diretor-criativo

5

Utilizador em Destaque: Martim Dornellas

Blogue: Projecto Amelie

No Tumblr desde: Setembro de 2011

Com certeza já te deparaste com uma das mensagens do Projecto Amelie. Estão em todos os sítios por onde passamos todos os dias: cabines telefónicas, semáforos, portas de prédios comerciais, caixas multibanco, etc. Este projeto nasceu da vontade do diretor criativo Martim Dornellas de mudar um bocadinho o quotidiano - por vezes cinzento -  das pessoas nas ruas. O projeto existe há uns bons anos e parece não dar sinais de cansaço.

Partindo do princípio, como começou o Projeto Amélie?
Não sei explicar muito bem. Sempre mexeram comigo este tipo de projetos, em que pessoas se juntam em prol de outras. Existem muitos projetos similares (Mais amor por favor, Abraços Grátis, etc), julgo que tudo isso junto me inspirou a fazer o projeto.

Além do projeto, o que fazes da vida?                                              
Sou diretor criativo numa agência de Marketing Digital, a Monday, onde trabalho com uma equipa fantástica.

Como acontece o processo da criação dos autocolantes, és tu quem cria todas as frases?
O processo é muito espontâneo e acontece de várias formas. Tanto pode ser algo que digo e que, de repente, penso que pode resultar, como pode ser uma situação que estou a viver e que exploro através de recados. Muitas vezes, são recados para mim próprio, como o próximo projeto que estou a preparar. Não crio todas as mensagens, às vezes enviam-me sugestões ou vejo coisas que acho simpáticas e adapto à minha realidade.

Keep reading

Capítulo 21 - Guerra Digital

No inicio da semana Vanessa apresentou para Clara seus novos seguranças.

- Clara essa é minha equipe de trabalho. Vargas – apontou para um homem de quase dois metros de altura negro e muito forte – Teka – uma mulher de 40 anos um pouco mais alta que a morena e igualmente forte – e Téo – o menino magrelo, que não passava dos 22 anos, destoava do porte físico de um segurança, a loira levantou uma sobrancelha e a outra mulher completou – Ele é Expert em computação, mas se necessário também sabe como agir.  Bom Clara… já trabalhei com todos eles, o Vargas por quase 6 anos direto, e garanto que todos estão preparados e serão  de grande ajuda. Teka fica responsável pelo Max, já que sempre teve  bastante jeito com criança, Vargas sempre estará com conosco em algum evento, viagem, ou lugar com grande quantidade de pessoas e quando eu não puder estar com você ele me substituirá, o Téo ficará mais na investigação logo acabar=a ficando mais aqui na casa também. Alguma dúvida?

- Não, você pode mostrar a casa para eles? Eu preciso fazer algumas ligações.

- Claro.  

Naquele mesma manhã Téo checou o computador, o celular e os e-mails da DJ, que para sua surpresa não carregavam nem um vírus. 

- A senhora tem algum outro computador onde abra seus e-mails?

- Apenas Clara, por favor – sorriu – tenho um na gravadora. Hoje de tarde terei que ir lá, pode ir junto dar uma olhada.

- Não sabia que iria sair hoje – a morena que observa calada se pronunciou.

- Reunião de última hora… qual é?! – revirou os olhos – eu ia te avisar, ok?! Acabei de saber também.

Depois do almoço Vanessa, Clara e Téo seguiram para a gravadora, enquanto a DJ entrava em reunião com seus chefes e a morena lhe aguardava do lado e fora, Téo teclava freneticamente no computador na sala. Ao final da reunião a loirinha saiu bufando da sala ao lado de Tayson e Thiago, ficou parada na sala de espera durante um tempo com os dois até fazer sinal para a segurança se aproximar.  

- Vanessa esse é Thiago Leroy meu amigo e diretor criativo da Discovery Records e o Tay você já conhece. Thiago, essa é minha segurança – apertaram as mãos e se cumprimentaram.

- Clara infelizmente acabou de perder 5 produções porque os artistas souberam desse momento delicado que ela passa e ficaram com medo… eu espero que isso seja resolvido rapidamente, correto? – disse olhando firmemente para a morena

- Com toda certeza – responder sem desviar o olhar.

- Bom, preciso ir… Clarinha, Tay, espero que nosso próximo encontro seja mais animado – sorriu e saiu depois de se despedirem.

Tayson também decidiu ir embora e as duas seguiram para sala. Assim que chegaram encontraram Téo tomando café em pé olhando através da grande janela de vidro atrás da mesa da DJ.

- Já acabou? – disse a morena quando viu a cena.

- Obvio! – deu um risinho orgulhoso enquanto Vanessa revirava os olhos.

- Então me mostra o que conseguiu.   O que sabemos?

- É bem interessante, mas não muito bom para… nossa cliente.

Vanessa estreitou os olhos como se brigasse com o menino por utilizar de um tom jocoso desde que entraram na sala. Clara percebeu e interveio.

- Para de reprender o menino, na verdade estou adorando ele, em menos de um dia estou achando ele mais divertido do que você – riu da morena que fechou ainda mais a cara.

- Eu sempre soube que era mais legal – Téo sorriu e piscou para a DJ – mas vamos continuar antes que ela me mate. Bom vou tentar explicar de uma forma simples… seu computador não foi hackeado de forma comum, tipo quando alguém envia um vírus e a partir daí consegue acessar os arquivos, entrar nos seus e-mail e no seu caso enviar e-mails por você. Seu computador foi completamente espelhado - percebeu as caras de interrogação - Acho que fica mais fácil de eu explicar isso demonstrando.

Téo virou a tela do computador de Clara, pegou seu notebook e colocou ao lado da tela.

- Bom para tirar um espelhamento não é tão simples como tirar um vírus, você tem que formatar o computador, ou a pessoa que espelhou desfazer diretamente do computador reflexo, ou se você for muito bom como euzinho, você pode fazer outro espelho e quebrar o anterior.

- Estou meio perdida, o que afinal espelhar significa? – perguntou a loirinha.

- Significa chefa – abriu um programa no seu notebook, que fez a tela fica idêntica a de Clara – Que tudo que você fazia ele via – abriu o Word no computador de Clara que simultaneamente se abriu na tela de seu notebook – E tudo que ele fazia você fazia – digitou no word em seu notebook e a mensagem também apareceu no computador de Clara – Agora vem a parte ruim…

- Tem como ficar pior? – a loirinha perguntou desanimada.

- Infelizmente sim. Não é qualquer um que sabe espelhar um computador, e isso não é igual a um vírus que pode ser enviado por e-mail passado por pen drive e etc… quem quer que seja esteve na sua sala, em seu computador instalando o programa de espelhamento, só assim que pode ser feito.

- Merda – Vanessa andou pela sala e Clara se sentou no sofá – tem como saber quando?

- Não, esse processo quase não deixa rastros.

- Como eu nunca percebi isso Meu Deus?

- Não se culpe, ele provavelmente nunca usou quando você estava usando, não tinha como você perceber. Clara eu ainda não sei tudo sobre seu dia a dia e se já existem suspeitos, Vanessa  ainda vai me por a par disso, mas eu sugiro que você não utilize mais esse computador, e que sua secretaria e seu empresário passem a anotar seus compromisso no bom e velho papel. E que só seu computador seja utilizado mesmo para um simples e-mail, eu vou estar sempre monitorando ele e logo não vai ter riscos.

- Peça para sua secretaria a partir de hoje anotar todas as pessoas que entrarem na sua sala quando você não está, todas Clara. Incluindo Tayson, chefes e amigos – disse séria.

- Você não esta me insinuando que… – falava brava mais foi interrompida.

- Não estou insinuando nada, estou sendo precavida, e quando você também estiver aqui ira anotar.  

Voltaram para casa em silêncio no carro, quando chegaram Clara subiu e passou o resto do dia isolada. Se sentia cada dia  mais triste e sem sua liberdade.