dp[e

Se eu tiver coragem de dizer que eu meio gosto de você.
Você vai fugir a pé?E se eu falar que você é tudo que eu sempre quis pra ser feliz. Você vai pro lado oposto ao que eu estiver? Eu queria tanto que você não fugisse de mim. Mas se fosse eu, eu fugia. Ei, vai pegar mal se eu contar que eu imprimi. Todo o seu mapa astral? Você foge assim que der, quando souber? E se eu falar que eu decorei seu RG só pra se precisar. Você vai pra um chalé em Macaé. Eu queria tanto que você não fugisse de mim. Mas se fosse eu, eu fugia. Ei, se eu falar que foi por amor. Que eu invadi o seu computador. Você pega um avião? E se eu contar de uma só vez. Como eu achei sua senha do cartão. Você foge pro Japão, esse verão? Eu queria tanto que você não fugisse de mim. Mas se fosse eu, eu fugia. Ei, se eu contar como é que eu me senti. Ao grampear seu celular. Você vai numa DP? E se eu mostrar o cianureto que eu comprei. Pra gente se matar. Você manda me prender no amanhecer? Eu queria tanto que você não fugisse de mim. Mas se fosse eu, eu fugia
—  Clarice Falcão, Macaé. 

eu não vou amar você agora
em muito porque eu não sinto mais essa espécie de amor que dói e cansa e dilacera escancarada a carne, o peito, a ideia
meu amor é meio homeopático, meio ‘tudo bem se você for embora agora ou amanhã ou nunca mais, tudo bem’, aquele amor-que-tudo-perdoa-tudo-tolera
mas que sabe a hora de desligar
eu acho essas coisas - nada é certeza
eu diria
eu não vou amar você agora porque não
eu não sei
não há uma razão que eu diria, é essa
mas porque não me parece viável
acho que é sobre como eu não faço ideia do que me espera do outro lado e eu não acredito que amor seja gritar no vácuo
eu acredito que seja sobre sussurrar ou nada dizer
eu queria escrever isso pra te dizer
eu não vou amar você agora porque
mas não se justifica o amor e não se justifica a ausência de
eu não vou amar você agora, então, e ponto
isso não é um adeus, é um agora
talvez depois, se e quando você puder me dizer o que tem do outro lado - silenciosamente
pra que eu possa responder num sussurro:
agora eu te amo

Something to Fear

Merry Christmas and Happy Truce to @darkeneddawning! She requested something to do with Ice King Danny–lucky me that she has so many cool drawings and headcanons for it.

Posting it a bit late. My fault for letting this get so long–was having way too much fun with headcanons for this. Enjoy! 

Danny took a deep shuddering breath, trying his best to shake the thrumming weight of exhaustion from his chest. It pressed against him like a physical mass, turned the pulsing in his veins to sludge. He wanted nothing more than to crawl back to sleep, but anxiety kept his eyes open. The adrenaline buzzing through his system forced him into artificial alertness. He crossed his arms over his chest in an attempt to appear composed.

Opposite him, twelve Observants rung out a perfect semi-circle. Twelve eyes stared him down. Twelve pale, slick bodies, glistening as if coated in condensation, walled him in. Running was a poor option, facing against a dozen creatures who claimed to See All.

Observants just observe. They don’t act. They don’t do.

Danny ground his teeth. His mouth tasted sour. He felt disarmed, knowing that beneath his ghost form he was pajama-clad and half asleep. It could have been an intentional nighttime ambush, or it could have been that the Observants had no concept of, nor respect for, human sleep patterns.

The silence ate away at his nerves.

What?” Danny finally spoke. He sparked a glow behind his eyes, despite the headache the brightness caused him. Clockwork had suggested that these things frightened easily. Danny prayed that their All-Seeingness couldn’t call his bluff.

The right-most Observant floated closer. Danny hid his flinch, pretending to busy himself in the vast foresty void beyond the ring of Observants. Cold—he’d forgotten how cold the Ghost Zone was. “You wish to know why we’ve summoned you, is that correct?”

“I wanna know why you think it’s okay to warp me out of bed when I haven’t done anything.” Danny swallowed, or he tried to; his dry throat betrayed him. “O-or is it my future self again? You planning to fight me yourself instead of having Clockwork do the dirty work? That’s good by me. Been wanting the chance to play ‘rock, paper, finger-to-the-eyes’ with you creeps.”

Keep reading

kurt cobain MASTERPOST

demorou MUITO pra achar as fotos e depois fazer todos esses icons e eu separei tudo aqui cetinho tipo as fotos coloridas, dps as fotos preto e branco, e depois as headers entao se pegar algo da favorito ou rebloga e da © no @buggjke

colorful icons / icons coloridos:

black and white icons / icons preto e braco: 

HEADERS:

vcs ja devem ter tido uma ideia do quanto foi trabalhoso achar as fotos, desculpem algumas estarem sem qualidade, mas é realmente dificil achar fotos do kurt com uma exelente qualidade, mas eu me exforcei ao maximo, eu amo o kurt e amei os icons espero que vcs tambem

Imagine - Zayn Malik

Eu não tinha muita certeza se eles gravavam primeiro o vídeo e depois ela pedia ajuda ou ao contrário, mas espero que isso não importe muito…. Ah, eu também não tenho sabia quais perguntas usar, então escolhi as mais fofinhas para seguir o contexto do imagine. Espero que gostem! Beijos

Pedido: faz um imagine que a s/n e o zayn são um casal bem fofinhos daqueles que postam fotos juntos e vídeos no snap, e ela é youtuber e tenta convencer ele gravar a tag meu namorado com ela, mas ele é tímido, então ela grava um Snap pedindo ajuda da galera e o vídeo tem uma repercussão boa e dps disso o zayn gosta da idéia de gravar mais vezes com ela.


- Bom dia, (S/A)! – Zayn diz assim que eu me viro para ele.

- Bom dia! – Me estico dando um beijinho em seu nariz.

- O que você vai fazer hoje? – Ele pergunta se ajeitando na cama e me encarando.

- Tenho alguns vídeos para gravar e editar. Você bem que podia gravar um comigo, né?! – Pergunto enquanto enrosco minhas pernas as dele.

- Ah, (S/A), você sabe que eu não gosto muito…. – Faz bico e estreita os olhos.

- Está bem. – Reviro os olhos e pego o celular.

“ Bom dia, gente! O mala do Zayn não quer gravar comigo. “ Faço bico vendo o filtro do patinho ficar com óculos. Encerro o vídeo e aperto enviar. “ Vocês bem que podiam ir lá na última foto que ele publicou comigo e incomodar ele, né?! Tipo, abarrotar o celular dele de notificações… “. Falei com um filtro diferente.

“ Tentem convencer ele, por favor! ” Mostrei Zayn que ficou fofo com as orelhinhas de gato. “Em minha defesa, vocês sabem como eu sou tímido… “ Faz falou fazendo manhã.

- Agora chega! Vamos ir tomar café. – Zayn tira o celular da minha mão enquanto eu rio.

A cozinha do meu apartamento era pequena, então, deixei que Zayn fizesse o café enquanto eu ficava dizendo que ele era muito sexy cozinhando. Tudo que consegui foram gargalhadas. As melhores gargalhadas.  

Enquanto o café não ficava pronto, eu escolhi uma foto que tiramos juntos na praia, editei e publiquei com uma legenda simples dizendo o quanto eu sentia falta daquele momento, e que era muito sortuda por tê-lo ao meu lado.

- Então, aqui está panquecas e café para minha namorada maravilhosa. – Ele me alcança um prato e uma caneca grande.

- Obrigada, melhor cozinheiro. – Me estico sobre a bancada e dou um selinho nele.

Ele se serve e senta comigo e fica me olhando enquanto como.

- Para com isso! – O empurro de leve.

- Grava comigo, Zayn, por favorzinho! – Fiz cara de pidona e vi Zayn revirar os olhos. – Olha, podemos gravar e se você não gostar do vídeo eu nem público! Prometo.

- Você promete mesmo? – Ele arqueia a sobrancelha para mim.

- Claro! – Eu sorrio. – Até juro de dedinho.

- De dedinho? Você sabe como de dedinho é sagrado, né?!

- Sei. É por isso mesmo! – Estendo meu dedo para ele que enlaça com o seu. – Pronto! Agora vamos gravar.

O faço sentar no sofá enquanto arrumo o equipamento.

- Pronto! – Digo ligando a câmera e me sentando ao seu lado. – Oi, pessoal! – Digo olhando para a câmera. – Consegui arrastar o Zayn para gravar comigo!

Zayn dá um gritinho engraçado e eu o acompanho.

- Vamos gravar a Tag dos namorados. Mas, com um detalhe, somente o Zayn vai responder….

- Você não tinha me falado isso! – Ele me olha indignado.

- Pois estou falando agora, ué!  - Ele riu, mas também balançou a cabeça em negação.

- Podemos começar? – Pergunto a ele.

- Podemos! – Ele esfrega uma mão na outra.

- Muito bem, aí vai. Como nos conhecemos? – Ele pensa um pouco e se vira para a câmera.

- Ela estava em um parque fazendo um vlog, era isso né? – Concordo com a cabeça segurando o riso. – E eu estava com uns amigos, e chutei a bola nela. No princípio, foi sem intenção, mas quando eu conheci ela, dei graças a Deus pelo chute torto.

- Está certo. Próxima: temos alguma tradução de casal?

- Sim! Várias! A que acontece com mais frequência, é a noite da pipoca; de sábado paga domina, passamos a noite assistindo filmes e comendo.

- Ai, depois, eu tenho que passar a semana inteira na academia… – Zayn ri e concorda com a cabeça. – Qual foi nossa primeira viagem juntos?

- Fomos para Grécia; passamos uma semana lá! – Ele diz convicto.

- Não tem graça brincar com ele. Ele acerta todas! – Digo franzindo a testa. – Ok! Próxima: o que eu passo horas e horas fazendo?

- Essa é muito fácil! Você trabalha! Grava e edita vídeos o tempo todo. Outra coisa que você faz horas é carinho para eu dormir.

- Ah, que amor! – Eu aperto a bochecha dele. – Agora a última: se eu pudesse escolher qualquer lugar do mundo, onde eu moraria?

- Você moraria em Munique, Alemanha. – Ele diz sorrindo.

- Nossa, gente, que sem graça. Ele acertou todas! – Sorrimos para câmera. – Bom, quero vocês abarrotando os comentários de pedidos para Zayn voltar aqui no canal! Até segunda-feira! Beijos, pessoal!

Desligamos a câmera e juntos assistimos o resultado do vídeo. Zayn adorou o vídeo e disse que eu poderia publicar o vídeo.

Oi gente! Vocês não vão acreditar em quem acabou de gravar comigo” enviei o Snap. “O Zayn! Então, quando eu liberar o vídeo quero que vocês me ajudem muito! ”  Envio. “ De repente vocês conseguem convencer Zayn a gravar mais vezes”. “Espero que gostem! Beijinhos

- (S/A), você viu os comentários no vídeo? – Zayn chegou com o celular perto de mim. – Eles adoraram!

- É! – Sorri para ele. – Quando você vai gravar comigo de novo?

- Bom, quando você quiser!

Anônimo: Oi posso fazer um pedido? Do zayn que ele teve um filho com uma ex namorada (s/n) mas eles não estão mais juntos ai o baby n gst da Gigi é mal criado com ela e diz que a mãe dele é mais bnt que ela? E dps o Zayn coloca ele pra dormir e confessa que tmbm acha a mãe do baby mais bnt? Obg desde já❤

Zayn e S/n viveram um longo romance, chegaram até a se casar na beira da praia mas como todo casal, eles tiveram crises que resultou em um divórcio. 

Ashley, filha do casal tem apenas três anos e vive com Zayn e sua madrasta Gigi com quem tem uma péssima relação.

S/n está terminando a faculdade de medicina e vê a filha apenas aos fins de semana quando não está atolada nos livros. 

— Sabem o que eu estava pensando ? — Gigi comentava enquanto almoçava a mesa com o namorado e a enteada — Poderíamos fazer alguma coisa na sexta, como ir ao parque por exemplo 

— Eu não saio sem minha mamãe — Ashley dizia enquanto levava uma colherada de comida a boca 

— Filha, será divertido. Imagina só: eu, você e a Gigi em um parque — Zayn tentava animar a filha 

— Prefiro minha mamãe, ela é mais legal e bem mais bonita. 

Gigi lançou um olhar furioso para Zayn e respirou fundo se controlando para não estragar o almoço brigando com a menina.

— Bom, já está na hora de ir pra escola — Zayn tentou disfarçar o climão que ficou a mesa — Boa aula. 

Ashley deu um abraço apertado no pai e saiu correndo junto com a babá sem ao menos se despedir da madrasta. 

— Até quando essa menina vai ficar me tratando assim ? — Gigi perguntava irritada 

— Você precisa entender e dar um tempo a ela… 

— Tempo ? Zayn, já tem mais de um ano e meio que eu estou com você e sempre é a mesma coisa, patadas e patadas. Eu nunca a tratei mal

— Mas ela é criança e leva tempo para entender nossa relação. Ela é muito apegada a mãe… e também tem a personalidade forte igual S/n

— Jura que vai ficar falando da S/n para mim ? — ela revirou os olhos 

— Não, claro que não. Eu só estou tentando explicar que ela é teimosa e leva tempo para aceitar as coisas, principalmente o meu namoro com você. 

- Eu amo você, amo muito mas sua filha me tira a paciência. 

Gigi terminou seu almoço e foi até o estúdio fazer umas fotos enquanto Zayn ficou no apartamento tentando entender porque Ashley não se dava bem com Gigi. 

No fundo Zayn entendia o apego da menina com a mãe, afinal, S/n era uma mulher determinada, divertida e também era linda. Zayn se culpa até hoje por não ter insistido no casamento com ela, mas Gigi não pode nem sonhar com essa culpa que o moreno carrega.

(…)

— Papai, papai — Ashley vinha correndo até Zayn que a esperava no colégio para levá-la para casa — Que bom que você veio sozinho. 

— Depois precisamos conversar sobre isso, pequena criança — Zayn a pegou no colo e passou o indicador na ponta do nariz dela

— Nós podemos comer antes de ir para casa ? 

— Não será necessário. Gigi vai preparar o jantar

— Não quero a comida dela — fez bico 

— Ashley… — o moreno respirou fundo 

— Por favor papai, compra comida para mim — a menina pediu manhosa e o pai não resistiu

Os dois chegaram em casa com uma sacola do MC Donald’s e Gigi estava no fogão preparando o jantar. 

— Você foi ao MC, meu bem ? — ela perguntou sem entender — eu disse que iria preparar o jantar 

— Isso não é para mim…  — ele disse sem jeito

— É meu — Ashley entrou na conversa — eu disse que não ia comer sua comida e meu papai comprou comida para mim. 

— Zayn — A loira repreendeu o moreno — É por isso que ela é assim, você faz todas as vontades da menina. 

— Ela é minha filha… 

— Mas nem por isso precisa ser tratada e mimada dessa forma… Sinceramente, perdi a fome. 

Gigi subiu para o quarto e Zayn olhou com uma cara furiosa para a menina que comia seu lanche toda inocente. 

— Ash, sobe para tomar um banho e vá se deitar, antes de dormir, papai precisa falar com você. 

Embora Zayn não gostasse da forma que a menina tratava a namorada, ele não podia brigar com ela. Ela não tinha culpa de preferir a mãe. 

— Já dormiu ? — Zayn entrou no quarto da menina e a encontrou deitada com um ursindo 

— Não, papai.

— Bom — ele se sentou na beira da cama — Você precisa mudar suas atitudes com Gigi, ela fica triste quando você trata ela mal 

— Eu não tô nem aí…

— Não pode ser assim, Ash… Ela é a namorada do papai e você precisa aceitar 

— Eu prefiro a minha mamãe… 

— Você precisa entender que algumas coisas não foram feitas para dar certo, S/n e eu é um exemplo disso — o moreno tentava explicar para a garota — Só tenta tratar Gigi melhor, ela é legal. 

— Tá — a menina bufou — Mas a mamãe ainda é bem mais bonita que ela… Boa noite, papai! 

— É — Zayn sorriu com a frase da garota que logo fechou os olhinhos e dormiu — Boa noite, bebê! 

Zayn continuou longos minutos sentado ao lado da filha que dormia como um anjo. Ele era apaixonado pela menina, seus olhos brilhando ao olhar para ela não negavam isso. 

— Você se parece tanto com S/n — Zayn dizia acariciando o rosto da garota ciente de que ela não ouviria uma palavra sequer — Tanto nas atitudes quanto na fisionomia… E você tem razão, S/n é bem mais bonita que Gigi — admitiu — Bons sonhos! 

Zayn beijou o topo da testa da menina e foi se deitar com Gigi, mas sempre desejando dormir algum dia, novamente ao lado de S/n.