e amore

Basicamente, você só tem chance de ser feliz numa relação por seus próprios méritos se você for o primeiro amor de alguém. Depois do primeiro, tudo perde a beleza. As sensações da paixão não são mais novidade, as surpresas já foram feitas e o coração já foi quebrado. Você pega alguém com uma bagagem emocional que pesa durante a relação, assim como suas próprias histórias falhas. Por isso, as histórias de amor não são mais tão bonitas hoje em dia. As pessoas ganharam liberdade para escolher se querem ou não viver pelo resto da vida com alguém, ao contrário do que acontecia na antiguidade. O problema é que se você não for a primeira escolha, você vai pegar um cliente exigente. Alguém que já sabe o que não está procurando no par perfeito, com um monte de regras e padrões que você precisa seguir para se encaixar. Mas, todo mundo esquece que estamos quebrados. E, depois do primeiro amor, a gente só acha amor de segunda mão, cheio de trauma.
—  Cemitério dos sonhos:  amor de segunda mão.

quando o mundo se tornou tão cruel?
quando as pessoas ganharam tanta força para expandir o ódio e perderam a vontade de pedir pelo bem do próximo?
estamos imerso em dor e lágrimas
e afogando em todo esse líquido viscoso
com cheiro de sangue e desespero
o amor deveria curar tudo?
não sei
deveríamos experimentar, começando amando

então amem

antes que o ódio seja a única coisa que nos reste

por favor, nos/se salvem!

Eu me ajeito, no seu jeito.
—  Marília Mendonça.