edit:jackb

Ela me disse em pranto:
– Não foi dessa vez, desculpa.
É, eu sei. Nunca é “dessa vez”. Porque quando é pra ser, não tem vez, não tem hora, não tem lugar e nem momento. Tem uma vida, um conjunto de todas essas coisas que citei e outras duzentas a mais.
—  Jack Bêbado e um copo de Amor.
Olhe para mim, estou sóbrio. E mesmo assim, sem nenhum pingo de álcool na porra do meu sangue, ainda não entendo porque você não está comigo.
—  Jack Bêbado e um copo de Amor.
Minhas insônias são constantes. Meus vômitos ocorrem em questão de horas. Meia hora da minha casa até o bar. Madrugada, álcool, parece ruim, mas continuar dormindo e sonhando contigo aparentemente me deixa pior ainda.
—  Jack Bêbado e um copo de Amor.
Tô me afogando no whisky, na vodka, na tequila, na cerveja, no coquetel e no álcool em si. Tô me afogando em tudo que me faça te esquecer por pelo menos duas horas. Tô me afogando em algo que não seja amor. Mas que se for amor, que não seja por você.
—  Jack Bêbado e um copo de Amor.