dyr

10

Roberta: neném .. 

Diego: O quee?

Roberta: Tem certeza que você vai?

Diego: Eu preciso buscar a minha roupa que tá na minha casa.

Roberta: Mas o seu pai vai deixar você levar?

Diego: Meu pai tá no escritório e ..

Roberta: Tá mas vai ver que não vai nem te deixar entrar.

Diego: Não tá no escritorio e em casa só ta a Inês acho que não vai ter problema.

Roberta: Se cuida monstrinho .. 

Diego: Tá eu me cuido ..

Roberta: vedade?

Diego: tá, mas eu vou sozinho .. é que ..

Roberta: aaah é isso, por isso não quer que eu te acompanhe .. 

Diego: Por que?

Roberta: Deixa eu acompanhar você ..

Diego: Não, não, não eu prefiro ir sozinho ..

Roberta: ah então vai com outra?

Diego: Não não não .. que isso.

Roberta: Vai com outra?

Diego: Não, não vou com a outra. 

(Eles se beijam)

2

Diego: Não, não Roberta, não é tão fácil. 
Roberta: 
Diego, você estabelece seus próprios limites. É só questão de correr atrás. Olha pra mim, eu faço tudo que me da na telha. 
Diego: 
Da pra perceber. Roberta, você é meio louca, mas eu tenho que admitir que ás vezes é contagioso.
Roberta: 
É verdade?
Diego: 
Pior que é. Quando estou com você, a maneira como fala, não sei, me faz entender que é possível. 
Roberta: 
Claro que é possível. Imagine que não tem ninguém ao nosso redor, e faça o que você tiver vontade, faça o que o seu coração mandar. Por exemplo, o que tem vontade de fazer agora?
(Diego a beija)