e:new

Lembra quando era criança e acreditava em contos de fadas? A fantasia de como sua vida seria, o vestido branco, o príncipe encantado que a levaria embora para um castelo na montanha. Você deitava à noite, fechava os olhos e tinha total e completa fé. O papai noel, a fada madrinha, o príncipe encantado, todos tão perto que dava para sentir o gosto. Mas, eventualmente, você cresce e um dia, abre os olhos, e o conto de fadas desaparece. A maioria procura pessoas e coisas em que possam confiar.  É difícil abrir mão totalmente daquele conto de fadas. Pois quase todo mundo ainda tem um mínimo de esperança, de fé que algum dia abrirão os olhos e tudo virará realidade.
—  Grey’s Anatomy.
Dói ouvir ofensas de quem a gente ama. E essas ofensas deixam marcas, algumas até cicatrizes. Machucados que nem mesmo um milhão de desculpas pode faze-los sarar.
—  Meus dilemas.