e eu fiz

Filho, Eu dei minha vida por você e Eu não te fiz para viver assim tão longe, meu filho. Filho, Eu inspirei o compositor, pus essa canção nos lábios do cantor só pra te dizer: te amo.
—  Pr. Lucas.
Cada vez que alguém me pergunta as horas eu tremo, um suor gélido me desce a espinha e minha consciência tende a gritar: “ continuas perdendo tempo, garoto medíocre”. As horas são acontecimentos dilacerantes, pois todas as vezes que olho para o relógio percebo que a vida está passando e eu não fiz para aproveitá-la. Alguns dirão que sou negligente, outros afirmarão que ainda sou jovem, que há pela frente muito tempo. Mas eu sei que não há, minuto após minuto eu sinto que a vida vai se esvaindo, a vitalidade vai murchando, e as esperanças que ainda tenho de virar este jogo, pouco a pouco sucumbem à fragilidade em que tal situação me deixa. Pior que isso é sentir o baque da realidade me atingir de maneira inesperada, quase sempre ao anoitecer, quando todos dormem e meu medo de um futuro semelhante ao presente me mantém acordado. O tempo não é meu amigo. O tempo não cura feridas. O tempo é tão somente um carrasco, que chicoteia-me os lombos, enquanto grita que a vida passa e e eu não passo de um inútil.
—  Gabriel Vargas
Você erra, você é falho. Eu errei, fui falha também. Você me culpou, e eu me refiz. Me fiz de novo, tentei mudar. Eu acho que consegui fazer um pouco diferente, tentei ser um pouco melhor. Mas agora, poxa, agora quem desandou foi você. E olha só, foi me deixando, foi se fazendo tão ausente…não culpo a nós. Mas eu te peço, por favor, não me troca assim, não me faz perder a fé no amor outra vez.
—  Isabela Queiroz.

Não abuse.

10

c louixtomlinswn

As pessoas me perguntam: "Por que você se menospreza tanto?"

Não fui que comecei isso… Não fui eu que falei para mim mesma que sou feia e gorda. Não falei que devia morrer por ser feia. Não fui eu que me excluí das rodinhas de amigos. Não fui eu que não tiro foto com os outros com medo de estragar a foto. Não, não fui eu. Foram eles. Aqueles que me machucaram verbalmente. Me chamaram de feia, gorda, pretinha e piolhenta. Eu não fiz nada para eles. Por que me machucaram tanto? Passou, isso tudo passou. Mas aquelas vozes ainda dizem que sou tudo isso! Dói tanto olhar para o espelho e ver esse monstro. Dói ver as minhas amigas (não as culpo) sendo bajuladas enquanto eu apenas sorrio vendo o quanto são melhores em todos os aspectos perto de mim. Quando me elogiam, observo seu olhar de DÓ! Vão se foder! Eu não preciso do dó de ninguém! Eu apenas precisava de alguém antes de tudo isso. Antes de eu me odiar tanto!! Mas agora, não adianta psiquiatra, não adianta dieta, não adianta maquiagens. Esse monstro vai continuar aqui! Esse monstro que eu odeio! Me tornei uma pessoa insegura, desconfiada, mentirosa e triste. Por causa de uma “brincadeira”. “Estou apenas brincando”, “não leve isso a sério”… Ah meu amigo, toda brincadeira tem um pouco de verdade. E quem a ouve, não esquece fácil. Por isso me torturo tanto… Eu devo pagar o preço de ser tão feia. Desculpa mãe, desculpa pai. Mas as vezes, eu desejo nunca ter nascido.

Originally posted by doy-asco

03:52 am.

“você tem uma nova mensagem na caixa postal” 

— eu posso ter tomado algumas cervejas, mas acredite quando digo que tenho plena consciência do que estou fazendo. e sim. eu sei que isso é coisa que bêbados dizem o tempo todo, mas por favor, não subestime minha sanidade…
bom, isso não é uma ligação pra tentar concertar as coisas. 

eu não te liguei pra tentar te ter de volta.

liguei pra dizer que –  bem, você estava certo. 

eu sou um furacão, um “caos incontrolável”.

e eu fiz bem em te mandar embora da minha vida, porque agora você não precisa mais lidar com o a minha bagunça — 

sorte a sua

Eu poderia desistir e parar de insistir em algo que pode não dar certo, eu poderia virar as costas e te deixar como eu fiz com o meu passado, eu poderia te deixar apenas como lembranças vagas para que eu não sinta falta. Eu poderia… Eu deveria… Eu…
—  Maybe this is love. 
E ainda dói. Dói como se fosse o começo. O começo de ficar sem você. E por mais que eu me ame, e que eu cuide muito bem de mim mesma. Foi difícil dizer adeus, e admitir que você me, sufocava. Pois o seu sufoco, era um sufoco bom. E eu não quero admitir ou omitir a verdade sobre você. Pois essa verdade mentia para mim.  E quer saber. Eu ainda te quero. Ainda quero. Mesmo que, você tenha sido um idiota e me feito chorar. E daí? Eu também fiz pessoas chorarem, eu as decepcionei, eu menti e omiti a verdade. Diversas vezes. E eu deixei de ser eu por muitos momentos. Eu falei sem pensar. Eu fui ingrata. Eu fui humana. E eu sei que eu mudei, e não transformo decepção em mágoa. Eu transformo decepção em amor. E também sei que você sabe que fez escolhas ruins, e que tiraram meu chão. E também sabe que foram essas escolhas que te deixou sem mim… Tudo bem, tudo bem. Não percebemos nossos desejos e quão perigosos eles são, até, que eles se tornam reais. E eu também errei, com você. E me desculpe por não saber conversar, ou entender seus sonhos e argumentos… Porém, saiba que eu me transformei. Não sou tão apegada, e nem um pouco dependente. E eu não sou mais tão ciumenta. Acho que troquei paixão, por amor perfeito. E, bom eu não sou tão insegura. Eu não confio mais nas pessoas. Eu aprendi com os ralos nos joelhos, e no coração. Eu aprendi que não importa o quão bom, você é, para os outros, se você não for o melhor para você primeiro.
—  Naiara Régis.
... ❤

Você me dizia que a gente combinava mas era de um outro alguém que ainda gostava e pra não me ver chorar resolveu desistir, me deixar eu sofri demais porque já tinha um sentimento e por um tempo que fiquei jogado ao vento ais outra pessoa surgiu, e então resolvi arriscar. Foi legal, a gente foi se conhecendo. Nada mal, e logo foi se entendendo, percebi que ela foi se apaixonando e ai eu vi que algo foi mudando mas meu coração não quis se entregar. Eu vi que as lágrimas vão e vem como as ondas do mar vem e vão e sem querer eu fiz a mesma coisa que você mas só agora que eu fui entender será que um dia isso vai passar ou será que vai ser sempre assim eu esperando por alguém que sei não vai voltar e desprezando quem gosta de mim.

Às vezes, a vida gosta de nos pregar peças e nos bagunçar por inteiro, para que saibamos dar valor ao que temos. Quase nunca reparamos nos detalhes, nos tons de cores, na beleza das flores e nos seus perfumes. Deixamos muita coisa passar por falta de tempo, até mesmo de interesse. Depois que perdi o amor da minha vida, eu me isolei, parei de prestar atenção nas coisas ao meu redor e só conseguia enxergar o lado obscuro de tudo. Me isolar foi uma das piores coisas que eu fiz e eu precisava mudar aquilo, o mais rápido possível, ou eu não perderia apenas coisas e pessoas, eu acabaria perdendo eu mesmo.
—  Meu pé de cerejeira branca. livro II.
O sorriso de Jesus é incrivelmente apaixonante. Posso estar enfrentando a mais terrível crise, mas basta Ele sorrir para que todas as minhas dores sejam plenamente esquecidas. A alegria dele me envolve, me transborda e faz-me ter a certeza de que sempre estou segura nos braços dele. O que são os meus problemas diante do amor da minha vida? Como poderia resistir a um sorriso tão doce? Jesus é o meu céu e no sorriso dele eu fiz morada.