emely fardo

Vai e vem,vem e vai

Mundos inteiros persistem com brilho apagado
que por vez, ousa piscar.
Buscando o caminho do certo,
estacionando em cada parada com fardo a pesar.

Sangue novo enrijece as ruas do mundo,
vaga de viela à viela.
Ideia, sentimento profundo,
surge em cada um de forma singela.

Na principal, conflitação.
Vê o inteiro todo errado na contramão,
e nada faz, nada teme.

E pela passarela vão os racionais,
aqueles que ao fundo dizem não.
Suprimem de forma falha os animais
que clamam por tudo, menos perdão.

E como por hoje o que rege é tristeza,
os racionais até ousam brilhar,
mas como sempre, falta firmeza
e mais tempo para desencantar.

Tão racional quanto eu, só dois.
Ou não.

Sabe, as vezes me sinto só, como se não fosse digna de ser teu, me sinto tão triste quando penso nisso. Mas todas as vezes em que penso nisso, eu lembro que sua mão se repousa sobre mim, lembro que seu amor é maior que tudo isso que estou sentindo dentro de mim. Sinto como se algo me deixar-se feliz o dia todo. E aquilo que estava triste e conturbado, simplesmente desapareceu. E muitas das vezes me sinto uma pessoa vivendo uma historinha em que tudo vai acabar, em que tudo vai passar. Mas em meio a tudo isso, com certeza vai acabar, vai passar, por que o Senhor não nos da fardo em que não possamos suportar. Posso não entender isso hoje, mas lá na frente, sei que o Senhor vai me explicar e dizer: Viu o quão valeu a pena? E eu poderei dizer com toda certeza dentro de mim e do meu coração: Eis-me aqui Senhor!
—  Leticia Dutra e Alef Santos.
Com o último post, da Huang Hua fazendo a Miiko se desculpar...

Só mostrou como a Miiko ainda é inexperiente em liderar, faz faz o que pode. E como se não bastasse, ela ainda aceita todos os fardos em seus ombros e os leva sem demonstrar nenhum traço de orgulho.

E a guardiã fez o que eu já esperava: Embora magoada por tudo, ainda “perdoa” a Miiko, dizendo que tentará superar isso tudo. MAS que ainda está chateada, e que o que foi feto está feito. Ela está disposta a seguir em frente, mas por hora ainda sente a dor de tudo que aconteceu. No que eu senti sendo “dê tempo ao tempo, que ele é a melhor cura”.

Eu não esperava menos.

Parabéns aos roteiristas de Eldarya.

eu percebi que tua urgência me afeta.
são 02:42, eu ouço o esquadrão dos pombos suicidas
e o escorrer da chuva.
teus caos não tem ordem
teu corpo é desorganizado.
tua alma dilacera tua carne
e sangra.
eu queria fotografar teu silêncio
e descansar em teu fardo.
eu queria viver em tua metamorfose de ser,
tua metamorfose de existir.

é puro.
é sereno.

Mas a vida não te espera. Não espera você se recuperar, nem te dá chances para que possa se levantar antes de te colocar mais à fundo. Ela não se importa se você vai ou não conseguir, se você suporta ou não um pouco mais, ela simplesmente coloca outro fardo em suas costas e te manda caminhar, seguir em frente, como se fosse a coisa mais fácil do mundo. Nas últimas semanas eu pude me certificar disso da pior forma, sabe quando vem uma bomba atrás da outra e você se vê perdida, como se nada mais fizesse sentido algum e a certeza que te acompanhou por tanto tempo evapora e é como se ela nunca tivesse estado ali? Pois é.
—  Gabriela.
Certa vez me disseram que quando se aproxima o período mais escuro da madrugada, é um sinal de que está prestes a amanhecer. Se pararmos para refletir, assim é a nossa vida. Há momentos em que sentimos o fardo pesado demais, parece que em breve vamos esmorecer, pois parece que a escuridão não terá fim. Sentimos nossas forças esgotando-se e a vontade de desistir é inevitável. Mas é justamente nesse momento limite que surge o sol, e com ele um novo dia. Se você sentir que não poderá mais prosseguir a caminhada, que suas forças se esgotaram, se sentir-se cansado fisicamente, psicologicamente, é porque o sol está prestes a raiar, e assim, um belo dia virá.
—  Jéssica Nayara.
O peso da saudade é exagerado para as minhas costas. Não era justo eu carregar algo que eu não pedi ou provoquei. As lágrimas que rolam pela minha face, são mais do que águas salgadas e transparentes, são minha alma em estado líquido. O fardo que carrego para todo lado não é apenas meu, é seu também. Tu quiseste assim e assim foi. Sentado numa berma de estrada qualquer, à espera de não sei quem, eu choro desesperadamente por um alívio, por algo mais leve, por alguém que me ajude a carregar esse peso. Estou sozinho na estrada e nada de alguém ajudar. Os humanos já não dão as mãos. Cansado pelo peso e pela caminhada, resolvi sentar numa pedra rugosa para poder descansar. Cabisbaixo, quase dormindo, ouço uma voz linda e calma vinda por trás que dizia: “Posso ver a pedra que você carrega nas costas. É um pouco maior do que essa que você está sentado. Posso também entender a sua dor e sofrimento, pois já carreguei fardos e fardos deste. Saudade pesa e dói demais. Saudade poderia vir embalada em uma caixinha para podermos usar apenas em horas de descuido. Poderia ser algo bom, algo que trouxesse paz interior. Poderia ser tudo, menos um peso que pesa até a alma e que escorre pelos olhos. Saudade tem que composta. Sentir saudade é pior do que morrer afogado sabendo que se estava no raso. Cuide-se. O peso dessa saudade não pode ser maior do que sua vontade de se livrar dela.” Virei o rosto e já não via a pessoa. Pensei por um momento se podia ser mesmo uma pessoa ou se não seria apenas minha voz pedindo ajuda. Saudade provoca delírios… Fosse o que fosse, tinha razão. Tenho que distribuir o peso, embalar as emoções e me livrar de algo que só me prende. Saudade é morrer aos poucos, com dores nas costas e variadas formas de pedir socorro. Uma pedra jamais some. Ela vira pó ou multiplica-se. Venha buscar a sua parte porque eu não estou aguentado seguir sozinho.
—  Túlio Santos.
Existem momentos

Existem momentos que aprisionam o seu coração e que te impedem de seguir em frente.
Fardos tão pesados colocados em suas costas que acabam obstruindo a sua visão.
Mas para seguir adiante não podemos carregar esse peso, pois somente um coração sonhador terá forças para lutar.
Então não podemos ficar remoendo o passado, muito menos ficar buscando justificativas que apenas prolonguem o nosso carcere.
Mesmo que pareça impossível devemos prosseguir nessa jornada de desafios chamada vida.

Jundiba