digno

Amar você é como dirigir pela primeira vez e seguir em um caminho desconhecido, possivelmente sem volta, pouco percorrido. Temo que eu me perca no caminho.
—  Digno acaso.