egocentrismo da porra

Faz o seguinte, chega lá nela, fala tudo o que você sempre quis dizer, não trava não, se quiser bebe algo antes, mas toma um pouco de coragem e fala o que tu planeja, só não diz coisas baratas e clichês de filmes melodramáticos ou de comédia romântica - porque ela gosta de atitude sincera, não forçada - Só não assusta ela dizendo que espera muito dela, você tem que esperar pouco dela e muito de você. Diz que só pensa no agora, e que o futuro vocês fazem juntos, olha no fundo dos olhos dela e chama ela pra sair, manda uma cantada barata mesmo, só pra ela sorrir - ai você vai lembrar do motivo pelo qual esta fazendo isso - Surpreenda ela, nada de cineminha, caminhadinha, barzinho, e outras coisas mais que ficam estranhas no diminutivo, leva ela pra sua casa - pronto, vai ser um meio termo - assiste um filme com ela no sofá da sua sala, faz algo pra vocês comerem, mas algo que ela goste, não algo que você acha que talvez por conta do acaso ela vá dizer: “é, até que esta bom”. Não entregue flores pra ela, não de chocolates ainda, e muito menos gagueje na hora de falar, transforme o dia dela em uma aventura, em algo novo, não planeje nada. Quando o filme estiver antes da metade, beije-a, não demore, porque se ela aceitou ir até sua casa, sentar no seu sofá, comer da tua comida ruim, tudo o que ela mais quer é uma boa iniciativa. É ai que você mostra pra ela que além de um bom namorado, você também serve pra um bom amante. Esquece textos de auto-afirmação, e clichês de algo que você nunca vai dizer, coloca pra fora, parte pra ação; Se não te render um bom romance, pelo menos te rende uma boa história.
—  Junior Araujo -  CL69