doce poetisa

Doce poetisa, protagonista dos meus devaneios que nunca saíram do papel amarelado, querida dama que jorra tuas palavras como se fosse sangue escorrendo por teu corpo já corrompido. Te faço apenas um pedido, ame-me mais que tuas palavras mentirosas dizem me amar…
—  Clichê