fala enquanto põe uma mecha de cabelo de Alice atrás da orelha.

Mauro chega e fica olhando para Alice com cara de raiva.

Quando Laila o ver ela cumprimenta com um beijo.  

Laila: Então vamos, Já estão todos aqui e ele já deve está chegando. Todos entram no carro.

Assim que chegaram ao aeroporto o avião em que Alan estava havia acabado de pousar eles esperaram alguns minutos até que ele apareceu no portão de embarque, era inconfundível, pois não é sempre que se ver um moreno alto e com um sorriso maravilhoso. Laila sai correndo e pula em seus braços.

Laila: não acredito que você está aqui!

Alan: eu também não, que saudades eu estava de você.

Laila: eu também, você não tem ideia.

Alan: cadê o tio Vítor ?

Laila: ele não veio, mas está nos esperando lá em casa pra um almoço especial.  

Alan: adoro os almoços especiais da Marina.

Laila: ah deixa eu te apresentar algumas pessoas, essa é Alice meu anjo da guarda e esse é Mauro meu namorado e a Yasmin você já conhece  

Alan: oi Mauro - ele aperta a mão de Mauro- nossa que amiga linda a sua- ele dá pois beijos na bochecha de Alice- e você como cresceu e ficou mais gata?

Yasmin: kkk você não perde uma ein!

Eles vão para o carro e seguem em direção a casa de Laila. Ao chegar Vítor e marina estavam na sala de jantar aguardado a chegada deles.  

Vitor: Meu filho que bom ter você aqui. Eles se abraçam  

Alan: Tio você não sabe como é bom estar em casa. Depois ele vai em direção a Marina e a abraça. Alan: Tia como eu esperei comer sua comida de novo.

Marina: nossa você só estava com saudades da minha comida?

Alan: claro que não, estava com saudades de você também.  

Todos sentam a mesa e comeram enquanto conversavam sobre diversas coisas. Quando acabaram eles continuaram conversando ate que deu 15:00.

Alice: Desculpa, mas tenho que ir para o restaurante.

Vítor: Tudo bem, quer que eu te leve?  

Alice: não tio obrigada, meu irmã está vindo me buscar.

Alan: mais está tao cedo, fica mais um pouco.

Laila: ela ajuda a mãe dela no restaurante, não tem como ela ficar.  

Alice: não posso mesmo.  

Alan: mas você volta né?

Mauro se intromete.

Tudo ao seu tempo - Capítulo 13

Mauro: Pode deixar que irei cuidar da minha namorada muito bem.

Alice: Então ate mais.

Ela sai e ele entra, quando ele chega ao quarto encontra Laila admirando a foto que estava em um belo porta-retrato.

Mauro: O que aquela garota estava fazendo aqui?

Laila: Ela veio me entregar isso - Ela mostrou o porta-retrato enquanto o colocava em sua cabeceira - E também me trouce almoço e remédio.

Mauro: Acho que quem tinha que fazer isso, sou eu.

Laila: Então você trouxe ?

Mauro: Não, eu não sabia que estava doente, você não me conta mais nada.

Laila: Eu conto sim, eu também não falei a ela que estava doente

Mauro: Então ela tem bola de cristal.

Laila: óbvio que não, ela só soube porque a Yasmin contou.

Maura: Então quer dizer que para Yasmin você conta.

Laila: Ela ia perceber que eu não fui a aula, então falei pra ela pra não preocupa-la

Mauro: Essa historia está muito mal contada.

Laila: Você não vai querer brigar não né? eu não to bem então por favor vamos deixar pra outro dia.

Ele não falou nada, só sentou ao lado dela, então elas passaram o dia juntos, assistiram, comeram, se beijaram. Mais tarde o pai de Laila chegou.

Vitor: Oi filha, como você está?

Laila: To melhor, Alice trouxe comida e remédio e depois o Mauro chegou.

Vitor: Obrigada Mauro, cadê a Alice?

Laila: Ela teve que ir pra ajudar a mãe.

Vitor: Então manda um beijo pra ela, ela é uma menina de ouro.

Laila: Ela é sim, se não for de diamante, pode deixar que eu vou mandar.

O pai da Laila saiu do quarto e Mauro fechou a cara.

Laila: O que foi?

Mauro: “Ela é sim, se não for de diamante”

Laila: Mas ela é, isso ninguém pode negar, só você não gosta dela.

Mauro: Porque só seu vejo quem ela é de verdade.

Laila: Vai começar?

Ele não respondeu. o telefone apita

~Alice: Já está na hora de tomar o remédio de novo.

Laila se levanta e pega o remédio.

Laila: Quase ia me esquecendo de tomar.

Mauro: Desculpa eu esqueci de te lembrar

Laila: Você não sabia o horário.

Mauro: Sua amiguinha tinha me falado

Laila: Besteira, ela me avisou e estou tomando na hora certa então tudo bem.

Ele fez cara feia.

Mauro: Tenho que ir, preciso fazer um trabalho e seu pai já está ai.

Laila: Tudo bem.

Ela dá um beijo nele, e quando eles param ela o puxa mais uma vez e o beija novamente como se estivesse procurando algo, quando eles param de se beijar ele vai embora. Ela pega o celular

~Laila: Obrigada por lembrar, ainda está no restaurante?

~Alice: Estou sim, por que? tá precisando de alguma coisa?

~Laila: Não, só queria saber.

~Alice: Ah ta, qualquer coisa pode falar.

~Laila: Tudo bem, meu pai já tá em casa. ah ele te mandou um beijo.

~Alice: Manda outro pra ele.

~Laila: Pode deixar, agora vou te deixar em paz, quando chegar em casa avisa.

~Alice: aviso sim, pode deixar.

Laila pega seus livro e começa a estudar, enquanto isso Alice estava no seu lugar preferido. Mais tarde Laila já estava bem melhor e Alice tinha acabado de chegar em casa.

~Alice: já cheguei, como você está?

~Laila: estou bem melhor, graças a você.

~Alice: eu não fiz nada de mais.

~Laila: cuidou de mim, agora que já chegou eu vou dormir, amanhã não tem jeito, doente ou não tenho que ir para faculdade.

~Alice: Boa noite anjo, dorme bem.

~Laila: Boa noite pra você também.

Laila põe o celular na cabeceira e fica olhando pra foto, depois pega no sono.

Os dias foram se passando e a cada dia Laila e Alice ficavam mais próximas, Mauro não gostava muito, mas ela não se importava, para ela Alice foi um presente, e não era só ela que achava isso, Yasmin e seu pai também.

(Um mês depois)

Tudo ao seu tempo - Capítulo 11

Laila: Não sei, ele só está agindo como um babaca a algumas semana.

Camila: Já conversou com ele?

Laila: Não dá, pois entra por um ouvido e sai pelo outro.

Camila: Entendi, mas fica tranquila, pois quando duas pessoas estão destinadas a ficarem juntas tudo se ajeita.

Ela almoçaram e conversaram, depois foram ao shopping e fizeram compra em seguida passaram no apartamento da Laila para pegar os presentes.

Laila: Nossa você sabe mesmo do que eu gosto.

Camila: Mas é claro filha, você é minha princesa, te carreguei por nove meses dentro de mim, e não é por que não vivemos grudada que eu não saiba do que você gosta ou  que você é ou quando está triste, mãe tem essas coisas de ligação, Eu te amo.

Laila: Eu também te amo mãe.

Elas se abraçaram e se beijaram.

Laila: Já tá tarde, acho melhor eu ir pra casa, amanha tenho que acordar cedo.

Camila: Irei viajar amanhã a noite, mas passarei na casa do seu pai amanhã a tarde para me despedir.

Laila: Então ta bom, obrigada mãe pelo dia maravilhoso.

Camila: Eu que agradeço, você não tem noção de como faz meu dia mais feliz.

Laila: Te amo mãe

Elas se abraçam de novo

Camila: Eu te amo muito filha.

Camila dá um beijo em Laila, e depois Laila vai embora.  

Ao chegar em casa ela vai atrás de seu pai dá um beijo nele e na Marina e vai para o seu quarto. Lá ela toma banho troca de roupa e se deita e começa a mexer no celular, e percebe que ela não falou com o Mauro o dia inteiro, e par falar a verdade ela nem tava tão afim, pois sabia que eles iam brigar, então ela resolve mandar apenas uma mensagem  

“Laila: Te amo ”

Ficou muito tempo olhando para mensagem pensando se enviava ou não, pois ela já não sabia se o amava mesmo, mas mesmo assim enviou. Depois ela colocou o celular na cama e foi fazer seus exercícios, e quando já estava acabando recebe uma mensagem

Alice: Somos muito gatas

Junto estava uma foto que elas tinham tirado na balada. Imediatamente Laila respondeu.

Laila: Nossa como eu sai feia.

Alice: Ta de brincadeira né? Você está linda

Laila: Para de mentir

Alice: Não estou mentindo, olha esse sorriso que lindo, você esta linda sim e ponto final

Laila: Obrigada

Laila ficou olhando pra conversa e procurando algo pra falar para a conversa não acaba, pois gostava de conversar com Alice.

Alice: Como foi seu dia?

Laila fica feliz por ela ter puxado assuntou, pois não conseguiria

Laila: Foi bem legal, eu passei o dia com minha mãe.

Alice: Sua mãe é bem legal

Laila: Marina não é minha mãe, ela é a mulher do meu pai, Minha mão se chama Martha, um dia eu te apresento.

Alice: Desculpa, eu não sabia, seu pai gosta de pessoas com a letra M  

Laila: kkk tudo bem, todo mundo acha que ela é minha mãe, na verdade ela é, mas não de sangue.

Alice: Que legal.

Laila: é muito legal mesmo

Alice: Linda eu vou dormir, boa noite e dorme bem.

Laila: Vou dormir também, boa noite pra você também, beijos.

Então elas vão dormir. No outro dia Laila não acordou bem então resolveu que não adiantava ir pra faculdade se não estava bem.  

Mensagem ~ Laila: Yasmin, não vai dá pra ir hoje, não estou passando bem.

~Yasmin: tudo bem amiga, eu vou anotar tudo direitinho e gravar a aula, ai depois você pega, melhoras.

Ela se virou e voltou a dormir. Um pouco mais tarde ela acordou, mas ainda assim estava com o corpo doendo, então levantou tomou banho, comeu e deitou de novo. Perto do almoço se telefone tocou

*Alice: Tem alguém na sua casa?

*Laila: Não por que?

*Alice: Tá passando mal de que?

*Laila: Estou com dor no corpo e acho que febre.

*Alice: Então ver se você se cuida dona moça.

Tudo ao seu tempo - Capítulo 10

Mauro: Você sabe quem ela é?

Laila: Sei sim

Mauro: E por que está andando com ela?

Laila: Porque ela é minha amiga.

Mauro: Você conhece ela desde quanto?

Laila: Desde sábado  

Mauro: Então você não conhece ela de verdade, porque trouxe ela pra sua casa?

Laila: Conheço o suficiente para saber que ela é uma boa pessoa e que não fará nada para me prejudicar.

Mauro: Para de ser louca, ela é lésbica.

Laila: E dai?

Mauro: E que ela não quer ser sua amiga, ela quer te pegar, além do mais, fiquei sabendo que ela traiu a ex-namorada dela.

Laila: Para de viajar, ela é minha amiga e nem antes de ser tentou ficar comigo, e eu acho que você deveria se informar melhor.

Mauro: Você quer ficar com ela é? porque se você tá achando que ela é sua amiga está enganado, lésbica não tem amiga mulher, só tem amizade colorida  

Laila: Para de ser ridículo, se me dá licença eu vou voltar pro meu quarto pois eu tenho visita.

Mauro: Então tá, depois não diz que eu não te avisei, até mais.

Ele virou as costas e desceu, ela voltou para o quarto

Alice: Está tudo bem?

Laila: Está sim, ele só queria conversar, ultimamente o nosso namoro não tá bem.

Alice: Se quer um conselho, não deixe o seu namoro esfriar, vira algo monótono em que na maioria das horas vocês estão brigando, busca uma forma de reacender a chama.

Laila ficou admirada por Alice está falando aquilo, a maioria das pessoas que acabaram de acabar um relacionamento, para de acreditar que o relacionamento é bom e é algo que se tem que lutar para manter, mas ela não ela estava ali dando conselho como se acreditasse plenamente no fato de duas pessoa ficarem juntas para sempre.

Laila criou coragem.  

Laila: Você acredita no amor? tipo no amor em que duas pessoas viverá juntas até que a morte os separe, se amando todos os dias?

Alice: Mas é claro, você não?

Laila: Não sei, as vezes acho que sim, mas as vezes eu acho que é conto de fada.

Alice: Pois bem, eu acredito, mesmo que meu relacionamento com a Sara não tenha dado certo, dever haver uma pessoa a qual eu irei me apaixonar e ela se apaixonara por mim e viveremos juntas até que a morte nos separe.

Laila: Queria ter sua fé.

Alice: A fé quem faz é você.

Laila senta ao lado dela e da um abraço.

Laila: Você é incrível.

Alice: Você também.

Então elas passaram a tarde toda conversando e rindo. Quando já estava escurecendo o pai da Laila apareceu no quarto.

Vitor: Meninas desçam pra comer, Marina fez um jantar especial para vocês.

Laila: Ok pai, já estamos indo.

Elas desceram comeram e ficaram todos conversando, já era oito da noite.

Alice: Acho que devo ir, amanha eu tenho aula e você também.

Laila olho pra ela com cara de triste

Laila: Tudo bem, deixa que eu te levo.

Alice: Não precisa eu vou andando.

Vitor: Claro que não, ela vai te levar sim.

Alice: Então ta bem, obrigada por tudo.

Laila e Alice entraram no carro, e deu partida, ela estacionou na frente da porta da Alice.

Alice: Obrigada por hoje, não sei como estaria agora se não tivesse essa tarde com você.

Laila: Eu que tenho que agradecer, você fez meu dia ser diferente e especial.  

Alice deu um beijo na bochecha de Laila.

Alice: Até mais, e não esquece de avisar quando chegar.

Laila: Tudo bem, eu aviso.

Alice saiu do carro e entrou em casa. Laila voltou pra casa.

Assim que ela chegou sentou no sofá e ficou abraçada com o seu pai.

Vitor: Amiga legal a sua, inteligente, educada e bonita.

Laila: Ela é sim.

Então deu um beijo e subiu.

Chegando no quarto ela mandou uma mensagem para Alice.

Laila: Já cheguei.

imediatamente ela respondeu

Alice: Ainda bem, Boa noite e dorme bem.

Laila: Boa noite pra você também, amanha a gente se fala.

Laila deitou e ficou pensando como o dia foi legal, e então pegou o seu celular e ligou pro Mauro.

Laila: Oi amor¹

Mauro: Sua namorada já foi embora?

Laila: Você só pode tá brincando né? ainda isso? se você a conhecesse saberia que ela é uma pessoa incrível, inteligente, carinhosa…

Mauro: E pelo visto você está aproveitando muito o carinho que ela tem pra dá.

Laila: Você é um babaca mesmo, vou desligar, pelo jeito não dá pra conversar com você, mas vou esperar você crescer.

Ela não esperou nem ele falar e desligou. Se virou e dormiu.

No outro dia ela acordou muito animada, então fez tudo que fazia quando acordava e depois foi para faculdade.

Yasmin ainda não havia chegado então ela ficou mexendo no celular, por um momento ela se desligou do mundo e ficou só com o seu celular e seus pensamentos. Até que yasmin à tirou desse transe com um abraço.

Yasmin: Eu já te falei que você é a melhor amiga do mundo?

Laila: Na verdade não, você sempre fala que eu sou a pior amiga.

Yasmin: Pois bem, retiro que eu disse, você é a melhor.

Laila: Por que você está dizendo isso?

Yasmin: Porque é a mais pura verdade

Laila: Você também é, na verdade eu não sei como você consegui me aturar.

Yasmin: Eu me pergunto isso todos os dias.

Laila: Você também não é fácil.

Yasmin rir e logo em seguida o professor entra na sala, elas assistiram e quando enfim acabou.

Yasmin: Vai fazer o que hoje?

Laila: Vou encontra a minha mãe  

Yasmin: Serio que a tia Martha está aqui?

Laila: Sim, provavelmente já está me esperando para almoçar

Yasmin: Então manda um beijo pra ela.

Laila: Eu ainda vou te levar em casa.

Yasmin: Não precisa

Laila: Precisa sim, eu sempre te levo, para de besteira

Yasmin: Então ta bom.

Elas entraram dentro do carro e Laila levou Yasmin em casa, chegando lá Yasmin dá um abraço na Laila.

Yasmin: Obrigada amiga, você de fato é a melhor

Laila: Beijos, até amanhã

Então ela segue paro o restaurante. Chegando lá ela viu sua mãe sentada na mesa e foi em direção a ela, dá um beijo e senta.

Camila: Como estão as coisas na faculdade?

Laila: Estão bem, conseguir ficar com um CR acima de 8  

Camila: Parabéns essa é minha menina. E o namoro?

Laila: Ta bem.

Camila: não senti firmeza, o que está acontecendo?

Tudo ao seu tempo - Capítulo 7

Quando ele chegou o pai dela falou que ela estava dormindo e que achava melhor não acorda-la, mas ele insistiu que ficaria esperando ela acordar.

Mas assim que ele chegou no quarto ela a acordou com o barulho.

Laila: O que você está fazendo aqui?

Mauro: Vim ficar com você, já que ontem eu não te vi.

Laila: Mas que horas são?

Mauro: 13:30

Laila: É serio que você acho que eu iria estar acordada a essa hora.

Mauro: Na verdade, pensei sim, já que chegou as 5:30 mais ou menos

Laila: O que te faz pensar que eu cheguei a essa hora?

Ela estava um pouco irritada

Mauro: A Yasmin postou as fotos no Facebook as cinco então pelos meus cálculos, da casa dela pra cá é mais ou menos 30 minutos.

Laila: Você está me vigiando?

Mauro: É claro que não.

Laila: pois é o que está parecendo. Se você que saber eu cheguei as 8 horas.

Mauro: Onde você estava até essa hora?

Laila: Estava com uma amiga, é tudo que você precisa saber .

Ela não gostava que ninguém controlasse sua vida, isso a deixava extremamente irritada.

Mauro: Eu conheço?

Laila: Provavelmente não, não a conhecia até ontem.

Ela respirou fundo.

Laila: Então o que vamos fazer?

Mauro: Sei lá, podemos fazer algo aqui.

Laila: Não, pelo amor de Deus, não aguento mais ficar dentro de casa.

Mauro: Mas você já saiu ontem.

Laila: Mesmos assim, toda vez que você vem pra cá a gente fica em casa., vamos ao shopping, deixa eu só me trocar.

Ele ficou com a cara emburrada, e foi assim o dia todo. Eles andaram, comeram, até encontraram algumas pessoas, mas a cara dele não mudava. Depois ela o levou em sua casa e eles ficaram no carro, quando as coisas estavam esquentando o telefone apita, ela vai olhar quem era.

Mauro: Quem era?

Laila: Yasmin

Mauro: Ela tem um radar para saber quando as coisas estão ficando boa, pois ela sempre atrapalha.

Eles voltaram de onde pararão, e em seguida o telefone tocou.

Mauro: Não atende, deve ser a Yasmin querendo abusar.

Ela sabia que não era a Yasmin, pois ela não tinha o costume de ligar.

Ela atendeu

Vitor: Onde você está?

Laila: Na casa do Mauro.

Vitor: Então vem logo pra casa que sua mãe quer te ver.

Laila: Tá bem, já estou saindo daqui.

Ela desligou o telefone.

Laila: Tenho que ir, minha mãe está lá em casa.

Mauro: Por que ela não avisou que vinha?

Laila: Ah não sei.

Mauro: Fazer o que né, até amanhã.

Ele saio do carro e ela foi embora.

Laila não viveu com sua mãe, mas a ligação que elas tinham era surreal, parecia que a mãe dela tinha bola de cristal e sabia exatamente quando a filha não estava bem.

Ela chegou em casa e foi logo abraçar sua mãe.

Laila: que saudades

Camila: AI filha que saudade que eu estava de te abraçar e te beijar.

Elas se abraçaram e se beijaram.

Laila: Vai ficar quantos dias?

Camila: De três a cinco dias, ainda não sei.

A mãe da Laila é uma diplomata famosa, e não parava muito em casa, pois sempre tem que estar em outro pais, cidade ou estado diferente.

Camila: Mas ainda iremos nos ver durante esses dias, que tal um jantar na terça só nos duas?

Laila: Perfeito.

Camila e Vitor por mais que fossem divorciados eram amigos e isso ajudava na relação deles.

Camila: Então combinado, e não esquece de me lembrar dos seus presentes.

Elas continuaram conversando e mais tarde.

Camila: Esta na minha hora, nos vemos na Terça.

Laila acompanho sua mãe ate a porta.

Laila: Até terça mãe

Ela deu um beijo e um abraço na filha e partiu.

Ela foi pra sala e sentou ao lado do pai e ficou abraçada com ele.

Laila: Eu tenho os melhores pais do mundo.

Vitor: Eu tenho uma Princesa em casa.

Ela sorriu e se levantou.

Laila: Vou arrumar as minhas coisas e vou me deitar que amanhã tem aula.

Vitor: Boa noite filha.

Ela subiu e arrumou as coisa, depois deitou na cama e percebeu que não havia lido nem respondido a mensagem da Yasmin.

Yasmin: A Alice chamou todos para comer no restaurante da mãe dela, quer ir?

Laila: Estou com vergonha, ela não me chamou

alguns minutos depois.

Alice: Eu te chamei sim.

Ela riu quando via a mensagem.

Laila: não chamou não, não viu nenhuma mensagem sua falando Laila quer ira almoçar no restaurante da minha mãe amanha?

Alice: E precisa disso? quando chamei todo mundo estava incluído você.

Laila: Só aceito pedidos formais.

Alice: Tudo bem.

Tudo ao seu tempo - 6 capítulo

Alice ligou para o celular do irmão pois não queria acordar seus pais.

Alice: Augustos desce e abre a porta pra mim por favor.

Augusto: Não estou em casa.

Alice: estou ferrada, mamãe vai me matar.

Augusto: Relaxa, fica ai que daqui a pouco eu chego.

Alice: Tudo bem, ver se não demora.  

Ela desligou o telefone.

Laila: E ai?

Alice: Meu irmão esta vindo, pode ir.  

Laila: Não, vou espera seu irmão chegar.

Alice: Já está tarde, vai pra casa, seus pais vão ficar preocupados.

Laila: Na verdade está muito cedo - ela riu- e meu pai não acorda nem tão cedo no domingo.

Alice: Você é teimosa.

Laila: Sou mesmo.

Laila: então me fala o que você faz da vida?

Alice: Eu estudo Administração, pois pretendo trabalhar na empresa do meu pai assim que me formar, quero compra uma casa só pra mim, não que mora com os meus pais seja chato, mas quero um lugar pra chamar de meu se é que em entende?

Laila: Entendo sim, por mais que eu não queira sair de perto do meu pai eu também quero ter um lugar só pra mim.

Alice: Eu pensei que iria casar assim que terminasse a faculdade e depois pensaria em ter filhos, mas agora eu não sei mais.

Laila: Sinto muito.

Alice: Não sinta, pois já estou começando a acha que foi bom.

Laila: Quando tempo de namoro?

Alice: Iria fazer 3 anos hoje.

Elas ficaram em silencio.

Laila: Posso saber o motivo do termino? sem não quiser falar tudo bem.

Alice: Ela me traiu com um garoto.

Elas fizeram silencio de novo. Laila não sabia que ela era lésbica até aquele momento.

Alice: Por que esta me olhando assim?

Laila: Nada.

Alice: Espera ai, você não sabia que eu gosto de meninas né?

Laila: Não sabia não, até porque varias meninas gatas pediram pra ficar com você e você disse não para todas.  

Alice: Mas é claro, não fazia nem um dia que eu tinha acabado meu namoro, não iria ficar com ninguém.

Laila: Nossa não sei se teria sua força.

Alice: Em alguns momentos da nossa vida nos encontramos força em lugares que nem existe, pra conseguir sobreviver.

Elas ficaram caladas novamente e Laila admirava Alice.

Alice: Você não tem problemas com isso não né?

Laila: Com o que?

Alice: Com o fato de eu gostar de menina.

Laila: Claro que não.

Alice: Ainda bem, por que eu gostei de você.

Augusto chegou.

Augusto: Demorei muito?

Alice: Não, só uma eternidade.  

Ele riu  

Augusto: Oi tudo bem?

Laila: tudo sim  

Alice: Tira o olho que ela tem namorado.

Augusto: nossa irmãzinha, não posso mais ser simpático?

Alice: É claro que pode.  

Augusto: Cadê a Sasa?  

Alice: Deve está pegando algum garoto da faculdade dela.

Augusto: Acho melhor a gente entra.

Alice: Que tomar café da manha com a gente?

Augusto: Aprovei, ela é uma boa cozinheira e não faz isso pra qualquer um.

Laila: Acho melhor deixa pra próxima, tenho que ir pra casa.

Alice: Tudo bem, então avisa quando chegar.  

Laila: Só se for por sinal de fogo, pois não tenho o seu numero.

Alice: toma esse é meu numero

Laila: Agora sim.  

Alice deu um beijo na bochecha de Laila.

Alice: Tchau, não esquece de avisar.

Laila: Pode deixar.  

Augusto já havia entrado, mas mesmo assim gritou

Augusto: Tchau menina com namorado, e não deixe de avisar que chegou se não minha irmã vai surta .

Laila então foi pra casa.  

Assim que chegou mandou uma mensagem para Alice.

Laila: Pode ficar tranquila que eu já cheguei  

Alice: Então tá bom, dorme bem.  

Laila foi comer, tomar banho e depois se deitou na cama.

Ela dormiu e só foi acordar as 1:00 da tarde e porque seu telefone estava tocando. Ela atendeu.

Laila: Alo!

Ela estava sonolenta e não tinha visto quem  estava ligando.

- Estou chegando ai em 10 minutos.

 Ela não escutou muito bem, só desligou o telefone e continuou dormindo.