e as duas

Louve além dos lábios

“Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído” (Isaías 29:13)


Será que estamos nos aproximando de Deus apenas da “boca pra fora”? Ou estamos nos aproximando dEle com todo nosso coração e vida?

Deus não está procurando aqueles que apenas cantam, oram ou pregam. Ele está procurando aqueles que vivem o que cantam, oram e pregam.

Devemos viver aquilo que falamos e falar aquilo que vivemos. Jesus está buscando adoradores que o adorem em espírito e em verdade.

Nisso encontramos duas verdades:

1) Em espírito: o louvor verdadeiro é aquele que parte de nosso espírito, sim pode existir expressões físicas, mas a adoração que Deus espera deve partir de dentro de nós onde ninguém, a não ser Ele, enxerga.

2) Em verdade: nossa adoração deve ser verdadeira. Não cante, ore, levante as mãos ou chore apenas para os outros, para ser notado, para ser elogiado. Faça tudo isso para conhecer mais de Deus, faça de verdade.

Aproxime de Deus além dos lábios, aproxime de verdade, de coração!

Que tal olhar os produtos do cotidiano com outros olhos?

  • Uma escova de dentes (que você não usa) pode substituir o pincel de sobrancelha na hora de colocá-la em dia!
  • Pasta de dentes ajuda a tirar o amarelado das unhas!
  • Na falta de lib, use band-aids para cobrir o farol acesso!
  • Condicionador pode ser um bom creme para depliar na hora do banho.
  • Mancha de gordura? coloque um pouco de talco em cima, deixe por 12h e depois escove a peça!
  • A chapinha pode ter mais funções do que apenas alisar o cabelo. Experimente usá-la para passar roupas em lugares onde o ferro não consegue chegar (entre botões, por exemplo).
  • Açúcar a mel podem fazer papel de exfoliante.
  • O vinagre tem mil e uma funções:

- Duas colheres diluídas em um litro de água ajudam a hidratar o cabelo.

 - Ajuda a tirar o roxo de qualquer topada.

 - Funciona como um ótimo tonificante.

- Faça o esmalte durar mais mergulhando as pontas dos dedos em um copo com 2 colheres de chá de vinagre e ½ de água morna antes de aplicar o esmalte por um minuto.

  • Tirar esmalte de glitter é um saco, né? Experimente molhar o algodão na acentona, colocar em cima da unha e enrolar com papel alumínio por 5 minutos…voilà!
  • Comprou uma calça e já tá doida pra usar mas a barra ficou comprida?Que tal usar fita dupla-face pra fazer uma bainha vapt- vupt?
  • Um simples durex pode te livar de muitas! Excesso de sombra que cai no rosto depois daquele smokey eye caprichado, tirar oleosiodade da pele e ainda testar cores de esmalte na unha com mais facilidade!
E eu que jurava que o mais difícil seria admitir que eu te queria, mas a realidade era completamente diferente, o mais difícil mesmo é ver você longe de mim. Essa é a parte que me dilacera de dentro para fora, eu só queria que você permitisse, se permitisse. Se tu permitir eu te amarro, amarro no coração, na alma, na cadeira e na cama. Amarro aonde tu me permitir, só me permita ter você amarrado a mim, assim como eu estou amarrada a você. Cada fragmento meu é teu, cada detalhe, cada decisão, é tudo teu e eu não quero nada se você não estiver comigo. Eu queria que você pedisse para largar tudo e ir até você e eu iria sem pensar duas vezes. Mas não adianta eu desejar tanto que você me pertença se você não confia em mim para cuidar de cada ferida que a vida lhe trouxe. Eu prometi que cuidaria de cada ferida aberta e estaria ao teu lado em cada momento difícil e só espero que você me permita, porque eu quero permitir que a vida cuide do nosso futuro.
—  Enquanto esperava você.
Não há dúvidas! O amor é bonito, mas não existe somente a parte do “felizes para sempre”, existe também o lado complicado do amor, no início é tudo incrível, só existe as aceitações de ambos os lados, mas aos poucos, com a convivência diária, ocorre também a fase que o bicho pega! E lá vem as rotineiras crises, onde pensamos e agora? E em alguns momentos a gente começa a se questionar, sobre continuar e tentar consertar o que se tem e se pergunta se não é o momento de pular fora. Mas se existe amor de verdade, não existe coisa melhor que insistir naquilo que já te fez feliz, o amor não é descartável, pode ser um amor que esteja ferido e surrado, mas você sabe a falta que aquela pessoa faria na sua vida. Então você amadurece e começa a ter um olhar diferente sobre aqueles pontos que faziam mal a relação e decide mudar, dar o seu melhor sem esperar nada em troca, respeitando apenas o teu sentir. Quando existe amor de verdade e a vontade de resgastar aquele sentimento bonito que é o da conquista, o amor que existe nos faz crescer juntos com quem amamos, e muitas vezes as crises que chegam com o tempo servem para entender, onde estão os pontos que precisam ser mudados. Não existe relações perfeitas, e sim pessoas dispostas a aceitar as imperfeições do outro, porque no fundo sempre vai estar dentro de nos buscar sempre ser melhor e assim ser dignos de ser merecedores de um sentimento tão procurado hoje, mais poucos dispostos a viver. Felizes são os que buscam dentro de si reacender o sentimento um do outro, eterno vai ser para nos quem tiver a capacidade de amar exatamente como somos, com defeitos e qualidades. O amor não é busca e sim encontro de duas pessoas dispostas a viver um sentimento.
—  Giulia S. & Rodrigo Heros.

A very long overdue post!! My last black pens post was more than a year old! Anyway, all pens were bought here in Brazil (unless stated otherwise) at local stationery shops (I don’t buy online).

1. Gel ink pens: 

  • Pros: they write very smoothly, the ink is really opaque
  • Cons: they might smudge (although it almost never happens to me) because they dry a little bit slower than a ballpoint pen

Pilot G-2 0.38 - This is currently my favorite pen. It has not disappointed me so far: it takes a good while for the ink to end, it’s very smooth to write and it has a comfortable grip. I bought this one at Target (USA). 

Pentel Tradio 05 - My second favorite. Again, it is smooth, the ink lasts for a long time and it is really opaque. I don’t use it all that often because I find it a bit too thick, since my handwriting is small. However, it is my go to when writing bigger or on thicker paper.

Cis Gelyx 05 - Wouldn’t recommend this one 100%, but it works fine. What I don’t like about this pen is that the ink ends really quickly. Also, the cap is missing in the picture!

Muji Gel Ink - I was a bit disappointed with it, because the tip got loose and the ink leaked out. Although I was able to fix it by screwing the end tighter, I wouldn’t really recommend it to most people, since there are better alternatives available. I bought this one at the Muji store in London. 

2. Nankin ink pens: 

  • Pros: the ink is really opaque (nankin pens are usually used by artists) and there are a lot of tip sizes available
  • Cons: they might not be as comfortable to write in, the ink doesn’t look so dark on the paper (usually more of a dark grey)

Staedtler Pigment Liner 0.1 - I used to use it in my old bullet journal, and I really liked it. The ink doesn’t end very quickly and it has a constant flow.

There are, however, 3 main brands that I’ve seen selling this kind of pen: Staedtler, Unipin and Sakura. As of quality, my opinion is: Staedtler = Unipin > Sakura. As of price, they usually are: Staedtler > Unipin > Sakura.

3. Hydrographic pens:

  • Pros: they are the easiest ones to find and the ink is opaque and has a constant flow
  • Cons: the ink doesnt’t look so dark on the paper, they might be too thick for some people

Papermate Flair UF - this one works fine for me, although it is a bit too thick, so I only used it when writing in thicker paper. I haven’t used it recently because lately I have been preferring gel ink pens.

Stabilo Point 88 - it’s not in the picture, but I have owned it previously. It bleeds through the paper more and the tip might break, but it works fine enough (again, I didn’t like it so much because it was too thick for me).

Keep reading for the text in Portuguese! / Continue lendo para o texto em Português!


Keep reading

Você precisa entender a diferença entre estar apaixonado e estar amando. São duas coisas completamente diferentes. A paixão é algo físico, é instinto, atração física, vontade imediata de alguém que você nem se quer sabe o sobrenome direito. Estar apaixonado é saber que uma única pessoa no mundo, pode te deixar de cabeça pra baixo em questão de segundos. Te virar do avesso, tirar seu chão e fazer perder o juízo. Isso é paixão. O amor meu caro, é um sentimento que motiva, muda, incentiva qualquer pessoa a ser melhor. O amor te mostra o equilíbrio, te ajuda a encontrar o seu lugar no mundo. Quando você ama alguém, você não muda por aquela pessoa, você simplesmente, aprende a ser melhor por ela e pra ela. O amor conforta, protege, cuida… Estar apaixonado é incrível, mas amar é maravilhoso.
—  atrações físicas são normais; conexões mentais são raras.
Lidando com a realidade, sou difícil e complicada. Jamais negarei isso, faz parte de quem sou e do que me tornei durante esses anos. Eu garanto a você que se pudesse ser perfeita eu seria, durante anos tentei e me comprometi em ser a melhor pessoa que eu poderia mas jamais consegui. Porquê? Óbvio que perfeição não existe. Aí me apareceu você com esse errado tão certo que me encheu os olhos e me fez ansiar por um toque que nunca tive, por um momento que sempre esperei. Aguardei de olhos fechados sua espera e então, com a sua chegada aguardei pelo momento em que um seria eternamente do outro. Sem títulos, denominações e coisas impostas, apenas nós, juntos com um nó apertadinho. Desde o primeiro momento eu senti aquela sensação estranha dentro de mim, como se estivesse sendo preenchida da melhor maneira possível.  E se preencher com banalidades é tão simples, gostar de alguém também é… mas então quando chegam as dificuldades e os problemas, é fácil virar as coisas e desistir, contudo eu te fiz uma promessa e não estou cumprindo-a apenas pelas palavras que eu disse mas sim por ter a consciência de que é com você que eu quero estar, até o final dos tempos. Posso dizer que percebo que quando as coisas são abstratas é fácil querer, prometer, ansiar, almejar, sentir vontade de… mas é difícil de organizar tudo na mente e no coração. Nós somos abstratos, é um mero desejo, vontade e querer que carrego comigo diariamente desde que reconheci que não existia simplicidade no nosso relacionamento. Ansiar por algo que pode nunca chegar pertinho de você machuca o coração sabe? E eu te anseio, preciso de você de maneiras incompreensíveis aos olhos, mesmo que os olhos sejam as portas da alma me sinto pequenina perto de você porque você controla tudo, você me tem como ninguém teve não é algo de coração e sim de alma. Quando duas almas estão entrelaçadas pelos fios invisíveis tudo ganha um novo brilho. Não é apenas a cor, não é sair de um escala cinzenta para ser colorido, é um brilho e viscosidade diferente. Nem tudo que tem cor é bonito, é necessário aprender a apreciar os tons escuros para pertencer um ao outro. É um querer completamente insano que faz perder a cabeça. Meus defeitos poderiam ser melhores, ou se não existissem seria o ideal. Eu odeio a maneira de não ser completamente perfeita aos seus olhos, de não ser a sua menina, de não ser o que completa cada parte sua. Quero fazer você feliz, quero que não sejamos apenas uma promessa ou um ideal formado na minha mente conturbada, quero que seja real e não falo apenas de toques ou sensações e sim falo do sentimento, de olhar nos seus olhos e sentir tudo isso esbaldando-se dentro de mim. Minha maior vontade seria um nós concreto e render minha vida a você, sem os medos do que virá depois e ser apenas o momento, aproveitar os dias, ter a sensação de que pertenço a ti não apenas meu corpo mas também minha alma. Um nós impossível de ser destruído, intocável aos seres e abençoado por Deus.
—  Enquanto esperava você.
🐿Status Variados VIII🐿

Se não for pedir muito: Fica alguns minutos. E se não for pedir demais: Fica um pouco mais.💓

E tem dias que nada dá certo né? Parece que até o ar fica seco pra nos incomodar.👽

Eu tô bem, só não tô empolgada. É cansaço ou preguiça de socializar.😴

Tem coisa que a gente não fala, mas quer que o outro perceba. 👋

Vim cuidar de você, te proteger, te fazer feliz. ❤

Calma, logo passa, sempre passa, tudo passa. 🌙

Ela vai voltar,rapaz, e vai voltar mais bonita 🌻

E graças a Deus que o seu amor não me fez tão mal e o meu coração ainda bate igual .🌙 

O mal do homem é errar com a mulher certa 👍

Respirei fundo umas dez vezes, segurei o choro, e prometi não me importar mais 🌹 

Se a pessoa tira de você mais lagrimas do que sorrisos, tire esse alguém da sua vida 💔

Porquê a vida é trem-bala parceiro, e a gente é só passageiro prestes a partir. 💕

Tudo acontece quando têm que acontecer.✨

Voltei a sorrir. E o motivo não era mais você.☺️

Quem consegue continuar olhando em frente mesmo após um tropeço sempre chega mais longe.🙏

Você se enganou, agora quem não quer é ela 💋

Mostre pra ela que você a ama, antes que seja tarde demais. 💐

Por fora já desistiu. Por dentro sempre descobre algum motivo para recomeçar. 🌼

O que é teu, chega com o tempo. E o que não é se vai com ele. ✨

Espero que você sinta a minha falta, tanto quanto eu sinto a sua 😖

Confio, então espero. 🙏

Se tiver nos planos de Deus, vai acontecer. 💕

O tempo é rei, a vida é uma lição. 💫

Falta de palavras, excesso de pensamentos.💤

Quem sabe um dia, por descuido ou poesia, você goste de ficar.🙌

Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir e rir.😞

É bom te querer. O ruim é não te ter.💔

Quer? Bora. Não quer? Sai fora. 🍃

As pessoas veem defeito em tudo, menos nelas mesmas.🔓

Uma vida inteira é muito tempo pra não esquecer alguém? 📡

Entre uma citação e outra, acabo citando você.🔃

Enquanto for noite serei teu brilho, até que o Sol nos apague. 🌘

Tem gente que é tão bonita por dentro que dá vontade de abraçar o avesso ❤

Pessoas vão mas as lembranças ficam.🎐

Hoje em dia “eu te amo” ta mais falso que “nunca mais vou beber”📌

Já sofri demais, agora eu vou ir beber. 🍻

Dois copos de vodka, um copo de whisky! 🍻

Uma dose de amnésia e duas de desapego, por favor. 👌

Ultimamente não estou esperando coisas boas, e nem ruins, de nada e nem de ninguém. Por mim, tanto faz. 😴

O nosso erro é ficar preso ao medo. 💭

Eu não abandono ninguém, se a pessoa não faz questão de me procurar, eu não vou correr atrás também! 😌

Tô cada dia mais linda, noticia lamentável pra quem me odeia. 😘

Se você soubesse o quanto Deus te ama, não mendigaria amor por ai.🔒

Antes só do que amar por dois. 😁

Se cuida ta? Porque agora eu vou cuidar de mim. 🙌

É simples assim, um dia a gente cansa de ser trouxa. 👊

A regra é ser feliz com, ou sem você.💢

Evite amor a todo custo, esse é meu lema. 

Meu escudo é minha fé!

Impossível é o caralho. Eu tenho fé, eu acredito, eu posso, eu quero eu consigo. 💭

Loving can heal 🌺 ( Amar pode curar)

Pra cada coração partido, que venha um novo amor ✌

A vida nos obriga a crescer.🌸

Pô tanta coisa mudou.💬

Seja forte. Ou finja ser 🌻


Originally posted by xxsuperwhotitanxx

Sigam-me ✈️
Se gostar/pegar dê like ou reblog. 🔃

O amor não é algo predeterminado, assim como os contos de fadas que me contavam quando eu era criança. Esse sentimento mais se assemelha a uma pequena semente de (amor)as, que você ganha de um jardineiro gentil e planta onde lhe convém. Se ela for cuidada, regada e tratada com carinho, poderá atingir um tamanho e um vigor que dificilmente alguma força externa conseguirá machuca-la. Ou você apenas enterra a singela semente e a esquece, não cuida, abandona e deixa de dar atenção necessária para que ela venha a fixar suas raízes. Consequentemente a semente ira murchar e morrer.Depois de certa fase de um relacionamento, muitas pessoas simplesmente esquecem de alimentar essa vida que nasceu e cresceu pra sustentar outras duas vidas afins. Então a arvore vai sendo podada em pequenos pedaços, galho a galho, e quando o tronco começa a tocar os limites chão, a realidade assusta e a saudade do céu que parecia tão infinito, começa a doer. Tardiamente você percebe que o estrago foi irreversível.
—  João Felipe Araújo
Não damos certo e nunca daríamos. Incrível o que seis palavras, trinta e duas letras e alguns sentimentos podem fazer. Eu queria chorar e jogar tudo isso para fora, mas não consigo, sabe porquê? Porque ainda tenho essa fantasia de contos da Disney que tudo dará certo. Que vamos envelhecer juntos, ver nossos netos e nossa linda casa com uma vista incrível, eu ainda sonho com isso. Talvez meu mal não seja enxergar que a única coisa que eu lhe trouxe foi mal e incomodo. Como você, eu não teria escolhido nunca ter te conhecido. Ter conhecido você me trouxe cor e alegria, você fez meus dias felizes e ainda faz meus sonhos completos. Eu aceito a realidade, você não está e não estará mais ao meu lado. Não vamos nos encontrar, ter netos, envelhecer juntos e apreciar uma bela paisagem. Eu sei que não sou eu quem te fará feliz, como uma pessoa que mal consegue andar sem tropeçar faria alguém feliz? Principalmente, faria você feliz? Você nunca foi perfeito, mas eu amei cada defeito seu e acolhi cada um deles com todo o amor que está dentro do meu peito. Eu sei que amor não é tudo. Você nunca foi meu mesmo que nos meus sonhos você fosse, mesmo que nos meus sonhos eu te encontrasse todas as noites, sentia seu cheiro, apreciava seus olhos e seu gosto, desde o começo fui eu e apenas eu que criou essa cena ilusória de que seria feliz pelo menos uma vez na vida.
—  Enquanto esperava você.

eu disse “vamos tomar uma cerveja” e tu fez uma cara de nojo meio arrogante. tu disse “eu detesto cerveja” e eu fiquei pensando porque eu ainda tava falando contigo.

eu disse “eu sou teu e meu coração só bate por ti.” e tu franziu a testa e pensou duas vezes antes de falar. tu disse “eu pertenço ao mundo e vivo da razão.” e eu te olhei por cima dos olhos e sorri porque sabia que tu ia me quebrar.


durante a noite eu pensava “ai de ti se me deixasse”. mas eu percebi que um dia tu fugirias porque era teu destino.

eu não acredito em destino mas o teu tava traçado.

durante a noite tu fugiu, mesmo eu te falando que eu não aguentaria se tu fosse embora.

tu não me deu ouvidos até porque de ti eu nunca tive nada. o que era teu não era de mais ninguém. isso é porque tu eras dona de si mesma.


uma noite antes tu levava nossa medicação e eu a tequila, um mundo só nosso feito de sonhos e medo.

e tu falava alguma merda de novo e a gente ria, porque não sabíamos nem onde estávamos. em qual cidade estávamos. em que universo estávamos.

e tu me beijava de novo e nós vivíamos e respirávamos e, ofegantes, res(pirávamos), porque não sabíamos fazer mais nada. mais nada além de foder. mais nada além de se amar. mais nada além de nós.


tu passavas a mão no meu rosto tentando ligar os meus sinais. e eu sentia o cheiro do teu cigarro na manga da tua blusa. quem fuma morre mais cedo; mas todos nós iriamos morrer.

tu passavas os dedos pelo meu cabelo procurando alguma coisa nos meus olhos. e eu sentia o cheiro do teu cigarro no teu sorriso e na tua boca. quem se entrega demais morre mais cedo; mas todos nós iriamos nos entregar de corpo e alma um dia.


abraçamos os dias em que fomos felizes e chutamos os que nos odiamos.

porventura eu acho que acabamos chutando todos os dias. porque não havia um dia em que não nos odiávamos. e não havia um dia em que não nos amávamos. e a gente era mesmo feito de amor e ódio, nos contrastavamos feito preto e branco, nos repeliamos feito imãs. ao mesmo tempo nos completávamos feito Elis e Tom, nos combinávamos feito lua e sol. e nos amávamos.


teu destino tava traçado.

tu irias embora.

tu fugirias.

e tu vazou.

vazou entre meus dedos.

vazou pelos meus olhos.

vazou feito sangue ardente.

eu sorri porque sabia que tu irias me quebrar.

e quebrou.


Bárbara Xavier

Seis anos sem você e só agora eu consegui notar que não, você não perdeu aquela mania de se desculpar a todo instante, por tudo, até por coisas das quais você não é culpada. A teimosia continua na mesma medida. A cautela também. Você sempre foi tão cautelosa que até hoje me pergunto como me deixou fazer parte da sua vida por tanto tempo. Eu sempre fui cheio de erros e defeitos, cara. E mesmo assim, você não se importou, o que só fez com que eu mergulhasse de cabeça nessa confusão chamada “nós dois”. O efeito que você tinha sobre mim não podia ser coisa desse mundo, você me deixava louco, pirado, em todos os sentidos. E eu gostava. Você me ouvia, me entendia, me apoiava. Fazia com que eu me sentisse de um jeito incrível, como se a vida valesse a pena, como se eu valesse a pena. É, você era única. Eu não sabia como era me sentir vivo, até você aparecer. Você foi o meu primeiro amor. E ter que conjugar isso no passado, ter que usar “foi” ao invés de “é” ou “ainda é”, machuca. Eu não sabia como te fazer ficar, Mel. Não sabia. Quando as coisas começaram a ficar feias pro nosso lado, eu simplesmente me perdi. E nessa de não conseguir acompanhar o ritmo da situação, acabei te perdendo também. Quando você disse que não sabia se ainda me amava, um buraco se abriu dentro de mim. Depois de tanto tempo te amando, ouvir você dizendo “não sei” me deixou em pedaços. Eu tentei te esquecer de todas as formas possíveis. E nada, nada me fez te tirar da cabeça. Eu fiz questão de te dar espaço, só pra saber se algo dentro de você mudaria. Você continuou negando. Não pra mim, mas pra você mesma. Eu não consigo mais ver Titanic, Mel. Porque sempre que o Jack solta aquele famoso “você é boba, Rose!”, minha mente viaja até você. Você também é boba. E faz uma falta danada. É, eu ainda sinto tua falta. Falta do que éramos, do que poderíamos ter sido. Só não sinto falta de uma coisa: do que nos tornamos agora. Seis anos, Mel. Seis anos e ainda dói.
—  Eric e Melissa.

E eu ando desistindo de tanta coisa… isso é justo? Digo, comigo mesma? Seria eu a culpada de toda a desgraça só por lutar pelo que acredito? Eu lutei sozinha. Você disse: “mergulhe” e eu não pensei duas vezes antes de fazer isso. E agora estou catando os caquinhos que restaram de mim. E quer saber? Eu não me arrependo, sei que lá na frente tudo isso vai valer a pena, mesmo que seja mais sério com ela, e dai? Ela vive de baixo do mesmo teto que o seu, e dai? O importante é pelo que seu coração bate, ou por quem. E eu sigo acreditando, me machucando, me matando, mas depois eu sei que vou viver. Vou me sentir infinita.

A geração da rapidinha chegou. Foto bonita no Facebook, entra na página, vasculha o perfil, descobre quem é pai-mãe-melhor amigo-cachorro-casa de praia-onde passou o último verão-e quem foi a última namorada. Adiciona como amigo. Aceitou. Manda Inbox. Respondeu. 10 frases e passa o WhatsApp. -Oi, oi; por aqui é bem melhor. -E aí, o que vai fazer no fds? -Vou na festa e vc? -Também. -Então nos encontramos lá. Alguns dias de ansiedade e chega a hora. Será que ele vai? Com que roupa eu vou? Batom vermelho? Acho que não rola amiga. Vai de nude, salto e saia. -Oi, oi; prazer, prazer. Beijos!!!! Beijos… Beijos sem muita conversa. Mas também, porque beijos precisam ser quase imediatos? Daí rola aqueles olhares sem muita profundidade. Vontade sem muito entusiamo. Mas o que podemos esperar de uma relação tão sem “relação”? Mas está bom, melhor que nada. Vida de solteira anda meio difícil não é mesmo? -Deixa que eu te levo em casa então. No outro dia de manhã tem WhatsApp. Quem manda primeiro? Quem está mais interessado? Não, quem é mais maduro. Um oi e um tchau. Uma noite, duas noites… Uma semana e uma mudança de lua são suficientes para acabar. A regra das relações rapidinhas segue a mesma constância: acho que não era para ser. É alto demais, é loiro, não trabalha, tem poucos seguidores, vive na balada, gosta de comer milho na frente dos outros e tem uma família meio torta. “Nada”, isso é o que significa as características que usamos para terminar alguma coisa que mal teve a chance de começar. A gente corta as asas de quem nem aprendeu a voar ainda. As pessoas perderam o olhar longo, a jogada de cabelo… Perderam a emoção de um sms escrito “estou com saudades”. Será que ninguém mais tem vontade de olhar as estrelas sem pensar em mais nada além daquele momento? Com aquela pessoa? Será que eu estou sozinha nesse mundo super lotado de pessoas sempre online? Parece que nada mais tem graça, parece que tudo anda meio vazio. Tudo é tão igual. A gente está perdendo a sutileza de saber o que significa se entregar, merecer, conquistar, estar, viver… Se perceber e se doar. Se amar e admirar a cor dos olhos do outro. A textura do cabelo, os ossinhos da mão e o jeito de andar rápido quando está atrasado. Sabe aquela voltinha na coluna que ninguém tem igual a ninguém? Ninguém mais repara nela. A gente existe por likes. Viaja por comentários, e vai para academia pelo espelho. A legging mais confortável perdeu espaço para a mais bonita. Essa é a lógica das relações de hoje: o que faz bem foi deixado de lado pela triste beleza do que faz mal. Eu tenho medo de pensar onde isso vai parar. Em um mundo onde se compra casamentos, seguidores, silicones, bocas carnudas e o perfect365 é de graça, eu fico pensando: será que um dia alguém ainda vai reparar quantos tipos de sorriso eu tenho?
—  Suh Riediger.

arquivei  asked:

Jéss, vi no seu sobre que agora moram juntas mas antes namoravam a distância? Conta história de amor de vocês e o primeiro encontro? ♥

Hãm… Sim! Vou contar do começo e resumido. Conheci a Ákila através de outra pessoa e no começo, a gente se estranhava (o contato era só em rede social), mas eu tinha uma impressão não muito boa sobre ela e ela sobre mim. Algumas vezes ela vinha na minha cidade mas morava distante, eram pouco mais de 220 km da capital onde moro, então respondendo já a primeira pergunta: namoramos a distância. Nos vemos pela primeira vez, mas não tínhamos uma intimidade grande. Ficamos próximas mesmo, depois do primeiro “encontro”, que não foi bem isso pois eu namorava e ela também (ambas em crise de fim de relacionamento) Combinamos de sair pro cartão postal aqui da capital, eu, ela e outras pessoas e as primeiras a chegar fomos eu e ela. Passamos duas horas sozinhas esperando as outras pessoas chegarem e nesse intervalo, nos conhecemos melhor e sem querer. Depois desse dia, ficamos muito amigas e eu me apaixonei mas se ela não tivesse dito que tava sentindo algo por mim, eu nunca teria dito o mesmo. Ela me disse o que sentia no natal e eu pedi pra que ela continuasse perto. No mês de Janeiro, deu pra ela vir pra minha cidade e nos vermos. Fui pedida em namoro e nós dávamos um jeito de nos ver todo mês, o que era difícil porque eu ganhava pouco e ela juntava dinheiro desde antes de me conhecer pra vir morar aqui. Com muito esforço, choro de saudade, a gente acabava conseguindo. Era um ou dois dias de felicidade e ao terceiro, era uma tristeza sem fim. Não sabíamos nos despedir, parecia que cada mês, ficava mais difícil. Foram seis meses de luta, paciência, organização, ansiedade e principalmente saudade. Um mês antes dela vir morar aqui, ela pediu a minha mão. Tinha alguma chance de eu negar? Foi um “sim” um sim bem dito. No mês de férias ela veio, e eu comecei a ajudar a comprar os móveis de casa, levava pra escolher, arrumar em casa e não planejávamos morar juntas antes do casamento mas como a vida é bem louca, foi totalmente o contrário do que achamos que ia acontecer. Apesar de hoje estarmos embaixo do mesmo teto, tendo a mesma cama, passamos por dificuldade e sabemos que é só o começo. As coisas mudaram muito não só pra ela, mas também pra mim. Nova casa, novos horários de emprego, novos amigos, novos lugares, enfim. E pra não deixar de ser nós, também ganhamos manias novas, como por exemplo: nosso horário de trabalho são totalmente invertidos, eu trabalho integral, manhã e tarde, já ela trabalha de noite pra madrugada em dias alternados e quando temos que dormir uma sem à outras, deixamos recados de declarações ou bilhete de instruções do tipo “deixei tal coisa pra você na geladeira.” Já são meses morando no mesmo teto e o amor só aumentou, então estamos vendo o quanto tudo valeu a pena.