ela faz isso

- Mas ela era diferente, sabe, teimava sempre em enxergar o lado bom de tudo, acreditava que a cura pra muitos males estava no poder dos sorrisos. Não tentava ser o que não era, estava ocupada demais sendo ela mesma e esse era o seu maior encanto. apenas-voceeu

— Um dia eu vou casar com você.
Eu sorri.
— Quando porcos voarem.
Ele deu de ombros.
— Posso colocar um porco em  um avião. Sem problemas.
— Tá bom, quando você dançar de fio dental ao som de Britney Spears na frente do seu pai. Nesse dia a gente casa.
Ele inspirou profunda e lentamente, depois soprou o ar.
— Desafio aceito.
—  Bela Distração de Jamie McGuire.

Eu sou cruel.
Faz pouco tempo que cheguei a essa conclusão sobre mim. Eu afasto as pessoas, sou frio e as vezes chego a ser ríspido, arrogante? Talvez… Devo desculpas as pessoas que me amam, as machuquei muitas vezes. Espero que elas entendam que isso faz parte da minha auto proteção, sou feito dessa ilusão de dureza. Espero que entendam, que sou frágil, e sou facilmente ferido. Sinto muito por minha crueldade.

Keep reading

Ela aparece vestindo memórias
Lembranças a serem esquecidas
Traz a tona um mundo
Que não é fácil lidar

Ela é um universo
Um ponto de infinito
Nascido num instante

Ela é o desespero de uma alma
O prazer de um corpo
O medo de um ser

Ela é real?

Ela é eterna novidade
Porém não é nova

Ela é a constante mais variável
Na equação que rege uma vida

Ela faz do homem fera
Enquanto fera se faz homem

Ela faz tudo isso
Sem querer fazer nada.

Ela apenas sorri
E faz do mundo um caos.

—  BG

[eu e ela]

é estranho e gostoso esse medo.
medo de não saber o que é real, da mentira, desilusão.
eu sinto esses medos, mas ela não
eu sinto saudade, ela desdenha de presenças
eu quero silêncio, ela grita ardorosamente.
sinto que aos poucos ela me domina, vai criando raízes dentro de mim, raízes fincadas a alma, ganhando força e frutificando à cada instante, como uma erva daninha, ela percorre cada extremo do meu corpo despertando o que a muito tempo estava adormecido.
as vezes sinto que não sou eu quem escreve, é ela!
mas isso me faz bem, ela me faz por para fora todos os males, ela não os deixa dentro mim
como uma casa abandonada, que a gente entra e abre as janelas deixando o calor e os raios de sol entrarem, iluminando todos os cômodos.
muitas vezes ela se sobressai a mim, é como se eu virasse ela
quando ela se excede, eu a prendo com força brusca, como se quisesse protegê-la, mas não quero, ou quero, sei lá
depende muito de como ela acorda
e nessa luta constante e diária entre eu e ela, me descubro, percebo que minhas palavras podem ser doces, esperançosas, mesmo com ela habitando em mim
ela é meu equilíbrio, meu ponto de conexão com a realidade, me faz lembrar das minhas cicatrizes e me mostra o caminho mais seguro
é como se ela fosse minha força (e na verdade é)
é minha razão, eu sou a menina, ela a mulher, eu sou água, ela é fogo, eu sou doce, ela é premeditada, determinada, e certeira, como uma flecha que acerta seu alvo, que caí morto, inerte já sem respirar.


n.

Linguagem corporal da Camila

Vamos começar com a linguagem corporal da Camila. Ela nunca teve um namorado, isso não faz muita diferença! Ela não deu o seu primeiro beijo (Pra mim ela deu, e foi com a Lauren). Mas seu comportamento é muito diferente quando está com Lauren. 

Começando com a necessidade de olhar para a boca dela quando ela fala.





Você percebe que no primeiro e no último gif, Camila morde o lábio inferior e até os molha quando olha para Lauren. Quer saber o que significa? Ok.

Nas mulheres, morder os lábios com a ponta da língua: É uma mensagem abertamente sexual, de provocação sutil.

Morder um lábio com o outro: Mesma mensagem anterior, sugere certa timidez ou atitude nervosa.

Ok, resumindo, Camila mostra desejo sexual e atitude nervosa. E ela faz isso com muita frequência, quando tem Lauren por perto. Sua linguagem corporal a entrega:








(Note que no último gif, ambas fazem a mesma coisa)

Vamos passar para outro tema.

Engolir Saliva: Sinal de ansiedade ou nervosismo.

Porque Camila sempre parece nervosa quando Lauren a olha? Se fossem só amigas, não haveria motivo para se sentir nervosa com um simples olhar.


Parece que Lauren ama a deixar nervosa, porque sabe o que gera nela. Lauren a olha de forma sensual e Camila se toca pelo nervosismo.

Camila suspirando por Lauren. (Lolo a deixa louca!)

Passamos a outra coisa. Vejamos como Camila olha para a bunda de Lauren. “Ah sim, eu também faço o mesmo com as minhas amigas”.

“Eu te amo!”

É, ela me ama… Ela demonstra isso nas palavras e nas atitudes, com esse jeitinho que só ela tem de me mimar e me deixar mal acostumada. Sério, nunca fui tão mimada desse jeito! O que ela sente por mim está escrito no olhar, e eu sinto, sempre e toda vez que ela fica me olhando sem dizer nada.   Já mencionei que eu A-M-O quando ela faz isso? Fica me olhando e fazendo carinho, e então quando ela finalmente diz algo…

“O que cê tá pensando?”
“Que eu te amo!”
“Não, de verdade.”

Mal sabe ela que eu me distraio reparando nos detalhes e que eu realmente fico pensando em como eu a amo. E claro, eu também fico pensando em como ela consegue ser tão linda!

Porque tem que ser assim?
  • Ele: eu te amo
  • Ela: eu não acredito mais em você
  • Ele: mais eu te amo
  • Ela: então porque você faz isso?
  • Ele: não sei
  • Ela: quando souber vem falar comigo
  • Ele: e se eu nunca descobrir?
  • Ela: não sei... Fique nesse seu mundo então
Hoje é um daqueles dias nos quais você duvida da sua própria sombra, nos quais se sente capaz de duvidar até de que é filho daqueles que cresceu chamando de pais. Acorda com a sensação de que não pode confiar em ninguém e que as pessoas jamais fariam por você o que faz por elas. Chamam isso de crise existencial, você provavelmente já viveu uma ou várias, caso não tenha feito um dia o fará, esteja certo disso. O que gera crises assim?
Às vezes você acorda no meio da madrugada sentindo a necessidade de um abraço e pergunta a si mesmo se as pessoas em quem confia viriam te abraçar caso pedisse, o complicado é quando percebe que a resposta para essa pergunta é não. Há quem rebata com “É ilógico alguém sair de madrugada por um pedido de abraço”, talvez seja tal como sair de madrugada por um chamado para beber, mas o fazem não é mesmo? Pelo menos a segunda opção!
A verdade é que o conceito de confiança é relativo, ou melhor, o conceito de confiança é egoísta. Na maioria das vezes as pessoas confiam nas outras na espera que façam por elas de tudo, mas nunca na intenção de fazer o mesmo. É tudo um grande jogo de interesse.
—  WHITLE, Derek
Reações dos paqueras se os pais deles não aceitassem a Docete como sua namorada

Armin:  Isso é uma piada, não é? É claro que deve ser uma piada. A Docete é perfeita, por que vocês não aceitariam ela? Isso não faz sentido… *risada nervosa*

Castiel: Ah que bonito da parte de vocês bancarem os pais responsáveis depois de tanto tempo… E vocês acham que depois desse discurso eu vou dar ouvidos a vocês e deixar a Docete, não é? Pois é… Só que não.

Kentin: Mas o que vocês estão falando? Vocês conhecem a Docete! Ela estuda comigo há anos! Vocês até falaram bem dela quando a conheceram… Por que essa implicância agora?

Lysandre: Pai, mãe, quantas vezes eu vou ter que repetir que a Docete não é essa menina da qual vocês estão falando…

Nathaniel: Eu concordo com vocês… A Docete não é tão sofisticada, é meio atrapalhada e curiosa demais, suas notas não são excelentes e tantas outras coisas, mas ela é a melhor coisa que aconteceu na minha vida e isso é o que importa para mim.

Ela? Quem é ela? Qual o efeito que ela causa em você? Porque você esta escrevendo sobre ela? Como você conseguiu se apaixonar por ela? Você realmente a ama? Ela é realmente tão importante assim pra você? Você não acha isso estranho? Ela também te ama tanto assim? Vocês pretendem ficar juntas, mesmo, de verdade? Qual a intenção disso tudo? É só um momento louco seu? Será que isso não é coisa da sua cabeça? Você não pode estar se enganando? Ela te faz feliz? Isso é possível?
—  Por quê é tão difícil aceitar, que ela é o meu amor?

Por mais que seja imenso o peso nos meus ombros, vem cá. Coloca a sua cabeça no meu ombro, me diga o que fizeram com o coração e alma maravilhosos que você tem, coloque uma parte do seu peso (ou ele por inteiro) nos meus ombros. Sim, eu sei que é demais para aguentar, mas eu nunca me recusaria a carregar um peso de quem me levantou e colou meus caquinhos quando todo esse peso me esmagou. Me sufocou. Me matou. Me quebrou em mil pedacinhos. Você me reviveu e não pediu nada em troca. Então, se eu cair novamente, não será por sua causa. Será pelo peso/lixo jogado em mim por quem quer me ver caída, quebrada, sangrando e agonizando só para depois me pisar, mas enquanto eu me levantar, eu ainda estarei bem. Viva. Aliás, é por isso que terei prazer em te ajudar com seu peso: Quando qualquer coisa nos derruba, ela faz isso querendo que nunca mais nos levantemos, que matemos a nossa alma. Temos sempre a oportunidade de levantar ou não e enquanto eu estiver em pé, você também estará.

Eu lendo um livro na escola é mais ou menos assim:

- nossa ela tá lendo
- o que vc tá lendo?
- af ela faz isso só pra aparecer
- vc já está nessa página?
- deixa eu ver seu livro?
- a professora n vai te deixar ler pq vc n lê em casa credo vc tem cara fechada